The Vampire Diaries – 7×01 – Day One of Twenty-Two Thousand, Give or Take

tvd-7x01

Imagem: Banco de Séries

Continua após as recomendações

 

 

Continua após a publicidade

O que falar dessa sétima temporada de The Vampire Diaries que mal estreou, e já considero pakas? Muitos esperavam por esse momento, positiva ou negativamente dizendo. Para ser sincero, se titias Julie Plec e Caroline Dries não estragarem com tudo, esse novo ano da série tem tudo para ser um dos melhores.

Para começar, parece que esse lance de flash forward pegou moda mesmo, pois a primeira cena já começa de forma intrigante, com Stefan despertando Damon de um caixão, numa passagem de tempo de três anos, e de repente a história começa nos dias atuais. Tudo pareceu uma mistura de series com season premiere, trazendo um ar de renovação, com um roteiro ágil e dinâmico.

Quem é Elena Gilbert na fila do pão? O bom dessa sensação de “série nova” que pareceu ser é que a ex protagonista foi deixada para oitavo plano, sendo mencionada sim em diversos momentos, mas nada além do outro mundo. Gostei de ver a forma como cada personagem está levando sua vida desde então, e a introdução disso, sem muito nhenhenhe, como em temporadas anteriores. O mimimi também não teve tanto, tanto é que me surpreendi principalmente com Stefan, que estava bem suportável. Eu achava que Alaric estaria um porre, Damon e Bonnie também, mas são outros que me enganei, pois estão super divertidos, e já curti o “bonde” deles.

tvd-7x01-2

Imagem: Banco de Séries

Os hereges de mama Salvatore já me empolgaram, pois desde a morte de Kai no episódio passado, fiquei com receio dos novos vilões não darem conta do recado. Aí que percebi o quanto fiquei enganado, pois logo de cara praticamente todos eles já mostraram uma prévia de leve para que vieram. Destaque, obviamente, para o trio feminino formado pela amargurada Valeria e o casal lésbico Nora e Mary Louise. Já deu para ver que elas são carnes de pescoço, e que ainda vão causar muito. Já os rapazes, nenhum dos dois conseguiu me convencer. Para minha surpresa, o Malcolm, descrito como o “baba ovo” de Lily, foi morto facilmente por Damon, já mostrando que sua presença conseguiu ser mais insignificante que April na quarta temporada. Já Beau, o último deles, faz alinha de apenas observar, mas algo me diz que ainda podemos nos surpreender com ele. O quinteto protagonizando a cena de massacre, matando muita gente, foi o melhor momento do episódio.

Lily, por sua vez, já mostrou que vai ditar as regras em Mystic Falls, ainda mais depois de assumir o comando da cidade em acordo feito com seu filho mais novo. Muitos vão achar burrice a atitude de Stefan, mas até que gostei no fim das contas. Já podemos dizer que ela é a Victoria Grayson de The Vampire Diaries? Pois é o que vai parecer. Ela conseguiu transformar o cenário da série numa cidade fantasma em menos de 40 minutos, algo que muitos vilões que já passaram por aqui, principalmente Klaus e Katherine, nunca fizeram.

premiere deixou bons plot twists para serem abordados, sendo o principal deles o flash forward de três anos depois. Por que será que Damon quis adormecer, para esperar a hora em que Elena então despertasse de seu sono? Pelo que parece, as coisas nessa época estarão muito piores do que foi apresentado aqui. Falando nisso, as produtoras só precisam tomar cuidado com essas transições de tempo entre futuro e presente, porque um deslize que é feito, pode estragar o contexto da história como um todo. Sobre a misteriosa mulher que persegue os irmãos Salvatore no final do episódio, minha aposta vai para alguma personagem que ainda não apareceu, e que talvez possa ser um dos focos da segunda metade da temporada.

Gostei e muito do episódio, e para aqueles que estão dizendo que a série acabou com a saída de Nina Dobrev, apenas dê uma chance. As mudanças foram grandes, mas a essência da história continua ali, intacta. A audiência não foi das melhores, mas acredito no crescimento dela, pois acho que muita coisa boa vem aí.

 

PS. 1: Sei que não devo, mas a conversa entre Bonnie e Damon no final, em que ele diz que precisa da bruxa para viver durante o “coma” de Elena, me fez shippar loucamente a dupla. Mas como ele disse, a personagem é sua melhor amiga. Sendo que Stefan e Caroline começaram assim, e agora…

PS. 2: Enzo, na minha opinião, blefou no final com Caroline, tenho certeza. É bem provável que o vampiro com certeza está do lado dos irmãos Salvatore, e isso tudo foi fingimento para conseguir ajudá-los de como deter a mãe deles e sua outra família.

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=cJULJbf7YVI[/youtube]

Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

1 comment

Add yours

Post a new comment