The Voice US – 11×15 – Playoffs Live Shows

Imagem: NBC

Imagem: NBC

Enfim chegamos à fase mais esperada do The Voice, os shows ao vivo. Essa é a última etapa do programa em que os jurados terão ainda poder de decisão em relação a seus pupilos, pois a partir da próxima semana o destino deles vai depender única e exclusivamente do público.

Por conta das eleições presidenciais na última terça-feira, o reality teve exibição apenas na segunda e, diferente das demais temporadas, essa etapa teve sua resolução em apenas um dia, e não três como habitual. Chega de papo e vamos conferir o que rolou?

 

Continua após a publicidade

TEAM ALICIA

Christian Cuevas – “Yesterday”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1h4Zb-CDthY[/youtube]

Bernardo: Não há melhor maneira de começar essa fase com uma performance maravilhosa e retumbante do Christian. Foi emocionante, foi poderoso e extremamente gratificante de assistir. Muito bom!

Edu: A fase de playoffs começou em grande estilo, com essa linda e emocionante apresentação de Christian. Essa foi de longe sua melhor performance na disputa, e com certeza lhe garantiu mais tempo na competição.

Let: MELHOR VERSÃO QUE JÁ OUVI DESSA MÚSICA! Amei tudo que Christian fez, mas o ponto realmente mais forte foi imprimir muita personalidade à canção, e isso foi lindo demais. Eu chorei e aplaudi muito aqui!

Luke: Se apresentar cantando Beatles já é uma das melhores escolhas possíveis, e trabalhar em cima da canção pra trazer ela à sua voz, mostra a maturidade que ele tem. Christian fez um trabalho incrível e emocionante, está de parabéns!!!

 

Kylie Rothfield – “(I Can’t Get No) Satisfaction”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ENfju8DYb0g[/youtube]

Bernardo: Um erro de percurso impressionante, nunca vi alguém tão perdido no palco como a Kylie estava.

Edu: Cruzes, foi tudo uma verdadeira bagunça misturada com vergonha alheia. Adeus!

Let: Tem gente que pede para fazer parte das eliminações, uma dessas pessoas é Kylie.

Luke: Realmente não tem como defender essa performance. A canção merecia algo estrondoso que não veio.

 

Wé McDonald – “Home”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=XEqf_SidAXs[/youtube]

Bernardo: É impressionante a capacidade que a Wé tem de se manter a franca favorita durante toda a temporada. Depois dessa apresentação, ela continua sustentando esse título com muita facilidade.

Edu: Dona da temporada, Wé veio com algo mais contido, porém de extrema qualidade. É impossível não amar essa maravilhosa, mesmo quando ela opta por algo não tão poderoso assim. Bravo!

Let: Essa menina não tem explicação, que poder, minha gente! Como pode tudo isso? Mesmo com uma música que não é tão boa assim, ela arrasou. Junto com Sa’Rayah, ela disputa o meu favoritismo para essa temporada.

Luke: Wé tem seu merecido favoritismo desde a audição às cegas. Não sei se a canção foi padrão Wé, mas sei que foi bem apresentada. Sua voz ecoa de uma forma encantadora e ela tem as maiores chances de estar na final.

 

Josh Halverson – “Cupid”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=s-81xlfHZ4o[/youtube]

Bernardo: Sinceramente? Achei o Josh fraco demais, a impressão que tive é que ele estava enjoado ou sem nenhuma vontade de apresentar um bom trabalho. Eu sei que ele é muito melhor do que isso, mas não foi dessa vez pra mim não.

Edu: Gosto de Josh, mas essa oscilação sua na disputa ainda vai lhe ser prejudicial. Depois de uma apresentação leve e emocionante na semana passada, o rapaz veio com algo totalmente entediante.

Let: Eu esperava muito mais, mas nem deveria, porque Josh sempre nos deixa assim, sem saber o que esperar ou pensar. Achei também tudo bem fraco, mas beeem fraco.

Luke: Os dez primeiros segundos de música me deixaram preocupados, depois ele foi se acertando e pra mim parou no just ok. O rapaz tem um potencial violento e está em um time muito poderoso, então tem que tomar cuidado se quiser continuar.

 

Sa’Rayah – “I’d Rather Go Blind”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=o8cNgpAe0E0[/youtube]

Bernardo: Outra cantora que desde o primeiro momento apresentou-se como favorita para levar o grande prêmio. Ela pode cantar músicas de estilos opostos, com diferentes nuances e falsetes, mas a boa notícia é que ela é um arraso em qualquer coisa.

Edu: Sa’Rayah simplesmente pisou na cara dos haters com essa obra prima gigantesca. Depois de ter sido alvo de ofensas pesadíssimas, com mensagens racistas e de muito ódio, a candidata mostrou que é mais forte que todas essas crueldades que foram ditas a seu respeito recentemente. Fênix, maravilhosa, reinou no palco. Assisti essa performance SETE vezes, e me emocionei em todas elas.

Let: DIVA, RAINHA, MARAVILHOSA! Eu tô no chão com essa apresentação, como sempre fico com essa linda, né! Toda temporada de The Voice tem um grande destaque, e o dessa temporada não há dúvidas que é Sa’Rayah. A voz forte, límpida e que não conhece limites é a verdadeira alma desse programa. É finalista sim, e se não for tá tudo errado.

Luke: Alicia faz um trabalho incrível como coach e merece ficar eternamente em uma cadeira. Sa’Rayah foi incrível, sem palavras pra descrever. Ela tem uma singularidade na voz, uma força que vem de anos de experiência. Realmente foi uma apresentação emocionante, e que levará a cantora ao mais alto patamar da competição.

 

 

TEAM BLAKE

 

Dana Harper – “Maneater”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ztBkEKMMNnw[/youtube]

Bernardo: Gostei dessa música, vou até coloca-la na minha lista para baixar mais tarde. Entretanto, o problema aqui é que a Dana não fez acontecer desta vez. Uma pena.

Edu: Ai gente que song choice erradíssima pra Dana, e assim não tem como defendê-la, infelizmente.

Let: Aii não Dana, por que essa música? Logo no início eu achei que ela faria uma abordagem diferente, mais lenta e pesada, dark mesmo. Mas não, me enganei total, porque não demorou muito para ficar igual a versão original, e aí perdemos a voz de Dana no meio da batida.

Luke: Uma das melhores vozes do team Blake mas que fez uma escolha sofrível. A apresentação da semana passada foi o sucesso e hoje a derrota.

 

Austin Allsup – “I Ain’t Living Long Like This”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=OfMUsOxo1-A[/youtube]

Bernardo: Sensacional, estou sem palavras para descrever o quão sensacional Austin Allsup foi aqui. Uau! Uau! Uau!

Edu: Fazia tempo que não assistia a uma apresentação country em The Voice, que me prendesse totalmente igual aconteceu com essa de Austin. Foi simplesmente incrível, ele estava seguro e confiante de si, cantando com a maior naturalidade do mundo, como se nem estivesse numa competição.

Let: Não sou fã do country, principalmente esse aí, bem de raiz, mas preciso admitir que Austin fez um ótimo trabalho – como sempre. Ele dominou o palco com uma precisão incrível, curti muito!

Luke: Com certeza foi uma performance incrivel. O country sempre me proporciona grandes surpresas no The Voice, e dessa vez foi além do imaginado. Como o Duh mesmo disse, ele passava confiança durante a canção. Mandou muito bem.

 

Jason Warrior – “One Dance”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ABCDEFGH[/youtube]

Bernardo: Próximo…

Edu: O que ele ainda faz aqui?

Let: Peraí, o que foi isso? Que coisa mais terrível, serião.

Luke: Péssima song choice com certeza. Os gritos me deixaram totalmente perdido na canção, não merece continuar.

 

Sundance Head – “Blue Ain’t Your Color”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=cfSTUlthKGA[/youtube]

Bernardo: Um dos melhores, talvez o melhor, do time do Blake. Certamente é uma daquelas possibilidades de vencer, porque após uma performance tão rica e tão cheia de qualidade como essa aqui, fica difícil pensar o contrário.

Edu: Meu favorito do Team Blake, Sundance mais uma vez não decepcionou. Eu não sei o que ele tem, mas toda vez que lhe ouço cantando eu fecho meus olhos e começo a viajar aqui. Dessa vez não foi diferente, e é questão de honra sua classificação no Top 12.

Let: Nossa, tô arrepiada até agora. Foi tudo tão poderoso e incrível, que fiquei meio sem palavras. Sundance é realmente o melhor do team Blake, e ele melhora seu status ao escolher perfeitamente suas músicas, com uma maestria e uma inteligência e conhecimento do público enormes. Merece demais passar para a próxima fase.

Luke: Um dos nomes destaque desta competição, Sundance tem uma voz inexplicável. A canção encaixou perfeitamente à sua necessidade, foi leve e emocionante ao mesmo tempo. Realmente tem grande futuro nesta temporada.

 

Courtney Harrell – “It Must Have Been Love”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=8zn7mJxHK3w[/youtube]

Bernardo: Mais uma com um grave problema em escolher uma música decente, senhor.

Edu: Não foi de todo o mal, mas a song choice não casou com sua voz.

Let: Foi bom, mas nossa, com essa voz ela poderia ter escolhido músicas beeeeeem melhores. Não dá para entender essa gente!

Luke: No início me empolguei bastante com a canção, e por mais que tenha sido muito gritada e que a potência vocal de Courtney peça algo forte, eu gostei do trabalho geral. Não foi a melhor apresentação, mas pode garantir sua permanência.

 

 

TEAM MILEY

 

Sophia Urista – “Da Ya Think I’m Sexy”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=7TsCchR9eTU[/youtube]

Bernardo: Oi?

Edu: Quem é você na fila do pão?

Let: Aiii pra queeeee?

Luke: Ahhh, um Just ok…

 

Darby Walker – “Those Were The Days”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=0ccW_1WVoDg[/youtube]

Bernardo: Que lambança esse começo, hein? Faltou treinar aquela troca de tom, mas eu tenho que concordar com o Edu, porque essa vibe diferentona realmente me captou de uma forma única. Foi divertido.

Edu: Achei meio vergonha alheia no começo, mas essa vibe diferentona me conquistou aos poucos. Não foi uma performance extraordinária, mas uma delicinha pra passar o tempo.

Let: Darby é meio louca né, isso que gosto nela. Foi bagunçado sim, mas as experimentações com a voz foram o grande atrativo dessa apresentação.

Luke: Eu gostei da vibe folk/hippie com que ela conduziu a canção. Realmente foi algo inesperado mas que seduz de uma maneira estranha kkkk… No fim das contas eu achei bem trabalhado e divertido.

 

Aaron Gibson – “Round Here”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=N77zrffhhiI[/youtube]

Bernardo: Serei injusto de dizer que essa apresentação foi ruim, porque foi muito boa. Entretanto, estarei sendo desonesto com você, leitor, se afirmar que essa performance me emocionou de alguma coisa, porque eu não sai do lugar, talvez tenha ficado com um pouquinho de sono.

Edu: O único homem do Team Miley, Aaron fez uma de suas melhores apresentações até agora. Eu gostei, e acho mais que justo sua classificação.

Let: Eu achei bem blé essa performance, podem me julgar, mas dormi aqui.

Luke: Também gostei bastante da performance, a melhor do competidor até o momento, pelo que me recordo. A batida da canção encaixou na sua voz de maneira coesa e isso ajudou muito!!

 

Belle Jewel – “Runaway”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=M4qE4CeQsDg[/youtube]

Bernardo:Belle estaria classificada para qualquer final, desde que fosse para ser backing vocal de alguém.

Edu: Não era nem pra você estar aqui, não é mesmo?

Let: Achei ela bem insegura e melancólica demais. Mas né, o que mais gostei mesmo foi o vestido dela.

Luke: Passei a música toda cantando a versão brasileira de Demetrius e nem importei com o que aconteceu lá.

 

Ali Caldwell – “Times Have Changed”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=dWAOBi07Nf8[/youtube]

Bernardo: Você pode até achar que eu estou exagerando, mas se eu fechar os olhos e escutasse a apresentação de Ali, poderia jurar que era a Mary J. Blige no palco mandando ver, como de costume.

Edu: O QUE FOI ISSO? Essa não foi apenas a melhor performance de Ali na competição, como uma das melhores dessa noite de playoffs. Amei por demais, e quando tudo acabou meu queixo estava simplesmente caído no chão.

Let: EU TÔ NO CHÃO! Que rainha absoluta. E sim Bernardo, não preciso nem fechar os olhos para ver Mary J. Blige destruindo tudo no palco.

Luke: Ali trouxe emoção do começo ao fim!! Realmente foi uma performance incrível, com uma show de extensão vocal e harmonia!! Team Miley está muito forte por ter essa incrível voz.

 

TEAM ADAM

 

Brendan Fletcher – “To Love Somebody”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=hzki1s-yXdE[/youtube]

Bernardo: É inegável que Brendan é um dos candidatos dessas temporadas que mais conseguem mostrar seu esforço com muita facilidade quando está se apresentando. Ao meu ver, ele é um dos mais fortes que o Adam tem e eu realmente espero que ele consiga uma vaga para os lives.

Edu: Brendan vem me conquistando a cada apresentação que faz, e dessa vez não foi diferente. Essa voz rouca dá um “quê” a mais em suas performances, e assim, comendo pelas beiradas, o candidato vai se destacando aos poucos na disputa.

Let: Brendan sempre me arrepia toda, e dessa vez não foi diferente. Foi tudo tão lindo, tão redondinho, que me apaixonei ainda mais pelo moço. Arrasou!

Luke: Brendan é realmente um grande competidor por mostrar sua evolução sem toda aquela inconstância ou sem os clássicos Just ok. O rapaz fez uma incrível apresentação nesta noite, e merece muito continuar na competição.

 

Simone Gundy – “Diamonds”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=gJ7XCkZND2g[/youtube]

Bernardo: Música muito difícil para quem, claramente, não sabia como apresenta-la. Uma pena.

Edu: Foi uma performance muito bacana, mas convenhamos que da forma como o Team Adam está fortíssimo, faltou um “tchan” a mais para ter sido impecável.

Let: Olha, se não for para cantar como a La’Porsha Renae fez no American Idol (confira aqui) então nem canta, adeus!

Luke: Concordo em gênero, número e grau com Edu. O team Adam está tão bem escolhido, cheio de grandes nomes na competição, que ficou muito no alto Just ok. Não sei como o cantor irá trabalhar com as apresentações, mas realmente será uma difícil decisão.

 

Josh Gallagher – “Colder Weather”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=n9KabdiVtZU[/youtube]

Bernardo: É sempre uma delícia poder ouvir o Josh cantando, ainda mais uma música tão especial quanto essa. Muito bom.

Edu: Fiquei feliz de Josh ter continuado na disputa, e essa apresentação foi a prova clara que Adam não fez a escolha errada em salvá-lo.

Let: Foi incrível, esse vozeirão de Josh sempre me conquista. Não foi destruidor, mas foi lindo demais.

Luke: Josh trabalhou muito bem em cima dessa incrível canção. A música foi se complementando com sua voz e ficou cada vez mais instigante ouvir ela repetidamente.

 

Riley Elmore – “Luck Be A Lady”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Lk5jeZTnYTQ[/youtube]

Bernardo: Essa pegada do Frank Sinatra me deixa impressionado. O melhor de tudo sabe o que é? O fato de que ele não se esforça para trazer aquela imagem, pois aquilo ali não é nenhum personagem, é Riley sendo ele mesmo. E isso é fundamental para qualquer artista.

Edu: Riley tem esse quê de vezes Frank Sinatra e outras Tony Bennett, e essa sua sonoridade é algo que chama muito atenção. Mesmo assim não é algo que vejo indo muito além, por mais que eu tenha gostado do que vi até agora.

Let: Gente, na real é uma fusão bem Dragon Ball mesmo entre Frank Sinatra, Tony Bennett e Michael Bublé, que deu super certo. Mas não sei se isso será suficiente.

Luke: Riley foi incrível durante a apresentação!! Sua voz é harmônica e impacta durante a canção. O estilo soul impregnado confere ainda mais força e sucesso.

 

Billy Gilman – “Crying”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=M1FvqmVMM0o[/youtube]

Bernardo: Estou sem palavras, apenas sem palavras para dizer o quão sensacional isso aqui foi.

Edu: REI DA TEMPORADA, DONO DO THE VOICE, FILHO DE ALISAN PORTER E JORDAN SMITH! Que performance meus amigos, não canso de ver até agora. Billy é de uma destruição sem fim, e eu fico besta de como certas songs choices lhe cai como uma verdadeira luva. Pra mim só perdeu para sua audição, que foi magnífica tanto quanto. Só sei que no final de tudo estava eu aqui, fazendo jus ao nome da música. BRAVO!

Let: NÃO TÔ CONSEGUINDO FALAR, SÉRIO, MEU DEUS TÔ MORTA! O QUE FOI ISSO? UM TIROTEIO, PRATICAMENTE! Billy é pura ousadia, e ainda pega esse clássico para fazer uma versão melhor que a original. Foi perfeito demais, foi de arrepiar, realmente é o Rei da Temporada!

Luke: Uma apresentação que dispensa comentários! Billy é um dos maiores competidores da temporada, que dirá de todo o programa, kkkk… Grande merecedor do título de campeão, caso mantenha essa qualidade.

 

 

RESULTADOS

Bernardo: Depois de tantas apresentações, fica até difícil comentar esses resultados, mas vamos lá. Acredito que o que vimos aqui foi a primeira “peneira”, ao separar aqueles que estavam sobrando daqueles que realmente estão fazendo um bom trabalho e merecem seguir em frente. É verdade também que os telespectadores não são meritocráticos, na verdade, nunca foram pelo tipo de coisa que decidem dar audiência, mas até aqui, os votos foram coerentes, corretos e com uma postura surpreendente de justiça. Espero, sinceramente, que essa gente colabore e continue mantendo essa sabedoria daqui para frente, não é fácil eu sei disso, mas não custa tentar.

Edu: Olha depois do festival de injustiças que foi essa fase na temporada passada, até que dessa vez não foi o pior dos mundos. Alicia está indo ao Top 12 com um time redondo, e eu escolheria justamente os três classificados. Kylie estava fazendo hora extra, enquanto Josh veio com uma song choice que não lhe ajudou. Já o Team Blake foi sofrido pra mim ver Dana partindo, enquanto Courtney ficou com sua vaga. Pelo menos Jason foi eliminado merecidamente, pois fiquei com medo dele passar. Team Miley não tinha muito para onde correr, e era nítido a formação desse Top 3, mas convenhamos que tinha uma ponta de chances de Belle ser escolhida, ao invés de Darby. Ainda bem que isso não aconteceu, e a suflê de chuchu rodou pra bem longe. Agora o Team Adam pra mim foi o mais difícil, pois até então era o mais forte da disputa e os cinco mereciam permanecer, mas né direitos iguais para todos. Billy e Brendan sendo escolhidos foi bem previsível, não apenas pela qualidade vocal que cada um tem, mas por serem também rostos bonitos, e vamos ser sinceros que isso conta e muito sim na audiência. Mas a minha surpresa final foi de Adam escolhendo Josh, ao invés de Riley. Fiquei satisfeito no final das contas, mas doeu ver o garoto, junto com Simone, deixando a disputa.

Let: Gente, nunca vi essa fase tão justa, sério. Porque normalmente comentamos aqui cheios de mágoa e raiva do público americano e suas cagadinhas, mas dessa vez olha, sem erros. Eu realmente não tenho do que reclamar, só não queria Aaron, mas né, quem seria do Team Miley? O Team Alícia tá perfeito, como saberíamos que estaria, o Team Blake também tá fortíssimo. Adam acertou na sua escolha final. Sério gente, não tenho nem como reclamar de nada e nem consegui fazer textão. Complicada essa vida quando acertam nos realities, né?

Luke: O nível da competição está cada vez mais alto. Chegamos a um ponto em que a peneira foi feita, os melhores estão cada vez melhores e ficará mais difícil de fazer a escolha. Os times estão bem divididos, mas claro que temos nossos preferidos, que realmente têm a grande chance de vencer. Espero ver cada vez mais surpresas e evoluções nos competidores. O team Adam é o melhor composto na minha opinião, e foi o mais difícil entre todos. Team Miley e Alicia eram nítidos como se comportariam, sem muitas surpresas. Team Blake foi meio termo na questão de coesão. Dana fez uma boa performance, mas realmente não deu seu melhor, ficando no just ok e sendo eliminada.

 

O que acharam desse “massacre”? Foi justa a formação do Top 12? Venha comentar sua opinião e debater conosco.

Até a próxima quinta-feira!

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

1 comment

Add yours

Post a new comment