The Killing – 4×02/03 – Unraveling/The Good Soldier

cats

É interessante ver como essa temporada está invertendo os protagonistas para situações que nunca teríamos visto em temporadas passadas. Linden e Holder, de certa forma, sempre foram a justiça. Eles eram os únicos que poderíamos confiar num mar de suspeitos. Mas agora eles são os suspeitos de um crime.

Linden era a mulher workaholic sempre no encalço de encontrar toda a verdade que segredos podem ocultar. E agora ela é somente uma mulher assustada que tenta se manter entre a mágoa e a moralidade. O caso dos Stansbury acaba não se tornando uma grande prioridade, apesar dela ainda ser a detetive esforçada que sempre conhecemos. Já Holder que até a pouco era o mais sóbrio dos dois, começa a ter um tipo de declínio, brigando com sua irmã e voltando a velhos vícios que estavam dados como terminados. E o bebê que Caroline espera apenas cria um contraste para a morte que ele está tentando encobrir. É aí que temos que parabenizar os roteiristas da série que sempre souberam melhor desenvolver seus personagens do que qualquer outra coisa.

E cada vez mais a série reforça que o final não será nada feliz. Reddick que não teve muita importância na temporada passada, agora se envolve no sumiço de Skinner, enquanto a mulher do mesmo vê Sarah jogando o celular na água perto da cabana. Me pergunto se a série teria coragem de levar seus personagens para a prisão. Seria um caminho realista e cruel, assim como a série sempre foi, entretanto não sei se seria satisfatório. Mas aí eu estou só lidando com especulações, é claro.

Continua após a publicidade

Esses dois episódios também investiram um bom tempo desconstruindo a família perfeita que era os Stansbury. O pai de Kyle era um homem rígido e violento; Linda teve um caso com um garoto menor de idade numa escola que era voluntária (E isso explica o porquê de Lincoln ser tão idiota com Kyle); Phoebe gostava de se exibir para seu vizinho; e Nadine tinha pesadelos que ninguém se importava, apenas o irmão. Os Stansbury é daquelas famílias que realmente dá pra odiar quando se conhece. E por isso que Kat acaba se tornando suspeita, por saber o quanto essa família era miserável.

Já no plot da Academia Militar, eu acredito que os roteiristas tentaram mostrar tudo como realmente é. Aquele ar de regras e respeito tomando a escola. E por mais que a Coronel Rayne goste de falar sobre companheirismo, nada daquilo acaba importando para os alunos que não perdem a chance de fazer bullying extremamente pesado com Kyle. Aliás, acho que vale mencionar a atuação de Tyler Ross que precisou fazer algumas cenas com grande carga dramática (Muito notável no momento que Linden o arrasta por dentro de casa e vai falando como seus familiares morreram) e conseguiu entregar um bom resultado, nos fazendo acreditar de verdade que ele não é o autor do crime.

Apesar de nos apresentar um caso interessante (Mas ainda não tão bom quanto o da terceira temporada ou até mesmo se comparado com o de Rosie Larsen), The Killing se destaca por construir um momento crucial para seus protagonistas. Enquanto passamos três temporadas esperando Linden e Holder descobrirem o culpado, agora os vemos cruzando a linha para tentar manter o resto de humanidade que ainda os sobra.

Observações

– Achei meio forçado aquele informante estar no mesmo lugar que o Holder quando ele fala sobre ter matado alguém.

– Não lembro de ter assistido qualquer coisa que Joan Allen tenha participado, porém sua atuação continua sendo um dos destaques dessa temporada. Ela consegue muito bem se manter durona, mas demonstrar sentimentos apenas com o olhar, assim como foi o momento da sua personagem na casa com o Kyle.

– Ótimo momento da Sarah não conseguindo lidar com os tiros no início do episódio 2. Enos consegue mostrar perfeitamente o medo de Linden.

– “Religião é inconclusiva. Não impede 5 bilhões de pessoas de acreditarem no que acreditam.” – Holder, demonstrando sua aversão por religião. Isso sem contar o “Foda-se Deus” no finalzinho do episódio 3.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours