The Voice US 7×01/02 – Blind Auditions

Um dos reality shows mais queridos da TV americana está de volta. O The Voice veio com gás total, com ares renovados após a entrada de Gwen Stefani e Pharrell Williams, e com aquelas audições espetaculares que só o programa consegue nos proporcionar.

Continua após as recomendações

Chega de bla bla bla e vamos ao que interessa, conferir os destaques dessa primeira semana de Blind Auditions. Nessa fase do programa faremos a esquematização de destacar quatro performances em que um ou mais coaches viraram suas cadeiras, e duas em que nenhum deles fizeram isso por cada programa.

Vamos conferir?

Continua após a publicidade

 

PRIMEIRO DIA

 

VIROU A CADEIRA!

 

Luke Wade – “That’s How Strong My Love Is” 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=GyETCZuR6lQ[/youtube]

 

Carine: A NBC já tinha liberado essa primeira blind e eu amei logo de cara. O Luke é muito perfil do The Voice, já vejo ele chegando longe. Não sei como será a estratégia do Pharrell, mas os dois podem se dar bem.

Eduardo: E essa voz de Phill Collins? Gente o cara mandou HIPER BEM! Pharrell e Gwen chegaram com tudo, e foi sensata a escolha dele em ir com o novato. Eu também o escolheria, pois ele é simplesmente um dos maiores hitmakers do cenário musical, e sabe o que fazer.

Letícia: E não é que The Voice começou bem? Luke chegou como quem não quer nada e arrasou. Sua voz deliciosa conquistou todos nós e os jurados também, já que todos viraram. E melhor que a apresentação, foi a batalha de quem levaria o act, Pharrell levou a melhor, e já estou amando ele na bancada!

 

Damien – “It’s So Hard To Say Goodbye To Yesterday” 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=CX84k_emy-o[/youtube]

 

Carine: Damien é o cara muito bom que o Adam vai colocar pra enfrentar alguém tão bom quanto, porém mais carismático e comercial. Então, ele vai eliminar o Damien, que então volta pra casa antes mesmo de chegar aos lives shows. Esse filme eu já vi!

Eduardo: É CLARO QUE VIRARIA A CADEIRA PARA ELE! O cara simplesmente HUMILHOU, escolhendo uma canção adequada, distribuindo o tom exato a ela e jogando toda a sua emoção nela. Já é um dos meus favoritos. Algo me diz que se Adam o eliminar Gwen poderá roubá-lo para ela.

Letícia: LINDO, e eu achando que não iria me emocionar em nenhum momento, chorei com Damien. Ele sabe colocar emoção na voz, e isso toca na alma de qualquer um. Song choice perfeita para quem tem o objetivo de nos apaixonar. Parabéns Adam.

 

Elyjuh René – “XO” 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=U25XvFdSE0M[/youtube]

 

Carine: Fui surpreendida positivamente porque achei que seria de cortar os pulsos quando vi que ia cantar Beyoncé. Não acho Elyjuh um competidor forte e nem deve passar das battles, mas até que gostei do que vi.

Eduardo: Essa é uma das poucas músicas da Beyoncé que eu detesto, e Elyjuh conseguiu deixá-la menos insuportável. Ele definitivamente é um forte candidato, e não o vejo em outro team senão o de Pharrell.

Letícia: Adorei Elyjuh. Adorei a emoção na voz, a ousadia de cantar Queen B, a personalidade, tudo. Que ele continue surpreendendo, e abusando ainda mais da sua voz, porque sei que ele pode mais. Vai lá Pharrell, faz esse menino brilhar.

 

James David Carter – “Nobody Knows”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=N6piA2TyAqk[/youtube]

 

Carine: Que lindo, James! Não me lembro de uma voz country tão bonita quanto essa na história do programa (e olha que tivemos muitas já, saudades season 4). Quero esse moço cantando assim no meu ouvido, pode ser?

Eduardo: Me chamem de preconceituoso, mas pensei que a audition dele seria chata. Acabei me enganando de verde e amarelo, ele encerrou a primeira noite de audições de forma grandiosa, e ter escolhido fazer parte do team Blake foi algo já um tanto quanto previsível. Dona Carine, como assim? :O

Letícia: James arrasou, e olha que não sou fã de country. Voz linda, timbre maravilhoso, parabéns ao Blake que conseguiu um dos melhores acts da noite.

 

NÃO VIROU A CADEIRA!

 

Dennis Bell – “She Used To Be Mine”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=MFoopEDkkfQ[/youtube]

 

Carine: Antes que todos briguem comigo, já vou avisar que amo country e aparentemente sou uma das poucas pessoas neste país que não fica com sono durante as apresentações do team Blake. Apesar disso, não achei injusto ninguém virar para o Dennis. É The Voice, o reality em que raramente aparece gente ruim nas blinds e o cara não fez nada de espetacular, apesar de ter uma excelente voz.

Eduardo: Quase dormi na tecla do computador, e isso não seria a primeira vez. Ele tinha potencial para dar o melhor de si, mas ficou aquela vazio de algo faltando. Quem sabe uma próxima?

Letícia: So boring que Zzzz… Sério, sei que a história dele era triste e tal, mas colocou chapéu de cowboy, me perdeu. E também ele não teve uma grande performance, foi justo não passar.

 

Megg – “Celebrity Skin” 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=0PfS3XfT7CY[/youtube]

 

Carine: Se são poucas as audições ruins no The Voice, Megg foi uma delas. Uma pena, porque se cantasse bem faria um estrago com a Gwen.

Eduardo: Acho que a mandaram para o reality errado. Péssima e totalmente estranha, não gostei nenhum pouco dela e se eu fosse um dos coach não só deixaria de virar a cadeira, como sairia correndo pra fora do estúdio com uma placa de “NÃO SOU OBRIGADO!”. Próximo!

Letícia: E a menina de cabelo rosa apaixonada pela Gwen não passou. Foi a música errada para a voz dela, e isso ficou muito claro. Volta ano que vem Megg.

 

SEGUNDO DIA

 

VIROU A CADEIRA!

 

Danica Shirey – “Big White Room” 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=G7hG2aacE_o[/youtube]

 

Carine: Totalmente empolgada com a Danica e torcendo muito para que não façam nenhuma besteira e a elimine precocemente. Uma das melhores até agora.

Eduardo: Eu gostei e muito dela, tudo foi tão simples e sincero. Ela tem um carisma incrível, o qual me conquistou de forma única. Por favor Pharrell não deixa ela se perder no caminho, pois talento Danica tem e de sobra.

Letícia: Danica já chegou arrasando hein, amei o que ela faz com a voz. Que poderosa! Achei sinceramente que ela tinha mais cara de team Adam, mas escolheu Pharrell e amei. Potencial e emoção não falta para ela.

 

Menlik Zergabachew – “Santeria”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=pIWN6-61RYA[/youtube]

 

Carine: Amando a versão. Animou muito minha noite, sério. Mesmo assim, acho que Menlik não deve chegar tão longe.

Eduardo: Se eu fosse coach do The Voice com certeza viraria minha cadeira para ele, e lutaria para que se juntasse à minha equipe. A audição foi espetacular, me senti muito entusiasmado com a performance dele. Se ele terá vida longa no reality? Infelizmente não.

Letícia: Reggae e The Voice, está aí uma coisa que eu pensava que não combinava. Menlik chegou de mansinho e conquistou Blake e Gwen, mas não sei se ela aguenta muito tempo na competição não. Vamos ver.

 

Reagan James – “Give me Love” 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=yV5Yfbx_Oqs[/youtube]

 

Carine: Vou dizer que não gostei nadinha dela cantando a música do Ed e não viraria minha cadeirinha. Porém, fui com a cara da Reagan e estou disposta a reavaliar nas próximas etapas.

Eduardo: 15 ANOS? COM ESSE VOZERÃO? Blake eu acredito no seu potencial como coach, invista muito em Reagan, que ela pode ter chances de representar seu time nas finais.

Letícia: Gente, até virei para Reagan, e como assim ela tem só 15 anos? Com uma voz linda e cheia de personalidade, ela era uma escolha perfeita para Pharrell, que deu bobeira e perdeu a menina que canta R&B. Blake levou e tomara que faça um bom trabalho.

 
Maiya Sykes – “Stay With Me”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=ic9MRc5Z4f4[/youtube]

 

Carine: Mais uma das boas para o team Pharrell e essa é MUITO das boas. Virei fã não só da voz, mas também da forma como ela se comporta no palco. ADOREI.

Eduardo: PUTA QUE PARIU! Desculpa gente, mas é o mínimo que dá para me expressar depois dessa performance. Maiya é incrível, uma voz única e soube escolher a música certa.

Letícia: E The Voice sempre deixa o melhor para o final, Maiya foi lá e cantou a música linda do momento, “Stay With Me” e claro, arrasou. Vozeirão, aspirante a diva, e extremamente simpática. No duelo dos jurados quem levou a melhor foi Pharrell, e como ele está se dando bem hein?!

 

NÃO VIROU A CADEIRA!

 

Jimi Milligan – “Get Ready”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=0JZtwziy6Qc[/youtube]

 

Carine: Eu também não viraria não. O nível da competição é altíssimo e Jimi não trouxe nada de surpreendente para merecer uma vaguinha.

Eduardo: Gostei muito dele, mas o The Voice não creio que seja o reality que faça seu perfil. Sucesso, é o que desejo a ele.

Letícia: Pois é, Jimi é bom, mas não é excelente, nem tem tanto potencial. Não sei se ele estava nervoso, com algum receio de cantar e tal, mas ele não chegou nas notas que deveria, e foi uma pena.

 

Andy Cherry – “Everybody Wants To Rule The World”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=RhmO-beGXfE[/youtube]

 

Carine: A música é ótima, mas para o Andy não rolou. Quem sabe em uma próxima temporada…

Eduardo: Quem mandou ele cagar nesse grande clássico do Tears For Fears? Carisma zero, não canta tão bem assim, a sua cara me deu sono e eu não sou obrigado. Próximo!

Letícia: Assim como os jurados, me empolguei quando começou a apresentação de Andy, afinal, como não amar essa música? Mas logo vimos que a song choice estava totalmente errada, e no desespero ele começou a forçar a voz, apostar na gritaria e se perdeu de vez. Pena foi que quando ele começou a forçar, a batalha já estava perdida.

 
E na sua opinião quem se saiu melhor? Na próxima semana tem mais blind auditions no The Voice. Você vai perder?

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

No comments

Add yours