The Affair – 3×04 – Episode 4

screen0001

Imagem: torrenting.com

O episódio dessa semana foi anos luz melhor do que o anterior, pois os pontos vista foram do Cole e Alison, personagens tão importantes quanto Noah Solloway. Conseguiram perceber como o episódio fluiu sem nenhum tipo de problema? Estava com saudade desse formato, ou seja, as mesmas cenas e eventos narrados sob pontos de vista diferentes. Essa estratégia narrativa era o precursor da primeira temporada e isso deu muito certo, tanto que a drama foi renovado.

O “Episode 4″ teve como pontos de vista o Cole (Part I) e a Alison (Part II). Os mesmos eventos descritos totalmente distintos um do outro. Na visão de Cole, ele trata a ex-esposa de forma sutil e cavalheiro, pois Cole enxerga a Alison como coitada que precisa ser protegida o tempo todo, senão ela pode cair. Essa perspectiva soa um tanto paternal, no sentido de que há a necessidade de uma pessoa mais madura para cuidar de outra por esta ser incapaz de se cuidar. Em ambas as visões, embora exista um destoamento entre as perspectivas, a Alison é muito capacitada para tomar conta de si mesma, assim como de sua filha, Joanie. Vale lembrar que na interpretação de Cole, Alison se veste, comporta e até se maquia de forma mais provocativa e sexy. Achei surreal o vestido usado por Alison na visão de Cole, por exemplo, no aniversário de sua filha, porque era uma roupa que não combinava com a ocasião. Foi ponto de vista exagerado mesmo.

Já na visão de Alison, ela é sempre uma mulher mais forte e determinada que tem crises de ansiedade, mesmo que a doença mental esteja controlada. Achei muito mais crível e mais próximo da realidade. Eu gosto muito da Alison e sempre aprecio bastante seus pontos de vista porque mostram uma mulher muito mais decidida do que aquela vista nas narrativas de Cole e Noah, que sempre apresentam uma Alison frágil. E nesse episódio ela esteve esplendida, tentando ter a confiança de todos em relação à mudança de seu comportamento. Concordamos que ela não está 100%, tanto que ela teve uma crise de ansiedade ao ver sua filha caída do cavalo e isso acabou trazendo de volta sentimentos associados à perda do seu filho, que se afogou na praia. O medo disso acontecer novamente com Joanie ronda Alison e é por isso que ela tenta proteger sua filha o máximo possível para que os fatos não se repitam. É compreensível esse ataque de ansiedade diante de uma situação traumática, onde as memórias voltam à tona e você não consegue controlá-las.

Continua após a publicidade

E Luisa? Ora sinto raiva, ora pena. Primeiro que ela se casou com um homem (Cole) que não a ama por inteiro. É notório o quanto Cole ainda tem sentimentos pela Alison e vemos isso claramente na narrativa dele, onde os olhares mais penetrantes são frequentes e ele nem consegue disfarçar. A atual esposa de Cole fica de escanteio nessa situação, com  seu atual marido apaixonado pela ex. É uma situação complicadíssima de lidar. Apesar dela ter boas qualidades, não consigo gostar tanto dela assim devido à forma que Luisa trata a Alison. Acho erradíssimo ela afastar Joanie da Alison porque Alison é a mãe da Joanie! E tudo o que ela fez foi para o bem da filha. É injusto culpar a Alison o tempo todo pelos seus erros porque ela já está pagando por eles, querendo ou não.

P.S.1: O mala sem alça do Noah voltou para Montauk. Isso vai dar uma treta maligna!

P.S.2: Repararam que a recaída de Alison e Cole é narrada de formas distintas? Para Cole, eles fizeram sexo e para Alison, eles fizeram amor. Há uma sútil diferença na forma como ambos enxergaram o sexo.

Tags The Affair
Daniele Duarte

Daniele Duarte

Carioca da gema, amante de literatura clássica. Machado de Assis é o seu autor favorito. O tríade de melhores séries são Six Feet Under, Breaking Bad e Sherlock . Séries inglesas também faz parte da sua grade de séries. Ela é a pessoa que chora rios com a series finale de SFU.

No comments

Add yours