The Good Wife – 7×07 – Driven

Imagem: CBS

Imagem: CBS

 

Por episódios como Driven que digo que esta é uma das melhores séries que já assisti. Quando você acha que The Good Wife perdeu o fôlego, não é a mesma como antigamente, ela consegue nos surpreender com episódios lacradores como este. Se realmente esta for a última temporada da série, já estou começando a sentir saudades antes de terminar.

Driven foi bem animado, com direito a atitudes lacradoras de Alicia para todos os lados, com Peter, com Jason, com o caso da semana, com a antiga firma, no conselho com Frank Landau, até com a sogra. Alicinha musa arrasa demais.

A Sra. Florrick está sagaz, esperta, ou melhor, determinada. Ela sabe o que quer e age da maneira que bem entende. O modo badass foi ativado e eu amei demais. Ela conseguiu ser tão sexy com Peter ao ser determinada no sexo, que nossa… Eita mulher!Tenho vinte minutosHahaha foi demais!

Já com Jason, ela está toda boba. Está na cara que ela está caidinha por ele (like me), e a cada sorriso daquele homem ela derrete (e eu também) mais um pouco. Tática para conquista: vamos beber tequila e fazer um jantar improvisado. Quando tudo estava no ápice da tensão sexual, Peter toca a campainha. Dei um grito do lado de cá!

No caso da semana, tivemos tecnologia versus humanos, e a conclusão de que os humanos são a causa dos problemas sempre (ao menos neste caso). Achei muito interessante toda a situação do piloto automático e a posição que estava os três clientes e seus respectivos advogados. Todos, inclusive Lucca e Alicia, ficaram com medo, quando o idealizador do carro colocou no piloto automático. Até achei que algo fosse dar errado. Rs. Foi lindo também ver Alicia se esforçar para ganhar a causa e a interação dela com Diane, Cary e Louis Canning. Finalmente um plot digno para a firma de Diane. Como amo quando eles estão juntos, mesmo que em lados opostos, mas já adoro quando estão na mesma cena. Lacradores!

Lacradora também foi Alicia, ao tentar ser usado no conselho do partido de Frank Landau. Todos corruptos e querendo usar a Alicinha. Ela é muito sagaz, minha gente. Sei que ela está neste conselho por interesses também, mas este Frank já passou dos limites. Que bom que Alicia sacou!

Talvez estejamos caminhando para uma series finale leve, depois de tantas perturbações ao longo de todos estes anos. Refleti um pouco sobre o que falei na review da semana passada, e talvez seja desta maneira que os King’s querem fechar a série. Algo leve, sereno, mais calmo. Fechando ciclos, com uma nova Alicia mais independente, livre, dona de si. Livre é a palavra para esta temporada.

Enfim, curti bastante este episódio, que ainda me fez perceber como amo esta série. Cinco estrelas não são suficientes para expressar tamanha maravilha!

 

Obs.: Ri junto com Alicia (que risada gostosa a dela), quando Jackie declarou que vai casar com Howard.

Obs. 2: Apesar da torta de climão no jantar fake de aniversário de Gracie, foi um ponto alto do episódio. Quero bolo.

Paula Reis

Paula Reis

Advogada e concurseira de plantão, no Mix, é editora de reviews e colunas. É viciada em tudo sobre Game of Thrones e adora séries jurídicas.

No comments

Add yours