The Fosters – 5×03 – Contact

Imagem: Freeform/Divulgação (Reprodução)

Ato de resistência na escola Anchor Beach, dois jantares muitos estranhos e relações balançadas é o resumo deste terceiro episódio da quinta temporada de The Fosters. Apesar disso tudo, foi um episódio bem mais leve do que temos acompanhado na série.

Callie e Aaron foram em seu primeiro encontro oficial. Mesmo sendo um encontro ruim, refletido na foto que Aaron tirou de Callie, os dois se entenderam no final e decidiram continuar saindo e ver no que vai dar. Enquanto isso, a amizade entre Callie e Brandon parece finalmente estar no caminho certo. Que momento fofo foi aquele dos dois irmãos conversando e se abrindo sobre suas preocupações e medos. As confissões de Brandon em relação a Juilliard também tiveram consequências em sua vida amorosa, fazendo com que ele e Grace levassem seu relacionamento para o próximo nível.

Com a situação de Anchor Beach se agravando e a repressão de Drew e o conselho da escola mais forte do que nunca por meio da instalação de câmeras de segurança pela escola toda, Mariana e Jude lideraram um jornal escolar anônimo. Vimos, de novo, Lena ficando quieta mesmo sabendo quem estava por trás deste ato de resistência dos estudantes. Além disso, Lena e Monte ganharam uma batalha contra Drew e companhia ao fazer a escola admitir que Monte ainda é diretora de Anchor Beach. Apesar da decepção do que vem acontecendo, elas viram isso com otimismo por conseguirem mais tempo para resolverem a situação de privatização de Anchor Beach. A luta ainda não acabou! Anchor Beach resiste!

Continua após a publicidade

The Fosters mostrou que enquanto o amor está no ar para alguns, para outros nem tanto. Callie e Aaron, Brandon e Grace parecem estar indo muito bem. O esforço de Mariana para agradar a Logan pareceu estar dando certo. E, apesar de Jude e Noah questionarem sua compatibilidade, estão resolvendo-a da sua própria maneira. Por outro lado, Emma está cada vez mais distante de Jesus e a chegada de Tess na vizinhança pareceu estar incomodando Lena.

O jantar em família foi onde tudo ficou estranho. A princípio, Lena estava levando numa boa o fato da nova vizinha, Tess, ser ex-namorada de Stef. Mas, os assuntos internos entre Stef e Tess deixaram todos desconfortáveis e a pergunta de Mariana sobre Stef ser heterossexual na época de escola, também. Ainda bem que Mariana soube se virar bem sozinha e conseguiu disfarçar sua curiosidade. Claro que Tess também não ajudou muito a situação toda. Seus conselhos sobre a saúde física e mental de Jesus acabaram irritando Lena, que não gostou nem um pouco da intrusão em um assunto tão delicado. Por outro lado, os conselhos pareceram agradar Stef, que se divertiu um pouco demais nesse jantar, na minha opinião.

Ao todo, foi muito triste ver que Jesus está se sentindo sozinho e o rumo que ele está levando em The Fosters. A tensão entre ele e Brandon aumentando, Emma se afastando e uma cena final com Lena admitindo que tem medo do próprio filho foi de partir corações. Como será que Jesus vai contornar toda essa situação de TBI? Seria a volta à escola, tão discutida por Stef e Lena, a saída mais prática? Ou será que o seu acidente da quarta temporada realmente acabou com as chances de uma vida normal para ele?

No comments

Add yours