The Good Wife – 6×09 – Sticky Content

tgw6x09

Imagem: CBS/Divulgação

Continua após as recomendações

O episódio de The Good Wife começou e terminou e nós não temos uma explicação por que Castro de repente saiu da corrida para o cargo de Procurador. E, honestamente, eu não estou ligando muito para isso. Desde quando Frank Prady apareceu, de repente, acho que não tinha mais espaço para três candidatos concorrerem. Muito estranho este candidato parecer do nada e ficar três pontos a frente de Alicia, simplesmente de repente. Não confio muito nele. Não sei se Prady é só tipo.

Continua após a publicidade

Enquanto a equipe de Alicia está focada em anúncios de ataque, ela não está tão certa que quer isso. No mesmo dia, Prady leva em seu escritório uma caixa com todas pesquisas de oposição que Castro fez contra ela. Ele quer que Alicia prometa que não vai usar nada contra ele, que, então, ele não vai usar nada disso que está na caixa, contra ela. Alicia, até tenta resistir em abrir a caixa, mas não consegue e, antes de dormir, vê o que realmente pode ser apresentado contra ela. Quando ela abre, acaba descobrindo provas do caso de Peter com Ramona, quem ele aparentemente tinha uma relação instável, desde antes de Grace nascer (isto reforça a teoria de que Pedro é pai de Lauren). Nesta hora, eu fiquei em choque! Tadinha de Alicia! Ela ainda até tenta sorrir forçosamente na entrevista com Peter no outro dia; força um amor com ele que não existe, na frente de Ramona. Não sei como ela conseguiu fingir que nada aconteceu. Mas logo, ela finalmente, reina e manda a real para Peter, dentro do carro, em um discurso majestoso. “Eu não vou ficar do seu lado novamente, Peter. Não desta vez. Nem em um milhão de anos. (…) Você quer ser reeleito? Você quer que eu seja eleita? Então feche o zíper de suas calças, cale a boca e pare de atrapalhar“. Mais um Emmy para Julianna, por favor!

E aí Peter, ao invés de consertar as coisas, ele acaba beijando Ramona. Oopss! Ai, Peter, não sei se gosto ou não de você. E em algum lugar, no meio disso tudo, Alicia e Finn têm um breve clima estranho, quando as mãos deles se tocam. Acredito que Alicia tentou dar mole para ele… A tensão era quase insuportável. Foi bem hilário! Hahaha. Finn é lerdo demais!

Entre as discussões de colocar anúncios apelativos, Alicia vota pelo não. Como pode ser a política, , eles manipulam qualquer coisa. Bizarro a montagem sobre a morte do Will, com entrevistas de Finn e Alicia e música irlandesa triste ao fundo. E, e daí se o vestido de Alicia é igual da mãe de Prady. Ela falou tão bem. Tentou gravar novamente com outro vestido e foi incrivelmente ruim! Melhor deixar aquele do vestido igual mesmo.

tgw6x9

Imagem: CBS/Divulgação

Prady e Alicia se falam mais algumas vezes, ao longo do episódio, e ambos parecem legitimamente sinceros em seu desejo de manter a campanha limpa, mas chegam à conclusão de que eles tem menos controle sobre suas agências de campanha do que gostariam.

Enquanto isso, o plot de Cary não anda, fica aquela enrolação; está muito chato. A única parte que posso dizer que senti uma emoção maior foi quando Cary foi encontrar Bishop, para tirar a prova de que, realmente, ele quer matar Cary. Logo, Cary foi muito corajoso, ao entrar na casa do cara, sem o guarda-costas. O diálogo dos dois foi bem tenso. Mas acredito que Bishop não foi sincero. E que eles estão focando, realmente, neste plot, pois daí sairá o desfecho de Kalinda na série.

Observações:

– Diane sem dúvidas precisa de mais cenas.

– Não gosto da agente do FBI, Lana, não confio nela. Prefiro que Kalinda fique com o Cary. Mas será que ela morrerá por ele?

– Ri horrores quando fizeram uma montagem de um dinossauro saindo do armário e Prady, insinuando que ele é gay. Hahahahha. Eita povo criativo!

Nenhum comentário

Adicione o seu