The Voice Brasil – 3×11 – Top 16

Untitled

Continua após publicidade

E agora começou definitivamente os shows ao vivo dessa temporada de The Voice Brasil. A noite foi recheada de surpresas, tanto no quesito performances como nas eliminações, e agora é cada um por si e que vença o melhor. Bora ver?

Continua após a publicidade

 

Continua após publicidade

Joey Matos – “Too Young To Die”

Clique aqui para ver a performance.

Continua após publicidade

Carine: Achei tão chato que nem senti vontade de ouvir a música inteira. Totalmente dispensável esse cara.

Eduardo: Muita onomatopeia para pouca desenvoltura. Odiei!

Fábio: Pior forma dese começar um programa. “tchuru tchu tchu” demais pra pouca música.

Letícia: Só ouvi “pa pa pa” não ouvi ele cantar. Cantou? Foi muito chato, adeus. Por mim ele já teria ido semana passada.

 

Paula Marchesini – “Vou Deixar”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Que música péssima. Não entendi nada porque a Paula é tão boa. Muito, muito sem graça.

Eduardo: Ela é linda e perfeita, mas essa song choice não ajudou e foi uma performance bem meia boca. É uma pena, pois Paula é ótima.

Fábio: Essa apresentação foi tão avulsa que só consegui pensar em uma coisa nada haver na hora: Esse palco parece uma maquete do The Voice US, de tão pequeno, sei lá!!

Letícia: Gente mas por que essa música? Eu amo “Vou deixar”, mas nada a ver com um programa desses né? Não tem porque, não vejo razão. E se foi ela que escolheu que tiro no pé, apenas.

 

Romero Ribeiro – “Caraca, Muleke”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Olha, ele é animado, levantou o público e talvez isso faça com que seja aprovado. Não é meu estilo, tá longe do que gosto de ouvir, mas foi bom.

Eduardo: ALELUIA! Ele largou SPC um pouco, mas pareceu que foi Alexandre Pires cantando Thiaguinho e o pior de tudo… eu gostei da apresentação.

Fábio: Não!…

Letícia: Mais uma song choice errada, que tá acontecendo? Música chatíssima que não valorizou em nada a voz dele. Mas pelo jeito esse Romero pode cantar “Meu pintinho amarelinho” que o público vai amar de qualquer jeito. Aff!


Rose Oliver – “Maria de Verdade”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Não curti muito não. Acho que a Rose pecou na música e resultou em uma performance sem graça e sonolenta. Ele pode bem mais do que isso.

Eduardo: Tudo na medida certa, a primeira performance que gostei mesmo da noite. Bravo!

Fábio: Não, essa performance não foi ruim. Foi bem interessante até. Esquecível? Sim, foi! Mas comparado com o que vimos até agora, tá bom por demais.

Letícia: E o time Brown todo errou na song choice minha gente! E como essa música tirou o brilho de Rose, nossa. Ficou tão blé que quase dormi aqui.

 

Kal Medrado – “Happy”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Todo mundo errando muito hoje. Eu já não gosto da Kal e ainda acho que estragou a música toda. Sério, detestei.

Eduardo:Ruim ela não foi totalmente, apesar de ter perdido o fôlego, mas também passou muito longe, MUITO MESMO, de ser espetacular.

Fábio: Fiquei esperando chegar a parte interessante da apresentação e não chegou não, hein?! Fiquei realmente decepcionado com a menina Kal. Aah, a parte dos falsetes da música ficaram terríveis.

Leticia: Já começo dizendo que ela errou a letra. Até que não foi tão ruim sabe, mas sei lá, não gostei. Tantas músicas melhores do Pharrell e ela me vem com “Happy”, Zzzz.

 

Leandro Buenno – “Stay”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Milagre! Estou gostando do Leandro. Aliás, primeira performance dele que eu realmente acho boa.

Eduardo: Rihanna? Sério mesmo? Desculpa, mas não combinou, pois Leandro tem uma pegada mais rockstar, e essa música é melódica demais.

Fábio: Vou concordar com as meninas e também afirmar que ele foi feliz com a escolha da música. Uma das poucas apresentações boa até agora (Só essa até agora, né?!!)

Letícia: FINALMENTE ALGUÉM SOUBE ESCOLHER A MÚSICA! Até Milk percebeu isso. No meu caso foi a segunda performance dele Cá (ele foi bem com “Latch”), e ele pode não ser o melhor, mas sabe escolher bem músicas que combinam com a voz dele, o que é ótimo.

 

Lui Medeiros – “Bad Girl”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Eu já fiquei fã do Lui. Confesso que não foi a melhor performance dele, mas mesmo assim gostei muito. E ainda acho que ele será o finalista do Team Milk.

Eduardo: Super gostei de Lui sair da sua zona de conforto. Foi uma performance bacana, mas conclui que gosto mais dele cantando balada mesmo.

Fábio: A apresentação foi bem boa, porém ainda estou esperando por aquele Lui lá da batalha contra Deena Love.

Letícia: A apresentação ficou boa mesmo só na segunda parte, mas poxa Lui, pra quê fazer isso com o nosso coração? Não dava para escolher uma música melhorzinha? Tem músicas “animadas” bem melhores que essa.

 

Nise Palhares – “Do Seu Lado”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Nise, meu amor, nadinha do que você faz é ruim, mas precisava ser essa música? Muito sem graça pra uma competição. Hoje tá difícil em termos de repertório. Só espero mesmo que ela não seja prejudicada por essa música sem graça.

Eduardo: Só eu que achei ela meio Cássia Eller wannabe? Não gostei dessa performance. Próximo!

Fábio: Ah galero, já gostei da Nise em outros realitys da vida, mas nessa temporada do The Voice não tá dando.

Letícia: Aii my god, lá vem a pergunta que faço em todos os comentários: POR QUE ESSA MÚSICA? Ficou fora de tom, a voz dela não aguentou a música, e ela teve que gritar. Ficou bem chato, mas espero que se salve.

 

Carla Casarin – “Atrás da Porta”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Tenho um caso de amor com essa música e sei que ela necessita de uma bela interpretação pra ficar boa. A Carla honrou a canção e me deu arrepios aqui. Melhor performance até agora, sem dúvidas.

Eduardo: Gostei e muito, foi algo tão simples e ao mesmo tempo profundo, que com esse jeito único ela foi me conquistando aos poucos. Palmas e mais palmas a essa linda.

Fábio: Simples, honesto e lindo. As três palavras que melhorem definem essa apresentação da Carla. Excelente!!!

Letícia: LINDA MARAVILHOSAA! Adoro como todas as semanas ele vem com Elis Regina, e sempre arrasa. E aí ela vai lá e canta a minha música preferida na voz da Pimentinha, e ganha meu coração. Por favor passem essa maravilhosa, por favor!

 

Jésus Henrique – “Metamorfose Ambulante”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Acho o Jésus tão cantor de barzinho. Tá bom? Tá. Mas mesmo que ele passe dessa fase eu aposto que não chega à final.

Eduardo: zzZZzzzZZzzzZZZzzzZZZ

Fábio:  Mais ruim que essa performance, só mesmo aquele monte de dançarinos random no final cercando ele.

Letícia: Olha foi muito boa de ouvir essa apresentação do Jésus. Ele pegou um clássico, não fez nada de novo, mas conseguiu executar muito bem, sem exagero, sem chamar muita atenção também.

 

Kim Lírio – “À sua Maneira”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: E eu que odeio Capital Inicial adorei essa versão. Ficou muito mais interessante, muito mais rock. Torcendo aqui para o Kim passar.

Eduardo: Nada que esse cara canta fica ruim, foi incrível. Que ele seja o finalista do Time Daniel.

Fábio: Por incrível que pareça escutei muito essa música hoje e tô com a versão original fervilhando na minha cabeça. Bom, ele foi bem mediano e diferente do que a Carine falou, não ficou muito mais rock não. O contrario na verdade.

Letícia: E o “filhote” de Dinho Ouro Preto, finalmente cantou uma música do seu mestre. E ficou bom sabe! É uma música relativamente simples, mas que sabe destacar bem a voz. Algo que Kim sabem valorizar muito bem. Acho que passa certo.

 

Vitor & Vanuti – “Receita de Amar”

Clique aqui para ver a performance.

Eduardo: zzZZZzzzZZZzzzZZZ

Letícia: zzZZZzzzZZZzzzZZZ [2]

Carine: zzZZZzzzZZZzzzZZZ [3]

Fábio:  zzZZZzzzZZZzzzZZZzzZZZzzzZZZzzzZZZzzZZZzzzZZZzzzZZZzzZZZzzzZZZzzzZZZzzZZZzzzZZZzzzZZZ […] 

Danilo Reis & Rafael – “Romaria”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Concordo com a Let. Achei esquisitíssimo do começo ao fim. Esse moço da voz grave canta bem, mas não me desce de jeito nenhum.

Eduardo: Cantar essa música é sacanagem, pois ela tem um grande valor sentimental para mim já que era a favorita da minha falecida avó. Emocionante, chorei mesmo, principalmente porque lembrei dela e não por eles em si.

Fábio: Amigo da voz grave, volte próximo ano sozinho que assim sim você conseguirá mais atenção.

Letícia: Eu apenas amo essa música, mas que apresentação mais estranha foi essa? Toda hora ele mudou o tom da voz, não entendi porquê! E isso prejudicou o resultado final. Mas esses dois também podem cantar “Ilariê” que o povo ama e aplaude de pé.

 

Edu Camargo – “Amor Perfeito”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Eu só acho que eles deveriam eliminar metade da galera hoje porque nada tá ficando bom. O Edu assassinou uma música que eu adoro. Preferia não ter escutado.

Eduardo: Pra mim já passou da hora de meu xará voltar para casa. Adeus!

Fábio: Não!…²

Letícia: Apenas que NÃO ESTÁ SENDO FÁCIL.

 

Maria Alice – “Problem”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: É, o problema da Maria Alice foi totalmente culpa dessa música. Se escolhesse qualquer coisa mais simples não tenho dúvidas de que passaria para a próxima. Cantando “Problem” já não garanto nada.

Eduardo: É exagero dizer que ela conseguiu ser um pouco melhor que a sofrida da Ariana Grande. Me julguem, mas gostei da performance.

Fábio: Ela até que tentou, tentou MUITO, mas a música não foi nada certo pra ela. Errou feio na escolha.

Letícia: Essa fia tá se achando hein? De onde ela tirou que pode cantar Ariana Grande com essa voz? Menina Ariana pode ser tosquinha, mas pelo menos sabe cantar. Ficou chatíssimo, e até Lulu achou isso dessa vez. Que decepção Maria Alice, mais uma song choice errada para a coleção recorde da noite.

 

Nonô Lellis – “Crazy in Love”

Clique aqui para ver a performance.

Carine: Salvem essa gracinha da Nonô! É só o que tenho a dizer. Eu concordo que não me animou, mas gente, como não amar essa menina?

Eduardo: Alguém avisa essa menina que a Solange, irmã de Beyoncé, está no Brasil? Porque do jeito como Nonô assassinou a música, a também cantora teria já subido no palco e lhe dado uns tabefes igual fez com o cunhado Jay Z.

Fábio: Pega esse povo que escolheu todas as músicas desse episodio, joga num saco e não traz mais de volta. É muita escolha errada de música para um episodio só, gente!

Letícia: E Nonô fechou a noite com chave de ouro, com mais uma song choice tremendamente errada. E olha que eu adorava essa menina, mas quem ela pensa que é para cantar Queen B?

 

ELIMINAÇÕES

As eliminações foram surpreendentes, onde muitos que se destacaram acabaram voltando inexplicavelmente para casa.

Carine: Só estou até agora tentando entender como o Daniel escolhe aquela dupla ao invés da Carla, que foi a melhor da noite na minha humilde opinião. Também sou muito mais a Maria Alice ao Edu. O resto foi até previsível mesmo.

Eduardo: Francamente de todas as eliminações, só do time Claudia foi o mais sucinto, porque olha… não sei o que Lulu, Brown e principalmente Daniel tinham na cabeça essa noite. Ainda não me conformo como Daniel salvou aquela dupla tosca, ao invés da maravilhosa da Carla.

Fábio: Sinceramente, um programa onde a melhor e UNICA que mandou bem na noite é eliminada não merece um prestigio. Não tenho mais o que dizer depois da burrice do moço Daniel.

Letícia: Ainda tô em choque com as escolhas dessa noite. O time Cláudia foi o mais coerente (e aquele que teve as melhores apresentações também), já Daniel me tapou de ódio escolhendo aquela dupla horrorosa ao invés de Carla, que foi linda, musa, maravilhosa cantando Elis. Não dá para acreditar sabe? Não dá. E sabe, já cansei do Edu, acredito que ele só está no programa pela “cota social”, já que não vejo outra opção. Tá que Maria Alice errou ao cantar Ariana Grande, mas Edu nem na lua foi melhor que ela.

 

E pra você quem se saiu melhor essa semana? As eliminações foram justas?