The Voice US – 12×01/02/03 – Blind Auditions

Imagem: Arquivo Pessoal

reality show musical que você mais respeita está de volta! The Voice US começou nessa semana sua décima segunda temporada, excepcionalmente em três noites de audições. Como de costume, a bancada sofreu algumas mudanças, como a volta de Gwen Stefani após três edições longe da atração, no lugar de Miley Cyrus, que retorna no próximo semestre.

Vem com a gente acompanhar alguns dos principais destaques dessa primeira semana de blind auditions.

 

Continua após a publicidade

PRIMEIRO DIA

 

JChosen – “Sexual Healing”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=gHY7mH4xIcU[/youtube]

Bernardo: É verdade que a imprensa americana já chamou o Joshua de “favorito”, o que é extremamente pretensioso para uma temporada que tem muita estrada pela frente. Entretanto, ele começou esse ano muito bem, deixou a Alicia boquiaberta e eu também. Sensacional!

Edu: Eita que a temporada já começou com tudo! JChosen tem uma voz incrível, e fiquei igual Alicia, todo fascinado com sua apresentação. Uma história de vida comovente, o candidato tem tudo para ir bem longe na disputa, claro se Gwen souber guiá-lo da forma adequada. Se isso realmente acontecer, o rapaz poderá representá-la na final dessa edição, anotem, pois quando eu falo acontece, vide casos como dos últimos três vencedores do US.

Luke: Mas gente, que bela surpresa esse guri! Eu não vi nada dos comentários pela internet, e por isso não estava botando fé no JChosen, aí quando ele começou a cantar me impressionou demais com esse baita voz maravilhosa! O favorito? Não sei, mas o cara tem tudo pra se dar muito bem no show, e por mais que tenha sido outra surpresa, acho que Gwen fará um ótimo trabalho com ele. Adorei!

 

Lauren Duski – “You Were Meant for Me”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Imhh-6LJTE0[/youtube]

Bernardo: Eu confesso que esperava um pouquinho mais dessa apresentação. Tomei a liberdade de escutar a performance original antes, para saber se o material que a Lauren utilizou é superior em todas as formas. Ela tem uma boa voz e tal, mas precisava de mais para me encantar.

Edu: Laurel canta bem, isso é fato, mas fiquei com um pouco de sono da sua apresentação, e o problema por si só estava na música escolhida. Eu jurava que ela fosse escolher Gwen, mas gostei dela indo para o time de Blake, pois acho que o jurado fará um trabalho incrível com a act.

Luke: Também gostei demais da Lauren, gente! Adorei sua voz, e acho que ela tem um potencial pra surpreender demais ao longo das semanas. Curioso pela próxima performance!

 

Johnny Hayes – “Try a Little Tenderness”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ibiKlYJ7dlI[/youtube]

Bernardo: Isso foi maravilhoso, simplesmente maravilhoso. Quando soube que o moço vinha do Alabama, estava esperando algo country e carregado no sotaque. Felizmente, nada disso esteve presente nessa performance deliciosa de se ouvir.

Edu: Lembro dele, mas não muito da performance na temporada passada. Enfim, ele voltou poderoso, e totalmente motivado em ir o mais longe possível na disputa. Johnny e Adam formaram um match perfeito, e acho que dessa vez ainda veremos muito mais do rapaz na competição.

Luke: Não lembro do Johnny na temporada anterior, mas quem se importa? Porque dessa vez ele mandou bem demais! Acho essa música maravilhosa, e definitivamente não é pra qualquer um cantar. Mas o cara conseguiu fazer uma versão deliciosa, que ficou ainda mais impossível não torcer pra conseguir passar.

 

Anatalia Villaranda – “Runaway Baby”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=u3oP9IzWtWk[/youtube]

Bernardo: Adorei a atitude dessa moça, chegou mostrando que manda naquele palco e nos deixou com uma vontade louca de sair dançando. É verdade que ela desafinou em alguns momentos, mas nada que ofuscasse seu talento e o imenso potencial que ela tem nessa competição.

Edu: Que energia, que presença de palco. Gostei por demais de Anatalia, mas ainda falta uma pitada de algo na garota. Ela precisa de mais equilíbrio em um trabalho conjunto, correção de detalhes e, isso acontecendo, será sua chance de ir bem longe na disputa.

Luke: Ela tem uma personalidade enorme, que pode muito bem lhe beneficiar ao longo da temporada, mas confesso que particularmente não consegui gostar tanto como o restante do pessoal. Só senti falta de um pouco mais de emoção na performance, sei lá, voz ela tem e isso ficou óbvio, mas não me ganhou totalmente.

 

Stephanie Rice – “Piece by Piece”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=MmElKP3pR7E[/youtube]

Bernardo: Essa música da Kelly Clarkson tem muito poder vocal, emocional e muito complicado de reproduzir. É mais fácil você sentir, ao invés de cantar. Entretanto, eu dou uma estrelinha para Stephanie, por ter tentado e ousado. Ela jogou verde e colheu maduro. Espero que melhore na próxima etapa.

Edu: ESTOU ARREPIADO! Essa não foi uma das melhores versões que ouvi desse maravilhoso hit de nossa rainha dos realities, Kelly Clarkson, mas me emocionou assim como todas. O motivo? Stephanie cantou com a alma, expôs sua história surpreendente e comovente de uma forma introspectiva e de coração aberto. Com isso ela fez dessa música sua, e o resultado me derrubou aqui, e já espero bastante por um trabalho incrível.

Luke: Ela tem a melhor voz? Definitivamente não, mas o diferencial ali é que pegou esse tiro de música da KC e, como a própria Gwen disse, colocou na performance toda a dor que passou em sua vida, se expressando com emoção e isso me conquistou do começo ao fim. Também torço pra que melhore um pouco mais na próxima fase, mas só sei dizer que ela já tem um lugarzinho guardado no meu coração.

 

Mark Isaiah – “Mercy”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SVRsnrjwDLc[/youtube]

Bernardo: Não gostei de nada dessa apresentação, mas a gente sabe que toda a temporada o programa precisa de um jovem bonitinho para movimentar as redes sociais. O moço tem muito trabalho a fazer, mas ainda bem que ele foi para o Adam, que é o cara certo para colocar nos trilhos.

Edu: Foi uma performance just ok, mereceu ter as cadeiras viradas, mas acho das batalhas ele não passa. Mark é um candidato mais do mesmo, meio saturado em The Voice, por conta disso não o vejo indo muito longe na disputa.

Luke: Adoro essa música e gostei demais da apresentação do Mark. Não consigo enxergar ele indo muito longe nessa temporada, mas pra essa primeira fase deixou uma ótima impressão e com certeza com aquela curiosidade de ver mais.

 

Felicia Temple – “All I Could Do Was Cry”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=UqhMyBUMrZU[/youtube]

Bernardo: Uma presença de palco sensacional, Felicia foi sublime a cada nota, e conseguiu envolver qualquer membro da plateia naquela apresentação. Foi lindo de assistir. Ficarei de olho nessa moça.

Edu: Ótima maneira de encerrar a primeira noite de blind. Felicia veio com uma performance arrebatadora, disparando tiro para tudo quanto é canto. Tudo começou também com sua incrível história, e de quebra veio destruindo as estruturas, e nada contente, ainda fez um dueto estrondoso com Alicia MARAVILHOSA Keys. Já a amo sim ou com certeza?

Luke: Minha gente, isso que é fechar essa primeira noite com um tiro na minha cara, hein?! Felicia tombou bonito nessa performance, porque além de vir com uma baita história de superação, ainda mostrou que tem uma voz incrível. Se não bastasse, ainda foi lá e cantou junto com Alicia pra terminar de derrubar a casa. Foi um momento único dessa premiere!

 

 

SEGUNDO DIA

 

Autumn Turner – “Last Dance”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=FzWp-o1TZSQ[/youtube]

Bernardo: Gostei da voz. Teve uma apresentação madura, mas acredito que ela deveria fazer testes para musicais. Sempre há uma audição aberta, principalmente essa época de pré-temporada na Broadway. Legal, mas está no lugar errado.

Edu: E a segunda noite de blinds começou muito bem, obrigado. Autumn tem uma voz incrível, e já estou ansioso pelos próximos passos dela na disputa. E sim, levantei para dançar aqui com a performance dela.

Luke: Já abriu a noite com um baita vozeirão, hein?! Curti mais a primeira parte da música, que pra mim mostrou melhor o talento da Autumm, mas não tenho dúvidas que ela vai seguir surpreendendo nas próximas fases.

 

Jesse Larson – “Jealous Guy”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=q7EYjQ-yCBs[/youtube]

Bernardo: Jesse foi ótimo… se apresentando só com a guitarra. Não achei sua voz nada de sensacional, ou que merecia aquele barulho todo. Quem sabe uma vaga na banda da próxima temporada não tem espaço?

Edu: Em alguns momentos ele me lembrou o Laith da décima temporada, e achei ótimo apenas Adam ter virado, pois não vejo o rapaz em outro time. Com um jeito simples e sem firulas, Jesse tem tudo para nos surpreender ainda, algo parecido com o finalista mencionado.

Luke: Um daqueles caras que surpreendem já com o talento na guitarra, porque olha, o cara mandou bem demais. A voz também é boa, vamos ver como vai ser ele e Adam trabalhando juntos.

 

Aliyah Moulden – “Hound Dog”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=EB1UXdr8KE4[/youtube]

Bernardo: Com 16 anos, essa moça já está muito melhor que algumas figuras que assistimos nessa noite. Gostei bastante, acredito que tem alguns ajustes que precisam ser feitos, mas nada que um bom coach não dê certo.

Edu: JÁ AMO ALIYAH, ELA É UMA FOFA! Ela me surpreendeu bastante com sua potência vocal, presença de palco incrível e uma confiança inexplicável, tudo isso em apenas 16 anos de vida. Eu acho que ela tem mais a cara do team Alicia, mas espero que Blake não nos decepcione em relação a garota.

Luke: Adorei Aliyah, minha gente! Como pode 16 anos e ter um baita vozeirão desses? Fiquei bem de cara aqui, curtindo cada segundo da performance dela. Aí jurava que iria escolher Gwen ou Alicia, mas partiu pro time do Blake.

 

Savannah Leighton – “Unconditionallity”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=VqYalIvc7s0[/youtube]

Bernardo: Essa música é muito difícil de ser cantada. Katy Perry caprichou na carga dramática quando gravou, deixando o terreno complicado para qualquer cantora que se arriscasse em reproduzi-la. Savannah fez um bom trabalho, mas nada de extraordinário.

Edu: Incrível como ela conseguiu ser melhor que a versão original. Amo essa música por conta de sua intensidade, a carga profunda que carrega, e Savannah conseguiu transmitir tudo isso com tanta naturalidade, que nem parecia ser uma adolescente disputando um show de talentos, e sim uma cantora veterana de prestígio. Só acho que ela deveria investir em algo mais leve, voltado justamente para sua faixa etária. Espero e muito que Gwen a direcione para esse caminho, mas sem firulas, pois conhecemos nossa jurada.

Luke: Essa música é maravilhosa, e Savannah também tem uma voz bacana, mas pra mim é mais uma que não está pronta para algo desse tipo. O fato de também ter 16 anos acho que ela poderia ter esperado mais um pouco, mas vamos ver. Quem sabe não acaba surpreendendo?

 

Lilli Passero – “A Love Of My Own”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=saL0tJRS6vY[/youtube]

Bernardo: Concordo com os comentários do Blake, Lilli traz uma maneira muito clássica de se apresentar e acaba surpreendendo exatamente por isso. Sensacional.

Edu: É simples, modesto e singelo. Muitas vezes o básico é mais brilhante do que milhões de falsetes e jogadas de voz, e foi essa característica que fez Lilli ganhar meu amor por ela. Uma adição e tanto ao team Alicia.

Luke: Lilli tem talento, mas esse estilo mais teatral dificilmente me ganha, e por esse motivo não topei muito com ela. Mesmo assim mereceu seguir em frente, e olha, Alicia deu uma tombada com força, cantando daquele jeito, hein?! QUE MULHER!

 

 

TERCEIRO DIA

 

Ashley Levin – “Let Him Fly”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=zIvhgBReRoM[/youtube]

Bernardo: Eu gostei, sinceramente. A moça conseguiu colocar a sua própria marca na música, fez um bom trabalho e mostrou que mesmo precisando de alguns ajustes tem um grande potencial. É verdade que ela teria ficado melhor com o Adam, caso ele tivesse virado, mas quem sabe Blake não faz um bom trabalho.

Edu: Sinceramente achei uma audição bem morna, mas ela tem capacidade de nos surpreender bastante, em contrapartida. Vamos torcer para que Blake possa extrair o melhor da moça.

Luke: Country girl que começou impressionando com o tom de voz delicioso. Ainda acho que ela pode oferecer bem mais do que nessa audição, então já estou curioso pela próxima performance dela e não tenho dúvidas que se dará muito bem com Blake.

 

Brandon Royal – “Master Blaster (Jammin)”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=OVIB0-g_UAk[/youtube]

Bernardo: Gente, que delícia. Nossa, fazia tempo que eu não repetia uma apresentação no The Voice. Essa foi uma daquelas. Foi divertido, foi muito gostoso, e é tudo o que esse reality show precisa. Foi refrescante e muito bom de assistir.

Edu: Foi uma apresentação bem just ok, apesar da energia incrível transmitida. Não achei tão espetacular, mas Brandon fez por merecer em ter cadeiras viradas para ele.

Luke: Não sou muito fã desse estilo de música, mas gostei de toda a vibe do rapaz e achei que ele fez uma boa audição. Com certeza fez a escolha certa ao escolher Gwen. e não Blake, pois ela é a pessoa certa pra extrair o melhor dele.

 

Quizz Swanigan – “Who’s Lovin’ You”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=TXcv-ic9Tn8[/youtube]

Bernardo: Calma, calma, calma…alguém percebeu que o Quizz tem apenas 13 ANOS? Gente, morri com isso. Mais ainda quando vemos esse jovem muito mais preparado do que Brennley Brown, a moça dos 14 anos que trouxe uma zona ao palco. Estou impressionado e sem palavras. Tem o MasterChef Junior, Project Runway Junior e agora Quizz Swanigan… não sirvo para reality shows, definitivamente.

Edu: EU ESTOU ESTIRADO NO CHÃO! COMO ASSIM ESSE MENINO TEM APENAS 13 ANOS E JÁ É DESTRUIDOR ASSIM? Ele tem um talento indiscutível, uma voz que, apesar de ainda passar por mudanças (maldita fase), é capaz de deixar qualquer um boquiaberto. Quizz já é uma estrela, e isso é algo absolutamente incontestável. Já imagino Alicia fazendo um trabalho incrível com o candidato, e mesmo se acontecer dele não ir tão longe na disputa, já ficou marcado na história do The Voice. PS: ele abraçando a irmã no palco <3!

Luke: Mas gente, que nome é esse? E essa voz aí? O moleque tem 13 anos, além de algo muito especial ali. Já fiquei imaginando ele e Alicia trabalhando juntos, e estou muito curioso pra ver o resultado disso. Se ele pegar o caminho certo, tem tudo pra impressionar ainda mais na próxima fase, mas vai ter que se atentar a song choices.

 

Casi Joy – “Blue”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=x027SaTCn6o[/youtube]

Bernardo: Hmmm….Hmmm… O que é isso? Uma performance sensacional. Ela não se parece com uma moça country, o que é ótimo, mas dominou aquele palco de uma forma tão sublime, tão simples e descomplicada, que eu até esqueci que estava assistindo ao The Voice. Essa terceira noite foi, sem sombra de dúvida, a melhor de todas.

Edu: MARAVILHOSA! Casi já chegou com tudo, com uma voz poderosa e ao mesmo tempo singela. Como não amar essa pessoa? Pra mim ela já é uma verdadeira diva, e ter as quatro cadeiras viradas foi mais do que merecido, e de se aplaudir de pé. Ela encerrou a primeira semana de blinds com chave de ouro, e acredito que ela pode representar o team Blake bem além na disputa. Como finalista? Isso não sei, mas que tem grandes chances de chegar aos live shows, ah isso sim.

Luke: Que audição mais deliciosa de assistir, gente! Adorei a voz dessa guria de um tanto, que vocês nem imaginam. Aquela performance que você assiste, e fica tipo um besta rindo do começo ao fim. Casie realmente me ganhou. Queria ela escolhendo Gwen, mas não tenho dúvidas que se dará muito bem com Blake.

 

Já estão classificados para as battles:

Team Adam: Johnny Hayes, Mark Isaiah, Jesse Larson, Julien Martinez

Team Alicia: Anatalia Villaranda, Felicia Temple, Autumn Turner, Lilli Passero, Quizz Swanigan

Team Blake: Lauren Duski, Brennley Brown, Aaliyah Moulden, Ashley Levin, Casi Joy

Team Gwen: JChosen, Stephanie Rice, Savannah Leighton, Brandon Royal

 

O que acharam dessa primeira semana? Qual o time começou essa temporada muito bem?

 

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Kelly 5 março, 2017 at 19:43 Responder

    Nem sabia que poderia se inscrever no The Voice com 13 anos! E Alica compondo ali na hora pra convencer a menina? Fantástica! Ela escolheu a tonalidade, passou pra banda e depois destruiu na melodia. A minha preferida é Casey Joy só por causa daqueles melismas na palavra Blue? Gente, como ela faz aquilo?

Post a new comment