The 100 – Um Balanço Sobre a Season Finale

THE-100-1

Continua após publicidade

 

Continua após a publicidade

O fim da jornada.

Continua após publicidade

The 100 conseguiu. A série mais lascada da CW, com tudo para dar errado e com pouca gente colocando fé em seu sucesso conseguiu sambar na cara da sociedade inteira em qualidade, quantidade e, acima de tudo, nesse Season Finale que arrombou uma geração.

Quando foi anunciada no início do ano passado, eu tinha em mente que The 100 seria uma nova Cult da vida. Uma série que eu assistiria, mesmo sabendo que seria cancelada. Já fui ver o piloto sem expectativa nenhuma e, para a minha maior surpresa, eu adorei. Foram 13 episódios violentos, 13 episódios de muito Bellamy enchendo o saco, muita Clarke com voz de Nina Dobrev, muito Jasper e muita Octavia ganhando meu coração, muito Murphy para odiar, enfim, foi muito mais do que eu poderia imaginar que fosse.

Continua após publicidade

Já de início, Clarke e Bellamy tentam evacuar toda a base por conta dos ataques dos Grounders, e era mais do que certo que aquilo ali, de maneira nenhuma, daria certo. Foi muita babaquice da parte deles desperdiçar balas daquele jeito, pelo amor de Deus, nem as pirulito liars fazem uma cagada dessas.

Em minha opinião, as pessoas mais úteis ali dentro são Jasper e Raven. Finn e Clarke de vez em quando dão ataque de importância e Octavia quando tentou ser badass, levou uma flechada na perna. Jasper é bom atirador, sabe mexer com fios e já provou aguentar tortura, enquanto que Raven sabe de tudo um pouco. Nesse Season Finale, as funções de Finn e Bellamy foram praticamente neutras. Tendo em vista a situação – o ataque – a liderança de Bellamy foi terrível: Pessoas disparando contra o nada, decisões não pensadas, isso me deixou irritado considerando que ele deveria ser um dos mais sensatos ali. Tudo bem, ele pediu para cessar fogo inúmeras vezes, mas faltou um pouco de moral né? Ninguém estava nem aí. Anya veio dando uma de ninja, que loucura foi aquela? Momento “pera aí, sou Power Ranger agora, tô passando”. Só aquela guria para pensar que tinha alguma chance contra todos aquelas pessoas.

 

Um Balanço Sobre a Finale de The 100

 

Talvez tenha sido meu vício recente em Doctor Who, mas assim que Jasper tentou fazer o detonador disparar, The Long Song tocou em minha mente. Ouvi aqueles grounders pegando fogo enquanto The Rings of Akhaten aparecia diante de meus olhos. Eu sei que o episódio de The 100 não teve nada a ver com o de Doctor, mas, talvez pelo discurso de Matt Smith no episódio, a música embalou a cena para mim. Será que Finn e Bellamy sobreviveram?

O pessoal da Arca finalmente está na Terra. Passei o episódio inteiro torcendo por isso e não vejo a hora de ver Abby em ação. Fiquei com um pouco de dó do Chanceler por ele ter ficado sozinho lá em cima, mas ainda creio que ele aparecerá na 2ª Temporada da série.

Avancemos. A cena final. OH. MY. GOD.

Expliquem-me isso direito por que eu não entendi. Eu estava aqui na minha, comendo meu bolo de boas, quando um gás vermelho aparece, todo mundo é possuído pelo ritmo ragatanga e desaba no chão e depois Clarke aparece no confessionário  quarto do líder numa solitária?! O pior de tudo nem foi isso, Monty, que estava mais sumido que tampa de caneta bic, também estava numa solitária de frente à de Clarke. Isso. Vai. Dar. Merda.

Até Outubro… MaybeYeah, whatever.