The Vampire Diaries – 7×11 – Things We Lost In the Fire

Imagem: Banco de Séries/Divulgação

Imagem: Banco de Séries

 

Depois de um episódio cheio de nós como foi da semana passada, venho por meio dessa review dizer que estou perplexo com alguns acontecimentos que tiveram dessa vez. Claro que algumas coisas ainda ficaram confusas e deixaram dúvidas no ar, mas outras foram montando o quebra cabeça que foi posto em mesa na mid premiere da série.

Eu tinha comentado com vocês da falta de explicação de como Stefan acordou, e isso foi explicado, tanto que eu achei que esse episódio foi mais focado nele do que Damon. Os flashbacks apresentados foram claros para vermos que, assim como seu irmão, o vampiro teve suas consequências sim após ter sido despertado pela pedra da fênix. No meio disso tudo, para se sair desse conflito é necessário ter uma pessoa para tentar te apoiar, e no caso dele, Caroline foi quem fez esse papel (obviamente).

É claro, tudo que envolve Damon Salvatore é mais extremo e obscuro. Ele foi além, sempre utilizando seus instintos, mas apesar das suas alucinações, eu gostei de vê-lo dessa forma. O motivo? Nos fez lembrar daquele vampiro mais bad ass que ele era no início da série, porém sem os traços de vilania. Parece que isso tudo que lhe aconteceu para dar um up, já que convenhamos ele andava bem perdido desde que Elena entrou em seu sono profundo.

Imagem: Banco de Séries/Divulgação

Imagem: Banco de Séries/Divulgação

O evento paralelo a isso que movimentou o episódio foi o chá de bebê da Caroline, como ela está linda grávida. A única coisa que não gostei ali foi da presença de Tyler. Sério mesmo que as produtoras insistem em trazê-lo sempre de volta? Ele não ia sair de vez da série? Quando a sexta temporada estava na reta final juro que li isso em algum lugar, e eu até vibrei aqui. Que pena!

O melhor do evento foi a aparição da Nora, e cara como estou shippando loucamente ela e Bonnie juntas, sério. Quando elas estavam meio que se “entendendo”, o insuportável do Matt apareceu estragando com o clima de tudo. Falando nele, como Damon ousa em salvá-lo, que tivesse feito isso com os demais, e não com ele, aff.

O ápice do episódio foi um tiro bem dado, misturado com uma apunhalada certeira em minhas costas. COMO ASSIM DAMON INCENDIOU ELENA? Eu fiquei perplexo, porém confuso ao mesmo tempo. Se ela foi realmente queimada, isso não afetaria Bonnie de alguma forma? Pensem bem, a não ser que no fim aquele não seja realmente o corpo da personagem, o que foi incendiado. Só sei que quero ver a reação de Stefan, ao descobrir o que supostamente aconteceu com ela. Pela promo do próximo episódio, tal revelação vai render.

No final fiquei com dó de Caroline, pois sabia que ela acabaria se envolvendo com as gêmeas, mesmo sabendo que no fim das contas é apenas uma “barriga de aluguel sobrenatural”. Apesar disso, Alaric não vai ser tão sacana com a vampira. Aliás esse plot dele sair de Mystic Falls acho que será justamente a desculpa perfeita para justificar a ausência de Candace King da série, já que ela está de licença maternidade, e só deverá retornar para a série na season finale.

Eu estou ansioso pelo que está por vir, pois a misteriosa caçadora parece que está próxima de soltar as manguinhas. E também fiquei bem conflituoso do flash forward entre Caroline e Matt. Vamos aguardar!

Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours