The Voice Brasil – 5×10 – Batalha dos Técnicos

Imagem: Reality Social/Twitter
Imagem: Reality Social/Twitter
Imagem: Reality Social/Twitter

[spacer size = “20”]

Continua após publicidade

Olá amigos, como estão? O The Voice Brasil continuou nessa quinta-feira com a mais nova fase da disputa, a Batalha dos Técnicos, e uma coisa já podemos adiantar, um dos nossos jurados saiu bem na vantagem depois desse programa.

Continua após a publicidade

 

Continua após publicidade

PERFORMANCES

 

Continua após publicidade

Kassia Marvila – “I Have Nothing” (TIME LULU) x D’Lara – “What-s up” (TIME BROWN)

Clique aqui para ver a performance.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Ana: Kassia foi maravilhosa, apesar da música ser um tanto estranha pra ela, achei um tom muito grave pra ela. D’Lara jogou uma ícone de Sense8 na roda e francamente, me decepcionei um pouquinho com a Roxette do The Voice. Não sei, gostei e não gostei. Ela colocou sua personalidade na música e isso foi maravilhoso. Mas não achei com tanto presença de palco quanto Kassia.

Edu: Kassia tem uma voz poderosa, isso é algo incontestável, mas achei seu tom grave demais para a música. Agora D’Lara foi rainha, como sempre, com sua voz cheia de atitude, que casou perfeitamente com essa canção maravilhosa.

Jeff: Que voz, meu Deus! Simplesmente arrasou interpretando uma das maiores cantoras de todos os tempos. Em relação a D’Lara, adoro a música, mas acho que faltou aquele algo a mais da apresentação, deixando a mesma mais lenta, sem aquela pegada vencedora que empolga ao público.

 

RESULTADO: D’Lara  

Ana: Foi uma batalha muito interessante, e qualquer uma que saísse seria uma pena. Kassia canta bem, mas o mal foi o da song choice.

Edu: D’Lara, como sempre, sendo rainha. Foi uma pena ver Kassia saindo, mas a song choice foi abaixo para sua voz incrível e impressionante.

Jeff: Gente, o Brown ganhou uma. Milagre! Quanto a batalha não gostei da vencedora. Kassia foi melhor, e merecia mais a vaga na fase “Remix”.

 

 

Lumi – “All Night Long” (TIME BROWN) x Camila Matoso – “Bem-Vindo Amor” (TIME CLÁUDIA)

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Lumi, que grata surpresa nesta noite. Dancei loucamente junto. Como disse Du, meu lindo, ele evolui a cada fase que participa. Camila conseguiu aumentar o meu sono, que já era monumental. Cantou a música da técnica, e ferrou muito.

Edu: Lumi continua evoluindo na disputa, e simplesmente estou sem palavras com essa sua performance. Como Jeff disse abaixo, cantar Lionel exige uma responsabilidade grande, mas ele não se sentiu intimidado por isso. O candidato transmitiu uma energia única e contagiante, e quase levantei aqui da cadeira para dançar. Agora Camila conseguiu ser extremamente tediosa, e quase dormi aqui.

Jeff: Lumi, como sempre, emocionando. Cantar Lionel, um clássico da música foi incrível, uma responsabilidade muito grande interpretar essa canção que foi algo importante do passado de muitas pessoas. Em compensação, cantar músicas de Milk, ainda mais música lenta. Aff que sono! Dormindo em 3…2…1, Zzzzzzzzzz

 

RESULTADO: Lumi

Ana: Lumi merecidíssimo permanece na disputa.

Edu: Vitória óbvia e merecida, sem mais.

Jeff: Vitória merecida de Lumi na batalha. Foi realmente o candidato que mereceu pela canção e pela garra, e Brown ganhou mais uma. Será que vai hoje?!

 

 

Renan Zonta – “We Are The Champions” (TIME CLÁUDIA) x Anna Akisue – “Something’s Got A Hold On Me” (TIME TELÓ)

Clique aqui para ver a performance.

Ana: O berro que dei com Renan acordou toda a casa! Que homão maravilhoso, que voz, senhores! Me arrepiei muito! Ele sempre consegue tirar as mais interessantes reações e sentimentos de quem o escuta. O famoso tiro de bazuca. Já achei Anna muito abaixo da expectativa que coloquei nela. A música foi ótima, presença de palco nem tanto.

Edu: Queen sempre consegue me emocionar com suas músicas, e Renan soube transmitir a mesma sensação. Fiquei arrepiado com o que o roqueiro foi capaz de fazer, e ainda estou em transe com isso. Anna até que foi bem, mas como essa música já se tornou batida graças às diversas vezes em que foi cantada no X Factor Brasil, fiquei com um leve ranço por conta justamente da song choice.

Jeff: Ouvir esta grande música emociona, levanta o nosso ego, nos faz querer ser grandes. Renan com sua voz de “roqueiro” trouxe leveza, e parecia bem tranquilo com sua apresentação. Anna fez até uma apresentação razoável nesta noite de batalha, mas faltou acelerar a música. Talvez não fosse a música certa para a candidata se ajeitar.

 

RESULTADO: Anna Akisue

Ana: É O QUÊÊÊÊÊÊÊÊ???????????? ME NEGO.

Edu: COMO ASSIM? Renan reinou, foi absoluto e perdeu? Me poupe, se poupe, nos poupe, público brasileiro. Espero e muito que ele vá para o X Factor ano que vem e chegue até a final, para eu soltar em meus comments um “CHUPA THE VOICE BRASIL”!

Jeff: Mais uma vez vou discordar, prefiro o Renan. Cantou com muito mais vontade.

 

 

Amanda Lince – “10%” (TIME TELÓ) x Cammie – “Hoje” (TIME LULU)

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Socorro essa voz cantando o hino da sofrência. Não nego que estou um pé atrás com Amanda, a voz dela é muito grave pra encaixar em certos tipos de sertanejo. Mas não nego que cantou bem. Esse pé atrás com Amanda está há quilômetros com Cammie. A música foi muito estranha, Ludmilla tem um tom bem parecido com Cammie, mas a participante não chegou nem perto da cantora. Sei lá.

Edu: Amanda foi incrível com esse poderoso hino da sofrência, transmitindo a melancolia que a canção exige. Cammie até que não foi ruim, mas essa a song choice pra mim não casou 100%, apesar dela ter vindo com uma incrível presença de palco.

Jeff: Sertanejo na veia sempre. Amanda arrasando mais uma vez, a batalha promete ser equilibrada. Já Cammie veio com uma canção boa de cantar numa batalha, trazendo uma espécie de confiança e segurança no artista. Vamos ver o que rola!

 

RESULTADO: Amanda Lince

Ana: Francamente, foi uma batalha bem blé, qualquer uma das duas que ficasse, seria indiferente.

Edu: Gente, por favor né? O sertanejo é o estilo musical unânime no Brasil, e por conta disso a vitória de Amanda já estava decretada desde o começo.

Jeff: Na batalha do sertanejo com o funk, deu sertanejo. Amanda simplesmente arrasou. Até a próxima fase!

 

 

Dan Costa – “Meu Mundo E Nada Mais” (TIME LULU) x Joana Castanheira –  “Coisa Linda” (TIME CLÁUDIA)

Clique aqui para ver a performance.

Ana: No início, Dan ficou muito inseguro, chegando a desafinar no início. Mas ao longo da canção, ele foi quebrando forninhos, finalizando de forma linda e simples. Joana que quebrou com Tiago Iorc. Foi lindo, soft e notavelmente ela é eclética, maravilhosa

Edu: Que batalha, meus amigos! Dan veio com uma apresentação incrível, me emocionei demais com ele. Aliás, essa música do Guilherme Arantes é espetacular, e eu amo de paixão. Joana conseguiu transmitir uma ternura incrível desse dueto de Tiago Iorc com Sandy, e eu simplesmente fechei os olhos aqui e viajei ao som da música.

Jeff: A apresentação parecia um musical, não achei muita graça não. Joana, em compensação veio com uma canção que adoro. Ela arrasou com sua voz maravilhosa na apresentação.

 

RESULTADO: Dan Costa

Ana: Foi uma batalha justa, os dois foram muito bem.

Edu: Vitória mais que justa, Dan se entregou de forma incrível, soube transbordar uma emoção única. Não desmerecendo Joana, porque ela foi maravilhosa, mas o rapaz foi mais merecedor.

Jeff: Não gostei não, preferiria Joana. O público mais uma vez decepcionando com estes resultados.

 

 

Cobra – “Use Somebody” (TIME CLÁUDIA) x Afonso Cappelo – “Mais Que A Mim” (TIME BROWN)

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Francamente, odiei. “Use Somebody” é uma música rápida, balada muito agitada, e ela conseguiu me deixar com sono. Sem contar que claramente ela está imitando Caleb Followell, vocalista do Kings Of Leon, que tem uma rouquidão natural na voz. Afonso sempre impressiona com sua potência vocal, e hoje não foi diferente. Foi uma baita apresentação.

Edu: Taylor Swift, digo Cobra (desculpa, mas farei esses trocadilhos o tempo que for), pegou uma música intensa e agressiva, por mais que seja balada, e a transformou em algo extremamente calma e serena. Tipo, ela mandou muito bem, mas errou feio em mudar radicalmente a faixa. Afonso, em contrapartida, veio com outra apresentação destruídora, e deu para ver o quanto ele transmitiu uma vulnerabilidade sem igual.

Jeff: Que música linda. Senti alguns pequenos defeitos na apresentação em alguns momentos, como falta de sincronia em algumas ocasiões. Afonso arrasou no estilo romântico, que voz! Batalha complicada. Que vença o melhor.

 

RESULTADO: Afonso Cappelo

Ana: Venceu quem foi melhor, claramente.

Edu: Vitória mais que óbvia essa, convenhamos.

Jeff: E lá vai mais uma vitória do Brown. Vitória merecida de  Afonso!!!

 

 

Laura Dalmas – “É Isso Aí” (TIME BROWN) x Bruno Gadiol – “Sorry” (TIME TELÓ)

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Essa música tá bem batida, mas né, Ana Carolina <3 Laura foi bem, mas Bruno ganhou o público cantando “Sorry”, que eu particularmente achei bem pombo, principalmente pela pronúncia de algumas palavras na música. Preferiria Laura.

Edu: Laura é divina, e cada vez mais me encanta. Bruno é o queridinho do público, por conta de seu apelo mais pop. Batalha difícil essa.

Jeff: É isso ai… arrasando,  Laura. Aliás que voz ela tem, perfeita! Justin Bieber no The Voice Br. Canto essa música desde que ela foi lançada. Na interpretação do Bruno, ao que se refere-se entonação e sincronia, está perfeito. Só achei que ele deixou a música meio lenta.

 

RESULTADO: Bruno Gadiol

Ana: Ganhou quem tinha o público ao seu favor. Não gostei nada da performance, mas né… Pena ver Laura saindo.

Edu: Bruno mandou bem, e como disse acima, por ele ter essa pegada pop, vai ainda bem longe na disputa. Doeu demais ver Laura saindo, e espero que ela continue investindo na carreira.

Jeff: Bieber venceu, ou melhor, Bruno. Agora só não decepcionar nas próximas fases.

 

 

Brenda Gonçalves – “Esotérico” (TIME TELÓ) x Vitória Carneiro – “As Canções Que Você Fez Para Mim” (TIME LULU)

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Que delícia essa vibe de Brenda. Amei, apesar de não gostar muito da escolha da música. Dormi três sonos com Vitória, Deus defenda.

Edu: Fiquei simplesmente apaixonado por essa performance de Brenda. Que voz, meus amigos. Agora Vitória foi bem chatinha, não é mesmo?

Jeff: Brenda arrasou, a parte da capela talvez tenha sido o auge da apresentação. Vitória tem um timbre de voz muito interessante. Achei uma batalha meio sem graça, sem sal. Poderiam ter contribuído melhor

 

RESULTADO: Brenda Gonçalves

Ana: Justíssima vitória, Brenda me levantou do sofá cantando Gilberto Gil.

Edu: Finalmente o Teló da temporada passada está de volta. Achei justa todas as vitórias do jurado, pois finalmente ele acordou para a disputa, e seus pupilos mandaram super bem, exceto Anna que ainda estou revoltado dela ter vencido a batalha contra Renan. E com Brenda não foi diferente, vitória mais que merecida.

Jeff: Genteee#TeamTelo Simplesmente todos os candidatos passaram para a próxima fase. Brenda mereceu sua vaga, arrasou na apresentação.

 

Após esse massacre de Michel Teló, os classificados dessa semana foram:

 

Time Brown: D’Lara, Lumi, Afonso Cappelo

Time Cláudia: Não venceu nenhuma batalha

Time Lulu: Dan Costa

Time Teló: Anna Akisue, Amanda Lince, Bruno Gadiol, Brenda Gonçalves

 

O que acharam do desfecho dessa fase? Na próxima semana começa uma nova etapa, intitulada “Remix”, fiquem atentos.