The 100 – 2×16 – Blood Must Have Blood Pt. 2 [Season Finale]

ClarkeFinale

Imagem: Youtube


 

A finale da segunda temporada de The 100 conseguiu ser mais intensa do que todos nós esperávamos. Teve de tudo um pouco, e a qualquer hora nossas cabeças estavam sendo explodidas em níveis estratosféricas. Desce, que a review está pegando fogo!

Para início de conversa, Lexa não deu as caras no episódio, e o pouco dos grounders que vimos acabou ficando por conta de Lincoln e Indra, meus divos do coração. Os dois debateram ali qual seria o rumo que Lincoln deveria tomar em sua vida: Se ele ficava com os grounders e aceitava a sua raça, ou se ele partia para ajudar os amigos de sua amada, Octavia Blake.

Continua após a publicidade

Enquanto isso, Octavia estava lá nos túneis, esperando algum ataque inimigo e encontrou com Clarke. Desde a promo, sabíamos que as duas entrariam em Mount Weather, só não tínhamos a mínima ideia de como elas fariam isso. E algo que eu achei que só aconteceria lá pela metade do episódio, aconteceu na primeira sequência de cenas. Bellamy apareceu ao resgate das duas, e logo se iniciou uma saga onde eram eles ou The Mountain Men.

Todos os personagens tiveram a sua ligeira dose de importância, e a meu ver, todos foram aproveitados da mesma forma e, provavelmente, os personagens mais apagados (lê-se Harper e Miller) ganharão mais destaque na próxima temporada. Cage tinha sequestrado Abby, Kane e mais outros, e agora ficava a confusão para Clarke e o resto do seu bando encontrarem eles nas entranhas do local. Daí que Clarke tirou uma carta da manga e surpreendeu a todos nós com o tamanho de sua coragem e liderança.

Adorei a sequência de cenas em que ela mantinha o pai de Cage como refém e seu inimigo a subestimava, achando que por ela ser novinha, não teria coragem suficiente para puxar o gatilho e matar o seu pai. Pobrezinho. Quando Clarke viu que sua jogada não daria nada certo, disparou contra o velho com atuação ruim e este caiu morto no chão. Nesse momento, todos nós já estávamos arrancando os nossos cabelos e arregalando os olhos, pois metade do episódio e ninguém tinha a menor ideia do que ia acontecer e… Bom… Não foi nada agradável. Cage, revoltado por ter ficado órfão, trocou Raven por Abby e ordenou que seus capangas revoltz arrancassem a sua medula, como uma retaliação pelo seu pai.

BellarkeFinale

Imagem: Tumblr

Por todos os lados nós víamos caos e destruição, desespero e tristeza. Maya estava morrendo e ninguém podia fazer nada a respeito para salvá-la, e isso enfurecia Jasper em níveis enormes. Tudo o que ele e Octavia poderiam fazer ali era aniquilar a maior quantidade de inimigos possíveis e torcer para que Clarke conseguisse resolver tudo. A boa notícia é que ela conseguiu. A má, é que ela não queria ter conseguido daquela forma. Num impulso, Monty foi ordenado a reverter as tubulações do Mount Weather e tudo estava a apenas uma puxada de alavanca de distância. Não havia escolha. Meu coração doeu com o que Clarke fez – não pelos habitantes, não ligava para eles –, pois por mais que fosse para salvar a sua mãe e o resto do seu povo, ela cometeu genocídio e isso não a faz nem um pouco melhor que Jaha, apenas a faz ser exatamente como ele. E isso acabou refletindo na personalidade de Clarke. O peso na consciência era maior do que ela podia suportar e logo ela se viu deixando o acampamento e o amor da sua vida, a fim de pôr a cabeça em ordem.

Porém, Cage havia escapado e estava preparado para ser o último vivo da sua raça. Só que como os escritores ADORAM acabar com os filhos da puta num piscar de olhos, trataram de por o Lincoln numa versão curta de Revenge e aniquilá-lo. Uma salva de palmas, por favor, pois foi assim que chegamos ao fim do arco de Mount Weather. Como havia uma falta de plots para serem recorrentes na temporada seguinte, nos foi colocado em prática a história de uma suposta cidade da luz, onde, durante o episódio todo, vimos Jaha e Murphy buscando pela existência.

Depois de fazerem um reboot de Lost nessa busca inacabável, Jaha finalmente encontrou uma luz, enquanto que Murphy foi pela direção mais óbvia e se deparou com um farol. Gostei da ideia de terem separado os dois nessa ilha, ou seja lá o que isso for, e vimos dois personagens novos que prometem ter as suas histórias macabras contadas na terceira season. O primeiro, um carinha aparentemente do bem, que estava com um peso enorme na consciência e decidiu tirar a própria vida, enquanto que a outra, uma inteligência artificial gostosa e macabra que parece saber tudo a respeito de todos. AGORA FICOU SÉRIO, GENTE. COMO VENCER ALGUÉM QUE VOCÊ NÃO PODE SEQUER TOCAR?!*

* Joga água no circuito interno?

Bom, foi isso pessoal. Eu, assim como vocês, estou desesperado pela estreia da terceira temporada, e ela tem tudo para vir destruindo eletrodomésticos por casas ao redor do mundo. Comentem aqui o que vocês acharam do episódio e as suas teorias para a premiere da terceira temporada. Fui!

Tags The 100
Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours