The Affair – 3×03 – Episode 3

Imagem: Torrenting

 

Continua após publicidade

Esse episódio contou com o ponto de vista de Juliette, personagem que entrou nesta terceira temporada. Pelo o que deu para perceber, ela terá grande importância na série daqui para frente. No entanto, fica um questionamento: será que foi mesmo necessário um ponto de vista dela? Para mim, não houve essa necessidade de ter um ponto de vista narrando os acontecimentos de acordo com sua perspectiva, embora, nessa primeira parte, tenha abordado a noite em que Noah foi esfaqueado e Juliette o salvou.

Continua após a publicidade

Apesar de achar não ter sido necessário tem uma parte só da Juliette, vamos abordar um pouco essa narrativa. No episódio passado, vimos o quanto ela é independente, decidida e determinada, características estas admiráveis numa pessoa. Sob a perspectiva de Noah, conhecemos Juliette, o seu jeito e até a maneira como se veste. No ponto de vista do Noah, ela é sempre sexy, sedutora, sendo “difícil” resistir aos seus encantos. Juliette se apaixona e se sente atraída por ele (me pergunto como as mulheres se sentem seduzidas por essa pessoa?!). Pensei que essa paixão repentina da Juliette fosse um exagero dele, mas não, pelo contrário: quando assistimos os eventos sob o ponto de vista dela, vimos que era real essa paixão e desejo. Vamos ver até onde isso vai chegar. Seria a Juliette uma nova Alison Bailey?!

Continua após publicidade

Já disse isso várias vezes nas minhas reviews, o quanto acho o Noah um lixo humano, prepotente, seboso, individualista e que se faz de vítima. Terminou um casamento de mais de 10 anos para viver um romance com sua amante que, no fim das contas, deu em nada. Só se afundou mais e mais. O relacionamento com sua irmã e seu cunhado não anda bem das pernas. No entanto, não queria sua morte e, realmente, pensei que ele tinha morrido. Ainda bem que Juliette o salvou, porque se não fosse por ela, Noah teria morrido de tanto sangrar e não saberíamos como era o seu relacionamento na prisão com o John Gunther sob o ponto de vista do próprio Noah e não dos policiais e detetives. Isso será fundamental para descobrir se o John planejou sua morte ou não.

Na segunda parte de The Affair, vimos o ponto de vista dos acontecimentos pelo olhar do Noah. Como sempre, as mulheres como a Helen são sempre consideradas as loucas e escandalosas. Na cena do hospital, não acredito tanto que a Helen tenha feito aquele escândalo todo como ele narrou. Então duvido um pouco que essas cenas do hospital tenham ocorrido daquela forma. Eu sempre desconfio da forma como as cenas são mostradas sob o ponto de vista do Noah, porque ou elas são muito exageradas, ou poéticas demais.

Continua após publicidade

The Affair seguirá aquela fórmula de novela: quem será que matou fulano? E aí o crime é descoberto no fim da novela. Aqui a pergunta é: quem tentou matar o Noah e por qual motivo? Há indícios de que seja o John Gunther, o policial da prisão, que aparentemente tem uma paixão por ele. Mas será que foi ele mesmo? Vale lembrar que Noah conquistou vários inimigos e pode ter sido qualquer um desses.