The Mentalist: a verdade por trás da série revelada

The Mentalist verdade por trás

A série é uma história real?

Durante 7 temporadas, The Mentalist conquistou muitos fãs. Mas muitos se perguntavam se a habilidade do protagonista, Patrick Jane, para resolver crimes acontecia na vida real.

Continua após publicidade

Embora a resposta seja sim, isso também não é algo simples como você pensa. Pensando nisso, trouxemos como a arte do mentalismo inspirou a famosa série de TV.

Continua após a publicidade

A história

The Mentalist é uma série de TV emocionalmente cativante que segue a vida de Patrick Jane, personagem que o australiano Simon Baker vive. Ele é um consultor independente do California Bureau of Investigation (CBI) em Sacramento, Califórnia, Estados Unidos.

Continua após publicidade

Antes de ingressar no CBI, no entanto, Jane teve uma carreira lucrativa. Ele atuava como uma falsa celebridade psíquica. Dessa forma, ele alavancou suas habilidades de observação altamente desenvolvidas e seu influente poder de persuasão para enganar as pessoas em toda a Califórnia. Logo, muitos achavam que ele tinha poderes sobrenaturais genuínos.

Mas sua vida mudou para sempre quando ele, na televisão, revelou que tinha ajudado a polícia a identificar um famoso serial killer. Red John. Só que era tudo mentira.

Continua após publicidade

Então, irritado com essas falsas alegações, Red John assassinou a esposa de Jane, Angela Ruskin Jane. Bem como sua filha, Charlotte Anne Jane.

Devastado pela trágica perda de sua esposa e filha, Jane abandona sua carreira como um vigarista. E, então, ele decide colocar seus talentos em uso com a “Unidade de Crimes Graves” do CBI.

Liderada pela ex-agente sênior Teresa Lisbon (Robin Tunney), Jane passou mais de 150 episódios trabalhando ao lado do CBI para resolver vários crimes. Antes de, finalmente, mudar seu foco para pegar Red John nas temporadas posteriores. E ele consegue.

Imagem: Divulgação.

Mas a leitura de um mentalista é real?

Simon Baker ganhou uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator por sua interpretação como Patrick Jane. E mesmo que este personagem seja fictício, os mentalistas realmente existem.

Apesar da propensão de Hollywood dramatizar demais as artes mágicas, a série The Mentalist é, na verdade, amplamente respeitada por muitos mentalistas. De acordo com eles, a atração faz um retrato bastante preciso do que é o mentalismo.

Portanto, um mentalista treinado pode realizar quase todos os truques do mentalismo que a série mostra. Desde a leitura da mente até a adivinhação. Mas, em vez de usar misteriosos poderes psíquicos, os mentalistas utilizam técnicas especiais baseadas em habilidades mentais. Bem como um profundo conhecimento da psicologia humana.

Então, encurtando a história: mesmo que o personagem Patrick Jane seja um personagem fictício, os mentalistas e suas leituras são definitivamente reais.

Mas eles podem resolver crimes?

De The Mentalist a Psych, passando por Lie to Me, a TV já apresentou muitos “detetives psíquicos”. Isso porque a capacidade de usar habilidades psíquicas para ajudar a polícia a resolver crimes sempre cria uma história interessante.

No entanto, o que diferencia The Mentalist é a maneira como o produtor executivo e criador Bruno Heller descreveu com precisão as principais diferenças entre um mentalista e um médium.

Apesar de Patrick Jane frequentemente se referir a si mesmo como um “falso psíquico”, ele prova constantemente que é um mentalista, a partir de sua hipnose bem ajustada, habilidades de leitura fria e a incrível compreensão da psique humana.

The Mentalist verdade por trás
Imagem: Divulgação.

Como os mentalistas resolvem crimes?

Uma das maneiras mais comuns de um mentalista resolver crimes é por meio de uma compreensão cuidadosa da psicologia humana. E, além disso, de uma habilidade refinada de ler a linguagem corporal.

Em seu livro fascinante What Every Body Is Say, o ex-agente do FBI Joe Navarro realmente fala sobre como sua compreensão abrangente da comunicação não verbal e sua capacidade de analisar rapidamente a linguagem corporal foram alguns de seus maiores trunfos no combate ao crime.

Então, por que isso importa?

Tanto os mentalistas quanto os médiuns usam as mesmas técnicas para fazer seu público acreditar que eles podem ler mentes ou prever o futuro. Mas, o que os diferencia é como eles se retratam.

Os mentalistas costumam se referirem como animadores psíquicos. Ou ainda, como artistas performáticos que usam suas capacidades mentais altamente treinadas. Tudo isso para entreter o público com uma variedade de truques de mentalismo. Por outro lado, um falso médium frequentemente enganará seu público ao afirmar ter habilidades psíquicas autênticas.

Embora alguns possam argumentar que existem poderes sobrenaturais, no final das contas, ninguém foi capaz de provar isso em condições científicas. Na verdade, alguns dos mais famosos mentalistas do mundo dedicaram grande parte de suas vidas para desmascarar falsos médiuns.

Ou seja, quando você assistir The Mentalist novamente, saberá que está assistindo uma história que poderia muito bem ser real.

E então, você é fã da série? Deixe nos comentários. E, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.