The Voice UK – 6×05 – Blind Auditions

Imagem: ITV
Imagem: ITV
Imagem: ITV

 

Continua após publicidade

Fala turma, tudo certo com vocês? No último final de semana aconteceu mais uma rodada das blind auditions do The Voice UK. Faltando cada vez menos para o início das battles, os times estão bem perto de serem fechados.

Continua após a publicidade

Vem dar uma checada conosco sobre o que rolou no sábado.

Continua após publicidade

 

PERFORMANCES

Continua após publicidade

 

Shakira Lueshing – “Freak Of The Week”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5tf0pkzHlWY[/youtube]

Edu: Ai gente, francamente? Não gostei nenhum pouco de Shakira, achei a act caricata demais, tentando imitar outras rappers famosas. Espero que Will a molde de forma em que ela mostre sua originalidade, pois vejo nela, como diz meu parça Luke Franco, um diamante bruto pronto para ser lapidado. Tomara que a candidata possa me surpreender nas batalhas, ou então tchau.

Luke F.: Um jeito diferente de se apresentar no TVUK. Gostei do estilo da garota que, claramente, deveria ficar no Team Will. Por mais que tenha clara influência de alguns nomes femininos do rap, eu consegui ver certa identidade em Shakira. Espero que ela honre o nome e cresça na competição.

Luke S.: Já não topei muito com a guria não, hein?! Ainda assim fiquei curioso pra ver como vai ser o trabalho dela com Will. Quem sabe não acabo me surpreendendo pelo caminho?

 

Lawrence Hill – “Save Tonight”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=V2S34I1HCRo[/youtube]

Edu: Tem naipe tipo “galã”, e dono de uma voz rouca, uma mistura que dá muito certo na franquia The Voice ao redor do mundo. Convenhamos que Lawrence mandou muito bem e, se ele conseguir chegar bem longe na disputa, se tornará queridinho do público nos live shows. Fiquei surpreso dele indo ao Team Will, já que imaginei de Gavin virando a cadeira para o rapaz.

Luke F.: Eu tô rindo e muito dessa virada do Will. Ele apertou o botão sem querer gente, como pode isso? Hahahha… Claramente o Team Gavin seria o ideal para Lawrence, contudo, Will teve a sorte ou não de tê-lo em seu time. Eu, particularmente, gostei da voz do rapaz, muito gostosa de se ouvir.

Luke S.: Gente, morri de rir com o Will virando sem querer. Fora isso, eu super curti a voz e estilo do Lawrence, é aquele tipo de voz que eu sou fã e passo o dia ouvindo tranquilamente. Então mesmo que por acidente, fiquei feliz por ele ter passado pra próxima fase.

 

Tom Johnston – “Hometown Glory”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=4pztdcKYG58[/youtube]

Edu: O QUÊ? Tudo bem que faltou uma pitada de algo na performance, mas Tom foi muito bem. Eu teria virado a cadeira com toda a certeza, e a rigidez extrema dos jurados às vezes me irrita profundamente.

Luke F.: A música estava boa pro seu tom, mas senti falta de algo. Não me arrepiei da maneira que eu esperava, e isso me deixou um pouco confuso. Enfim, um competidor que poderia crescer com o mentor correto.

Luke S.: Pra mim o problema é que ele quis enfeitar demais ali, e em alguns momentos acabou estragando um pouco a performance. Ele tem uma baita voz e consegue alcançar notas altas facilmente, mas precisa de um pouco mais de treino. Quem sabe numa próxima?

 

Zara Okro – “Alive”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=bIWdl5dqIMc[/youtube]

Edu: Amei a ousadia de Zara, vindo com esse grande hino grunge, de uma das minhas bandas prediletas da vida. Como fã de Pearl Jam tenho que ser bem crítico, que suas oscilações durante a música não lhe favoreceu, faltou uma certa agressividade que a canção exige. Foi bom, mas realmente não o suficiente para ter cadeiras viradas a seu favor.

Luke F.: Zara tem um tremendo potencial vocal indiscutível, ela possui força e usa disso na apresentação. As nuances podem tê-la tirado um pouco da zona de conforto, o que culminou na eliminação. Mas que sua apresentação foi ousada, isso é indiscutível.

Luke S.: Jurava que o Gavin viraria e, particularmente, acho que os dois iriam fazer um bom time, mas a coitada foi mais uma descartada.

 

Bosie – “Wicked Game”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=qDWz7-x4SKY[/youtube]

Edu: Depois de Alex & Sierra no The X Factor US, peguei gosto por casais que participam de realities musicais, e com Bosie não foi diferente. Foi uma apresentação bonita, honesta e singela. Só que, infelizmente, sabemos que duplas não costumam ir longe nos The Voice em qualquer canto do mundo, estourando e milagrosamente na fase de nocautes, não indo muito além disso.

Luke F.: Assim como o Edu, comecei a me encantar com casais em competições a partir de Alex and Sierra. “Bosie é legal, mas…” não consegui ver a sintonia deles em palco ainda. Espero que me surpreendam muito, para torcer por eles nas próximas etapas.

Luke S.: Fiquei meio que com o pé atrás com essa dupla, bem dividido mesmo. Sei lá, senti falta de um pouco mais de emoção na performance, mas não nego que eles têm potencial e também possam surpreender na próxima fase, vamos aguardar.

 

Scarlett Thomas-Perry – “Syrup And Honey”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SDFOkhyaL6Y[/youtube]

Edu: Jesus amado, que sofrido.

Luke F.: Próximo!!

Luke S.: Oi?

 

Danii Barnes – “Tears”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=LfW5R7y43xk[/youtube]

Edu: Danii tem talento, mas sua performance achei meio bagunçada. Ela tem o perfil perfeito para se dar muito bem no pop, e espero muito que esse seja o direcionamento certo para que vovô Tom possa guiar a candidata. Mesmo assim acho que ela tem mais a cara do Team Will, vai que isso não venha acontecer nas batalhas, não é?

Luke F.: Ela é o rostinho do Team Will nessa competição, mas acredito que Tom irá trazer a essência dela pra competição. Sua apresentação deixou claro que ela abrange diversas vertentes da música, mas ainda o faz de maneira confusa. Essa é claramente o diamante bruto a ser lapidado.

Luke S.: Ah, voz ela tem, mas gente, só eu achei que foi a música completamente errada pra ela? Pra mim deveria ter escolhido algo um pouco menos extravagante e exigente nos vocais, pois embora tenha um ótima voz, essa canção definitivamente não é pra ela.

 

Lucy Kane – “Will You Still Love Me Tomorrow?”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=iYpcdSXHkro[/youtube]

Edu: Há um grande trabalho a ser feito em Lucy, mas acredito em seu potencial. Não sei dizer bem ao certo, mas rolou uma conexão coerente entre ela e Tom, e acredito que ela será um nome e tanto de peso no time do veterano. Espero que isso realmente aconteça.

Luke F.: Eu fiquei a música toda com aquele ponto de interrogação na cabeça. Não sabia se gostava dela, se me identificava com sua voz. Mas aquele agudo que conquistou, e Tom veio até mim da mesma maneira. Quero muito mais dela nessa competição!!

 

Cherry Bomb – “Diamonds Are Forever”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SxqZ0WWJHFw[/youtube]

Edu: Gostei do estilo e de seu nome, mas a performance foi vazia. Achei péssimo, não rolou pra mim.

Luke F.: O semblante final de Will me representa muito bem. ‘Not gonna happen, Sorry!’

Luke S.: Meio sofrido de assistir, hein?!

 

Israel Allen – “And I Am Telling You I’m Not Going”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=pdehLSimO2k[/youtube]

Edu: Pra variar só um pouquinho, o melhor ficou para o final. Que voz, que talento tem esse Israel, fiquei arrepiado aqui com sua apresentação. Definitivamente o team JHud é o mais forte até o momento por aqui, e se continuar dessa forma e a jurada não cometendo deslize algum, ela poderá levar essa temporada de boa.

Luke F.: Interpretar um grande sucesso da música internacional já não é fácil. Interpretar para alguém que já fez uma releitura incrível desse sucesso é pior ainda, mas Israel fez um trabalho exemplar. Eu realmente me emocionei com a apresentação, e o time escolhido não poderia ser outro. JHud rumo ao título.

Luke S.: Então né, pelo menos alguém pra salvar esse episódio meio pombo. Teve muita gente cumprindo espaço, mas pelo menos o guri fechou mostrando um baita talento. Era óbvio que escolheria a Jen, então vamos esperar pra ver se ele segue surpreendendo nas próximas fases.

 

Após isso, os classificados da semana foram:

Team Gavin: Bosie

Team JHud: Israel Allen

Team Tom: Danii Barnes, Lucy Kane

Team Will: Shakira Lueshing, Lawrence Hill

No próximo programa as blinds chegarão aos momentos decisivos, faltando apenas duas vagas para os times de Gavin Rossdale e Jennifer Hudson, e três para os de Tom Jones e Will.i.am. E a ansiedade pelas battles só aumenta.