The Crown – 1×07 – Scientia Potentia Est

Foto: Arquivo Pessoal

Imagem: Arquivo pessoal

 

“Não mamãe, não preciso apenas saber ficar calada, preciso saber falar!” Rainha Elizabeth

“Scientia Potentia Est”: Latim, “o conhecimento é poder”. Excelente episódio, em que a cada diálogo e cena temos a evidente evolução da personagem Elizabeth e passamos a admirar e respeitar ainda mais como rainha. A qualidade do show se mostrou novamente brilhante.

Fiquei no mínimo surpresa ao ter conhecimento que a rainha em seu preparo para uma futura ascensão teve uma educação diferenciada e restrita à Direito Constitucional e ensinos de etiquetas para “uma dama”, enquanto ainda era uma criança. Não tendo acesso pleno e educacional acerca de Literatura e Ciências, por exemplo, numa educação formal. E temos a ideia de como isso se mostra no minimo necessário, dada sua posição. É realmente fascinante o quão importante são a educação e os educadores, não somente para formação social ou profissional, mas para auto-estima de uma pessoa. Esse drama evolui aos poucos e lindamente no sétimo episódio para uma cena poderosa, onde Elizabeth passa de uma mulher hesitante e intimidada para uma rainha forte e firme.

Continua após a publicidade

Ela, numa tentativa não tardia e humildemente válida, de se tornar uma mulher mais articulada e não ter que desviar conversas com figuras importantes para cães e cavalos, decide ter aulas particulares, e foi encantador. Uma cena muito emocionante foi o primeiro encontro com seu professor, onde a rainha é questionada sobre o momento que precisou parar o aprendizado tradicional e se dedicar a outras formalidades, e se sente visivelmente desconfortável e envergonhada por nunca ter tido uma. Bela atuação de Claire Foy, e também vale mencionar a breve interpretação no episódio da pequena Lilibeth, tão fofa e dedicada.

A política e os consequentes movimentos de seus articuladores tomaram a série novamente. Trazendo Churchill em sua engenhosa figura, maquinando planos irresponsáveis para esconder eventos de sua Majestade, como o seu próprio estado de saúde e do Ministro do Exterior, que poderia resultar em risco à segurança de seu país, colocando em questão novamente seu preparo para o cargo e sua lealdade à Rainha.

Em outros episódios, pudemos observar o tratamento diferente entre homens e mulheres na monarquia. Fiquei muito feliz quando abordaram o assunto novamente e, de forma bastante clara neste, em uma das melhores cenas até então. Foi nada menos do que soberano o tom de Elizabeth durante o sermão dos dois ‘Inglês, homens e classe alta’ homens que colocaram insolentemente sua autoridade e posição de lado. Em uma cena poderosa e emocionante, Elizabeth se mostra pronta.

Diálogo entre Churchill e a Rainha Elizabeth:
– “Você está melhor de saúde?”
– “Sim.”
-“O suficiente para cargo? – Pausa – Peço que considere sua resposta com base no respeito que meu cargo e minha função merecem e não no que minha idade e gênero podem sugerir.”

Tenho tanto respeito e admiração pela rainha! <3

A última cena, apenas achei desnecessária, completamente fora de caráter com o resto do episódio, servindo somente para que, em segundo plano, soubéssemos que novamente Elizabeth se mostra uma boa ouvinte e sobretudo apta para tomar decisões sábias, como a escolha de seu secretário pessoal, e recomendado por Tommy.

Tags The Crown
Avatar

No comments

Add yours