The Voice UK – 6×04 – Blind Auditions

Imagem: Metro

Imagem: Metro

 

Olá, como estão vocês? A fase de blind auditions do The Voice UK está prestes a entrar em seus momentos decisivos, e os times vêm ganhando cada vez mais forma. Dentro de algumas semanas saberemos definitivamente quem continuará na disputa, rumo às batalhas.

 

Continua após a publicidade

PERFORMANCES

 

Jack Bruley – “Tennessee Whiskey”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=KKL1CmGngDE[/youtube]

Edu: Eu particularmente não gosto muito dessa música, mas Jack conseguiu fazer uma performance muito boa. Podia ter sido melhor? Claro que sim, mas tenho certeza que ele vai causar muita destruição na competição, ainda mais tendo JHud como sua coach. Vamos aguardar…

Luke F.: Fui muito com vibe dele, mas senti o candidato um pouco estagnado durante a apresentação. Ficou tudo linear, não houve certa evolução durante a música. A qualidade dele é indiscutível, e espero que ele se entregue e cresça mais durante as apresentações.

Luke S.: E não é que o moleque canta bem? Eu estava na certeza que não sairia nada de bom ali, e me surpreendi foi muito. Curti o estilo e voz dele, acho que pode se dar muito bem no programa. Foi pra abrir com tudo a noite.

 

Ryan James – “I Heard It Through the Grapevine/Superstition”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SSkyj3JNX9E[/youtube]

Edu: O QUÊ? Simplesmente inadmissível ninguém ter virado para Ryan, pois ele foi absolutamente ótimo. Adorei a performance, o senti bastante seguro de si, e espero muito que ele volte ano que vem.

Luke F.: Eu realmente gostei do estilo dele e, como disse JHud, “Superstition” se encaixou muito melhor em sua voz. Eu, particularmente, sou um grande fã das duas canções, e gostei da forma com que foi apresentado, mas, ainda assim, fiquei com a mesma pulga atrás da orelha que os quatro coaches. Muitas vezes sua voz não ecoava durante a canção, e isso pesou um pouco na decisão final.

Luke S.: Alguém me explica por que diabos ninguém virou? Eu também curti bastante o estilo do Ryan e fiquei torcendo demais pra ele seguir pra próxima fase, mas infelizmente os mentores seguem mais exigentes do que nunca, e não rolou.

 

Hadleigh Ford – “This Year’s Love”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=8Er1pL1xxIY[/youtube]

Edu: Diferente dos dois Lukes, de primeiro instante não gostei tanto assim da performance, achei tudo muito sonolento. Espero e muito que eu possa pagar a língua nas battles, vamos ver.

Luke F.: A apresentação foi muito bem feita, em cima de uma song choice certa para seu timbre. Muitas vezes sentia que ele não estava crescendo na competição, mas os arrepios que sua voz proporcionou diziam o contrário. Um grande competidor, que tem tudo pra ser bem trabalhado e chegar muito longe.

Luke S.: Meu preferido desse episódio, porque sim. Que voz deliciosa de ouvir, gente! Daquele tipo que tu ouve uma vez no rádio, e consegue identificar na hora quem está cantando. Curti demais o professor e toda a audição, ele soube escolher muito bem a música e entregar o melhor de sua voz. Fiquei aqui com uma baita vontade de mais.

 

Liza Barker – “Alone”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=sFWN3rXZZTc[/youtube]

Edu: “Alone” é uma deliciosa sofrência gótica dos anos 80, que amo por demais, e me identifico muito com a profundidade de sua letra, uma das minhas canções favoritas da vida. Adorei a evolução que Liza foi tendo durante a apresentação, e no momento mais poderoso da música, foi a hora certa que mostrou para o que veio. Amei por demais, e ainda bem que a maravilhosa JHud virou para ela.

Luke F.: Eu sou suspeito pra falar, porque essa música mexe demais comigo. A maneira com que ela começa suave e explode força e confiança é incrível. Liza fez e aconteceu no palco, e mostrou seu poder vocal de uma forma única. Já estou ansioso pra ver mais dela em palco.

Luke S.: Ela explodiu no vozeirão hein?! Até chegar na parte grande da música, eu estava achando apenas ‘ok’, mas Liza mostrou que tem um potencial grande, e é mais uma que pode surpreender bastante.

 

Jon Middleton – “You’re Beautiful”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=bXB1Vfb6nN8[/youtube]

Edu: Ai gente, apenas não. Adeus!

Luke F.: É complicado julgar pessoas assim, ao acaso. O garoto fez uma releitura própria da canção. Ele colocou sua identidade com a maneira que cantou, e isso agradou a todos que o assistiam, menos aos jurados. Eu não consigo dizer que gostei, pois sou muito apegado à versão original com as nuances de James Blunt, mas também não foi um total fracasso.

Luke S.: Mais um que pra mim merecia ter passado pra segunda fase, mas que infelizmente ninguém virou. O rapaz tem aquele tom de voz bem gostoso, mas não foi o suficiente para agradar um dos mentores.

 

Clara Hurtado – “Latch”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=-ZQdRc_a9gI[/youtube]

Edu: Maravilhosa! Clara simplesmente zerou vidas com essa performance espetacular, e foi simplesmente a melhor versão que já ouvi até agora da música. Formidável a forma como tudo foi conduzido, e acredito que Will vai saber fazer um ótimo trabalho com a garota, assim como aconteceu com Lydia Lucy no ano passado.

Luke F.: Que apresentação maravilhosa! Ela foi suave com a canção, fez sua versão própria, entregou muito de seu potencial. Tenho certeza que vai crescer e muito nas mãos de Will. Uma grande estrela que pode ir longe nesta competição.

Luke S.: Já pode dizer que estou apaixonado pela Clara? Não bastou ela pegar essa música maravilhosa, ainda entregou uma audição inteirinha deliciosa! Ótima voz, presença de palco e estilo impossível de não se apaixonar. Quero mais!

 

Ryhann Thomas – “Swear”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=jtsXGrvotBI[/youtube]

Edu: Quem mais ouviu essa performance na versão de “Eu Juro”, de Leandro & Leonardo, levante a mão. Por conta dessa assimilação, vou ser sincero que não consegui me sentir conectado com a apresentação. Não sei se foi digno de ter uma cadeira virada, mas assim como meus brothers, não acho que vá muito longe. Vamos ver o que vovô Tom fará com o rapaz.

Luke F.: Eu gostei da apresentação, mas tenho minhas dúvidas com o act. Espero estar enganado, e que Tom faça um grande trabalho com ele. A sua voz é boa, tem uma pegada romântica em seu estilo de cantar e espero vê-lo crescendo nas próximas etapas.

Luke S.: Particularmente não curti muito, porque pra mim parece mais aquele tipo de act que vai ficar sempre na mesma coisa. Por conta disso, acho que nem vai muito longe.

 

Chantelle Jackson – “Don’t Let Go (Love)”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Wl0xaK_qyJE[/youtube]

Edu: Tchau, querida!

Luke F.: Foi meio tipo pombo, gostei não.

Luke S.: Ela tem uma voz bacana, mas pra mim faltou alguma coisa ali. Sei lá, pareceu meio exagerado.

 

Tanya Lacey – “All The Man That I Need”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=S-HMAOFmFdM[/youtube]

Edu: Ótima forma de terminar mais uma semana de blind auditions. Tanya foi magnífica, soube apresentar um controle vocal impressionante, e com certeza já se tornou uma das mais poderosas do Team Gavin.

Luke F.: No início eu estava tipo: “Não vai rolar…”. Mas aí fui realmente surpreendido pela sua performance, e no fim estava torcendo pra ela, kkk. Definitivamente é uma grande competidora, mas que deve tomar certos cuidados. Espero que Gavin consiga trabalhar muito bem com sua voz e seu estilo.

Luke S.: E a cara do Will quando ela disse que teve participação em uma das composições que ele gravou? Demais! Gostei da Tanya, é mais uma bem talentosa que se souber escolher bem as músicas, pode roubar a cena.

 

A quarta semana de blind encerrou com os seguintes classificados:

Team Gavin: Hadleigh Ford, Tanya Lacey

Team JHud: Jack Bruley, Liza Barker

Team Tom: Ryhann Thomas

Team Will: Clara Hurtado

 

O que acharam das performances? Venham comentar conosco suas opiniões. Até a próxima!

 

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

No comments

Add yours