The Vampire Diaries – 6×02 – Yellow Ledbetter

tvd-6x02

Ao que tudo indica, The Vampire Diaries está tentando voltar as raízes, ou algo do tipo. Depois de uma season premiere bem dinâmica, seu segundo episódio não perdeu a mão.

Quando a temporada passada chegou ao fim e também ao ver a promo de Yellow Ledbetter na semana passada, logo suspeitei que Damon e Bonnie pudessem ter ido para o inferno. E não é que eu acertei?! O vampiro e a bruxa estão presos no tempo, mais precisamente há exatos 20 anos antes de morrerem, fazendo várias referências àquele ano como o eclipse solar que houve na época, e a explosão musical do grunge (saudades década de 90).

Voltando ao ano de 2014, para mim os destaques do episódio foram sem dúvida Enzo e Caroline. Os dois juntos têm uma química incrível, e apesar da tensão entre eles, eu vejo ali nascendo uma grande amizade e bem difícil tornar algo além disso, mas é bom esperarmos. O vampiro retornou de volta triunfal, mostrando que assim como a nossa vampira loira, ele também quer trazer a dupla de volta ao mundo dos vivos, principalmente seu melhor amigo.

Continua após a publicidade

tvd-6x02_2Stefan pra variar conseguiu me proporcionar momentos de raiva mais intensos do que na época em que Elena virou vampira. Falando na protagonista, apesar de tudo que aconteceu, estou achando a personagem menos mimizenta, vocês não acham? Enquanto no episódio anterior ela estava bem até demais (“dorgas manolo”), nesse apesar de estar chorosa tudo estava no ponto exato como a situação exigiu. Aliás, não é só Elena Gilbert que melhorou, a atuação de Nina Dobrev deu uma melhorada, apesar de não ser nada digno de um Emmy, mas temos que admitir isso vai.

Ainda tenho muita pena de Caroline, pois de todos ela é a que mais luta para conseguir trazer Damon e Bonnie de volta, enquanto os demais procuram forma de deixar tudo o que aconteceu para trás. Ela devia desistir? Talvez, mas agora com Enzo como seu parceiro as coisas tenderão a ser mais interessantes. Sem contar o momento intenso entre ela e Stefan, o qual ali foi ápice da vontade de pegar ela, dar um abraço e dizer “tudo vai acabar bem”.

Sobre Alaric ter apagado as memórias amorosas que Elena tinha de Damon? Isso vai dar merda, das grandes e bem fedidas. Quando se trata dela, tudo é multiplicado por dez por tamanha intensidade. Lembram-se de quando ela recuperou a humanidade no final da quarta temporada e canalizou todos os seus sentimentos em um ódio sem limites por Katherine? Algo me diz que quando o reencontro entre ela e seu amado acontecer, faíscas vão sair, e não serão de amor, e sim de ódio provavelmente.

O que vem pela frente? Podemos contar com uma Elena Gilbert livre, leve e solta, que vai querer curtir a vida intensamente. Talvez muitos vão até adorar esse novo lado da personagem, porém ainda acho que ter desligado a humanidade dela de novo poderia ter sido uma alternativa bem melhor. Vão por mim, as consequências dessa “reprogramação de memória” vão trazer grandes consequências mais pra frente.

E uma dica para os vampiros: se eu fosse eles me focaria com outras coisas que estão por vir. A chegada de Troy Fell a Mystic Falls, apesar de ter aparecido pouco, já mostrou que será uma grande ameça para eles. O cara voltou para a cidade natal já causando, e disposto a trazer o equilíbrio não só lá como nos lugares próximos, sem contar que ele é de uma das famílias fundadoras do local. De todos eles, quem deve ficar mais atento do que nunca é Matt, que pra variar junto com Jeremy foram altamente dispensáveis.

Com esses elementos, definitivamente a série está tentando voltar nos eixos. Vamos torcer para que os rumos dessa temporada não se percam, pois com esses dois episódios apresentados até agora, por mais que ainda seja cedo demais para dizer, tem sim potencial para reerguer a moral da atração.

PS: algo me diz que há outras pessoas, sim no plural, que estão com Damon e Bonnie no inferno, e que uma delas é ninguém menos que a saudosa master Katherine Pierce. Guardem essa review, pois tenho certeza que em algum momento desse plot da dupla, a vilã vai reaparecer. ANOTEM!

Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours