The Voice US – 11×00 – Special Preview

Imagem: NBC

Imagem: NBC

Acabou a espera! No último domingo, logo após a cerimônia de encerramento das Olimpíadas no Rio de Janeiro, o canal NBC decidiu transmitir na sequência, um episódio especial da 11ª temporada de The Voice US. Um dos reality shows mais badalados da TV está voltando, e com muitas novidades.

Após seu brilhante desempenho na edição passada, o qual levou à vitória da participante Alisan Porter, a cantora Christina Aguilera cedeu as honras para outra popstar nas famosas cadeiras giratórias. Trata-se Miley Cyrus que, ao invés de Gwen Stefani, será ela que continuará o legado da artista na atração. Depois de quatro temporadas, o cantor e produtor musical Pharrell Williams também decidiu dar um tempo no show, dando vez à talentosa e multi premiada Alicia Keys.

Continua após a publicidade

Com duas artistas prestigiadas e também subestimadas, essa vem sendo uma das edições aguardadas do The Voice, principalmente pelo fato de que será a primeira vez na versão norte americana, que duas mulheres farão parte da bancada de coaches, e que vem aos poucos se tornando cada vez mais habitual nos demais países.

Vamos ao que interessa? Venha conferir o que nós do Team Reality achamos dessa prévia, e nessa temporada nossa bancada vem com novidades. Nosso super Lucas Santtos vai se dedicar exclusivamente ao The X Factor UK, após um primeiro semestre bem corrido por aqui, sendo substituído por seu xará, Luke Franco.

 

PERFORMANCES

 

Wé McDonald – “Feeling Good”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=aAPWUdxdOV4[/youtube]

Bernardo: Não há nada melhor do que começar uma temporada tão diferente e especial como essa, do que um four chair turn e uma voz tão maravilhosa, impactante e divina como a de Wé. É fenomenal que, com apenas 17 anos, essa moça tenha tamanha qualidade, tanto poder e vontade de fazer o telespectador prestar atenção no seu trabalho. É exatamente o que o programa precisava para começar essa temporada, e o telespectador entender que esse ano, as coisas serão diferentes. E como disse Alicia Keys – Isso é lindo!

Edu: Vou ser bem sincero que a princípio não achei essa coca-cola toda, mas na hora que a garota – DE APENAS 17 ANOS -, começou a cantar o refrão, eu estava simplesmente extasiado. Ótima maneira de começar essa temporada, que tem tudo para ser a melhor do The Voice US, de forma estrondosa e destruidora. Nem sei o que dizer, apenas sentir. Wé tem uma potência vocal incrível e, ao falar, faz jus a idade que tem. Me encantei por ela e achei extraordinário sua escolha por Alicia para ser sua coach. Anotem, se a cantora fizer um ótimo trabalho com a garota, a act tem tudo para ser finalista. Senti uma química inexplicável entre elas, a mesma ocorrida com Xtina e Alisan na temporada passada.

Let: TÔ NO CHÃO!!! Que voz é essa??? Tô sentindo cheiro de vencedora. Eu amei desde o início, essa música é poderosa demais – apesar de batida demais em realities, e tudo que esse clássico precisava era de uma voz diferente, criativa, e com Wé encontramos isso. Amei essa menina linda, que tem uma voz tão poderosa na hora de cantar e na hora de falar, uma voz tão coerente com a sua idade, e amei ela entrando para time da maravilhosa Alicia, isso vai render muita coisa boa.

Luke: Wé já encanta no olhar sincero e na maturidade, tanto pessoal quanto vocal. Uma garota com aquela voz, sabendo trabalhar bem toda a questão do timbre e com apenas 17 anos, realmente algo que não se vê muito por aí. O início da canção já veio deliciosamente misterioso, e acredito não ter sido o único a se arrepiar no momento em que ela se soltou no refrão. Realmente um começo estrondoso para esta temporada. A escolha de Alicia como sua coach já era esperado, e acredito que ela terá um belo diamante para lapidar durante as próximas semanas.

 

Darby Walker – “Stand By Me”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=S51ldd1Hg50[/youtube]

Bernardo: Não gostei muito dessa apresentação da Darby. Ela tem uma voz boa, isso é indiscutível, mas não senti que estava dando seu melhor. A impressão que tive é que a candidata não estava à vontade, escolheu a música errada. Enfim, não conectou comigo. Entretanto, o dueto que ela fez com a Miley, da deliciosa “Jolene”, mostrou uma Darby muito diferente.

Edu: Darby pode até ter se tornado uma adição interessante ao team Miley, mas não achei sua audição tudo isso. Pra começar que pra mim, essa música já está ficando batida demais em reality show, e segundo que não casou tanto assim com a candidata. Se ela tivesse cantado “No One” ou “Jolene”, talvez ela teria me conquistado mais. Que a garota possa me surpreender nas batalhas, pois habilidade ela tem de sobra, mas de primeiro instante pecou na song choice.

Let: Ela começou muito bem, apresentando algo diferente e brincando com a voz, como os bons acts fazem. Mas depois ficou tudo muito igual, mas claro que a menina tem uma voz maravilhosa, e entrou no time certo. Tenho certeza que Miley saberá tirar o melhor de Darby durante a competição.

Luke: A apresentação realmente não foi um estrondo, mas a qualidade vocal é nítida. Ao cantar “No One” e “Jolene” comprovamos isto ainda mais. Um pouco cedo para colocar a garota em um pedestal, mas que seus concorrentes podem abrir o olho é indiscutível.

 

A prévia da nova edição do The Voice US terminou com uma incrível performance dos coaches, cantando “Dream On”, do Aerosmith. O resultado disso? Assista abaixo:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=2l2HQdPt92U[/youtube]

O que acharam desse episódio especial? Lembrando que a estreia oficial acontecerá no dia 19 de setembro. Até lá, pessoal!

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

No comments

Add yours