The Voice UK – 5×12/13 – Quarter Finals

the-voice-5x1213

Continua após as recomendações

Finalmente chegou a fase de live shows! Agora o público também tem poder de decisão no The Voice UK que, ao invés de 12 acabou antes mesmo do programa ir ao ar o seu número reduzido para 10. O motivo? A candidata Beth Morris (team Paloma) saiu do programa por problemas pessoais – apesar da BBC não ter entrado em detalhes, a moça foi pega usando cocaína horas antes de aparecer ao vivo. Outra que também se despediu foi Chloe Castro (team Ricky), essa por sua vez devido a sua saúde, que anda bem fragilizada.

Perdas à parte, os jurados tiveram seus últimos poderes de decisão da temporada, e dois candidatos voltaram para casa. Vamos ver o que rolou?

Continua após a publicidade

 

PERFORMANCES

 

Lydia Lucy – “Somebody Else’s Guy”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=yCtEPrTp-AM[/youtube]

Edu: O QUE FOI ESSA PERFORMANCE? Depois de ter me decepcionado na fase anterior, Lydia veio com uma apresentação destruidora, parecendo ser já uma popstar consagrada performando seu single atual. Fiquei boquiaberto aqui com ela, e independente dela ganhar ou não, a jovem merece fechar contrato com alguma gravadora e estourar na cena musical.

Luke: Claramente uma estrela surgindo no palco. Desde sua primeira apresentação já sabia que Will iria investir em Lydia, caso ela continuasse na competição. E assim ele fez, uma apresentação bem ao estilo da cantora, com seu potencial vocal trabalhado ao máximo.

 

Lyrickal – “Just Like A Child”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=wzxbqSr6Fu8[/youtube]

Edu: Não sei que macumba Will fez, mas seus pupilos até agora não decepcionaram. Lyrickal veio com uma apresentação muito bonita e emocionante, foi sua melhor na competição até agora. A forma como o act se entregou foi única, o que fez dar esse diferencial na apresentação. Estou aplaudindo aqui até agora.

Luke: Infinitamente melhor que suas apresentações anteriores, Lyrickal veio mostrar ao mundo sua voz. Sem firulas, sem agudos desnecessários, com emoção e muita paixão envolvida. Mostrou a todos que pode ser uma boa escolha quando se dedica inteiramente a sua paixão. Mandou muito bem com o trabalho na música e na escolha.

 

Lauren Lapsley-Browne – “Dreamer”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5YyterRpUfg[/youtube]

Edu: É só elogiar o cara, que é claro que viria alguma “cagadinha”. Lauren fez uma apresentação regrada na farofada, com excesso de firulas e isso me causou um bode grande. Apesar disso não foi a vergonha alheia suprema, mas perto dos outros pupilos do jurado, foi exagerado demais.

Luke: Bem longe de ser uma das melhores apresentações até o momento, Lauren fez um bom trabalho, mas não superou a apresentação de seus adversários. A competição fica cada vez mais acirrada a partir de agora, e eles devem ser bem críticos ao analisarem as performances.

 

Heather Cameron-Hayes – “Stitches”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=hC9sYgWFLt8[/youtube]

Edu: Não sei se o motivo é que eu odeio essa música, mas vou ser franco que não gostei dessa performance. Aguardando a opinião de meu amigo Luke sobre.

Luke: Sou obrigado a discordar. Gostei da interação do piano com a voz dela, apesar das pequenas falhas durante a canção. Nada que um amadurecimento vocal associado às dicas técnicas de Paloma não ajude. Heather é uma competidora e tanto. Aquele mundo de flores pelo palco me deixou com um pouco de dor de cabeça, mas no geral eu gostei da apresentação.

 

Jordan Gray – “Shake It Out”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=4oPHE3nyeLw[/youtube]

Edu: ESTOU DESMAIADO! Jordan honrou com louvor essa música maravilhosa da minha bruxa trevosa favorita, aka Florence. Foi algo bem teatral, mas que Jordan soube utilizar cada elemento na medida certa. Alguém tem dúvidas de que ele será finalista?

Luke: Já me arrepiei no início da canção. Florence é destruidora por onde passa, e Jordan soube honrar cada palavra da música. Foi lindo, emocionante e agradeço cada dia ao bug na competição que o trouxe até nós. Jordan é um exímio cantor e merece com toda certeza uma chance nas semifinais.

 

Kevin Simm – “I’m Kissing You”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=6rYnb9D9CyY[/youtube]

Edu: MEU DEUS DO CÉU! Essa foi simplesmente a melhor performance de Kevin durante toda a competição, é sério. Estou todo arrepiado aqui com essa maravilha, que foi muito emocionante e fiquei sem palavras aqui. Que Ricky utilize seu último poder de decisão nele, por favor.

Luke: Totalmente encantado do início ao fim da apresentação. Chegamos a um ponto onde o nível técnico de alguns jurados estão sendo provados ao máximo. Team Ricky é um dos melhores em minha singela opinião, e tem grandes chances de um bicampeonato.

 

Jolan – “Yes”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=9GsFYapK1qo[/youtube]

Edu: Jolan começou de forma tímida sua performance, e logo pensei que seria algo entediante. Só que no meio do nada sua evolução gradual surpreendeu tanto, que logo o act estava numa potência impressionante. Mesmo assim, Kevin ainda merece ser a escolha de Ricky para a semifinal.

Luke: Teremos muito trabalho nas semifinais, isso eu posso garantir. Principalmente após essa apresentação incrível de Jolan. Ele dominou a canção, fez um arranjo só seu e trouxe uma energia muito boa ao palco. Ricky está de parabéns pelo trabalho desenvolvido com seus dois competidores.

 

Harry Fisher – “Space Oddity”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=7vFKup660jk[/youtube]

Edu: Essa é a minha música favorita de Bowie, e Harry fez um trabalho incrível. Foi emocionante de se ver, ainda mais porque ainda está recente a perda dessa lenda do rock. Aprende como é honrar alguém com louvor, Lady Gaga.

Luke: Bowie deixa sua marca por onde passa, e Harry soube trabalhar com louvor em cima de “Space Oddity”. Muito bem organizado, com um tom impecável, George terá um trabalho e tanto na sua decisão.

 

Vangelis – “Here Comes The Rain Again”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=lfsa2fG85yg[/youtube]

Edu: Gosto muito de Vangelis, mas tenho que admitir que essa foi sua pior apresentação até agora. Outra farofada cheia de firulas que achei sem necessidade alguma de ter.

Luke: Tenho certeza que Boy George tem uma certa influencia sobre as song choices de seus pupilos. Eu gostei da apresentação, Vangelis tem todo um estilo underdog no Team George, e eu acho interessante como isso reflete em suas apresentações. Ele mandou bem no desenvolver da canção, e isso só significa mais trabalho ao coach.

 

Cody Frost – “Ordinary World”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5-WKn7-cCDE[/youtube]

Edu: “Ordinary World” é uma das minhas músicas prediletas da vida, e me empolguei quando soube que Cody cantaria. Mais uma vez ela não decepcionou, e amei esse tom sombrio que a garota deu à canção. Apesar disso tenho que admitir que não foi sua melhor apresentação por aqui, mas independente de ser escolhida ou não por Boy George, Cody vai pra semifinal brincando.

Luke: Ah Cody, por que você faz isso comigo?? A música é sensacional, a voz dela também, mas me faltou um pouco de emoção nessa performance. Não sei bem o que dizer.  Como disse Edu, as chances dela ir pra semifinal são altíssimas pela qualidade da competidora, mas queria um pouco mais dela nessa semana.

 

ELIMINAÇÕES

Edu: Exceto pelo Will, as escolhas dos demais coaches foram previsíveis, onde eles acabaram optando por seus “preferidos”. A minha surpresa foi a eliminação de Harry, já que de Lauren foi um grande alívio, pois ela nem devia estar nessa fase, para ser bem franco. Eliminar Haether ia ser de uma grande injustiça de contrapartida, mas é uma pena ver o act de Boy George partir. Só que né gente, faz parte da competição.

Luke: As duas grandes perdas dessa semana abalaram um pouco a competição. A saída de Chloe e Beth foram um choque para todos que acompanham a competição. Os times de Will e Boy ficaram então com a função de eliminar alguém, por estarem ambos com 3 competidores. A escolha de Boy foi surpreendente, Harry foi sensacional em sua apresentação, mas analisando um time tão poderoso como é Team George, já podíamos prever grandes surpresas e emoções. Will obviamente iria continuar com sua estrela Lydia, e a passagem de Lyrickal para as semifinais me mostrou que o competidor pode ter grandes chances, se demonstrar a mesma técnica desta semana. Lauren se despede do Team Will não por ser uma competidora fraca, nem por erros de apresentação, mas sim, por uma competição cada semana mais acirrada.

 

Acharam justas as escolhas dos semifinalistas? Nesse fim de semana a disputa promete mais gás, pois será a partir que conheceremos então quem vai disputar o título da temporada.

Nenhum comentário

Adicione o seu