The Voice US – 10×19/20 – Top 11

the-voice-10x1920

Continua após publicidade

Olá, como estão todos? Dando continuidade a essa fase do The Voice, os 11 sobreviventes dessa temporada se apresentaram mais uma vez, em busca do grande título.

Continua após a publicidade

Vem com a gente!

Continua após publicidade

 

PERFORMANCES

Continua após publicidade

 

Shalyah Fearing – “The Climb”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=NtTHUmtDkuI[/youtube]

Bernardo: Uma das melhores músicas que Miley Cyrus já cantou, seja na fase “bela, recatada e do lar” ou na atual, em razão da força que a música possui e da sensibilidade que a cantora teve ao se apresentar. Shalyah conseguiu grande parte disso, mas poderia ter gritado um pouquinho menos. A gente sabe que os vocais são bons, mas não precisa ser tão estridente.

Edu: Essa é a minha música predileta da Miley, acho a letra espetacular. Vi muita gente descendo a lenha em Shalyah, mas não achei o pior dos mundos essa performance. É claro que não foi nada de espetacular e, até o momento, ela não nivelou ou superou a destruição dos playoffs, mas com certeza garante a estadia dela por mais uma semana na competição, e não tirou meu favoritismo que tenho por ela, junto com Alisan e Hannah.

Let: Essa música é maravilhosa, e eu sinceramente achei que daria certo, mas não deu. Em nenhum momento ela conseguiu segurar a música com tranquilidade, foi muita insegurança e gritaria, rasgando a voz mesmo, coisa que não precisava. Miley canta essa música com tanta maestria e com uma leveza que nos faz viajar, pena que dessa vez Shalyah não conseguiu.

Lucas: Li alguns comentários negativos sobre a song choice dela nessa semana, mas particularmente achei que funcionou legal. Claro que não chegou perto das duas performances anteriores, que foram bem gigantes, mas gostei de ver esse lado meio diferente. Acho essa uma ótima música da menina Cyrus, e pra mim Shaylah fez um ótimo trabalho!

 

Daniel Passino – “Time After Time”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=2SrN5de58Ss[/youtube]

Bernardo: Daniel se tornou um candidato bastante capaz de chegar até a final e ganhar, dependendo da sua jornada. Entretanto, não gostei muito dessa apresentação. Ele parecia estar um pouquinho preguiçoso e quase cai no sono assistindo isso aqui.

Edu: Gosto muito dessa música, ela já é plena por si só, mas achei que Daniel nos mostrou uma versão sono demais. Apesar do jogo de voz que apenas o candidato sabe fazer, ainda assim não me ganhou essa semana.

Let: Que isso gente, foi linda demais essa versão. Ele deu uma cara mais melancólica para a música, e a inclusão das cordas deixou tudo ainda mais gigantesco. A voz dele mais uma vez estava incrível, e a minha torcida ele ganhou com certeza.

Lucas: Daniel me surpreendeu mais uma vez. Achei a versão deliciosa de assistir, e vou continuar torcendo pra ele seguir para a próxima semana.

 

Paxton Ingram – “Break Every Chain”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=KOrCJgzrdQg[/youtube]

Bernardo: Depois daquela lambança da semana passada, o mínimo que Paxton tinha que fazer nessa semana era se redimir. Felizmente, ele fez isso e mais um pouco. Queria tanto que tivesse visto esse cantor até aqui, mas o que me resta no momento é torcer para que essa apresentação seja, de fato, um divisor de águas.

Edu: Gente eu já fui pra assistir a performance de Paxton com todo o desdém do mundo, quando então fui pego totalmente de surpresa. Ele morreu e foi substituído? Eu simplesmente AMEI a performance, foi a única dele que gostei até hoje na competição e fiquei boquiaberto aqui, além de emocionado. Onde estava esse Paxton o tempo todo?

Let: Mas gente, minha cara tá no chão com essa apresentação do Paxton. Me senti bem bestona depois de tanto falar mal do menino, e ele nos trazer essa performance destruidora. Sua voz foi crescendo de uma forma, os agudos foram tão altos, ele estava tão seguro, tão poderoso, que tô achando que alguém baixou naquele corpo ali e fez tudo isso.

Lucas: MAS O QUÊ? É isso mesmo produção? Cadê aquele indivíduo insuportável das outras semanas? Paxton dessa vez foi uma baita surpresa, e ele simplesmente entregou seu melhor momento no programa. Essa música é linda e funcionou perfeitamente pra voz dele. Tem que agradecer muito pelo conselho do Pharrell, porque foi a escolha certa!

 

Owen Danoff – “Fire And Rain”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=_5t2CmYLfOQ[/youtube]

Bernardo: Ôh tédio! Owen começou tão bem nessa competição e agora escorrega, pela segunda vez consecutiva. Não me empolguei, não me emocionou e sequer me fez repetir. Espero que ele não seja o bottom novamente, pois apesar dessas duas lambanças, continuo insistindo que ele tem bastante potencial.

Edu: Gosto muito de Owen, mas outra vez ele pecou na song choice. Se ele for ao bottom de novo, é RA-RE-RI-RO-RUA na certa!

Let: Aii que sofrência, esse menino tá pedindo pra sair. Que não seja por falta de adeus então, tchau!

Lucas: Poxa Owen, assim fica difícil te defender filho. Adoro a voz dele, mas essa performance não empolgou foi nada.

 

Mary Sarah – “Johnny And June”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=VPb3ffcLw4Q[/youtube]

Bernardo: Essa é uma das minhas músicas preferidas de todos os tempos, isso quer dizer o que? Sim, seria bastante rigoroso ao assistir essa performance. Apesar de desafinar em alguns momentos, Mary conseguiu mostrar sua qualidade já escancarada tantas vezes, e ainda entregou uma apresentação sensacional.

Edu: Que música linda, e como casou perfeitamente com a voz de Mary. Eu simplesmente amei, a serenidade que ela transmitiu, o quanto a act estava desenvolta, e soube se entregar na medida certa, sem exageros ou falta de tempero. Uma das melhores performances dessa noite bem mais ou menos, até o momento.

Let: Primeira vez que bati palmas para Mary Sarah. Música linda e perfeita para sua voz, foi uma apresentação redondinha, emocionante, completa. Amei mesmo.

Lucas: Outra música linda, mas continuo com uma certa implicância com a guria.

 

Alisan Porter – “Stay With Me Baby”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=QUS6M0bRTDY[/youtube]

Bernardo: Sinceramente? Já poderiam parar a competição aqui e dar o prêmio de campeã para Alisan. Não foi apenas um dos seus melhores trabalhos nessa temporada, como de todo esse décimo ano do The Voice. Espetacular!

Edu: Vou ser bem sincero que de começo eu não gostei tanto da performance da Alisan, mas como sempre, a RAINHA não para de surpreender. Ela foi tendo uma evolução gradual, mostrando a potência de voz que possui e, mesmo não sendo sua melhor apresentação na competição, deixou bem claro que continua sendo a dona dessa temporada.

Let: Gente do céu, como não arrebenta a garganta essa mulher? Tô no chão depois dessa apresentação. Alisan é a rainha dessa edição (assim como Jordan foi rei absoluto temporada passada), e não há quem tire sua majestade. Mais uma performance incrível, lacradora, perfeita.  

Lucas: COMO UMA DEUSAAAAA! (Sorry, mas a música veio na cabeça, rs). Toda vez que Alisan começa cantar, eu fico aqui imaginando da onde é que sai essa voz toda. Outro tiro de performance. Concordo completamente com Adam, essa temporada É DELA e ninguém tira. Estão ouvindo americanos? ESTÃO?!

 

Bryan Bautista – “Just The Way You Are”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Hidc6jdDJ70[/youtube]

Bernardo: Conseguiram deixar essa música mais chata do que ela já era. Bryan é ótimo, como já falei inúmeras vezes aqui, mas dessa vez eu passo.

Edu: Cruzes minha gente, ficou muito “baile da saudade” essa versão. Apaga e faz de novo!

Let: Ah gente, eu gostei da versão disco desse clássico do Bruninho. Começou meio estranha sim, concordo, mas ele foi ficando mais seguro e no final já era uma música completamente diferente daquilo que conhecemos. Eu curti bastante, e dancei aqui.

Lucas: Não, apenas pare. Gostei das mudanças anteriores que Bryan fez com suas músicas, mas dessa vez não rolou mesmo. Sou apaixonado por essa perfeição gente, uma das melhores música do Bruno na minha humilde opinião, e pra mim o cara conseguiu estragar de um tanto que nem sei dizer.

 

Adam Wakefield – “Lights”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Qushyit1igI[/youtube]

Bernardo: Como sempre, sensacional. Sei que serei o diferentão aqui, mas gostei muito dessa apresentação do Adam, acredito que ele consegue passar sua mensagem com muita facilidade e sutileza, sem precisar se esgoelar no microfone para chamar atenção do telespectador. Pode não ter sido sua melhor performance, mas mesmo assim, foi uma das melhores do dia.

Edu: Vamos falar da Top Therm?

Let: Aii ficou beeeem chato. Poxa Adam, assim não dá para te defender, migo!

Lucas: Só eu não enxerguei essa maravilha toda? Pra mim foi apenas uma performance “ok”. Acho que o Adam poderia ter feito algo bem melhor, até porque tem uma excelente voz, mas ficou meio que na mesmice.

 

Nick Hagelin – “Your Body Is A Wonderland”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ctgNwYVFFz4[/youtube]

Bernardo: Foi tudo muito correto, nada além disso. Faltou aquele fator que chamasse o telespectador para participar daquele momento, de mais movimento, bem porque eu não gosto nenhum pouco de cantor tocando e/ou cantando sentado, e até mesmo de um pouquinho mais energia. Nick não é ruim, muito pelo contrário, mas ele precisa daquele grande momento para se destacar ainda.

Edu: Foi uma performance bem deliciosa de ver, aquela que você fecha os olhos e viaja. Nick está longe (BEM LONGE) de ser o melhor candidato dessa temporada, e nem o vejo indo muito além na competição, mas ainda tento entender essa implicância que o público tem com ele.

Let: Essa música é uma delícia, mas sei exatamente o momento em que a performance deixou de ser boa para mim, quando Nick ensaiou aquele falsete desnecessário antes dos dois refrões, não tinha necessidade. Foi aí que não curti mais, pareciam duas pessoas cantando ao mesmo tempo. Se quer uma música que possa imprimir mais a sua identidade, foge de todas do John Mayer.

Lucas: Aquela performance deliciosa e assistir! John Mayer é vida meu povo, e Nick entregou algo bem sólido. Não vou dizer que foi a melhor coisa da noite, porque não foi, mas pra mim ele fez um bom trabalho.

 

Hannah Huston – “I Can’t Make You Love Me”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=dgsp91Ye7p8[/youtube]

Bernardo: Não sei se conseguirei ser claro no que eu falarei aqui, mas eu gostei mais da Hannah se apresentando no palco, do que ela cantando a música de fato. Ela conseguiu me capturar de uma maneira incrível pela maneira na qual apresentou a música, e tornou-a algo delicioso de se ouvir.

Edu: A música pode não ser lá aquelas coisas, pois não é, mas eu admirei a forma como Hannah se entregou. Foi algo bem introspectivo, honesto e de coração, era nítido como ela expôs todas as suas vulnerabilidades na canção, parecia que foi certeiro para alguém de sua vida. Como não amar essa linda, que é uma das minhas favoritas dessa temporada?

Let: Como Hannah consegue ser tão maravilhosa? Tão linda, com uma voz tão potente, ela tava gatíssima com aquele vestido vermelho, e me fez viajar na sua apresentação. Tudo que ela consegue fazer com sua voz me deixa sempre no chão, tanto que deixei de lado a pieguice da song choice para me entregar de coração a essa apresentação incrível.

Lucas: Como ela estava linda naquele palco! Não sei qual meu problema com a Hannah, mas sempre fico procurando algum defeito em suas performances. Porém dessa vez foi diferente, achei tudo tão bom! Adorei a maneira que ela se entregou na música, mostrou emoção e teve um de seus melhores momentos no programa.

 

Laith Al-Saadi – “Make It Rain”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=aqQ8Do6U6GE[/youtube]

Bernardo: Perdi a conta de quantas vezes elogiei as performances de Laith aqui, mas com mais uma música poderosa, que consegue tirar o melhor da sua voz que tem uma potencia impressionante. Entretanto, tenho que concordar com os comentários do Edu – é uma música repetitiva, que não agrega em muita coisa para o conhecimento do grande público das saudosas canções que a indústria fonográfica americana já produziu.

Edu: EU NÃO AGUENTO MAIS “MAKE IT RAIN” NOS LIVE SHOWS! Sério gente, desde a season 7, sempre tem alguém que a canta nessa fase do US. A música é poderosa? Sim, mas já está ficando maçante, e deveria ser proibido de cantar ela nas próximas cinco temporadas. Laith utilizou sua potente voz numa apresentação poderosíssima, que me deixou pasmo aqui, que eu mal piscava. O candidato conseguiu dar até um tom mais “sensual” à canção, mas de todas as versões cantadas nessas quatro última edições, ele só ficou atrás de Koryn e sua espetacular performance na season 8, porque aquela não será superada tão cedo.

Let: Tá repetitiva essa música? Tá. Tanto que fiz cara feia quando soube qual seria a song choice de Laith, até que, novamente, ele sambou lindamente in my face. A voz dele mais uma vez estava maravilhosa, as forçadinhas foram bem sexys, aliás, foi tudo tão sensual, que quase não me aguentei aqui e já achei aquela barba dele um charme.   

Lucas: Eu aqui pensando que não iria funcionar, mas olha, Laith novamente deu um tiro na minha cara! Ele catou essa delicia de música do Ed e fez uma versão excelente! Adorei o toque especial que ele colocou na música, principalmente na parte final. Acredito que ele vai continuar firme e forte na próxima semana!

 

BOTTOM

 

Daniel Passino – “Jealous”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=yV8EOyGIe-k[/youtube]

Bernardo: Sou um grande fã dessa nova fase da carreira do Nick Jonas, e Jealous” é uma música que tornou o cantor em um músico respeitável e de sucesso. Na voz do Daniel, infelizmente, não vejo essa sensação toda, mas ele conseguiu mostrar o porquê merece continuar nesse programa e no final das contas, é isso que importa, não é mesmo?

Edu: Sinceramente não me surpreendeu nenhum pouco Daniel estar no bottom. Mesmo assim, ele devia ter apresentado essa música na noite anterior, que teria se saído muito melhor. Essa canção consegue trabalhar o seu famoso jogo de voz, de uma forma incrível. Amei por demais!

Let: Não achei justo Daniel no bottom, porque amei sua apresentação (ok, só eu). Sobre a performance, afirmo que, até hoje, nunca tinha visto alguém acertar com “Jealous”, sempre foram apresentações sofridas e desnecessárias. Daniel acertou, arrasou nos falsetes e merece ser salvo.

Lucas: Gente, acho que já falei mais de uma vez o quanto detesto essa música. Achei injusto o Daniel no bottom, porque pra mim ele fez uma das poucas performances realmente boas na segunda-feira. Acho que esse lugar pertencia a outra pessoa.

 

Owen Danoff – “Burning House”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=lxVTr64pBy4[/youtube]

Bernardo: Serei repetitivo em dizer que desde o primeiro momento que Owen se apresentou nessa temporada, ele se tornou um dos meus favoritos, não só para vencer, como também para consumir seus trabalhos em um futuro breve. Porém, depois de vê-lo se apresentando nessa tentativa de garantir o Instante Save e desafinar várias vezes, mostra que, infelizmente, ele não tinha muito futuro no The Voice.

Edu: Fiquei de cara aqui, porque Owen é um dos meus favoritos dessa temporada, junto com Alisan, Hannah e Shalyah. Ele não se esforçou em segundo algum de sair da sua zona de conforto, na tentativa de garantir o Instant Save. O que pareceu foi que ele deu a vitória de mão beijada a Daniel.

Let: Na real, ele nem tentou né gente, dormi nessa performance.

Lucas: Ah gente, porque ele não se entregou assim na performance anterior? Adoro a voz dele, mas pra mim não foi novidade ter ficado no bottom.

 

ELIMINAÇÃO

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=UPgHhfa1KPA[/youtube]

Bernardo: Nada de muito surpreendente nessa eliminação, na verdade, iria fica bastante irritado se tivesse visto outra coisa, porque mesmo não gostando tanto do Daniel como do Owen, foi a decisão mais justa e coerente.

Edu: Vou ser bem sincero que essa semana foi tudo justo, tanto a formação do bottom, quanto a eliminação. Os dois fizeram performances que deixaram a desejar, mas Daniel teve uma incrível e favorável redenção a seu favor. É uma pena ver Owen partir, mas convenhamos que ele pediu pra isso acontecer. Se o bottom tivesse sido triplo, nada mais justo Bryan sendo incluso.

Let: Eliminação mais justa da temporada até agora.

Lucas: Poxa, fiquei sim com pena do Owen, porque realmente realmente gosto da voz e estilo do cara. Entre ele e Daniel fiquei bastante dividido, mas pra ser bem sincero acho que o Daniel mereceu mais essa chance.

 

O que acharam das apresentações dessa semana? Venham comentar conosco!