The Vampire Diaries – 7×12 – Postcards From The Edge

Imagem: Arquivo Pessoal/Eduardo Nogueira
Imagem: Arquivo Pessoal/Eduardo Nogueira
Imagem: Arquivo Pessoal/Eduardo Nogueira

 

Continua após publicidade

Depois de um episódio extremamente eletrizante, The Vampire Diaries veio com um divisor de águas de sua temporada essa semana. Finalmente, os devidos desfechos aconteceram, enquanto finalmente podemos lidar com os eventos futuros da série.

Continua após a publicidade

A primeira cena nos fez mostrar que Damon Salvatore das antigas voltou, e agora de vez. Eu sei que já disse muito disso em várias reviews desse sétimo ano, mas depois dele ter matado Elena, o personagem voltou àquele estado de negação que ele tinha quando pensava que Katherine estava morta no início da série. A única forma que ele tem para aliviar tal negação é matando e torturando as pessoas, e realmente essa sempre foi sua marca registrada. Vamos ver quanto tempo isso vai durar.

Continua após publicidade

Algo que me incomodou profundamente ali foi a gravidez de Caroline. Até agora a vampira enfrentava uma gestação normal das gêmeas, aí do nada ela sofre do mal de Bella Swam? É isso mesmo produção? Cadê a originalidade titia Plec? Por mais que tenha sido tosco o fato dos bebês estarem se alimentando do sangue dela, talvez essa história possa estar ligada ao que vão utilizar para justificar a ausência de Candice King na história até a season finale, enquanto ela está de licença maternidade.

A “amizade” entre Damon e Julian me irritou profundamente, pois primeiro o cara é um dos vilões mais escrotos que a série já teve, perdendo apenas para aquele viajante narigudo da quinta temporada. Segundo, o cara foi o principal responsável por tirar mama Salvatore da vida de seus filhos, duas vezes. Tudo bem que o vampiro está aproveitando sua fossa após a morte de sua amada da pior maneira possível, mas né.

Continua após publicidade
Imagem: Arquivo Pessoal/Eduardo Nogueira
Imagem: Arquivo Pessoal/Eduardo Nogueira

Finalmente fomos apresentados à vilã que movimentará a série pelo resto dessa temporada. Rayna é uma poderosa caçadora, e sua presença em Mystic Falls vai dar finalmente uma turbinada na história, que se perdeu desde que Julian entrou em cena. Gostei da sintonia entre Nora, Mary Louise e Bonnie em relação ao plot, apesar da herege loira ter sido meio que desnecessária nessa parte, afinal estou shippando loucamente nossa bruxa da boca torta com a herege aka Lana Lang do Paraguai. O que não entendi foi a presença de Enzo ali no final, quando fez a caçadora recuperar seu poder. O que será que ele está tramando? Seria uma vingança pela morte de Lily?

Stefan finalmente foi útil, algo que não víamos em anos. O motivo? Ele finalmente matou Julian, que nem devia ter existido na história, ou ter durado tanto tempo. Ele conseguiu minimizar de forma gigantesca a importância de mama Salvatore da história, que entrou na série sendo uma vilã digna de amar odiar, tornando-a uma personagem extremamente frágil e dependente de tudo e de todos. Já vai tarde, traste!

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Agora os flash forwards estão mais claros, porém mais intrigantes. Depois de termos visto Matt tendo ações de vilão no episódio passado, vimos que na verdade ele tinha algum tipo de interesse para entregar os irmãos Salvatore à Rayna. Estou mega ansioso para ver como essa história toda será abordada. Tenho certeza que essa segunda metade da sétima temporada será de tirar o fôlego, e vocês?

[spacer size ’30]

PS1: Valerie is back! <3

PS2: A reação de Stefan foi previsível ao descobrir da morte de Elena. Será que ele contará a Bonnie e Caroline o que aconteceu?

[spacer size ’30]

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=XnF1HDwhZAA[/youtube]