The 100 – 2×06/07/08 – Resumão

The 100 - Central

Continua após as recomendações

Como acabar com a raça do personagem que você mais odeia? The 100 ensina!

Depois de um atraso colossal nas reviews, hoje estou voltando e trazendo um resumão de tudo o que aconteceu nos últimos episódios de The 100. Teve guerra, morte, traição, golpe baixo, vírus, minha gente, o que você puder imaginar de desgraça para acontecer, aconteceu.

Continua após a publicidade

Começando com Fog of War, todos os nossos heróis tiveram que lidar com as consequências das atitudes de Finn, mas deixaram tudo para trás, pois a preocupação do dia era como acabar com a torre de Mount Weather. E uma grande excursão foi feita para dar em absolutamente nada. Não sei vocês, mas ao mesmo tempo que vejo The 100 como uma série impressionante, a vejo como uma série previsível. Todas as vezes que eles têm um plano que tem tudo para dar certo, vemos que o plano na verdade não tinha nada para dar certo porque na vida as coisas não são fáceis e todo mundo acaba se ferrando mais cedo ou mais tarde. Estava em dúvida se o que daria errado eram os reapers indo atacá-los, os grounders, ou até mesmo os soldados de Mount Weather, mas ao invés disso, o pessoal do morro do dendê liberou  fumaça tóxica e todo mundo teve que correr para longe das colinas, separando os grupos em três (Raven e Abby, Bellamy e Octavia, Finn e Clarke).

Como Octavia é a rainha da série, falarei dela primeiro. A minha diva ficou escondida com o irmão em um antigo estacionamento e logo aparece um demônio (realmente parecia um, porque não dava para ver quem era) que queria matá-los a todo custo. Fiquei com o coração na mão ao perceber que quem estava atacando era o Lincoln e que ele não fazia a menor ideia de quem Octavia era. Sério, dá tudo errado nessa série, até meus shipps , assim não tem coração de fã que aguente. Abby e Raven, do outro lado da vida, tiveram que se decidir se explodiriam a torre ou não e isso me irritou tanto que vocês não tem noção: “Ah, vamo explodir logo e se livrar disso.” “Não, a gente pode ficar espiando eles“. Como as duas são retardadas, o que é que acontece? Elas não explodem a desgraça da torre e fazem a morte dos avulsos ser completamente em vão para não usar essa maldita torre em momento nenhum dos episódios seguintes. Não sou obrigado. Clarke e Finn ficaram naquela tensão dentro do abrigo e eu juro que escutei “Você não vale nada mas eu gosto de você” quando Clarke disse que não reconhecia Finn. Aplaudi e ri que nem um maníaco dentro de casa. Já no morro do dendê, Jasper inventou de fazer merda e se voluntariou como rato de laboratório do pessoal do cão para uma transfusão de sangue entre ele e Maya: ELA É ESPIÃ, NÃO CONFIA, NÃO VIU THE TOMORROW PEOPLE NÃO É?

The 100 - Long Into An AbyssContinuando com a trilogia de reviews, Long Into An Abyss mostrou que os grounders não vieram para brincadeira e eles enviaram Jaha para entregar uma mensagem ao pessoal que se acha: “Saiam ou morram“. Se fosse para a mensagem ser brasileira, tenho certeza que seria algo parecido com “Cai dentro cambada” ou “Nós somos destruidores mesmo viu?“. Como era de se esperar, a teimosia do povo atingiu um nível absurdo e eles inventaram de tentar conversar com a líder dos grounders. Em nome da menina que morreu na primeira temporada, porque raios Clarke inventa esses planos que põem em risco a vida de todo mundo, hein? Claro, ela é a fodona da série e uma adolescente que pisa na cara de todos, mas precisava inventar de “curar” o Lincoln sem ter a menor ideia de como fazer isso e ainda tentar usá-lo como trunfo em uma conversa com a líder? Menos. Se o midseason finale não tivesse sido na semana seguinte, esse plano teria dado muito errado e estariam todos correndo risco de morte, mas como ele foi, então era óbvio que mais alguma desgraça iria acontecer após isso, e acabou acontecendo. ELES QUERIAM O FINN.

Imaginem todos os memes alegres possíveis e vocês não terão nem um terço da felicidade que eu tive ao ouvir essa frase, e foi exatamente nessa sentença que Spacewalker se centralizou. Todos os habitantes do acampamento queriam entregar o Finn – e tinham toda a razão em fazer isso – mas o pessoal principal da série ficou de mimimi que ele não tinha a intenção de matar aquela gente toda que não sei que… ELE TEVE A INTENÇÃO SIM! Finn executou todos os habitantes daquele acampamento sem pestanejar, mesmo com o diabo do Murphy mandando ele parar e ele tem que pagar por seus atos. Todos os personagens inventaram planos mirabolantes para salvá-lo, e por mais que eu tenha adorado a Raven ter tido a ideia de entregar o Murphy, quem tinha que ir era o Finn sim e entre todo mundo ali, ele foi o único que teve consciência de fazer isso, se entregando aos grounders e aguardando a sua sentença. Clarke em seu desespero queria contestar as regras de justiça dos grounders e ao meu ver, ela não poderia estar mais errada. Eles têm sua própria cultura, seus próprios meios e todos os de fora não têm que interferir de jeito maneira nisso, afinal, se eles podem arrumar justiça através de chicotadas elétricas, qual o problema em deixar os grounders vingarem as mortes de seus entes queridos da maneira que eles bem entenderem? Alguns podem até chegar para mim e dizer “Você não iria querer que isso acontecesse contigo“, e se eu fosse inocente, é claro que eu não iria, mas Finn, tendo feito tudo o que fez porque quis e ainda dizendo que “Fez o que tinha que fazer“, sendo que nenhum ali representava o mínimo de ameaça a ele, tinha que pagar de um jeito ou de outro. E o que me irritou foi que Clarke teve o prazer de fazer isso.

As promos dos próximos episódios mostram o Finn vivo, mas a página da série tem comentado que a morte dele é o que irá assombrar Clarke, então eu prevejo que Finn acabe sendo apenas uma alucinação da Clarke como Wells foi do Jaha, e eu não sou obrigado a aturar o Finn enchendo o saco até depois de morto, com licença.

[youtube]http://youtu.be/raczP3Na8uk[/youtube]

Tags The 100
Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours