The Originals – 3×12 – Dead Angels

KlauseCami-TheOriginals
Imagem: Banco de Séries

 

Continua após publicidade

Parece que a mudança no dia em que The Originals vai ao ar afetou o astral, a água, o suco, ou qualquer coisa que esse povo bebe porque, meu Deus! Mais um episódio incrível! Está sendo tiro para tudo quanto é lado! A primeira parte da terceira temporada estava bem fraquinha e tivemos apenas alguns episódios de alto nível, mas agora realmente a coisa melhorou.

Continua após a publicidade

Tristan se foi, mas A Strix continua de pé (e com muitos figurantes calados). Quem amou o plot twist de ver Marcel se tornando o líder? E, mais ainda, depois descobrir que tudo foi uma armação com Elijah? Marcel demonstrou mais uma vez a sua lealdade para com os Mikaelson, mas duvido que não trabalhe com Aya para conseguir a liberdade de não estar mais ligado a Klaus. Isso tornaria o trio mais vulnerável e exposto aos inimigos, mas tiraria uma preocupação das suas costas. Independente do desenrolar da história, Marcel nasceu para ser líder e realmente estava precisando de um plot para si mesmo. Ainda acredito que New Orleans e, agora, A Strix estão melhores nas mãos do vampiro criado por Klaus a qualquer outro.

Continua após publicidade

Davina voltou, por enquanto, bem mais suportável que quando foi embora. Apesar de ter se aliado a quem não devia, contrariando as vontades de Kol, pelo menos há um bom motivo para isso. A bruxa precisa cumprir a promessa de trazer o amado de volta e, ainda assim, conseguir lidar com todos esses vampiros que querem usá-la. Isso não acontece tanto em The Vampire Diaries, mas em The Originals é surreal o quanto os bruxos e bruxas se aliam facilmente a vampiros, matando, maltratando ou fazendo feitiços que colaboram com guerras. Além de serem praticamente brinquedinhos para os monstros, que os usam todo o tempo. Não consigo entender como eles se permitem a isso, já que eles têm poder para destruir os vampiros facilmente.

Voltando a nossa bruxa chata adolescente, em Dead Angels” parece que ela fez tudo certo. Teve consideração pela bruxa assassinada, descobriu tudo sozinha e mostrou a eles quem estava realmente por trás do plano para pegar a arma contra os originais. Gosto quando ela trabalha a favor deles e não quando insiste em ir contra. Obviamente, depois de tudo que a aconteceu, Davina calçou as sandálias da humildade… Mas vamos ver por quanto tempo!

Continua após publicidade

Agora que Jackson está morto, Hayley e Elijah parecem estar se aproximando novamente. Depois da cena de cortar o coração do episódio passado, os dois estão tentando reconstruir a amizade que tinham antes do casamento da lobinha. Porém, Elijah está muito diferente. Após o episódio da porta vermelha, nosso original não é mais o mesmo. O vampiro está mais maquiavélico, distante e frio. Além de parecer estar sempre ressentido com alguma coisa. Não vemos mais cenas leves quando Elijah está por perto e parece que o vampiro está sempre com todas as barreiras levantadas e impenetráveis. Tudo bem que ele não quis matar Aya, mas parece não querer se aproximar muito de ninguém. Suas declarações de amor a Klaus e Hayley estão cada vez mais no passado. Apesar de sua lealdade sempre permanecer com a família, o coração de Elijah parece que endureceu com suas mágoas. Está chegando a hora da série trabalhar novamente o personagem e tentar trazer de volta aquele homem bom e amoroso que conhecíamos.

Mas vamos ao cerne de tudo: o que foi um dia o triângulo amoroso Camille x Klaus x Aurora continua não rendendo boa coisa. Depois de Aurora transformar Cami em um vampiro, agora a mala conseguiu roubar a única arma capaz de matar os originais. Como Aurora foi criada por Rebekah, não importa a ela matar Elijah ou Klaus. Então, segurem os forninhos porque ela vem com tudo! E, claro, não tem como não culpar Camille por essa situação. Depois de anos assistindo de fora o que acontecia na vida de Klaus, Cami parece que esqueceu tudo e fez a burrada de enfrentar o vampiro original. Foi tocante a conversa dos dois no final do episódio. Tudo bem a ex-bartender estar passando por uma fase ruim, ou estar cansada de ser vítima das armações dos outros. Tudo bem que ela precisa se proteger. Mas Klaus foi certo quando disse a Camille que ela poderia ter confiado nele. A loira sempre teve um pézinho na arrogância e agora, mais do que nunca, isso tomou conta de sua personalidade. Adoro Cami e gosto de ver um novo plot para ela, mas não faz sentido ela não confiar na única pessoa que permaneceu ali por ela todos esses anos. Klaus nunca havia deixado nada de ruim acontecer a ela. Por que Camille se virou justamente contra a pessoa que sempre esteve ao seu lado?

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

De resto, Hayley continua sem uma boa história e vagando pelos episódios. Freya sumiu e Rebekah está lá, empalada. Saudades das nossas meninas! Espero que elas voltem logo com boas histórias!