The Voice US – 10×01/02 – Blind Auditions

the-voice-10x0102

reality show de maior audiência da TV americana está finalmente de volta. The Voice vem em sua décima edição, e os jurados cada vez mais com a sede de ganhar exalando.

A Rainha principal da atração, Christina Aguilera, está de volta e já vem anunciando a quatro ventos que essa será sua temporada, vamos aguardar para ver. Quem também retornou foi a nossa majestade do Team Reality, Let Bastos, pois sim, nós aqui do Mix também temos revezamento em nossa cadeira giratória feminina. Além disso temos a estreia do Bernardo na nossa bancada.

Continua após a publicidade

Chega de papo e que tal conferirmos o que rolou nessa primeira semana de audições?

 

PRIMEIRO DIA

 

Paxton Ingram – “Dancing On My Own”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=I24HowCJzOc[/youtube]

Bernardo: Foi realmente uma ótima maneira de começar a temporada. Paxton conseguiu selecionar uma ótima música para combinar com a sua voz e fez uma bela apresentação. Todavia, não me surpreendeu, visto que todo o ano temos competidores iguais a este e que conseguem me empolgar muito mais. Não acredito que fez uma boa escolha ao ir para o time de Blake Shelton, mas isso só as batalhas irão dizer. Espero que o Sr. Ingram consiga se destacar mais para frente.

Edu: Começamos essa season 10 de uma forma que para ser sincero não me chamou tanta atenção assim. Algo na voz de Paxton me incomodou e tipo, ele soube escolher muito bem a música, e isso com certeza o ajudou. Espero me surpreender positivamente com o rapaz nas battles. Foi uma surpresa muito grande ele ter escolhido Blake, uma vez que havia dito querer o Pharrell, mas acho legal quando algo além do country vai para o time do jurado.

Let: Paxton é daquele tipo de pessoa que deixa claro que o estudo e a dedicação são essenciais. Não é o melhor cantor que já pisou naquele palco, também não me chamou tanta atenção assim sua apresentação. E como os meninos, fiquei confusa com a escolha por Blake, mas ficou claro como um elogio faz diferença para o menino.

Luke: Já começou muito bem! Adoro essa música e sempre que alguém canta fica impossível não lembrar da audição do Calum Scott pro Britain’s Got Talent. Quanto ao Paxton, eu gostei bastante da voz dele e o cara me impressionou bastante com a blind. Ele tem uma voz muito boa, e acredito que tem potencial pra surpreender na próxima fase.

 

Caity Peters – “Jealous”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=IStrYkeJjro[/youtube]

Bernardo: Não me surpreende nenhum pouco o fato de Caity ter conseguido uma four chair turn. Sua voz não é apenas uma delícia de se escutar, como também faz com ela demonstre uma capacidade de se apresentar e entregar uma performance delicada e cheia de emoção. É nome que temos que anotar para acompanhar posteriormente. Caity ainda vai nos fazer chorar, tenho certeza disso.

Edu: A ovelha negra da família, como ela mesma se auto denominou, veio com uma música poderosa. Amei esse tom meio rouco da voz dela, Caity me conquistou, e já imaginei a candidata cantando no canto do meu ouvido, ai… Pharrell abriu seu time dessa temporada da melhor forma possível.

Let: Eu gostei bastante da voz dela, mas não achei tão incrível assim. Aquela rouquidão limitará muito a cantora, e já tivemos exemplos parecidos com o dela em temporadas passadas. Sua voz é linda, mas não combina com todas as músicas, e se Pharrell não perceber essa particularidade, ela pode rodar mais cedo do que o esperado.

Luke: Achei a voz dela deliciosa! Sobre a música não precisa nem falar que sou fã né? Caity foi maravilhosa, uma das minhas preferidas dessa primeira noite.

 

Nick Hagelin – “Lost Stars”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=f_eq63Vg-i8[/youtube]

Bernardo: Posso jurar que assim que Nick apareceu no vídeo, pensei que veria uma apresentação digna de Danny Zuko, entretanto, assim que ele começa a cantar percebe-se que sua intenção é de contar sua história de vida pela música e pela força que aquela composição tem para si mesmo. Apesar de ter gostado muito de Nick Hagelin como ser humano, não fiquei muito empolgado com sua performance não.

Edu: Quando a história de Nick foi contada eu já estava quase choroso aqui, aí ele escolheu uma música certeira. É claro que os coaches virariam a cadeira para ele, exceto Adam. Vamos ser sinceros de que houveram algumas falhas durante a apresentação, mas nada do outro mundo e que, se bem trabalhado, vai longe.

Let: A história foi bem pesada, mas mesmo assim esperava mais da apresentação de Nick. Entendi perfeitamente porque Adam não virou. 

Luke: Me derrubou com a história triste, impossível não se emocionar com o filho do cara. Sobre a blind, achei que fez um bom trabalho. Sou apaixonado por essa música e fiquei aqui torcendo pro Adam virar, mas não rolou e eu entendo porque realmente teve algumas falhas no meio da performance. Acho que ele é outro que pode surpreender, porque realmente cantou bem.

 

Mary Sarah – “Where The Boys Are”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=KFvNKjeJQ1s[/youtube]

Bernardo: Simplesmente sem palavras para essa performance. Acredito que Mary realmente conseguiu homenagear as grandes vozes que os Estados Unidos já teve nas décadas de ouro da indústria fonográfica, como Connie Francis, por exemplo. A voz é realmente muito boa, diria que foi a melhor apresentação das cinco que a premiere teve até agora.

Edu: Vou admitir que odiei no começo a performance de Mary, mas cara não dá para explicar, ela teve uma evolução única. Quando me dei por conta, estava totalmente em transe no final de tudo. Sobre sua escolha, mais previsível seria impossível.

Let: Gente do céu, ainda tô arrepiada com tudo que vi essa mulher destruir nessa apresentação. Arrasador é pouco para definir. A voz dela é incrível e diva demais.

Luke: Que voz maravilhosa! Estava na certeza que ela escolheria Blake e foi exatamente o que aconteceu. Acho que os dois farão um ótimo time e ele vai ajudar em muito ela crescer na competição. Como disse, achei a voz muito boa, ela só vai precisar tomar cuidado com as song choices.

 

Mike Schiavo – “Talking Body”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=trXlLyH9iiY[/youtube]

Bernardo: Depois de apresentar toda a história de vida, contando sobre suas decisões e seu sonho. Realmente inspirador, mas isso quer dizer também que ele tem que mostrar que valeu a pena não ter entrado na universidade. Felizmente, foi o que ele fez aqui. É uma grande aposta para a competição mais a diante.

Edu: Que versão espetacular feita por Mike, simplesmente genial. Essa versão ficou tão boa quanto a original, e estou ansioso para ver mais sobre o rapaz. O melhor ainda foi ele dividindo uma palha de “She Will Be Loved”, ao lado de Adam Levine. Depois desse dueto, já era meio (totalmente) que esperado qual jurado ele escolheria.

Let: Versão perfeita, redondinha e quase melhor que a original mesmo. E amei ver ele e Adam naquele dueto incrível, lógico que eles farão um trabalho maravilhoso juntos.

Luke: Rapaz, Mike impressionou muito com essa versão deliciosa da música! A voz do cara é demais, toda aquela vibe me ganhou desde o início e a blind inteira foi maravilhosa. Aí pra fechar simplesmente rolou um dueto com o Adam cantando a MELHOR MÚSICA do Maroon 5. Precisa dizer que fiquei aqui todo maluco? Não né…

 

Brian Bautista – “The Hills”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=t8BLe2n2sVA[/youtube]

Bernardo: A música escolhida não foi das mais fáceis, mas apesar dos pequenos problemas que ele teve, entregou uma performance bastante positiva, dando para perceber que melhorou bastante desde a nona temporada. Christina foi a escolha certa e mesmo que ele não vá muito longe, pelo menos estará divulgando seu bom trabalho para o mundo inteiro.

Edu: A mãe dele é a Vanessa do Everybody Hates Chris? Brian canta bem até, mas escolheu uma música errada. Sei lá, acho que ele já roda nas battles, não consigo imaginar ele muito longe na competição, a não ser que Xtina invista pesadíssimo nele.

Let: Gosto da música, mas não curti a apresentação. Realmente não entendi porque Xtina virou porque olha, ele roda rapidinho do programa.

Luke: Não sou muito fã dessa música, me julguem. Mas gostei do Brian, achei que ele conseguiu voltar bem melhor que na temporada passada e dessa vez mereceu passar pra próxima fase, embora não acredito que chegue muito longe.

 

Abby Celso – “Should’ve Been Us”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=pvnmUzB5aQY[/youtube]

Bernardo: A voz é boa, a música é boa, mas esse foi o meu problema com essa apresentação. Tudo foi apenas “bom”, nada se destacou ou me fez pensar – “Essa aqui ainda vai ser grande um dia”.

Edu: Gosto dessa música, apesar de detestar a intérprete original, mas não sei se casou muito com Abby. Gostei dela, tem uma ótima voz, e tenho certeza que Pharrell vai investir pesado na moça, pois ela não é de se jogar fora em sentido algum, rs.

Let: Ahh gente eu achei tudo meio blé! Abby é boazinha, mas escolheu a música errada e já peguei uma leve implicância. Torcendo mesmo para que Pharrell faça um bom trabalho com a moça.

Luke: Gostei bastante da voz da Abby. Confesso que no começo da performance não tava assim muito empolgado, mas ela foi crescendo junto com a música e no final das contas me impressionou bastante. Pra mim ela merecia as quatro cadeiras viradas.

 

John Gilman – “Don’t Be Cruel”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ttMQ8gHUwEk[/youtube]

Bernardo: Eu adoro escutar esses cantores que vem de uma cidade pequena, Denville possui pouco mais de 15 mil habitantes, porque eles possuem uma vontade de vencer, de mostrar seu trabalho e de encantar os telespectadores com seu talento sem igual. John é exatamente uma dessas pessoas. Terei o maior prazer de acompanhá-lo nessa competição, porque além de um grande competidor no The Voice, ele será um nome bastante forte fora da televisão.

Edu: Já gostei de John logo de cara por gostar de rockabilly. Não foi a melhor das performances, mas curti e muito. Tenho certeza que Adam fará um ótimo trabalho com o rapaz, mas caso perca a batalha, Xtina poderia muito bem roubá-lo. Imagina ele, fã de um estilo musical incrível e ela, dona de uma obra prima gigantesca chamada “Back To Basics”, a destruição que seria.

Let: Adorei o estilo do cara, e curti bastante a apresentação. Quero mais John no programa, apesar de achar que ele e Adam não dará muito match!

Luke: John tem uma voz bacana, mas não curti muito o estilo do cara. Mesmo assim vou torcer pra que se dê bem com Adam.

 

Alisan Porter – “Blue Bayou”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=wh7lT_xEY_U[/youtube]

Bernardo: Não me levem a mal, essa performance simplesmente sensacional e a certa para encerrar uma boa noite de audições, mas eu não vejo Alisan vendendo CD’s ou músicas no iTunes. Continuo vendo essa moça na Broadway novamente ou em algum musical no cinema. É uma vez de teatro que é espetacular, mas não sei se é uma certa para o estúdio.

Edu: PODEROSA! Estou simplesmente apaixonado por Alisan, e sua performance me emocionou bastante. Com essa história, e a paixão de cantar, a candidata vai longe. Eu estou boquiaberto com ela aqui, e tenho certeza que junto com Xtina, virá destruição e sambada das boas. Será que é cedo para dizer que Alisan tem chances de ser finalista? Acho que não, pois tive essa sensação de Jordan season passada e ele não só foi até a final, como ganhou.

Let: Aii Deus fiquei arrepiada, e isso é sinal de que a apresentação foi bem foda! Alisan é maravilhosa e tem muito futuro. Tô sentindo cheiro de finalista!

Luke: Ah gente, essa primeira noite tinha que terminar me deixando aqui todo choroso né? Que maravilha de blind! Alisan e toda sua história de superação me ganhou no primeiro minuto, aí ela veio e cantou demais! Que voz gigante! Foi tudo lindo, principalmente ela escolhendo Xtina, porque as duas juntas pode render demais da conta. Aliás, como Xtina voltou maravilhosa né?

 

SEGUNDO DIA

 

Joe Vivona – “Dreaming with a Broken Heart”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=FhlXgHOKcDY[/youtube]

Bernardo: Tenho que concordar com a Christina, essa apresentação teve bastante problemas para acertar, muitas vezes, as notas mais altas, mas também concordo com aquilo que o Adam falou – ele pegou essa música e transformou-a na sua própria canção, aquela que seria responsável por apresentar seu trabalho e também sua história.

Edu: Achei uma pegada meio John Meyer, mas realmente senti que teve algum problema mesmo. Só que isso eu tenho certeza que não será problema para ele, e que Pharrell fará um ótimo trabalho com o rapaz.

Luke: E essa vibe James Morrison na voz do guri gente? Gostei por demais da blind dele! Sim, rolaram alguns problemas, mesmo assim o cara me ganhou desde o início.

 

Shalyah Fearing – “What Is Love”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=RWT9VSzUFpk[/youtube]

Bernardo: Assim que Shalyah começou a contar a sua história, as dificuldades de vida que ela teve para chegar ali, tinha certeza que teríamos uma performance sensacional. E, felizmente, estava certo, mas não pense que é pouca coisa, pois a música escolhida já foi gravada mais de cinco vezes e possui uns vocais muito difíceis de serem atingidos. Vendo tudo que essa moça falou e mostrou, tenho certeza que ainda falaremos muito dela por aqui.

Edu: Gente que ser maravilhoso! Já estou amando Shalyah, pegou uma música poderosa e transformou numa performance espetacular, e tenho certeza que Xtina será uma ótima mentora para a candidata.

Luke: Como não lembrar de Empire quando ouço essa música? rs. Achei Shalyah maravilhosa e fiquei tipo de cara aqui por só a Xtina ter virado. Pra mim é mais uma que merecia as quatro cadeiras viradas, e tenho certeza que vai surpreender ainda mais na próxima fase.

 

Adam Wakefield – “Tennessee Whiskey”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SiKjWU5pBE8[/youtube]

Bernardo: Apesar dele ser natural de New Hampshire, quando vejo que um determinado cantor vem do Tennessee, já tenho a segurança que a apresentação e a voz serão uma maravilha. E quer saber? Fazia tempo que eu não curtia uma performance, como aconteceu aqui. Não sei o que acontecerá com as blinds daqui para frente, mas Adam já tem a minha torcida com toda a certeza.

Edu: Adam tem uma voz incrível, mas foi muito mal aproveitada, infelizmente, nessa performance. Na minha humilde opinião, o act sofreu do famoso mal da song choice errada. Apesar disso acredito que ele tenha sido uma ótima adição ao Team Blake, e espero que possa nos surpreender nas battles.

Luke: Gostei do country/rock na voz dele e achei sim que mereceu passar, mas não fiquei tão impressionado com a blind e acredito que o cara não vá muito longe.

 

Caroline Burns – “So Far Away”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=g7-Xdlb0afU[/youtube]

Bernardo: Apesar de ver uma melhora espantosa da Caroline da nona temporada para essa de agora, ela não me conquistou da maneira que eu estava esperando. Não senti aquela paixão, aquela vontade de vencer e de ser um nome grande na indústria com essa apresentação aqui. Caroline é ótima, mas precisa saber fazer essa conexão com quem está assistindo.

Edu: Não me recordo dela na temporada passada, mas acho que já temos a nossa suflê de chuchu dessa edição. E como sempre, vindo do Team Adam, pois essas acts bem sonsas sempre caem com ele ou Blake.

Luke: Minha memória não anda das boas, então nem lembrava da Caroline na temporada anterior. Já dessa vez ela teve sim uma blind bacana, embora ache que ainda precisa de um pouco mais de prática. Pra mim o Blake seria o melhor mentor pra ela, mas acredito que também pode se dar bem com o Adam.

 

Emily Keener – “Goodbye Yellow Brick Road”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=YXSpu18OPB0[/youtube]

Bernardo: Vocês me desculpem, mas mesmo que ela tenha se apresentado e tirado o ar de tudo mundo ali, de acordo com palavras do próprio Pharrell, a sensação que eu tive é que eu estava na igreja morrendo de tédio em razão de uma homilia maçante e essa moça aparece e me coloca para dormir bonitinho.

Edu: Eu estou boquiaberto com Emily, que menina talentosa. Não consigo nem descrever o quão incrível ela foi. Só sei de uma coisa, que veremos muito a seu respeito nessa temporada, independente se ela permanecerá no mesmo time ou não.

Luke: Mas gente, EU TO APAIXONADO! Que voz deliciosa da Emily! Me fez lembrar demais da voz da Florence e tipo, ela terminou de cantar e eu voltei no vídeo pra ver mais uma vez. Adorei!

 

Laith Al-Saadi – “The Letter”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=LGjRyz5q5xs[/youtube]

Bernardo: Não é à toa que esse cara abriu um show do B.B. King. Que apresentação sensacional, que voz impecável e que mãos talentosas. Laith Al-Saadi já é um grande candidato a ganhar essa temporada, basta que Adam saiba o que fazer.

Edu: Não gostei nenhum pouco dele, sua voz me incomodou profundamente. Nada contra, mas se Laith venha a ser eliminado nas battles, não vai me fazer falta.

Luke: Não achei grande coisa não viu, mas preciso concordar que o Laith tem uma voz poderosa e ainda pode me surpreender na competição.

 

Angie Keilhauer – “I Hold On”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=GcBqrwqreXM[/youtube]

Bernardo: Eu consegui ver bastante influência da Dolly Parton nessa apresentação, mas ela conseguiu colocar seu toque pessoal na canção, mostrar seu talento e que ela é uma das cantoras mais espontâneas e autênticas que se apresentaram nessa temporada até agora.

Edu: Vou ser sincero que pensei que viria outro suflê de chuchu por aí, mas ainda bem que me enganei. Angie é perfeita, dona de um talento único, carisma e presença de palco. Já me tornei fã dessa linda, e estou ansioso para ver seu desempenho na próxima fase, e como Luke disse abaixo, com certeza ela ainda não mostrou nem metade de seu potencial.

Luke: Tenho certeza que a Angie não mostrou nem metade do seu potencial. Adorei a voz e toda aquela presença de palco. Foi uma das minhas preferidas dessa segunda noite e mal posso esperar pra ver a guria na próxima fase.

 

 

Kata Ray – “Redneck Woman”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=QwbSTGOP1NY[/youtube]

Bernardo: Eu não só adorei assistir Kata cantando, como também eu adoraria leva-la para um café, porque essa moça trouxe uma energia contagiante, uma força admirável e uma vontade de conseguir o que quer que nós não podemos ignorar. Christina foi a escolha certa para Kata e mal posso esperar para as batalhas.

Edu: GENTE EU ESTOU APAIXONADO POR KATA, SOCORRO! Uma performance leve e descontraída, e sem contar que ela é a melhor pessoa da vida. Quero ser amigo dela, como faz? O melhor foi Kata pulando no colo de Adam e beijando Xtina. Melhor forma para encerrar essa primeira semana de blind auditions.

Luke: Primeiro, a guria foi e colocou todo o vozeirão pra jogo. Depois a blind mal terminou e ela literalmente PULOU no colo do Adam aí pra terminar, ainda rolou um selinho com a Xtina! Tipo, precisa dizer mais alguma coisa? Maravilhosa!

 

O que acharam dessa primeira semana de blind auditions? Já tem algum favorito?

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

No comments

Add yours