The Voice AU – 4×13 – Superbattle

the-voice-au-4x13

Continua após a publicidade

Depois da fase de batalhas, vem… mais batalhas? O The Voice Australia iniciou nessa temporada uma nova fase, chamada Superbattle. Nela os coaches escolhem dois acts de seus times que irão direto para os live shows, e os seis que não foram escolhidos se enfrentaram num confronto em dose tripla.

De começo pode parecer bastante confuso, mas depois a proposta dessa etapa fica bastante clara. Vamos dar uma checada?

 

FAST PASS

 

TEAM MADDEN

Clique aqui para ver.

Alex: MAS COMO ASSIM, INICIAR A NOITE SABENDO QUE TAMEAKA VAI PARA OS LIVE SHOWS DIRETO? Gente, o que é isso? Parem de beber, se drogar ou o que for que vocês fazem e tem como consequência isso. Não sou obrigado a escutar aquela voz de taquara rachada por mais tempo! Tanta gente boa no team… Exemplo Nathan, que mereceu avançar direto. MAS TAMEAKA?

Eduardo: Eu só queria saber qual foi a erva que esses dois cretinos fumaram antes de tomar tais decisões. Sério gente, como passar Tameaka direto para os live shows? Já foi injusto ela ter passado nas battles, e ainda conseguiu tal privilégio? Sobre Nathan? Ok né?!

Letícia: Gente não sei nem o que dizer, só sentir, e é RAIVA MESMO. Pohan, Tameaka?

Lucas: Tameaka, SÉRIO MESMO? A noite já começou com direito a muita revolta da minha pessoa com esses dois irmãos idiotas. Nathan tudo bem, tem uma ótima voz e mereceu passar direto, mas Tameaka? NÃO SOU OBRIGADO!

 

TEAM JESSIE

Clique aqui para ver.

Alex: Madden, APRENDAM COM JESSIE: NÃO SE ESCOLHE ALGUÉM RUIM PARA IR PARA OS LIVE SHOWS, OK?! Voltando para escolha da rainha britânica, sensata: o team dela já é recheado de vozes potentes, então qualquer um dali já seria uma boa escolha. Mas ela foi seletiva e, como o Edu disse, escolheu os mais fortes dos melhores. Good girl!

Eduardo: Comparada aos irmãos Madden, Jessie foi a mais sensata até o momento. Ela simplesmente pegou os mais fortes de seu time e já mandou direto para a próxima fase. Simples assim a ser feito.

Letícia: Jessie é destruidora mesmo hein?! Adorei as escolhas, mas com aquele time é realmente difícil errar. Simi me ganhou desde as blinds, e Ellie foi com a majestosa apresentação de Elastic Heart mesmo. Arrasou!

Lucas: Jessie fez uma ótima escolha, continuo sem conseguir gostar tanto assim do Simi como a grande maioria, mas o guri tem um talento enorme e fez por merecer. Já Ellie, claro que fiquei feliz, até porque ela destruiu naquela battle cantando Elastic Heart, então foi mais do que justo.

 

TEAM DELTA

Clique aqui para ver.

Alex: Vamos lá: não desmerecendo a Lyndall, porque ela tem uma voz muito bonita e uma presença forte no palco, mas Grace não seria uma opção mais adequada? Caleb não traria uma força maior? Pois é, parece que Delta pegou a lerdeza dos Madden. E Nicolas foi uma boa escolha.

Eduardo: Olha eu gostei de Nicolas ter ido direto aos live shows, mas trocaria Lyndall facilmente pela Grace.

Letícia: Aiii Deltaaaa! Nicolas ok, mais que justo. Mas Lyndall? Really?

Lucas: Se eu falar pra vocês que quando ouvi Delta falar o nome da Lyndall fiquei aqui tentando lembrar das performances dela, sério, ela tem uma ótima voz, mas não acho que foi a melhor escolha. Já Nicolas era bem óbvio que Delta iria passar direito, ela não esconde de ninguém o quanto se apegou ao guri e quer fazer de tudo para ajudar ele durante a competição. Acredito que o rapaz ainda pode surpreender, então fiquei feliz com a escolha.

 

TEAM RICKY

Clique aqui para ver.

Alex: Gail ok! Mas Liam? SÉRIO ISSO? Não to sonhando não?

Eduardo: Sinceramente não achei que Liam mereceu ir direto para os live shows, mas Gail com certeza. No lugar do rapaz, eu teria mandado Tim ou Dione. Vacilo de leve, mas nada comparado aos irmãos patéticos.

Letícia: Adorei que Gail passou, realmente era essa minha torcida. Mas quanto a Liam não sei o que pensar. Foi bom? Foi ruim? Só o tempo dirá se ele escolheu bem.

Lucas: Eu particularmente comemorei Liam passando direto porque gosto bastante da voz do rapaz. Agora Gail também era óbvio, até porque o Ricky seria muito babaca se cogitasse perder a dona da melhor voz do seu time.

 

BATALHAS

 

TEAM MADDEN

 

Nina Baumer – “She Wolf” x Peta Evans-Taylor – “Take Me Home” x Jake Howden – “Home”

Clique aqui para ver as performances.

Alex: É impossível negar que o destaque foi de Nina e Peta e que Jake só esteve ali para preencher a vaga. Nina cantou Sia, o que admiro muito em qualquer pessoa que faz dignamente, e ainda interpretou uma veracidade que condiz com a letra da música. Em contrapartida, Peta escolheu algo mais leve, brincou mais na apresentação e não houve um contraste grande com a sua oponente. Discordo com o Edu quando ele diz que Nina merecia ganhar: ambas mereciam continuar no show e qualquer que fosse a vencedora, era merecido (cagada seria se eles tivessem escolhido Jake né?!).

Eduardo: Foi uma boa batalha, porém por mais que eu ame Peta, Nina era quem devia ganhar. Esses irmãos só podem estar de brincadeira.

Letícia: Gente em que universo Nina foi melhor? Peta arrasou, brincou com a voz, pegou a música pra ela e dominou o palco. Já Jake nem vi.

Lucas: Já começo dizendo que pra mim Nina foi a melhor, e sem sombra de dúvida deveria ter ganho, mas como esses dois irmãos estão adorando me deixar revoltado prefiro nem dizer muito. Gostava muito do Jake, aquele tom de voz delicioso e tudo mais, porém ele ficou um pouco apagado no meio das duas gurias, infelizmente. Já Peta eu não consigo gostar e por mais que tenha surpreendido na performance, não curti o fato de ter vencido.

 

Sarah Valentine – “Love Me Like You Do” x Joe Morre – “Blame It On Me” x Renee Pounsett – “Everyone’s Waiting” 

Clique aqui para ver as performances.

Alex: O problema maior aqui foi erro na song choice: Sarah e Renee têm vozes belíssimas e que, infelizmente, não foram bem colocadas. As músicas, que deveriam casar perfeitamente com suas vozes, passou bem longe, principalmente quando falamos em Renee. Gosto muito do Joe e fico feliz com sua conquista mas, por mim, ainda ficaria com Sarah.

Eduardo: Quando vi o ensaio de Sarah, eu pensei que ela daria um show com esse hit da Ellie Goulding, mas a performance em si foi bem vergonha alheia e o extremo da cafonice. Joe por sua vez, fez uma performance bacana, mas nada extraordinário. Agora Renee não foi ruim, mas não acredito que a song choice foi adequada pra ela. Logo, achei justo no fim das contas o rapaz ter sido escolhido.

Letícia: Eu sou louca por essa música que Joe cantou, e quem sabe até por isso não ache que ele tenha arrasado tanto assim. Renee detesto e que bom ter ido embora. Mas para mim a melhor melhor foi Sarah, mais tranquila, serena e que trouxe uma versão diferente desse novo clássico. Que pena que ela não ficou.

Lucas: Joe comandou dessa vez e FINALMENTE os dois irmãos perceberam e tomaram a decisão certa escolhendo o rapaz como vencedor. Sarah pra mim foi super fraca e Renee tinha potencial pra fazer mais, porém a song choive não ajudou.

 

TEAM JESSIE

 

Jason Howell – “Bittersweet Symphony” x Chris Hoskin – “Across The Universe” x Cath Adams – “Changing” 

Clique aqui para ver as performances.

Alex: Só eu que achei que Across The Universe ficaria melhor na voz do Jason? A observação aqui tá: todos têm uma voz notável, mas apenas Cath soube usá-la com uma song choice adequada. Tava tudo muito parado, tudo muito sonolento e chega ela, explodindo tudo e todos! Mereceu avançar, sem sombra de dúvidas.

Eduardo: Olha achei tudo bem morno, na moral. Isso até aparecer Cath, que mandou hiper bem e deixou os dois marmanjos no chinelo. Jessie foi mais do que sensata em escolher a moça. Sobre Chris? Já vai tarde com aquela cara de coitado sonso dele.

Letícia: Eita e Chris foi embora hein?! Olha confesso que ele surpreendeu mesmo apenas na blind, pois já na semana passada se mostrou limitado. Jason Zzzzzzz. Mas tudo melhorou quando Cath lacradora começou a cantar, trouxe vida e talento pro palco, mereceu.

Lucas: Fiquei decepcionado com Chris, pra mim o rapaz super deixou a desejar nessa performance. Jason achei um porre, desculpa, mas pra mim não rolou. Já Cath foi a melhor e estava na certeza de que seria a escolhida por Jessie.

 

Mahalate Teshome – “Unfaithful” x Ethan Conway – “Do You Remember” x Amber Nichols – “You Ruin Me”

Clique aqui para ver as performances.

Alex: O maior erro na performance de Mahalate foi a song choice. Se compararmos com a escolha de Ethan e Amber, a música foi totalmente em um único tom, sem momentos de explosão, em que o act. é posto em prova. Ethan e Amber, em contra partida, souberam casar uma bela música com suas belas vozes. Sim, e doeu pacas o momento em que ela foi escolher qual passaria para o lives show.

Eduardo: Gente quase dormi com essa performance da Mahalate, ainda mais que eu odeio essa música. Ethan foi demais, mas Amber destruiu as estruturas, logo foi mais que justa sua vitória. Fiquei com o coração na mão com Jessie conversando com Ethan antes de eliminá-lo, mas ela foi sensata.

Letícia: Malahate estava me dando nos nervos há séculos, logo não gostaria de nada que ela cantaria, e a menina fez questão de ser ainda mais terrível. Ethan gosto, mas sabia que não duraria muito. Agora Amber foi de novo maravilhosa, mereceu ganhar.

Lucas: Desde as blinds eu torcia bastante pelo sucesso de Mahalate no show, mas a cada etapa ficava ainda mais óbvio que a guria ainda não está pronta para uma competição como essa. A performance foi fraca e também me deu sono, já Ethan tem aquele tom delicioso na voz, mas também deixou um pouco a desejar. Amber mereceu muito vencer, porque foi quem se entregou por inteira na performance.

 

TEAM DELTA

 

Fem Belling – “Stormy Monday” x Stephen McCulloch – “Fire And Rain” x Caleb Jago-Ward – “We Are Young” 

Clique aqui para ver as performances.

Alex: Assim, foi tudo muito coeso com a personalidade de cada um… Existem outras músicas que casariam bem melhor, MAS CALEB DESTRUIU TODO O ESTÚDIO E TEM QUE ESTAR NA FINAL DESSA BAGAÇA!

Eduardo: Fem foi vergonha alheia, enquanto Stephen foi bacana, mas foi Caleb que chegou e destruiu tudo. Ainda bem que Delta foi lá e coerentemente optou pelo rapaz que, na minha opinião, está sendo um dos melhores da australiana.

Letícia: Eu adorei a Fem também Lucas, mas até entendo ela não passar, não é o perfil do programa. Stephen já estava com o prazo de validade vencido e fez uma apresentação just ok. Também achei que Caleb levaria e que por isso arrasaria, mas que apresentação mais cagada foi aquela? Detestei, parecia karaokê de fim de noite.

Lucas: Só eu gostei da Fem? Não achei que foi tão ruim assim, pelo contrário gostei bastante da performance dela e particularmente não gostei do Caleb. Claro que o rapaz seria o vencedor, até porque Jessie não disfarçou o quanto gostou da performance dele. Por outro lado Stephen é mais um que ficou apagado no meio dos dois, tem aquela voz suave e gostosa, mas pra mim não tinha chance de vencer dessa vez.

 

Rick-E-Ragga – “Could You Be Loved” x Grace Pitts – “Boom Clap” x Mixhail Laxton – “I Won’t Let You Go”

Clique aqui para ver as performances.

Alex: DELTA REALMENTE TÁ DIZENDO QUE RICK É MELHOR QUE GRACE E MIXHAIL? Ela realmente fez essa escolha? Olhe só: NÃO SOU OBRIGADO A VER ISSO!

Eduardo: COMO ASSIM RICK PASSOU? Os irmãos Madden passaram o retardo mental deles para Delta? Foi até bacana a apresentação dele, mas o problema de Grace e Mixhail foram as songs choices erradíssimas, porque olha qualquer um dos dois são melhores que o rapaz. Delta, dessa vez você me decepcionou, e acaba de deixar seu time bem mais fraco.

Letícia: DELTA FIA, QUE TÁ ACONTECENDO? Olha eu não entendi nada, estou chocada com tudo que eu vi. Em que universo Rick é melhor… que qualquer coisa?

Lucas: Olha, continuo aqui tentando entender o que estava rolando na mente de Delta no momento que ela decidiu escolher Rick como vencedor, tipo, COMO ASSIM? Fiquei chateado com Grace deixada de lado, porque entre os três pra mim era quem merecia seguir em frente e poderia trazer ótimas performances nos lives. Delta me decepcionando.

 

TEAM RICKY

 

Aviida – “Jealous Guy” x Stewart Winchester – “Jealous” x Scott Newnham – “Jealous” 

Clique aqui para ver as performances.

Alex: Foi muito Jealous para uma performance só! Claro que Aviida foi posta de lado no momento que Scott e Stewart abriram a boca. Foram performances diferentes, isso é fato. Ainda assim, a beleza da performance de Stewart não chegou perto da voz e presença que Scott impôs na apresentação. A escolha por ele era notável.

Eduardo: Aviida foi mega fraco, e estava evidente que a dupla rodaria com essa apresentação bem meia boca. Scott achei bacana, mas nada espetacular, diferente de Stewart que conseguiu igualar a música à versão original. Por um momento eu achei que Ricky salvaria o garoto, e foi uma surpresa ele ter optado por Scott.

Letícia: Cruzes que tanto Jealous hein?! Olha, a dupla também estava se mantendo a tempo demais no programa, eles são bons, mas só isso. A batalha realmente estava entre Stewart e Scott. E confesso que não me recuperei de ver Stewart ir embora, jurava que ele estaria na final.

Lucas: Finalmente Aviida foi embora, estava difícil de aguentar. Eu estava aqui torcendo pro Stewart vencer dessa vez, mas o nervosismo prejudicou muito, embora ainda ache que ele tenha cantado bem. Scott nunca foi meu preferido e o fato de cantar “Jealous” me irritou ainda mais, pelo simples fato de não suportar essa música.

 

Tim McCallum – “You Raise Me Up” x Dione Baker – “Climb Every Mountain” x Naomi Price – “Defying Gravity” 

Clique aqui para ver as performances.

Alex: Pois bem: mesmo Tim tendo uma voz tão bela, preciso confidenciar que quase durmo na performance dele e Dione. Faltava algo que, até ver Naomi abrir a boca, não saberia dizer o quê! Mas ela mostrou: faltava vida. Mesmo sendo músicas com uma pegada mais lenta, uma agitada, alguma explosão era necessária. E Naomi fez isso perfeitamente!

Eduardo: Depois de ter destruído meu emocional semana passada, Tim veio com uma performance bem meia boca. Dione mais uma vez conseguiu emocionar, e dava a vitória dela como certa, mas veio Naomi e conseguiu dividir opiniões. Foi justo a loira ter se sobressaído? Talvez, mas não teria sido mal algum se Dione tivesse levado a batalha.

Letícia: Ahh Naomi sempre maravilhosa. Eu realmente estava quase dormindo até essa maravilhosa resolver soltar sua voz. A vitória estava mais do que ser certa.

Lucas: Eu já achei o contrário Duh, pra mim Dione foi meia boca e Tim mandou bem novamente. Claro, não chegou nem perto da performance emocionante e destruidora das battles, mas gostei bastante. Por outro lado Naomi pra mim foi a melhor entre os três e também teria sido a minha escolha.

 

O que acharam dessa fase? Foram justas as escolhas dos jurados? Na próxima semana começa os live shows, e contamos com a presença de todos.

Até lá!

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

3 comments

Add yours
  1. Avatar
    lucas_santtos 30 julho, 2015 at 10:38 Responder

    Sinceramente ainda to tentando qual o sentido dessa tal “Super Battle”. Sem contar que o Team Madden fu*** bonito nas escolhas.

Post a new comment