The Voice US – 11×18/19 – Top 11

Imagem: NBC

Imagem: NBC

Olá, como estão vocês? As coisas no The Voice estão ficando cada vez mais intensas, e grandes performances e diversas injustiças marcaram essa semana de disputa. Vamos dar aquela famosa olhadinha?

 

PERFORMANCES

Continua após a publicidade

 

Ali Caldwell – “9 To 5”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=RmWIoGZVxUE[/youtube]

Bernardo: Apresentação estava boa, produção estava coesa, bem feita e a Ali conseguiu trabalhar em cima dessas possibilidades. Acredito que a música poderia ter sido mais potente e carregando mais força, mas teve um resultado positivo. Nada de péssimo, mas nada de espetacular.

Edu: Ali estava bem brega, tipo muito mesmo, mas perto de sua voz incrível encaixando adequadamente a essa música, isso logo foi esquecido. Que performance, meus amigos. Ali vem ganhando pontos comigo a cada semana, e essa noite de Top 11 não poderia ter começado da melhor forma possível.

Let: Adorei o clima burlesque dessa apresentação, mas achei que a voz de Ali não estava tão boa como sempre. Quem sabe por que dançou demais? Não sei.

Luke: Sem palavras pra descrever o quanto me empolguei durante a canção! Ali teve um dinamismo em palco que sempre me surpreende. A voz encaixou perfeitamente às necessidades da canção, e foi bem divertido e emocionante.

 

Sundance Head – “No One”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=6z5oR_CJhxk[/youtube]

Bernardo: É sempre um grande prazer prestar atenção na performance de Sundance, pois elas trazem muita força, muita paixão e, mais importante, muito sentimento que mesmo naqueles momentos que ele deixou a desejar, estavam lá para ressaltar o quão especial esse cantor foi desde o começo. Não acredito que é algo que vai nos fazer considera-lo entre os finalistas, mas é inegável que No One” foi muito bem apresentada ao telespectador.

Edu: Cacilds, essa foi definitivamente a melhor performance de Sundance até agora. Bastante ousado, o candidato nunca escondeu ser fã de Alicia e pegou um dos maiores hits da coach, transformando nessa versão incrível. Foi lindo, emocionante e me arrepiei todo aqui.

Let: Sou mega fã de Sundance, e gostei da versão country que ele deu para esse clássico da Alicia. Mas nem de longe foi a melhor performance dele, até porque não senti tanto a força da voz dele, e mesmo com a vontade de fazer algo com personalidade, consegui ver a versão original em cada verso – e isso não é um defeito, mas eu esperava mais de Sundance.

Luke: A galera realmente não está vindo para brincar essa semana. Me surpreendi quando percebi que Sundance iria cantar um dos maiores hits de Alicia em sua performance. E meus amigos, que apresentação emocionante. Poder cantar uma canção brilhante como esta, e ter um sorriso no olhar da grande estrela responsável por elevar o nome da música, deve ser impagável!!

 

Aaron Gibson – “Hurt”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SuePHK4M3-o[/youtube]

Bernardo: Nem parece o mesmo Aaron fraquíssimo e preguiçoso da semana passada. Acredito que ele percebeu o que estava acontecendo e que estava prestes a ir embora, caso continuasse no mesmo ritmo, esforçou-se e evoluiu para se tornar um cantor muito, mas muito melhor do que aquele da semana passada. Espero que ele continue assim, porque eu e você sabemos que ele tem muito potencial para seguir em frente.

Edu: Aaron foi bem ousado, ao escolher esse clássico do nosso saudoso Johnny Cash. Não vou mentir, amei por demais, e casou com sua voz. Diferente da performance da semana passada, o rapaz não estava no modo robô, e deixou extravasar seus sentimentos e vulnerabilidades nessa na canção, e eu achei muito bom o resultado final disso tudo.

Let: Nossa, nem parece o mesmo Aaron. Adorei essa versão, tô arrepiada até agora. Aquela voz rouca na medida certa, misturada com toda a força dessa música, nos entregou uma performance inesquecível.

Luke: Como o Edu disse muito bem, Hurt é uma canção ousada para o competidor. E assim como a meu amigo de bancada virtual, a música realmente me tocou bastante. A letra da canção é forte, aborda uma condição peculiar e emocionante. Aaron teve a maestria de saber encaixar cada nota e melodia à sua voz, e fazer um trabalho muito bem feito.

 

Courtney Harrell – “What I Did For Love”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=HKI9ODJFs4M[/youtube]

Bernardo: Achei ótimo para apresentação na igreja, uma encenação de Black Nativity no teatro da escola ou uma audição para um show de calouros, o que claramente não é o caso aqui. Uma pena que ela tenha desperdiçado tamanha oportunidade para mostrar um trabalho acima da média. Realmente frustrante.

Edu: Peguei um ar gigantesco de Courtney, e já a quero como eliminada essa semana. Adeus!

Let: Eu sinto pena de Courtney, ela tá sempre tentando e nunca consegue. Já desafinou no início, e se perdeu em uma música bem pedante.

Luke: Realmente me surpreendeu um pouco negativamente. Um musical não consegue agradar a tantas pessoas, mesmo que um sucesso como A Chorus Line. Acredito que ela estará no bottom essa semana.

 

Josh Gallagher – “Drunk On Your Love”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=K1pv8IRWDV8[/youtube]

Bernardo: Eu gostei muito dessa tentativa de fazer alguma coisa diferente, nesse quesito ele até ganha pontos comigo. Mas no geral, sou obrigado a perguntar – o que aconteceu aqui?

Edu: O que aconteceu com o Josh que tanto gosto? Essa performance foi chata e torturante, parecia que não acabava nunca. Sinto cheiro de bottom a caminho.

Let: Também não entendi nada. Não faz assim, Josh!

Luke: Já vi melhores e já vi piores, ficou um just ok bem aquém.

 

Billy Gilman – “All I Ask”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=RswuJVHVw_0[/youtube]

Bernardo: E como eu gostei de ver o trabalho que o Billy entregou aqui. A produção lhe ajudou, e muito, em compor uma boa performance que não expôs todo o seu potencial vocal, que já vimos ser alto. Vejo uma vontade muito grande dele em ir longe, em desafiar as previsões e surpreender por conta gotas, diria que até gosto quando isso acontece nos reality shows, não na política.

Edu: Essa é a minha segunda música predileta de Adele, que canção maravilhosa. Quando soube que Billy a cantaria eu esperei por um espetáculo impressionante, e foi algo muito bonito, mas nada extraordinário. Pela grandeza que a música tem e a potência vocal que só o act tem, senti que faltou aquela explosão que só ele sabe proporcionar. Se isso tivesse acontecido, com certeza teria sido a melhor performance da noite disparada. Gostei bastante, mas não amei.

Let: Eu também fiquei esperando muito mais, que pena. Billy poderia ter ido muito mais longe, rasgado a voz, aberto o coração, mas nada disso aconteceu. Eu fiquei bem decepcionada.

Luke: Se formos abordar a voz de Billy, se encaixou muito bem com a canção… agora, eu não fiquei arrepiado da maneira que esperava. As canções da Adele requerem muito isso, essa emoção sofrida em cada nota, que nos faz se conectar à letra.

 

Christian Cuevas – “Rosanna”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=R0nYPuGY1Sg[/youtube]

Bernardo: Que música divertida, sério mesmo. Vou ter que baixar aqui depois, principalmente ao saber que foi um dos grandes destaques do início da década de oitenta. Na voz do Christian, infelizmente, as coisas não deram muito certo. Talvez da próxima.

Edu: Xiiii, gostei não. Próximo!

Let: Christian migo, que aconteceu com você? Por que essa música??? Não ficou bom.

Luke: Eu amo essa música!! Já escutei ela em diversas versões e nada se compara ao original. Foi um pouco diferente do que estamos acostumados a ver com Christian, não digo que não gostei, mas não foi o sucesso que eu esperava.

 

Austin Allsup – “Turn The Page”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ytSihLlVWU4[/youtube]

Bernardo: Ele ganha uma estrelinha por ter tentado?

Edu:

Let: Não evoluiu em nenhum momento, foi tudo tão chato que ZZzzzzz

Luke: Já tem umas semanas que estou muito ZzZzZz com as apresentações de Austin.

 

Darby Walker – “You Don’t Own Me”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=9RFsn49Do6E[/youtube]

Bernardo: Maravilhoso, fico sem palavras para descrever o quão sensacional, maravilhoso, arrasador e impressionante essa performance foi. A produção deu uma atenção especialíssima para essa apresentação da Darby. Que voz, que interpretação… que artista completa, Senhor Jesus!!!! Aplaudida de pé.

Edu: PODEROSA!!! O QUE FOI ISSO?? EU ESTOU SIMPLESMENTE NO CHÃO!!! Essa foi a melhor performance da noite até o momento. Darby vem evoluindo a cada semana, e estou amando isso. Os haters piram! Foi um conjunto de teatralidade com voz, me vi em um espetáculo musical, e amei o resultado final.

Let: AMEI, TÔ NO CHÃO! Bom, eu adoro Darby desde o início, quem não gosta só pode ser por recalque, não tem outra explicação. Essa foi apenas A MELHOR APRESENTAÇÃO DA MOÇA! Adorei tudo, da dancinha ao modelito que ela tirou do armário da Miley, mas o que mais me fascinou (como sempre) é tudo aquilo que ela faz com sua própria voz, é simplesmente incrível.

 

Brendan Fletcher – “The River”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=iV7qmh16eDw[/youtube]

Bernardo: Depois de uma apresentação tão boa e delicada no episódio passado, eu quase cai no sono com essa apresentação.

Edu: Brendan foi outro que não veio com uma performance tão boa assim, uma pena!

Let: Ai que triste, eu quase dormi durante a apresentação de Brendan. E ele estava indo tão bem, complicado mesmo fazer uma performance boring nessa altura da competição.

 

Wé McDonald – “Love On The Brain”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=7Hy23gRgPRY[/youtube]

Bernardo: Nunca tentei esconder que Wé era a minha favorita desde o começo desta temporada, e após ver essa apresentação posso dizer, com toda a certeza, que continuo com a mesma opinião sobre essa maravilhosa. Não perdoarei o público americano se algo der errado com a caminhada de Wé para o primeiro lugar. #WeForTheWin

Edu: Eu falo que essa menina não é daqui, cada performance é um tiro diferente. Ela veio com essa maravilhosa música de Rihanna e, mesmo com alguns deslizes ocorridos, a garota destruiu quaisquer estruturas. Ela não cansa de surpreender, essa maravilhosa!

Let: Essa música é maravilhosa, e agora sim ouvimos uma versão que preste (alô TXF BR). Não foi a melhor apresentação da moça, mas o nível dela é sempre acima, então ainda assim foi destruidor – e eu amei o final.

 

 

BOTTOM

 

Aaron Gibson – “Budapest”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=OIOWtdJ7xkI[/youtube]

Bernardo: Uma pena que Aaron tenha ficado no bottom nessa semana. Ele melhorou muito nesse episódio, e mostrou um crescimento ainda maior e mais interessante com Budapest”. Esse Aaron deveria ter ficado por aqui por muito mais tempo.

Edu: Francamente não entendi foi nada em ver Aaron no bottom essa semana, se Courtney, Austin, Christian e Josh foram bem piores que ele, principalmente os dois primeiros. Esse instant save dele me deixou meio que a desejar, na boa.

Let: Realmente Aaron não merecia estar aqui, ele foi ótimo essa semana. Mas, em compensação, cantou pessimamente “Budapest”, vai entender.

 

Darby Walker – “Your Song”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=tJgOusKhfhM[/youtube]

Bernardo: Quero saber o que a Darby está fazendo aqui. Independentemente se foi melhor ou pior que o Aaron nessa questão, ela sequer deveria passar pelo desgaste de disputar um bottom. Sua apresentação nesse episódio deveria, repito, ter sido suficiente para que o telespectador votasse para que ela avançasse.

Edu: Não entendi de Darby estar no bottom também, pois na minha opinião ela fez a melhor apresentação da noite anterior. Sua performance aqui foi melhor que Aaron, portanto nada mais justo que a permanência dela.

Let: Mega injusto Darby aqui, sinceramente, oh povo burro, pelamor. Como sempre, amei a apresentação de Darby, sua voz única imprime personalidade em tudo que ela faz, e mais uma vez foi inesquecível.

 

 

ELIMINAÇÃO

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5dRPb_bgV7o[/youtube]

Bernardo: Estou decepcionado, ou melhor, extremamente decepcionado e frustrado com esse resultado. É provável que Darby, caso tivesse avançado, não venceria quando chegasse na final ou na reta final, mas nesse momento não pareceu certo, não pareceu justo ver tudo o que essa moça vez, nas duas apresentações, e ter um resultado como esse. Definitivamente, os Estados Unidos não estão levando a meritocracia em conta para julgar as grandes mulheres que se destacaram em 2016. Darby, você terá minha atenção daqui para frente.

Edu: SIMPLESMENTE RIDÍCULO! Primeiro que nenhum dos dois mereciam estar no bottom essa semana, pra começo de conversa, mas né o público americano ainda não aceitou Miley na bancada, muito por conta de sua fase polêmica entre 2013 e 2014, sem contar o machismo e tradicionalismo extremista na terra do tio Sam, e então querem derrubar o time dela e depois de Alicia. Estou de cara com tudo que aconteceu, e principalmente pela eliminação da Darby. Definitivamente esse público precisa ser seriamente estudado e compreendido, porque está puxado. Enquanto isso, a sonsiane da Courtney continua na disputa.

Let: WHAT, MEU DEUS DO CÉU TÔ ME TREMENDO, NÃO PODE SER!!! Qual o problema desse público?? Como eliminar Darby??? Aliás, como deixar ela no bottom? Para início de conversa, olha, que raiva, que ódio. Era para ela ganhar esse programa e foi eliminada do nada, por um povo burro, preconceituoso, ridículo, que come cocô.

 

O que acharam da eliminação de Darby? Assim como para nós, vocês acharam que tenha sido uma grande injustiça?

Até a próxima semana!

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

2 comments

Add yours
  1. Avatar
    Lucas Santtos 24 novembro, 2016 at 11:00 Responder

    Ainda tentando superar essa performance maravilhosa do Sundance! Pra mim o cara foi o dono da noite, porque essa versão de “No One” acabou comigo legal. Depois dele Aaron e Wé também foram maravilhosos! Billy então nem se fala, o cara pegou minha música preferida do 25 e pronto, coisa linda! Até agora não aceito Aaron no bottom, porque foi injusto.
    Particularmente achei que todo mundo foi bem nessa semana e não achei assim tão injusta a eliminação da Darby, embora minhas torcidas para eliminação da vez era pro Austin ou Josh.

    • Eduardo Nogueira
      Eduardo Nogueira 24 novembro, 2016 at 12:16 Responder

      Foi bem emocionante a performance de Sundance, e foi lindo a Alicia sorrindo toda babona pra ele. Mas algumas performances foram bem bleh, e da Darby foi a melhor da noite, e do Aaron está no Top 3, pq em segundo foi a de Sundance. Eu achei mega injusto a saída da moça, enquanto a sonsa chata da Courtney continua na disputa, tenho ranço dela desde os playoffs

Post a new comment