The Voice US – 10×03/04 – Blind Auditions

the-voice-10x0304

Continua após as recomendações

Bom dia, boa tarde, boa noite! O reality show que mais bomba na TV americana veio em sua segunda semana mostrando que essa tem tudo para ser a melhor temporada já vista do The Voice, com apresentações incríveis. Estão aparecendo candidatos tão bons, que nossos jurados já estão com seus times quase fechados.

Vamos conferir os principais destaques?

Continua após a publicidade

 

PRIMEIRO DIA

 

Hannah Huston – “Unware”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=xUBjldjLdBA[/youtube]

Bernardo: Já está provado na história que aqueles que aparecem em qualquer competição, seja em um reality show ou até mesmo em uma eleição, como aquele candidato que é visto como desprezível e de repente surpreende de uma maneira que ninguém esperava, sempre vencem. E o que Hannah fez aqui foi realmente isso. A escalada da sua voz foi simplesmente incrível.

Edu: Hannah até que começou bem sua audição, mas foi se perdendo no meio do caminho. Por um momento fiquei receoso de ninguém virar a cadeira para ela, mas depois daquele final explosivo não tinha como isso acontecer. Pra ela continuar na competição será preciso trabalhar em detalhes pequenos, esses quais podendo ser fatores decisivos em diversos momentos.

Luke: Gente, estava quase surtando aqui com ninguém apertando o botão. Gostei demais da voz da Hannah e achei a blind muito boa. Teve sim algumas falhas, mas ela impressionou demais e mereceu seguir pra próxima fase. A surpresa foi ela não ter escolhido o Blake, porque eu estava na certeza disso.

 

Brian Nhira – “Happy”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=2vg7FwFCR40[/youtube]

Bernardo: Cantar Happy numa audição em que Pharrell é um dos jurados me parece como algo bastante apelativo, mas também pode ser uma excelente maneira do candidato mostrar que não tem medo de enfrentar a pressão das comparações. Infelizmente, ao meu ver, Brian ficou na sua zona de conforto. Foi uma apresentação boa, mas se amanhã de manhã você me perguntar sobre ele, nem lembrarei mais.

Edu: Vou ser sincero que não gostei nenhum pouco da performance de Brian. O cara é bom, aliás excelente, mas “Happy” não é música para se cantar em blind auditions, e sim algo mais para fase de knockout rounds ou live shows. Ainda bem que viraram para o rapaz, pois na hora que ele fez aquela acapella me emocionei assistindo, de tão perfeito que foi. Trabalhando com Pharrell eu tenho certeza que o jurado vai explorar um pouco mais desse lado gospel de Brian, fazendo um trabalho semelhante ao de Koryn Hawthorne na season 8. Ele é um forte candidato a chegar até a fase ao vivo tranquilamente.

Luke: Eu já estava pronto pra criticar por ele ter escolhido essa música que já necessita ser excluída da lista de qualquer tipo de competição, mas olha, no final das contas acabei gostando da versão que ele fez, porque o guri realmente mostrou uma voz com bastante potencial e quando cantou aquela segunda música me ganhou de vez!

 

Britanny Kennell – “Strong Enough”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=NU3IJV2UrxE[/youtube]

Bernardo: Country é o gênero musical mais me agrada em audições de reality shows musicais, acredito que o candidato consegue entregar mais paixão na sua apresentação e se conectar com o público mais facilmente. Britanny pode não ter entregado aquele momento explosivo que estávamos esperando, mas foi uma boa adição para essa temporada.

Edu: Britanny é tão linda que é difícil não se apaixonar por ela. Veio com um country poderoso, conquistando Blake logo de cara. Alguém tinha alguma dúvida de que o jurado seria escolhido?

Luke: Gostei da blind. Voz bem bacana e acho que com esse estilo country pode se dar muito bem na competição. 

 

Natalie Yacovazi – “Mr. Know It All”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=G5vgclzkKQU[/youtube]

Bernardo: Posso estar exagerando ao dizer o que estou prestes a pontuar, mas se eu fechar os olhos e escutar Natalie cantando afirmaria, com toda a certeza, que é Kelly Clarkson se apresentando ali. Sensacional!

Edu: Francamente eu não me recordo de Natalie, são tantas temporadas e pessoas que já passaram pelo programa, que fica difícil às vezes. Só com aquele começo eu teria virado para ela facilmente, ainda mais por ter escolhido uma das músicas mais deliciosas de se ouvir de Kelly Clarkson. Eu não conseguiria ver outra pessoa além de Adam mesmo para ser coach da moça.

Luke: Caramba! Também não lembro da Natalie, mas olha, a mulher voltou muito gata e o começo da performance me fez dar um pulo aqui. Que vozeirão minha gente! Chegou me arrepiar e gostei muito!

 

Malik Heard – “Chains”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1TH7EXyU7GU[/youtube]

Bernardo: Malik não se apresentou da maneira que eu estava esperando, na verdade, julguei como extremamente mediana a performance. Apesar disso, é perceptível que é um candidato que surpreenderá muito com o treinamento certo.

Edu: Quando vi que Malik viria com essa música já fiquei ressabiado, pois é uma das mais meia bocas de Nick Jonas. Ainda bem que me enganei, pois ele me surpreendeu positivamente. Sem contar também que foi uma surpresa grande para mim dele ter escolhido Xtina, pois jurava que acabasse indo com Pharrell, algo que não descarto disso acontecer caso ele perca na fase de battles ou knockouts.

Luke: Não sei porque, mas tenho um sério problemas com as músicas do Nick, mas o ponto positivo do Malik é que ele tem uma voz muito bacana e acabou me ganhando com a blind.

 

Peyton Parker – “Dreams”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=FUVQaHXYkmo[/youtube]

Bernardo: A voz é bonita, a performance foi correta, a adição do violão foi interessante, mas sinceramente? Peyton me deixou com bastante sono. De fato, não é a música que te faz vibrar e pedir por mais, mas mesmo assim faltou energia.

Edu: Maravilhosa! Adorei Peyton, e sua performance me fez viajar aqui, além de ter sido uma das melhores da noite. O que foi Pharrell, Adam e Xtina aloprando Blake até umas horas? Olha eu só sei que passei mal de tanto que ri vendo isso, e mesmo com esse “bullying” todo, ele foi o escolhido da loira.

Luke: Que voz linda gente! Agora durante a blind foi impossível não morrer de tanto rir daqueles jurados gente, eles tirando onda com Blake foi sensacional! Agora Peyton cantando me fez ficar aqui, babando na tela porque foi lindo!

 

Kristen Marie – “Mad World”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SIWcWRLau6A[/youtube]

Bernardo: A carga emocional presente nessa apresentação foi algo que me deixou pasmo, mas não só pelo fato de não ter virado todas as cadeiras, como também pela maneira na qual Kristen conduziu toda a sua performance. Posso estar exagerando, mas ao meu ver é uma contender que pode surpreender nas batalhas.

Edu: Gente essa temporada os jurados estão em sua melhor forma, de tão sincronizados quimicamente dizendo. O que foi Xtina e Blake lutando por Kristen? A moça veio com uma apresentação densa e profunda, o qual acredito que merecia ter as quatro cadeiras viradas. Já estou curioso para saber o próximo passo dessas duas.

Luke: Como assim não rolou as quatro cadeiras viradas? Kristen merecia só por ter escolhido essa música maravilhosa. Foi minha blind preferida da noite, sem sombra de dúvidas. Ela tem uma voz linda e cantou com emoção, já estou apaixonado!

 

Evan Taylor Jones – “Homegrown”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=6E01HZ4Ff4k[/youtube]

Bernardo: Foi divertido, foi empolgante e soube como levantar a plateia, mas infelizmente ele não conseguiu virar uma cadeira sequer. Isso me deixou muito frustrado, porque é um cara que tem bastante talento, que consegue capturar a atenção daqueles que estão assistindo, porém ele não soube escolher uma música que mostrasse todas as suas qualidades.

Edu: Evan é ótimo e talentoso, mas pecou com a song choice, ao pegar uma música bem country de raiz. Sinceramente se ele tivesse vindo com algo mais folk, mais de um jurado teria virado a cadeira para ele facilmente.

Luke: Não acho que ele seja ruim, mas com certeza faltou algo e pra mim deveria ter escolhido outra música.

 

Nate Butler – “The Walk”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=7i_z6nNaepM[/youtube]

Bernardo: Tenho que concordar com a Christina, a impressão que eu tenho é que duas pessoas estavam se apresentando. E não, isso não é um elogio. Nate possui um rosto bastante comercial, assim como sua voz. Não gostei dessa apresentação aqui, mas não vou negar, estou torcendo muito para que ele consiga me surpreender nas batalhas.

Edu: Serei crucificado ao dizer que não gostei nenhum pouco dessa audição? O cara foi sortudo de ter três cadeiras viradas no último milésimo, mas acho que já roda na próxima fase.

Luke: Toca aqui Duh, porque também não gostei foi nada da audição do Nate. Achei totalmente sem sal.

 

Ryan Quinn – “Can’t Find My Way Home”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ZcBKZXlPt0g[/youtube]

Bernardo: Outro nome extremamente comercial. Consigo ver Ryan Quinn vendendo músicas no iTunes, vê-lo dando entrevistas no Today Show e se tornando um dos poucos nomes revelados pelo The Voice que conseguiram se destacar na indústria. Entretanto, a minha preocupação é que ele consiga um bom treinamento e uma música que mostre seu talento nas batalhas. Ryan terá um futuro grande a sua frente, desde que consiga se destacar ainda mais daqui para frente.

Edu: A melhor performance da noite, sem dúvida alguma. Ryan chegou com um talento potente, uma voz única e um carisma sem igual. Com esse seu jeito de nerd misturado com galã, o cara com certeza vai conquistar e muito a audiência feminina do programa. Sem contar que ele não poderia ter escolhido time melhor a não ser de Adam, e olha se continuar com essa qualidade, o act terá grandes chances de disputar ao lado de Alisan a final dessa temporada, anotem! Adorei Xtina toda bolada com Ryan por ter escolhido o vocalista do Maroon 5. Não sei vocês, mesmo ele não a escolhendo, shippei loucamente os dois e nesse aspecto sou total team Ryantina.

Luke: Que voz é essa meu filho? Tombou bonito hein?! Também acho que foi um dos melhores da noite e não duvido que vá muito longe, até porque vai fazer um ótimo time com Adam. Novamente teve aquela disputa entre os jurados, com direito a Xtina toda chateada por não ter sido escolhida. Muito amor gente!

 

SEGUNDO DIA

 

Tamar Davis – “Chains Of Fools”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Vvc06gkTAbQ[/youtube]

Bernardo: É a primeira audição do episódio, mas eu confesso que já estou completamente apaixonado pela Tamar. É claro que em toda a temporada aparecem cantoras com as mesmas características e qualidades, mas consigo ver nessa moça algo diferente e que me faz, desde já, anotar seu nome para que eu a acompanhe de perto posteriormente.

Edu: Tamar veio com uma música explosiva, e achei injusto de não terem virado as quatro cadeiras. Poderosa e talentosa, acho que ela vai longe na competição. Vamos torcer!

Luke: Rapaz, que baita vozeirão! Novamente o episódio começou com tudo e foi impossível não torcer. Acho que vai se dar muito bem na competição. Ótima song choice e ela já mostrou que não está pra brincadeira!

 

Jessica Crosbie – “Viva La Vida”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SpfWwAr8LDA[/youtube]

Bernardo: Apesar de admitir que foi um arranjo muito interessante para a música do Coldplay, tenho que concordar com a Christina – essa moça é capaz de fazer muito mais daquilo que realmente apresentou nessa audição.

Edu: Da série “melhor que a versão original”. Estou apaixonado por Jessica, e se ela conseguiu fazer isso apenas em sua audição, imagina o que esperar da moça daqui pra frente. Só sei que ainda estou boquiaberto e encantado por essa lindeza.

Luke: Ah gente, essa música não precisa nem dizer que é uma das maravilhas do mundo, e Jessica veio com uma versão além de maravilhosa! Fui longe com essa voz deliciosa, e já quero a música com esse arranjo pra minha vida! Estou apaixonado por ela!

 

 

Daniel Passino – “Marvin Gaye”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=aN8u3xKZYfg[/youtube]

Bernardo: Me desculpem, mas não vi nada de especial aqui não. Foi uma boa audição, o Daniel tem bastante carisma, tem uma presença de palco até que interessante, mas ao meu ver, não é material de The Voice. Pelo menos nesta fase da competição.

Edu: AMO ESSA MÚSICA. Achei que Daniel foi mega fiel à original, e talvez tenha faltado originalidade por parte dele justamente por isso. Até lembrou meio que o Charlie, mas numa versão medonha, porque o act parece um boneco de cera, cruzes.

Luke: Aposto com vocês que esse guri não passa da próxima fase. Outro que não trouxe nada de muito interessante, apenas uma audição normal que pra ser bem sincero nem merecia ter passado.

 

Owen Danoff – “Don’t Think Twice, It’s All Right”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=tMprskz0DMU[/youtube]

Bernardo: Sempre me perguntei – o que a expressão “cantar com o coração” significava. Seria expor as marcas da vida numa apresentação? Fazer a plateia chorar? Pode ser que sim, mas Owen redefiniu, ao meu ver, o sentido dessa expressão para mim. Que delícia de ouvir.

Edu: Eu simplesmente aplaudi, no sentido figurado, de pé a essa performance. O cara foi lá como quem não quer nada, e destruiu. Bravo!

Luke: Owen foi mais um que entregou uma blind deliciosa de assistir! Gostei bastante do guri, ele cantou literalmente com vontade e me ganhou desde o início. Soube escolher muito bem a música e se entregar durante a performance.

 

Maya Smith – “Do Right Woman, Do Right Man”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=6CDSo7kY0DY[/youtube]

Bernardo: Ela não foi fenomenal como julgava que seria assim que pisou no palco, mas com a ajuda do Pharrell tenho certeza que essa moça conseguirá ir em frente, porque ela tem talento e tem uma sede muito poderosa para mostrar todo o seu potencial.

Edu: Eu amei Maya de paixão, mas ela precisa trabalhar em detalhes mínimos, se quiser continuar na competição. Eu jurava que ela fosse escolher Xtina, mas tenho que admitir que no team Pharrell o trabalho será melhor rendido.

Luke: Maya cantou bem, acho que tem muito mais potencial do que mostrou durante a blind, mas pra ser bem sincero não consegui ficar assim tão animado quanto os jurados. Sei lá, pra mim faltou algo durante a performance, mas fiquei curioso pra ver o que ela está reservando pra próxima fase.

 

Nolan Neal – “Drive”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=GXKImNsH6Uc[/youtube]

Bernardo: O tamanho da minha frustração ao escutar tudo que Nolan ofereceu após sua primeira apresentação, é algo que nunca esquecerei, sinceramente. O que aconteceu aqui é uma excelente amostra do que uma péssima escolha de música pode mudar tudo.

Edu: Amo esse clássico do Incubus, mas foi o mal da song choice que o assombrou. Com toda aquela história pesada, pensei que seria daqueles acts de virar quatro cadeiras, mas nenhuma fez isso. Espero, e de coração, que ele volte na próxima temporada, e que Gwen (caso ela volte), faça justiça.

Luke: Ah gente, Nolan era um daqueles que eu estava torcendo demais pra se dar bem depois de ouvir toda história triste envolvendo seu pai. Uma pena que não deu muito certo, mas acho que Adam estava certíssimo sobre como a song choice dele prejudicou. Tomara que ele volte na próxima temporada.

 

Brittney Lawrence – “Warrior”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=aHKc9CXxRtA[/youtube]

Bernardo: Sinceramente? Consigo ver o motivo pelo qual Brittney tentou, sete, repito, sete vezes entrar no The Voice e não conseguiu, sequer passa para a fase de audições – ela se esforça muito, a música não saiu naturalmente em nenhum momento. Não ficarei nem um pouco surpreso ao ver essa moça se despedindo da competição na próxima fase.

Edu: Ela pegou uma das músicas mais intensas de Demi, e fez dela uma audição muito carregada. Voz Brittney tem (um beijo, Spears), mas podia ter trabalhado com algo menos introspectivo, que tivesse maior realce em sua voz. PS: O QUE FOI XTINA DANDO UMA PALHA DA MÚSICA DE WHITNEY HOUSTON?

Luke: Acho essa música pesada, com uma letra muito forte e não é pra qualquer um transmitir toda a emoção que ela contém. Particularmente, acho que Brittney mandou muito bem, senti sim que houveram algumas falhas, mas pra mim a candidata tem uma excelente voz e pode surpreender bastante mais a frente.

 

Matt Tedder – “(I’m Your) Hoochie Coochie Man”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ABCDEFGH[/youtube]

Bernardo: Que coisa boa de se assistir. Tudo no Matt funciona – o estilo, a maneira de dominar o palco, o violão, a escolha da música, enfim, está tudo ali. O único problema? Pouco tempo de apresentação. Poderia ficar ali por mais uns três minutos que teria um enorme prazer de continuar escutando.

Edu: Gostei dessa pegada blues dele, e foi uma adição e tanta no team Adam. Eu acho que ele chega aos live shows facilmente, mas espero que o jurado não invente moda, e que Matt continue nessa linha tênue.

Luke: O cara canta e toca muito bem, mas seu estilo não me cativou. Achei que mereceu passar para a próxima fase, mas também não acho que vai muito longe.

 

Joe Maye – “I Put a Spell On You”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ApJ0UPR5eqE[/youtube]

Bernardo: Excelente forma de terminar mais uma noite de audições. Joe tem um espírito tão bom, uma energia tão cativante que é impossível assisti-lo e não ficar animado e pedir por mais ao final. Foi um dos meus favoritos da noite, ao lado do Matt Tedder e do Owen. Realmente espero que consiga ir longe, bem longe, porque ele merece.

Edu: Como sempre eles deixam o melhor pro final. Me lembro de Joe sim, e realmente foi decepcionante sua audição passada. A redenção veio no melhor estilo, e o rapaz simplesmente distribuiu tiros de metralhadora. O QUE FOI ISSO? Nada contente, ele ainda fez um dueto ÉPICO com nossa rainha Xtina, e eu fiquei todo estirado aqui no chão, no estilo Annalise Keaton. Aliás, o time da nossa musa até agora vem sendo o mais forte da temporada.

Luke: Mas gente, que tiro foi esse? Primeiro a audição dele, que foi realmente muito boa e tipo, mil vezes melhor que na temporada passada. Mas e aquele dueto com a Xtina? Tipo, O QUE FOI ESSE DUETO GENTE? Eu to no chão aqui com tamanha destruição. O cara conseguiu tacar um vozeirão estrondoso e não ficar apagado no meio da voz da Xtina. Tipo, quando é que isso acontece? Aquilo foi demais!

 

O que acharam de mais essas audições? Na próxima semana teremos o encerramento dessa fase, e então o início das battles rounds.

Na sua opinião, qual coach está com o time mais forte até o momento?

Nenhum comentário

Adicione o seu