The Flash – 3×04 – The New Rogues

Imagem: IMDb

Imagem: IMDb

Continua após as recomendações

A lista de personagens da Galeria de Vilões que já deram as caras em The Flash já é grande, mas um dos principais membros do grupo ainda não tinha aparecido: Mestre dos Espelhos. E ele chega em boa hora, já que com a saída de Capitão Frio e Onda Térmica (que se uniram ao time de Legends of Tomorrow) o grupo ficou desfalcado, praticamente desfeito.

Como o título do episódio induz, o Mestre dos Espelhos pode começar um novo grupo de Rogues nessa temporada. E ele já chega acompanhado de outro vilão dos quadrinhos, Pião, aqui em versão feminina.

Continua após a publicidade

Sabemos que existem adaptações que vem a calhar se bem trabalhadas. Não foi o caso de Pião. Não gosto quando fazem uma mudança drástica assim como mudar o sexo do personagem. Até não ligaria muito se fosse para construir uma personagem forte. Mas o que fizeram aqui foi vergonhoso. Transforma-lá em parzinho romântico do Mestre dos Espelhos, quase que uma versão lúcida de Arlequina, nessa onda pós Esquadrão Suicida, foi frustrante. Espero que seja melhor aproveitada futuramente.

Mesmo com esses pequenos incômodos, gostei de alguns outros pontos que foram melhor trabalhados. Como a origem dos poderes dos dois, seus poderes meta-humanos, ou mesmo a dinâmica entre Flash e Jesse Quick trabalhando juntos. O trabalho em equipe dos dois se mostrou muito empolgante e divertido de acompanhar. Apesar de ter durado apenas um episódio, já fico na esperança de que Wally adquira seus poderes em breve para que os dois possam trabalhar juntos a partir de então.

The Flash 3x04 2

Imagem: IMDb

Outros dois que sempre mostram ter uma ótima interação são Cisco Ramon e Harrison Wells. A disputa entre os dois para nomearem os dois novos vilões foi muito engraçada. Sem contar que pudemos ver facetas diferentes de Tom Cavanagh e seus vários Harrison Wells das múltiplas Terras. Só nesse episódio já temos conhecimento da existência de 19 diferentes Terras. O que nos abre um leque gigantesco de futuras visitas, viagens e interações para a série. E o que dizer do novo Harrison Wells vindo lá da Terra 19? Já é garantia de alívio cômico para a série.

Esse episódio se mostrou muito melhor que o anterior. Gosto de episódios assim mais soltos, leves, sem compromisso com a principal trama da temporada. Trouxe um clima bem próximo dos episódios da primeira temporada. Até a origem dos vilões voltou a ser consequência do acidente do episódio piloto, dando uma pausa no plot do Doutor Alquimia.

PRECISAMOS FALAR DE CAITLIN SNOW! Finalmente, a personagem está ganhando o reconhecimento que tanto merecia. Depois de duas temporadas em segundo plano, a evolução dela com a descoberta de seus poderes tem evoluído muito. Honestamente, todo o mistério envolvendo a personagem tem sido mais interessante acompanhar que a trama principal.

A cena final do episódio foi de congelar. Sinais de que a Nevasca está em nosso meio estão cada vez mais fortes. E sua transformação já está começando!! Agora sim, essa terceira temporada começou a me empolgar como a série costumava fazer. Caitlin, let it go!

PS: Interessante como os efeitos visuais são bons e ruins em uma mesma cena. Acompanhar os personagens correndo e lutando em câmera lenta sempre é muito bom, mas em muitos takes Jesse Quick parecia muito artificial, quase um boneco 3D. Produção, não deixem a qualidade dessa série cair, pelamor!

EASTER EGGS:

– Este episódio é o 50º episódio de The Flash.

– Nos quadrinhos, Sam Scudder foi o primeiro Mestre dos Espelhos e membro da Galeria dos Vilões (ou Rogues).

– Wells cita que na Terra 2 o Mestre dos Espelhos é Evan McCulloh. Nos quadrinhos, após a morte de Sam, Evan se tornou o segundo Mestre dos Espelhos. Evan usa uma arma de espelho que lhe permite viajar em dimensões paralelas a partir de qualquer superfície reflexiva.

– Em The Flash, os produtores adaptaram o vilão Pião para o sexo feminino. Mas nos quadrinhos o personagem se chama Roscoe Dillon. Além dos poderes vistos aqui neste episódio, o vilão também pode girar em incríveis velocidades.

– O conselho que Barry dá a Jesse nesse episódio é o mesmo que Oliver Queen dá a ele no crossover da primeira temporada, “Flash vs. Arrow“.

– Quando Barry diz para Joe que Snart se foi com alguns amigos em uma viagem, ele está se referindo a Legends of Tomorrow. Confirmando que ele soube sobre eles através de Oliver.

– Referência Nerd by Cisco Ramon: “Já viu ‘Twin Peaks‘? Claro que não. Por que pergunto? Eles usaram este truque com o Homem de Outro Lugar onde gravavam o áudio ao contrário dele e o reproduziam  inverso”.

2 comentários

Adicione o seu
  1. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 29 outubro, 2016 at 11:22 Responder

    Vou ser bem sincero que essa temporada ainda não me ganhou totalmente, mas esse episódio teve coisas boas. O novo Harrison promete ser hilário, e já aguardo ansiosamente pela interação dele com Cisco. Estou gostando do relacionamento do Barry com a Iris, apesar de ainda sentir muita falta de Patty, pois ela sim era perfeita para nosso velocista. Agora sim pra mim a temporada vai finalmente começar, com Caitlin estando bem próxima de se tornar Nevasca.

    • Avatar
      Álefe 29 outubro, 2016 at 13:48 Responder

      Exatamente. Também senti que com a Nevasca sim a temporada tem começado de fato. Estou adorando a transformação dela pouco a pouco.

Post a new comment

Tags The Flash