The Flash – 3×10 – Borrowing Problems from the Future

Imagem: IMDb/Divulgação

Imagem: IMDb

Continua após as recomendações

 

Nesta semana, a espera finalmente acabou e 2017 deu início a segunda metade da terceira temporada de The Flash. Dando sequência aos acontecimentos do último episódio, Borrowing Problems from the Future preparou o terreno para o rumo que o restante desse ano tomará.

Continua após a publicidade

De modo a evitar a prevista morte de Iris West pelas mãos de Savitar, o time Flash irá fazer o que for possível para mudar o futuro. Para isso, eles tentarão alterar ou evitar que as notícias aconteçam como mostradas no futuro próximo em 23 de maio de 2017 (aqui já sabemos então a data de exibição do último episódio da temporada). Essa mesma notícia já nos deram pistas dos acontecimentos dos próximos episódios até o fatídico fim de temporada; muitas delas já anunciadas previamente pelos produtores em entrevistas recentes. São elas:

– Mestre da Música assina acordo de seis dígitos para livro: sabemos que ele será o vilão do episódio crossover com Supergirl. Mais precisamente no episódio 17, intitulado “Duet“.

– Joe West homenageado na câmara municipal: pode tanto ser algo bom ou quanto algo triste. Bom se for uma premiação por exemplo, triste caso seja um tipo de homenagem prestada ao personagem após sua morte.

– Nevasca ainda foragida: sabemos que Caitlin tem lutado para evitar perder o controle de seus poderes e que não tem sido fácil. Em algum ponto da temporada, pode ser que ela então acabe perdendo ou até mesmo se entregando ao seu lado Nevasca.

– Museu do S.T.A.R. Labs é fechado: pelo jeito o museu de H.R. não durará mais que poucos meses (preferia que o próprio H.R. não durasse todo esse tempo).

– Cidade ainda se recupera de ataque de gorila: a notícia que mais aguardo ansiosamente para acontecer e não está assim tão longe. Já foi confirmado que Grodd estará de volta em episódio duplo. Os episódios 13 e 14 terão o retorno do vilão assim como mostrará os outros gorilas da Cidade dos Gorilas. Um episódio se passará na dimensão onde a cidade se encontra e o outro na Terra 1. Por enquanto apenas o episódio 13 ganhou título: “All Hail Grodd“.

Sabemos que o time Flash então terá muito trabalho pela frente e que teremos grandes momentos ainda nessa temporada. Agora é torcer para que a produção consiga passar isso pra tela de forma divertida, excitante e que o melhor dessa terceira temporada ainda está por vir.

Já querendo mostrar isso, parece que os segredos entre os membros do time Flash finalmente ficaram para trás. Os personagens já sofreram o suficiente segredos e perceberam que o melhor é contar com o apoio uns dos outros. Vemos isso em quatro momentos que de certa forma são interligados no decorrer do episódio. Vamos a eles.

O primeiro e principal é Barry escolher não esconder o fato de estar atormentado pela visão que teve do futuro e se abrir para a equipe. A cena em que ele revela tudo a Iris foi uma das melhores entre os dois atores na série. A reação e interpretação de Candice Patton foi delicada, genuína e condizente, o que trouxe um sentimento sincero para uma de suas melhores cenas. Um dos pontos positivos dessa temporada é a melhora e crescimento constante da personagem.

Sua busca por uma possível cura, ou ao menos maior controle de seus poderes, levou Caitlin recorrer a ajuda do, possível, ex-vilão Julian. Podemos afirmar que essa parceria deu muito certo e esperar por mais nos próximo episódios. Acredito que os dois podem trazer bons momentos para a temporada se continuarem trabalhando em conjunto. Julian agora fazendo parte do time penso que tenha sido a melhor decisão tomada.

Cisco continua mostrando um lado grosseiro e arrogante que não tenho gostado. Espero que isso passe logo. Por mais que a interpretação abobalhada e exagerada de Cavanagh como H.R. não me agrade, senti pelo personagem depois de Cisco tratá-lo de forma tão rude constantemente. Mas como dito, os segredos e sentimentos logo foram expostos e parece que a amizade entre eles melhorará daqui pra frente.

The Flash 3x10 2

Imagem: IMDb

Por último, vemos Barry contando o motivo que o levou a tratar Wally como tem feito. Amém por isso, porque depois de vê-los em ação juntos nos últimos dois episódios já digo que é o que mais quero continuar vendo. A parceria Flash e Kid Flash foi uma grande adição à série e esse seja talvez o início da formação da família Flash.

Um ponto a ressaltar aqui é a qualidade dos efeitos visuais do episódio. As cenas em câmera lenta, grande parte feita em CGI, podem muito bem ser mascaradas em cenas que se passam durante a noite, mas neste episódio uma das melhores aconteceu durante o dia. A cena de perseguição ao vilão Plunder em um beco foi muito bem executada, principalmente em relação aos efeitos. Precisamos de mais qualidade assim na série.

Mexer com o futuro é tão complicado quanto mexer com o passado. Acho que essa mudança de norte trouxe um novo fôlego para a temporada. Sabemos que algumas coisas podem ser evitadas, mas outras podem acontecer no lugar. Fazendo uma ligação, acredito que o que está para acontecer seja bem parecido com a história do 100º episódio da série Smallville. Evitando a morte de Lana (aqui Iris), o pai de Clark, Lionel (aqui Joe) é quem morre. Meu palpite é que algo parecido irá acontecer em The Flash. Quais são os seus palpites?

O décimo episódio serviu como um episódio de preparação e foi um ótimo retorno para a série. Tivemos situações costumeiras de séries da The CW, mas que resolvidas de formas melhores. O humor esteve presente e foi bem equilibrado e dosado. Para encerrar, a cena final com todo o time Flash reunido no novo apartamento de Barry e Iris mostrou que o time é formado por pessoas falhas, mas que através da união eles podem superar seus problemas, se fortalecerem e enfrentar os perigos que Central City ainda está por encarar.

EASTER EGGS:

– O detetive Patterson diz que deveriam enviar o Kid Flash para Keystone já que Central City já tem uma Flash. Nos quadrinhos, Keystone é a cidade original tanto do Flash Jay Garrick quanto do próprio Kid Flash, Wally West.

– O vilão Saqueador (em inglês, Plunder) deu as caras antes do que esperávamos na série. Não teve grande relevância a não ser tentar fazer com que a notícia vista no futuro se concretizasse.

– Referência Nerd by Cisco Ramon (1): “Ou você carrega as algemas ou você vai dar uma de Frozen de novo” – Frozen
(2): “Adivinhe, isso remete à versão Umbrella de ‘eu não quero ser um guia'” – Resident Evil
(3): “Aguarde, McFly. Vou ‘vibrar’ você de volta para o futuro” – De Volta para o Futuro

– Queremos mais hologramas do Cisco! CIÊNCIA!

– Na cena pós-crédito, tivemos um primeiro vislumbre da personagem Cigana. Se você acompanhou as notícias sobre a série nas últimas semanas, já sabe o que está por vir, ainda mais depois do teaser do próximo episódio.

 

Nenhum comentário

Adicione o seu