The Good Wife – 6×14 – Mind's Eye

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

 

Da mesma forma que “Dark Money” não acrescentou muito para o desenvolvimento da história de The Good Wife, “Mind’s Eye” também não foi tão importante para a evolução do plot principal. Mas diferente do episódio passado, este foi bem interessante, pois conseguimos entrar na mente de Alicia e ver como ela enxerga as coisas. E vou dizer, que mente mais confusa! É profissional com vida amorosa e vida familiar juntas. É Will, Finn, Elfman. É Kalinda e Peter. É canning, é Prady… respira fundo, Alicinha!

O episódio desta semana mostrou Alicia se preparando para uma entrevista importante, que poderá ter grande impacto na eleição para Procuradoria do Estado e também mostrou ela lidando com Canning, que pressiona a firma de Alicia para chegarem em um acordo no caso de despejo por negligência contra a sua empresa. Muitos pensamentos rondam a cabeça de Alicia, desde problemas recentes que tem que resolver, como a entrevista e o processo contra Canning, até fatos antigos, como a traição de Peter com Kalinda. E pelo olho da mente de Alicia tudo fica muito engraçado, às vezes. Ela mistura tudo e a música influencia muito isso tudo também. Achei um episódio bem divertido, sensacional a direção, o jogo de câmeras. E a trilha sonora, nem precisa dizer muito. Me identifiquei de cara com a playlist que a Alicia tem no celular. Vai de música relaxante a sons mais agitados. Bom conhecer mais um pouco da nossa musa.

Continua após a publicidade

O episódio foi muito bom, mas algumas coisas me incomodaram. No início do episódio, Elfman diz que vai desligar o celular de Alicia para descansar sua voz. Ele desliga e coloca o celular na bancada, longe dela. Mas momentos depois, Alicia vai mexer no celular e ele já está ligado! Pensei então que ele tinha colocado em modo avião. Mas logo mostrou a tela do celular e tinha sinal e tudo. E, ainda mais, Alicia recebe uma ligação! Não sei se vocês também perceberam, mas achei uma falha e não gostei de ter notado.

Mas o que me incomodou muito mesmo, neste episódio, foi colocarem um dublê no lugar do Will. Tentaram fazer parecer o Will, colocaram uma sombra para disfarçar, colocaram a voz (como eles fizeram isso? Ah, a tecnologia!), mas desculpem, não deu certo. Ficou muito ruim contratarem um ator para se passar por Will Gardner. Nem o cabelo do cara era parecido. Ficou nítido que era fake. Achei isso péssimo. Por que não chamaram Josh Charles para fazer uma participação especial? Só uma ceninha. Se chamaram e ele recusou, daí não sei, mas então que diminuísse as cenas que ele deveria aparecer, ou os sonhos de Alicia seriam apenas cenas do passado, sei lá. Só sei que não deu certo e fiquei muito decepcionada com isso. E gente, Will Gardner tem narigão, fiquei procurando nas cenas o tal nariz e não encontrei!

Mudando de assunto, impressionante como Alicia tem tantas fantasias sexuais (e com tango de fundo! Quanta classe!). E com a exibição delas, só ficamos mais na expectativa de rolar algo em breve com os seus objetos de desejos, vamos dizer assim. Eu shippo Alicia e Elfman ferozmente! Vamos aguardar!

tgw_6x14

Imagem: Banco de Séries

Outros assuntos foram questionados no episódio, se é permitido mentir, se deve ser santo (SANTA ALICIA), se a ética depende da religião, etc. Que bom que, ao final, entre tantas confusões em sua cabeça, Alicia pode esclarecer que muitas vezes é preciso mentir, que está se elegendo um procurador e não um santo. E que ética não depende se você é ateu ou não. Grace tem ética e Alicia também, mesmo não sendo religiosa, e ambas sabem diferenciar o que deve ou não se fazer. Achei estas discussões muito boas e importantes até para gente refletir sobre a nossa vida. Que bom que a Alicia não é santa, é humana e está reconhecendo isso.

As eleições estão chegando, devem ocorrer nos próximos episódios, talvez no de número 16 ou 17. E eu não vejo a hora. Até hoje não sei se quero que ela ganhe. De fato Prady não será um péssimo procurador, mas Alicia seria muito melhor. No entanto, sinto falta dela no tribunal. Quero que The Good Wife continue sendo uma série de advogados e não uma série política. Que tenha mais Suits em TGW, porque está fazendo falta. Mas, impressionante que, mesmo assim, a série não está ruim. Estamos na sexta temporada e a história ainda bomba e sempre consegue inovar! TGW é obra prima, somos suspeitos para falar, mas a verdade é essa mesmo!

Enquanto a gente aguarda o próximo episódio (e a legenda também! =S), vamos conferir a promo (que está do jeito que eu queria <3):

[youtube]https://youtu.be/rinAS7LSOv0[/youtube]

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours