The Exorcist – 2×10 – Unworthy [SEASON FINALE]

Imagem: SpoilerTV/Fox/Divulgação.

A segunda temporada de The Exorcist terminou não com o melhor episódio das série mas com um final que, mesmo não sendo tão empolgante quando poderia ser, fechou de forma satisfatória os arcos da temporada e deu fôlego para uma possível terceira temporada.

O episódio final focou, principalmente, no desfecho dos três principais personagens dessa temporada: os protagonistas da série Tomas e Marcus e o endemoniado Andy.

Continua após a publicidade

Começando por Andy, o personagem, que desde a morte de Nikki vinha lutando contra os fantasmas do trágico acontecimento, se tornou mais uma vítima na série. Mesmo os mais otimistas sabiam que as chances de libertação não eram das maiores.

A cada episódio, o demônio parecia se tornar cada vez mais forte. Mas, mesmo assim, Andy ainda mostrou força nesse final para evitar que Tomas se sacrificasse por ele e convenceu Marcus a dar-lhe o tiro fatal.

Embora não tenha sido o final mais feliz, foi um final digno de um grande personagem que, assim como Tomas disse às crianças, morreu como um herói e se sacrificou para que outros não sofressem. Vale destacar, também, a bela atuação de John Cho não só nesse episódio mas como em toda a temporada.

Na sequência, vamos falar de Tomas. Desde a primeira temporada, o padre latino vem flertando com as forças demoníacas e sempre se mostrou um alvo valioso para o tinhoso. Como Mouse disse, Tomas é uma arma poderosa para ambos os lados dessa guerra entre bem e mal e seu talento não pode ser ignorado.

O episódio dava a entender que, finalmente, Tomas seria atraído completamente pelo demônio e mudaria de lado nessa batalha espiritual. E isso esteve muito perto de acontecer se não fosse o sacrifício de Andy. Mas, mesmo que não tenha acontecido nessa temporada, as investidas sobre Tomas estão longe de ter acabado.

Agora, ao lado de Mouse, Tomas sabe que é o principal alvo dos conspiradores da Igreja Católica e vai ter que se dividir entre seu trabalho como exorcista e a fuga de seus perseguidores. Embora a dupla com Marcus tenha sido muito boa, talvez seja interessante vê-lo, mesmo que não por muito tempo, ao lado de outra parceira.

Por fim, o veterano Marcus decidiu, mais uma vez, seguir seu caminho sozinho. Por toda sua vida, o ex-padre sempre foi mais um lobo solitário do que um companheiro de longa data. Isso não significa que ele não liga para os outros, pelo contrário, liga muito, mas já sofreu derrotas dolorosas que o fazem preferir seguir solo a se comprometer com alguém.

Assim como aconteceu com Mouse, ele viu outro de seus aprendizes quase ser totalmente atraído pelas forças malignas e para piorar dessa vez resultou na morte de um inocente. Morte essa causada por suas próprias mãos. É um fardo que até mesmo um experiente exorcista demora um certo tempo para se acostumar.

O lado bom de tudo isso é que, como foi visto no fim do episódio, a sua conexão com Deus, da qual ele muito se orgulhava e lhe dava coragem para enfrentar qualquer tipo de demônio, foi restaurada. Com isso, um dos plots da próxima temporada deverá ser sua tentativa de reencontrar Tomas e salvá-lo da perseguição da Igreja Católica.

O futuro da série ainda é incerto, mas a temporada mostrou que a série tem fôlego para mais. Marcus e Tomas são dois protagonistas bastante cativantes e interessantes e suas histórias ainda têm muito o que serem exploradas.

Para mais informações sobre a renovação ou não da série, continue acompanhando as notícias aqui no Mix de Séries.

Avatar

Matheus Ronconi

Paulista, nerd, viciado em séries e fã do Rei Leão e do Homem-Aranha. No Mix escrevo sobre The Big Bang Theory e Star Trek: Discovery.

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Bruno D Rangel 29 dezembro, 2017 at 13:50 Responder

    Gostei muito da coragem de terem matado o Andy, o que só mostra que nem todos possuídos sobrevivem facilmente.

    Senti falta na review de falar sobre o núcleo das crianças. Teve três cenas que caíram ciscos nos meus olhos: a das mensagens deixadas por Andy para os filhos, a despedida de Tomas e Marcus e o reencontro dos meninos na casa de Rose. Essa última foi sensacional.

    Achei Tomas bem apagado essa temporada. Adorei a cena final do Marcus ouvindo Deus e falando o nome de Tomas. Torço muito para que a série seja renovada.

Post a new comment