The Voice US – 11×07/08 – Battle Rounds

Imagem: NBC

Imagem: NBC

Continua após a publicidade

Olá, como estão vocês? Essa temporada de The Voice está com tanta gente boa, que as vagas dos times foram preenchidas rapidamente e já estamos na segunda etapa da disputa uma semana antes do habitual. Nessa edição os artistas Sammy Hagar, Charlie Puth, Bette Midler e Joan Jett estão servindo de mentores, respectivamente aos candidatos de Adam Levine, Alicia Keys, Blake Shelton e Miley Cyrus.

Essa primeira semana de batalha já contou com disputas épicas, e que estão imperdíveis. Vem com a gente!

 

TEAM ALICIA

 

Christian Cuevas x Jason Warrior – “Hello” 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=-6savx6aWys[/youtube]

Bernardo: Essa batalha já tinha sido divulgada na internet há alguns dias para mostrar a potência dessa fase. Se eu já tinha ficado muito impressionado com alguns recortes, imaginem essa versão completa deliciosa e sensacional? Não quero exagerar, mas foi uma das melhores batalhas que tive o prazer de assistir em todas as versões do The Voice.

Edu: Eita que a fase de batalhas já começou com tiro. Eu não tinha gostado tanto da audição de Jason, mas ele me surpreendeu mega positivamente, mesmo que às vezes tenha beirado o exagero. Christian, por sua vez, foi mais singelo, porém com a alma sendo exposta em cada frase cantada nessa maravilhosa música. Foi um duelo incrível, mas eu escolheria Christian sem pensar duas vezes. Gostei de Adam roubando Jason para ele, pois foi nítida sua evolução entre blind e battle.

Luke: Vamos começar com o melhor time? Sim senhor! Vamos começar com uma dupla incrível? Sim senhor! Que audição meus amigos, fiquei arrepiado da cabeça aos pés. Jason realmente cresceu muito na competição, e foi incrível ele ter sido escolhido por Adam. Christian obviamente foi melhor, se conteve em algumas partes que o exagero estragaria suas linhas e passou uma emoção incrível. Alicia sempre nos surpreendendo <3

 

Lauren Diaz x Wé McDonald – “Maybe” 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Fb4eU2xpzZQ[/youtube]

Bernardo: Estou morto feat enterrado com essa delícia de apresentação. Chegamos ao final do primeiro dia de batalhas desta temporada e repito o que já disse aqui, há uma grande possibilidade disso aqui ser uma das melhores fases que The Voice já nos apresentou em muito tempo, talvez nunca antes. Que poder de voz, timing para escolher música…enfim, tudo perfeito.

Edu: O QUE FOI ISSO? Essa foi a melhor batalha da noite disparado, e eu estou aqui jogado no chão nesse exato momento. Duas rainhas poderosas e gladiadoras numa disputa destruidora, que não esperava que rolasse logo no primeiro programa dessa fase. Eu no lugar de Alicia não saberia o que fazer francamente, pois esse duelo é daquele que sempre falo dá vontade de sair correndo e nunca mais voltar, justamente por não saber em quem escolher. Não pode juntá-las e fazer uma dupla? Wé é uma joia preciosa, que tem tudo para levar a jurada até a final. Ainda bem que Lauren não foi desperdiçada, e que ela optou por Miley, pois francamente não teria muito futuro no team Adam.

Luke: A tempos não via uma batalha tão emocionante em um The Voice. A apresentação de ambas foi incrível e singular. Cada uma em seu tom, com suas peculiaridades que lhe são características durante a canção. A escolha de Alicia bateria muito com minha escolha pessoal, pois acho Wé uma cantora especial desde o momento que liberaram sua audição como preview, mas Lauren também não poderia ser desperdiçada e vai se encaixar muito bem no team Miley.

 

Dave Moisan x Michael Sandez – “Valerie”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=B-warweyWFw[/youtube]

Bernardo: Gosto muito dessa música, diria até que é uma das minhas favoritas e já tive o prazer de assistir performances muito boas com ela, mas o desprazer de ver desastres. Diria que essa batalha foi um meio termo, porque desde o primeiro momento não gostei nada do arranjo que a produção fez, a versão original é muito mais excitante e divertida de se escutar. Entretanto, os cantores estavam bem, mas nada de sensacional ou surpreendente, apenas ok.

Edu: Na moral? Foi a batalha mais fraca da temporada até agora, pois não pareceu que estavam duelando por uma vaga na disputa, e sim que era um duo performando sua música de trabalho. Que ambos possam surpreender nos knockouts, pois por aqui não me convenceram.

Luke: Vou ser obrigado a discordar e dizer que achei incrível a apresentação. Foi uma coisa bem light e descontraída que, ao meu ver, elevou muito a qualidade vocal de ambos. Michael tem uma voz única e isso ajudou muito na escolha de Alicia, ainda bem que Adam usou seu steal em Dave, e teremos mais de ambos os competidores.

 

 

TEAM ADAM

 

Natasha Bure x Riley Elmore – “Cry Me A River”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=YUNmdEm8MZU[/youtube]

Bernardo: Sensacional, primeiramente pela escolha musical. Algo me diz que teremos uma grande fase de batalhas nessa temporada, mas enfim, gostei muito do Riley não só pela voz, mas também pela forma como ele dominou o palco durante todo o momento. Foi a escolha acertada, pois não vejo como, sinceramente, Natasha se destacou mais.

Edu: Quando vi os ensaios já imaginava que seria uma batalha e tanto, mas foi além do que esperava. Os dois têm uma química incrível juntos, e admito que cheguei a shippar, inclusive. Convenhamos que, apesar disso tudo, Natasha foi bem melhor que Riley. Ela conseguiu dosar uma dose de sensualidade a esse clássico de Frank Sinatra, de uma forma jamais vista, sem contar a incrível confiança dela em palco. Adam acabou optando pelo rapaz, mas por um lado até que foi bom, pois assim torço para ela retornar à disputa em temporadas futuras e mais forte que nunca.

Luke: A performance foi incrivelmente boa, começando por uma song choice impecável. Riley tem um timbre maravilhoso de voz, mas muitas vezes me peguei aflito pois acreditava que o rapaz estava sem fôlego para cantar. Natasha usou um jogo de sensualidade em palco que acabou levando Riley no momento, e tudo isso rendeu críticas muito favoráveis a apresentação. Gostei da escolha, ambos eram competidores muito fortes e mereciam continuar.

 

Andrew DeMuro x Billy Gilman – “Man In The Mirror” 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=VEpmZWiCms8[/youtube]

Bernardo: “Man In The Mirror” é sempre um desafio para qualquer cantor, isso é fato, não só pela dificuldade vocal que a música traz consigo, mas também pela grandiosidade que Michael Jackson impôs ao canta-la. Isso significa que não estava fácil para esses dois, apesar de terem nos brindado com uma ótima apresentação nas blinds, mas eles assumiram a responsabilidade e mostraram a que vieram. Sensacional!

Edu: Tive que assistir mais de uma vez, de tão incrível que foi. “Man In The Mirror” é uma das melhores músicas de Michael Jackson, e é incrível como me emociona toda vez que ouço. Foi algo destruidor, e ambos merecem continuar na disputa. É claro que Adam foi esperto e escolheu Billy, pois ele percebeu desde o começo que ele tem grandes chances de vencer essa temporada com o rapaz. Achei uma pena Andrew não ter sido salvo, mas vida que segue.

Luke: Essa canção realmente mexe muito com as emoções das pessoas, e ela foi muito bem apresentada por ambos esta noite. Tivemos poder vocal testado, sutileza nos momentos necessários, um jogo de passos por entre o palco bem dividido. Foi muito bonita a apresentação, e a escolha de Adam foi meramente justa, apesar de Andrew ter também grandes chances na competição.

 

 

TEAM MILEY

 

Ali Caldwell x Courtnie Ramirez – “Hit Or Miss” 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=dVp75CZvymY[/youtube]

Bernardo: Sabe quando a gente está ansioso para fazer determinada coisa e não vê a hora de pôr aquele sentimento pra fora? Pois bem, foi exatamente isso que aconteceu aqui. Elas estavam com muito fogo, como diz o Luke, e colocaram essa tensão para fora da forma mais agradável por isso.

Edu: Eu achei uma batalha meio just ok, não me cativou tanto assim, e muito menos chamou minha atenção. Ali foi merecedora de levar a melhor, mas ainda não me convenceu totalmente para o que veio, espero que na fase de knockouts ela finalmente me surpreenda como venho esperando. Agora não entendi Courtnie sendo roubada por Alicia, pois não achei que tenha merecido tal steal.

Luke: Essa batalha com certeza foi um plus, e isso nunca é incrivelmente bom ou ruim. As garotas estavam com um fogo no palco e passaram um pouco dessa agressividade na canção. Ali respeitou um pouco mais o controle da força vocal e mereceu ser escolhida. Alicia pode ter “gastado” um steal muito precoce, mas acredito que ela tenha observado coisas em Courtnie que virão a ser muito bem trabalhadas.

 

Lane Mack x Sophia Urista – “Money” 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=VEeuEYmY4bY[/youtube]

Bernardo: Essa é uma das minhas músicas preferidas do Pink Floyd, por isso eu sabia que poderia ser um pouquinho mais criterioso na avaliação desses dois. De fato, Sophia gritou bastante, mas não foi tão bem quanto eu esperava, mas isso não quer dizer que Lane foi bem, muito pelo contrário. Os dois deixaram a desejar, mas se tivesse que escolher alguém seria Lane, uma pena que não rolou.

Edu: Foi uma batalha bacana, mas achei Sophia meio acima do tom que poderia estar. Ela quis mostrar atitude, mas infelizmente pecou pelo exagero. Lane em contrapartida foi pelo lado oposto, e investiu numa linha mais controlada. Mesmo não tendo achado a moça tudo isso, realmente foi a que mostrou merecer a vitória dessa batalha. Vamos ficar de olho nela.

Luke: Sophia realmente gritou nos momentos de sua performance, mas tem hora que um grito pode mostrar um pouco da superioridade na canção. Lane não demonstrou fraqueza, mas ficou ofuscado. A apresentação foi digna de uma batalha e eu realmente fiquei arrepiado com a química de ambos em palco. Sophia mereceu ser escolhida, mas deve ser contida nos berros durante as canções.

 

 

TEAM BLAKE

 

Dan Shafer x Sundance Head – “Feel Like Makin’ Love”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=qk7XKrIHYNU[/youtube]

Bernardo: Fiquei muito tenso quando soube que Blake tinha escolhido dois cantores tão bons e tão completos, como Dan e o Sundance, para cantarem juntos. E isso nós tivemos a oportunidade de assistir em mais uma batalha sensacional, com talento caindo pelos lados e um excelente espetáculo para o público de casa. Isso sim, é televisão de qualidade.

Edu: Caraca, como eu curti essa batalha! Foi cheia de atitude, na medida certa e Dan me surpreendeu de forma única, só que mesmo assim Sundance mereceu bem mais vencer essa disputa. Já era de se prever que Dan sairia agora nas battles, mas o fez de forma grandiosa, e de cabeça erguida. Valeu, meu caro!

Luke: Sundance é a estrela de ouro do team Blake, e obviamente iria passar depois dessa performance incrível. Não desmerecendo Dan, que teve um salto incrível das audições para cá. A apresentação foi justa, assim como a escolha de Blake!!

 

Courtney Harrell x Ethan Tucker – “Gravity” 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=EU2twkad1pM[/youtube]

Bernardo: Que duelo maravilhoso, senhor Jesus! Ethan e Courtney mostraram um controle impressionante de voz, do palco e tiveram uma conexão impressionante, acredito até que dariam uma dupla muito promissora. Concordo com a escolha do Blake, mas não quer dizer que Ethan foi ruim, muito pelo contrário.

Edu: Curti demais essa batalha, pois ambos foram tão poderosos e incríveis, conforme a música exigia. Convenhamos que mesmo assim, Courtney reinou no duelo, e logo sendo merecedora da vitória.

Luke: Não consigo escutar essa canção sem me emocionar. Gostei bastante do ritmo que eles colocaram, não fugiu muito da versão original. Ambos fizeram uma performance com maestria e mereciam muito uma vaga. Courtney foi relativamente superior, demonstrando uma sexualidade incrível com sua voz e conquistando o coração de Blake.

 

Após essas batalhas, os primeiros classificados para os knockouts são:

Team Adam: Riley Elmore, Billy Gilman, Ponciano Seoane, Jason Warrior, Dave Moisan

Team Alicia: Christian Cuevas, Wé McDonald, Michael Sandez, Courtnie Ramirez

Team Blake: Sundance Head, Courtney Harrell

Team Miley: Ali Caldwell, Sophia Urista, Josette Diaz, Maye Thomaz, Lauren Diaz

 

O que acharam dessas batalhas? Foram justas as escolhas dos jurados? Venham comentar conosco, e até quinta que vem com mais review de The Voice US.

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

No comments

Add yours