The Voice US – 11×09/10 – Battle Rounds

Imagem: NBC

Imagem: NBC

Continua após as recomendações

Fala galera, como estão? Dando continuidade às battles, essa semana foi a vez dos times fecharem para a próxima fase da disputa. Performances incríveis, últimos steals, haja coração!

 

Continua após a publicidade

TEAM ADAM

 

Johnny Rez x Nolan Neal – “Sledgehammer” 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=aNSXE2jF0w0[/youtube]

Bernardo: Eu confesso que gostei muito dessa batalha quando ela começou, mas minha euforia foi diminuindo e diminuindo, até chegarem num determinado ponto que estava extremamente frustrado com o desempenho desses dois e, principalmente, do Time do Adam, que nas audições parecia muito mais forte.

Edu: Foi uma batalha tão avulsa, que acabei me entretendo com outras coisas.

Let: Tinha um baita potencial, com uma música interessante e tal, mas eles não foram a lugar nenhum. E mesmo as vozes deliciosas que curto desde o início, não me fizeram gostar de nada. Os dois poderiam rodar que estaria ok com isso!

Luke: Eu também gostei até certo ponto. São dois competidores e duas vozes extremamente comerciáveis, e digo isso em um bom sentido. Não foram o sucesso que eu esperava, mas não me senti totalmente decepcionado.

 

Bindi Liebowitz x Brendan Fletcher – “Home” 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1wXFdmLLtVk[/youtube]

Bernardo: Confesso que estava esperando por uma batalha melhor. Não foi uma catástrofe, visto que o nível desta temporada está indiscutivelmente o melhor de todos, mas esses dois cantores não brilharam o tanto quanto deveriam, principalmente se você tiver a oportunidade de assisti-los nas blinds, mas tenho que concordar com o Adam, Brendan foi indiscutivelmente o vencedor.

Edu: Que batalha incrível, totalmente alinhada e com uma song choice certeira. Ótima forma de terminar as battle rounds da temporada! Vou ser bem sincero que no lugar de Adam também escolheria Brendan, mas ainda bem que Bindi continua e o melhor, no team Blake, algo que o jurado queria desde as blinds.

Let: Eu achei bem chata essa batalha, não evoluiu em nenhum momento. Fiquei bem decepcionada com Bindi, que em momento algum tomou a dianteira, parecia uma convidada no show solo de Brendan, o vencedor indiscutível desse sonífero.

Luke: Eu comecei com um sono infinito, mas a cada palavra e a cada nota, eles me convenciam mais e mais que tinham um potencial e que arrebentariam na batalha, e assim fizeram. A escolha de Adam foi justa, e Blake usar o steal foi mais do que esperado. No fim, merecem muitas palmas.

 

 

TEAM MILEY

 

Darby Walker x Karlee Metzger – “Brand New Key”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=jBEmLGZYKyU[/youtube]

Bernardo: Que batalha divertida que nós tivemos aqui, nossa, gostei bastante. Entretanto, eu discordei com a Miley desta vez, pois não acredito que a Darby tenha se destacado o suficiente para vencer, mas acredito que Karlee será muito melhor aproveitada no Time do Blake.

Edu: Uma batalha totalmente diferente de tudo que já vi, estou ainda processando tudo. As duas se saíram bem, e eu ficaria com Darby, sem sombra de dúvidas. Gostei de Miley tê-la escolhido, e Karlee indo para o team Blake será algo interessante de se ver.

Let: Gostei demais dessa batalha diferentona, Miley é ótima em song choices! Amei as duas, e fiquei com o coração na mão por causa disso, coisa boa que as ambas se salvaram, principalmente por estarem em times que valorizam o country.

Luke: Também acredito que Darby se destacou um pouco mais na batalha, mas mesmo assim, ambas mandaram muito bem e Blake usou um steal justo para salvar a garota.

 

Aaron Gibson x Sa’Rayah – “I’ll Take Care Of You”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=i0vUaZ05pNg[/youtube]

Bernardo: As melhores coisas para o final, não é mesmo? Antes mesmo dessa batalha começar, já tinha na minha cabeça que Sa’Rayah já tinha ganhado, só por tudo aquilo que ela já tinha nos apresentado nas audições às cegas, mas quer saber? Não tenho a menor condição de me posicionar e dizer quem venceu, porque isso aqui foi impressionante e sensacional demais.

Edu: O QUE FOI ESSA BATALHA, PELO AMOR DO SANTO DEUS? Foi destruição por completo, estou jogado aqui no chão, totalmente boquiaberto e morto. Foi uma das melhores batalhas de todo o The Voice esse ano, e espetacular é pouco para definir tudo isso. Os dois mereciam vencer, mas foi uma grande surpresa a escolha por Aaron. Ainda bem que Sa’Rayah maravilhosa agora foi para o team Alicia, e o tiro de bazuca continuará sem dó e nem piedade.

Let: UMA DAS BATALHAS MAIS DESTRUIDORAS QUE EU JÁ VI NA VIDA!!! Estou completamente apaixonada por esses dois, vozes tão diferentes se unindo para uma apresentação incrível. Foi justo Aaron passar, e fiquei com o coração na mão esperando quem roubaria Sa’Rayah, que ótimo ter sido Alicia, porque essas duas poderosas se merecem!

Luke: Realmente uma das melhores batalhas que já presenciei na competição. Ambos foram muito bem colocados e têm características vocais próprias, criando uma identidade interessante. A escolha de Miley foi justa, mas não tão justa quanto o steal de Alicia, permitindo que Sa’Rayah pudesse continuar nos encantando com sua voz. Realmente um show e tanto.

 

 

TEAM BLAKE

 

Blaine Long x Josh Gallagher – “Stranger In My House”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=VtNRwYA8X8w[/youtube]

Bernardo: Essa é uma daquelas batalhas que eu olho para os dois cantores e fico mais mais dúvidas do que certezas, porque é simplesmente impossível escolher um vencedor. Blaine e Josh estavam simplesmente sensacionais, diria até que foi a melhor batalha deste episódio.

Edu: Finalmente uma batalha que me deixou satisfeito 100%. Ambos, tanto Blaine quanto Josh foram incríveis. Eu no lugar de Blake não saberia o que fazer, pois os dois foram super bem. Uma pena Blaine não ter sido roubado, mas as batalhas já estão na fase final e os steals mais seletos.

Luke: Uma batalha incrível com dois grandes competidores. A song choice casou perfeitamente com a voz dos cantores e foi uma escolha difícil, mas concordei e muito com Blake. Josh teve certas partes onde demonstrou um grande domínio vocal.

 

Christian Fermin x Gabe Broussard – “The Reason”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=QW3xB4PPlPI[/youtube]

Bernardo: Nada demais aqui, tenho certeza que amanhã eu já terei esquecido essa apresentação. Entretanto, tenho que concordar com o Blake – Gabe foi infinitamente melhor que o Christian.

Edu: A música desgracenta que embalou minha vida amorosa na adolescência. Foi uma disputa e tanto, mas convenhamos que Gabe se sobressaiu muito mais. Foi incrível os alcances e a limpeza de sua voz, tudo isso com apenas 15 anos de idade. Claro que ele precisa de aprimoramentos, mas está no caminho mais que certo. Portanto, mais que lógico o garoto vencer a batalha.

Let: Aii essa música toca lá no fundo, né? Não notei Christian, sinceramente, só prestei atenção em Gabe, que me ganhou nas blinds. Que voz gente, nossa! Não tinha como outra pessoa sair vencedora mesmo.

Luke: Eu gosto tanto dessa maldita música, que serei um pouco mais crítico ao avaliar esta apresentação. Claro que mandaram bem, mas eu esperava muito mais de ambos. Gabe foi realmente melhor, como Alicia disse, ele tem uma maturidade vocal interessante para a idade e mereceu a chance na próxima fase.

 

Austin Allsup x Preston James – “Bad Moon Rising”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=UCNOzF7K078[/youtube]

Bernardo: Começamos essa segundo dia com o pé direito, porque esses dois mostraram a que vieram numa música coerente e decididos a fazer um grande show. Não sei o que faria na situação no Blake, mas acredito que ele fez muito bem em ter escolhido Austin e dado mais uma chance para o Preston voltar na próxima temporada ainda melhor, mais preparado e (principalmente), mais maduro.

Edu: Essa última noite de batalhas da temporada começou muito bem. Achei incrível a potência vocal de ambos, mas convenhamos que Austin dominou tudo do começo ao fim. Preston foi sensacional, ainda mais para um garoto de 16 anos, mas não senti que ele esteja totalmente preparado para seguir em frente ainda na disputa, talvez em temporadas futuras ele possa estar.

Let: A batalha foi linda mesmo, trouxe uma versão mais gostosa dessa música que já esgotou os ouvidos de quem vê todos os realities musicais. No fim, foi justíssimo Austin ganhar, não só porque é o melhor, mas também por toda a bagagem que carrega – coisa que Preston ainda não tem.

Luke: A batalha foi incrível. Teve harmonia entre as vozes e a canção, ambos com uma boa presença de palco. Acredito que a escolha de Blake foi justíssima, pois Austin ainda tem muito o que mostrar na competição.

 

 

TEAM ALICIA

 

Josh Halverson x Kylie Rothfield – “House Of The Rising Sun”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=t4jer6G-Pbo[/youtube]

Bernardo: Essa é uma música poderosa, muito difícil de ser apresentada de qualquer forma e acima de tudo, precisa não só de um cantor, como também de alguém que consiga interpretar e conquistar os telespectadores de uma forma única. A última vez que tive a oportunidade de ver alguém cantando House Of The Rising Sun” tão bem foi na terceira temporada de American Horror Story. Nessa apresentação em particular, não gostei de nada, desculpem-me.

Edu: Gente, essa música é maravilhosa e tem um histórico incrível de apresentações no The Voice, e esse caso foi a primeira exceção. Foi tudo extremamente entediante, e a aquela cara de psicopata de Josh me deu medo. Ele estando agora no team Miley há uma coerência muito maior, e tenho certeza que a jurada fará um trabalho incrível. Com Alicia realmente não rolou química.

Let: Eu achei tudo bem errado, fora de lugar, quiseram inventar e não deu certo. Poxa, respeita a música, gente! Coisa boa que Kylie ganhou, porque Josh errou feio, e não foi pouco.

Luke: Ahhh Edu, serei obrigado a discordar, kkkk… Não sei se minha paixão é tão grande por essa música, que me fez achar a apresentação muito boa, mas eu realmente fiquei vidrado com suas vozes. Concordo com o steal de Miley sendo o mais coeso, e Kylie foi melhor na apresentação, chegando a ofuscar Josh em certos pontos. No fim eu achei que foi uma batalha muito bem apresentada.

 

Gabriel Violett x Whitney & Shannon – “More Than Words”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=VgMm2q-gBvM[/youtube]

Bernardo: Tinha certeza que essas duas irmãs passariam com facilidade pela fase das batalhas, pela apresentação espetacular das blinds. Gabriel não estava ruim, muito pelo contrário, mas não conseguiu, infelizmente, mostrar seu trabalho de uma maneira mais impactante.

Edu: Estou simplesmente apaixonado por essa batalha! Foi tudo lindo demais, vozes equilibradas e conectadas, fechei os olhos e viajei aqui ao som desse maravilhoso clássico. As duas irmãs com certeza se sobressaíram bem mais que Gabriel, sendo mais que justa a vitória delas.

Let: Em nenhum momento Gabriel se sentiu à vontade, o tom mais baixou não facilitou também – apenas a vida das irmãs, que mandaram, apenas. Essa batalha poderia ter sido bem melhor do que foi, mas ainda assim foi de uma fofura incrível.

Luke: Gabriel começou colocando identidade na música, fugindo um pouco da normalidade da canção e eu gostei muito disso. Mas depois ele voltou para a melodia original, e ficou ofuscado pelas incríveis vozes das garotas. Realmente uma batalha suave e equilibrada, que mostra toda a leveza da canção. Estão de parabéns!

 

Os últimos classificados para a próxima fase foram:

Team Adam: Nolan Neal, Brendan Fletcher, Simone Gundy

Team Alicia: Kylie Rothfield, Whitney & Shannon, Belle Jewel, Sa’Rayah

Team Blake: Josh Gallagher, Gabe Broussard, Austin Allsup, Dana Harper, Karlee Metzeger, Bindi Liebowitz

Team Miley: Darby Walker, Aaron Gibson, Josh Halverson

 

O que acharam da formação dos times? Semana que vem começa a fase de knockout rounds, até lá!

Nenhum comentário

Adicione o seu