The Good Wife – 5×21 – The One Percent

The One Percent-tgw5x21

Imagem: CBS/Divulgação

Continua após as recomendações

Está se aproximando do fim mais uma temporada de The Good Wife. Com certeza, este episódio foi mais acelerado do que o outro, quando Alicia teve uma crise existencial. O melhor momento do episódio, para mim, foi quando Alicia tira fotos de Zach com sua beca de formatura. Gosto muito porque vemos o lado humanizado de Alicia, algo que eu acho que os diretores tentaram mostrar no último episódio. Alicia é um monte de coisas, uma advogada, uma mãe, mas jamais  é uma mulher fraca. Esse episódio trouxe de volta a Alicia forte e guerreira que nós conhecemos.

Desta vez, Alicia representa James Paisley, que está em um processo de fusão de 3,2 bilhões de dólares. Ele também está sendo processado pelo ex-diretor financeiro, que afirma que ele foi demitido porque era gay. Louis Canning faz um acordo de 140 mil dólares, mas decide ir ao tribunal depois de Paisley sugerir em uma entrevista na TV que o 1% está sendo vítima e fez a infeliz comparação destes 1% com os judeus na Alemanha nazista. Sua primeira tentativa de se desculpar só o colocou em um buraco mais profundo. Uma terceira tentativa, por Alicia, explode em seu rosto também. Que confusão! No fim das contas, Canning e Alicia fazem um acordo.

Continua após a publicidade

E Cary e Kalinda voltaram a dormir juntos… Eu até tinha esquecido da relação deles. Eles continuam a estar em lados opostos profissionalmente e parecem que são incapazes de manter suas vidas profissionais e pessoais separadas.

The-Good-Wife-5x21-The-One-Percent-3

Imagem: CBS/Divulgação

Outro foco do episódio foi Finn Polmar. Pouco antes de Pedro anunciar seu apoio a Finn, Castro trouxe uma foto de Finn deixando o apartamento de Alicia. Escândalo, babado e confusão! Alguém chame Olivia Pope (de Scandal) hahaha. Estou dizendo que Finn e Alicia ainda vão se pegar… pelo menos fofoca que eles se pegam já tem hehehe. No entanto, a questão foi rapidamente resolvida, quando foi explicado que Finn estava no apartamento de Alicia apenas para discutir a sua estratégia do caso “bode expiatório Jeffrey Grant”. Porém, até se explicar isso, Eli descobre o acordo entre Alicia e Peter; e este é atraído por uma estagiária ruiva. Será que Peter vai ficar com ela? Bem a cara dele, estragar tudo (sua campanha, sua imagem, etc).

Na LG, Diane está trabalhando com Rayna Hecht em um grande processo de ação coletiva. No entanto, Diane não tem conhecimento que Canning está prestando seus serviços justamente para a empresa que está sofrendo a ação coletiva. Total conflito de interesses aqui. Como um escritório pode sobreviver se os parceiros não estão conversando entre si sobre os clientes que eles estão trazendo? Mas esse é o ponto, Louis Canning está tentando manter Diane no escuro, empurrando-a para fora. Provavelmente ocorrerá um grande evento em relação a isso na season finale. Diane saindo da LG, talvez se juntando a Florrick/Agos, quem sabe…

O que eu questiono é como Canning se tornou um sócio tão significativo rapidamente, ganhou mais votos do que Diane… Como ele ficou tão poderoso (e Diane não ter aliados, exceto Kalinda)?

Estas dúvidas e outros desfechos ficam reservados para semana que vem no próximo episódio e último da temporada… Não vejo a hora!

No comments

Add yours