The Voice UK – 5×15 – Final

the-voice-5x15

Continua após as recomendações

Fala minha gente, como estão? Depois dos últimos dias bem agitados para a galera do Team Reality, por conta das finais de BBBAmerican Idol, agora é a vez de The Voice UK ter o seu desfecho. A quinta temporada também serve como a última produzida e exibida pelo canal britânico BBC, já que a ITV, responsável por levar ao ar programas como The X Factor, adquiriu os direitos sobre o reality, valendo já a partir do próximo ano.

Vamos acompanhar como foi essa final?

Continua após a publicidade

 

PERFORMANCES

 

Jolan – “I Heard It Through The Grapevine”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=AnTdiqKndrY[/youtube]

Edu: A final começou com tudo, que performance meus amigos. Dava para ver o quão Jolan estava à vontade em cantar a música, que ele a fez como sua. Foi extraordinário, e fiquei boquiaberto do começo ao fim. Essa é a esfregada bem dada na cara de todos do porquê Ricky Wilson é um dos melhores jurados de reality show que existe.

Luke: Começando uma grande final com uma gigantesca song choice. Uma belíssima canção, que foi tão bem encaixada com a voz de Jolan. Ricky mostra a todos nós o porquê de ter dois candidatos na final, o trabalho realizado pelo rapaz durante a competição foi incrível. Jolan desenvolveu bem até aqui, e não fez feio abrindo essa grande final.

 

Lydia Lucy – “No One”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=O8OlUsd1PtM[/youtube]

Edu: Olha eu gostei dessa apresentação, que aliás foi maravilhosa. Só que algo me incomodou por demais, o que impediu que a mesma fosse absolutamente perfeitamente, que foi a mesclagem de samples de “Where Is The Love”, música de ninguém menos que Black Eyed Peas, grupo de nosso titio Will. Qual a necessidade?

Luke: Lydia foi aquela situação inesperada. Ela sempre teve momentos de altos e baixos. Chegou destruindo na competição, se perdeu um pouco e voltou arrebentando corações há umas duas semanas. Parece que Will aprendeu que a emoção transpassa bem a garota, e resolveu utilizar mais deste recurso. Uma digna apresentação para a final, uma grande voz, que já é uma estrela, mas possui grandes concorrentes.

 

Kevin Simm – “Stay”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=4fbwCrofVv4[/youtube]

Edu: Essa música já é incrível por si só, com uma densidade e melancolia absurda. Kevin veio com ela e simplesmente destruiu, porque quando o rapaz quer faz isso como ninguém. A explosão de suas emoções diluída em cada verso da canção foi tão profunda, honesta, que não teve como não torcer para ele ganhar essa temporada depois dessa.

Luke: Acredito que não há muito a dizer. A emoção de Kevin ao cantar já demonstra toda sua capacidade e sua vontade de estar ali. Ele canta com a alma, e é bem nítido isso em suas expressões. Achei incrível todo o trabalho em “Stay”, foi uma apresentação visualmente simples e encantadora pelo timbre característico de Kevin. Tá de parabéns!

 

Cody Frost – “Mad World”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=-YFbxFq6Zr8[/youtube]

Edu: Só de pensar que duas semanas atrás Adam Lambert apresentou novamente essa música no palco do American Idol, e o quanto isso me arrepiou. Aí vem minha trevosa maravilhosa e repete o feitio, aí não tem coração que aguente. Gosto do toque sombrio que Cody dá em suas apresentações, e mais uma vez, pra variar, ela acertou em cheio.

Luke: Tava comentando com Edu aqui, há uns dois dias relembrei de uma versão que ouvi dessa música, e comecei a escutá-la. Quando vi que Cody iria representá-la na final, não consegui conter a emoção. O tom sombrio cabe bem a Cody, o quesito emoção transpassa bem a alma dela como cantora. Um trabalho digno de premiação, como todos feitos até o momento. E posso dizer que estou encantado com as song choices dessa grande final.

 

SPECIAL PERFORMANCES

 

Boy George and Cody Frost – “Imagine”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=jTd7iUbrBZw[/youtube]

Edu: Quando percebi o instrumental do piano que seria “Imagine” a parceria entre eles, meus olhos já estavam lacrimejando antes de mais nada. Foi lindo, emocionante por demais, algo teu genuíno e honesto por parte de ambos. A forma como eles se olhavam e se correspondiam. Foi tudo maravilhoso, e me deixou aqui deslumbrado.

Luke: A apresentação foi incrível? Sim. A song choice foi perfeita? Sim. Boy George é o rei do TVUK? Sim. Então qual foi o problema da apresentação? Senti uma leve sobreposição do jurado sobre Cody. Ele se impunha mais na canção, tomando um pouco do espaço da garota. Não sei se estou maluco ou realmente ocorreu, mas percebi esta leve diferença de empolgação. Mas ainda assim não deixou de ser incrível. “Imagine” é um ícone na música mundial, e escolher uma canção desse nível para uma grande final, é carta certeira de sucesso.

 

Ricky Wilson and Jolan – “Are You Gonna Go My Way”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=C6v3cTazq2w[/youtube]

Edu: E o meu shipp eterno do The Voice UK finalmente cantou junto, apenas os dois. Ricky consegue ser incrível em todos os momentos, né? Que song choice absolutamente fantástica, que apresentação cheia de energia e atitude do começo ao fim. Foi explosivo, dinâmico, empolgante e divertido.

Luke: Ricky tem em si uma leve insanidade ao cantar, algo como Crazy Eyes, até meio hipnóticos, e isso é incrivelmente encantador. O jurado é sem dúvidas o mais realista e crítico em suas escolhas, e provou ter conhecimento levando duas pessoas a final. O dueto com Jolan poderia ser muito bem convertido a um show, porque foi exatamente isso que eles apresentaram no palco: um incrível show que eu faria muito gosto de estar presente.

 

Ricky Wilson and Kevin – “Mr. Brightside”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=EVv2uDMG-pA[/youtube]

Edu: Aí eles vêm com a minha música predileta do The Killers, como não torcer de uma vez por todas para Kevin levar? Assim como Jolan, Ricky apostou em algo bem explosivo com seu outro pupilo, que funcionou perfeitamente bem. Depois dessa apresentação, acho que já dá para tirarmos nossas devidas conclusões de quem levará essa temporada, não acham?

Luke: A cena repete com quase os mesmos personagens. Ricky novamente soube bem trabalhar a diferença de seus competidores a seu favor. Se encaixou perfeitamente nas apresentações, sem deixar de lado o foco principal, que está em busca do premio. Kevin é um grande cantor, e vem crescendo desde o início da competição. O trabalho com “Mr. Brightside” foi perfeito e posso dizer que aposto grandes fichas no rapaz.

 

will.i.am and Lydia Lucy – “Boys & Girls”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=xMsi6cWYJaA[/youtube]

Edu: Nossa gente que raiva fiquei de Will. O motivo? Ele pegou Lydia para única e exclusivamente promover seu novo single, que foi lançado semana passada. Que coisa feia hein mocinho?! No fim ele se destacou, e ela saiu apenas como “artista convidada”, matando de vez sua chance de levar a temporada.

Luke: Fiquei meio que com medo de Will naqueles carrinhos. A apresentação foi boa, eles trabalharam muito o uso de recursos externos, como luzes, bailarinos, números de dança, objetos… Não que isso seja ruim, no geral a garota conseguiu mostrar que mesmo sendo um sucesso ao declamar sua emoção em canções mais lentas, ela não perdeu a essência de estrela que veio apresentando desde o início. Mas como uma pessoa que é adepta do menos é mais, acharia melhor trabalhar mais com a voz de Lydia sobre uma música forte e poderosa.

 

WINNER SINGLE PERFORMANCES

 

Jolan – “All You Good Friends”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=qfXVvvWsvik[/youtube]

Edu: Gente do céu, eu estou arrepiado até agora. Que música maravilhosa, e como ela combinou com Jolan. É inevitável não se emocionar com essa canção, que tem um incrível poder, que Jolan conseguiu transmitir meio a uma potente emoção, tudo diluído em sua incrível voz.

Luke: Jolan é um cantor incrível, e não há quem conteste isso. Sua apresentação foi incrível, bem delicada, bem trabalhada, poderosa. O timbre que o rapaz possui encanta a todos. Uma canção bem trabalhada, mostrou técnica e conhecimento. Jolan vai com toda certeza estourar depois dessa competição, independente do resultado, ele possui toda e qualquer chance de fazer seu nome no mundo da música internacional.

 

Kevin Simm – “All You Good Friends”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=y8gKkdL7xOk[/youtube]

Edu: E não é que essa nova obra prima casou muito mais com Kevin? Ele tem esse dom de entregar suas emoções no que canta de forma única, o que não foi diferente em sua winner performance. Se com Jolan já foi algo lindo de se ver, com Kevin você multiplicar isso por dez, porque definitivamente foi algo que zerou vidas e a competição;

Luke: Concomitantemente temos Kevin tão incrível quanto. Quase impossível ouvir duas apresentações com a mesma canção, e não realizar uma mínima comparação. Foram trabalhos diferentes, com um mesmo intuito e com significados diferentes. Desta vez a regra do menos é mais não pode ser tão bem aplicada. Jolan trabalhou com o estouro, com a empolgação e o poder vocal. Kevin trabalhou com a simplicidade, a sutileza e a harmonia. Duas performances tão interessantes e apaixonantes, que fica difícil de tomar um partido sobre a decisão final.

 

VENCEDOR

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=_Qactref560[/youtube]

Edu: Olha essa foi a temporada mais fraca de The Voice UK, mas a redenção veio à altura nessa fase de live shows, e a reta final então principalmente. Todos fizeram um ótimo trabalho, e a adição de Boy George e Paloma Faith deu uma renovada na atração. Kevin fez uma campanha incrível, é claro que rolaram tropeços no meio do percurso, mas mereceu ter vencido sim. Jolan foi desde as blinds um dos favoritos de Ricky, que não teve vergonha alguma em escancarar tal preferência. Cody conquistou pelo diferente, seu visual toda “diferentona”, suas performances sombrias, mas que apenas eram fachadas para mostrar a belíssima, dócil e incrível garota que a jovem é. Lydia é uma potência artística incrível, mesmo com alguns deslizes, ela mereceu estar na final e, independente de não ter ganhado a competição, a jovem tem todo o potencial para estourar na cena pop, e torço muito por isso. Ricky mereceu esse bicampeonato, pois mostrou o quão incrível ele é, e torço muito para que ele possa continuar nessa nova temporada do programa, que está migrando de canal, apesar de achar difícil disso acontecer, pelo que ando lendo por aí.

Luke: Minha gente, que lindo ver esse fim. Há tempos não me sentia vendo algo em que a justiça prevalecesse. Por mais que Jolan, Cody e Lydia tenham sido incríveis competidores, com carreiras garantidas, se bem trabalhadas, Kevin foi aquele que mais emocionou durante as semanas. Aquele que sempre na simplicidade da voz, trouxe mais emoção à canção, mais alma, que soube ouvir conselhos e aprimorar em cima da sua personalidade. Tivemos uma temporada de peso, com Boy e Paloma trabalhando bem sobre suas novas posições (mais nosso King George do que Palomita), tivemos Ricky almejando um bicampeonato e desenvolvendo incrivelmente bem com seus competidores, tivemos quatro finalistas dignos de suas posições, por apresentarem incríveis propostas de canções ao público, e um campeão mais do que merecido na final. Foi muito legal minha estreia no Team Reality, a temporada acaba, mas o trabalho nunca termina, então vejo vocês logo logo para falarmos ainda mais sobre a grande paixão mundial que é o universo da música. Abraços! 😀

 

O que acharam dessa final? Justa a escolha?

Nós ficamos por aqui, mas continue acompanhando a turma do Team Reality, que ainda vem muita coisa boa pela frente. Em breve cobriremos novos realities.

Ano que vem estaremos de volta com mais uma temporada de The Voice UK. Obrigado por nos acompanhar!

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

No comments

Add yours