The Voice US – 7×24/25 – Top 5

the-voice-7x24

As semifinais começaram em The Voice US, com direitos a surpresas e segundas chances para a grande final dessa temporada. Quem aí está pronto para conferir?

 

Continua após a publicidade

Damien – “She’s Out Of My Life”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=PSIL8Aw5IUE[/youtube]

Carine: Vamos todos cortar os pulsos? Já deu de Damien, né?!

Eduardo: zzzZZZZzzzzZZZZzzzz

Letícia: Nossa não sei como sobrevivi a essa música. Foi complicado, e mimizenta no nível master. Que tá acontecendo Damien?

 

Craig Wayne Boyd – “Workin’ Man’s Blues”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=0jd-Mzh86vU[/youtube]

Carine: Amo Craig, amo country, amo Blake, amo esse cabelo loiro lindo, amo essa pose de estrela no palco, amo o jeito como ele se diverte cantando… e amo saber que ele VAI ganhar esse programa.

Eduardo: Craig como sempre não decepcionando, Blake mandou hiper bem na song choice. Bravo!

Letícia: Aii amo Craig, mas mais uma vez não gostei na song choice. Não sou fã daquele country que se dança “levantando o pezinho” de um lado para o outro sabe? Sim, isso foi totalmente pessoal, porque fora esse porém, Craig mais uma vez cantou lindamente. E só para variar dominou o palco como ninguém.

 

Taylor John Williams – “Falling Slowly”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=d-6sZclCuZ0[/youtube]

Carine: “Falling Slowly” é um canção importantíssima pra mim, tão importante que vai virar uma tatuagem no meu corpo, e isso me faz ser muito crítica com a performance do Taylor. Não vou dizer que foi ruim, mas achei que deixou a desejar. Primeiro que ela é um dueto e já acho estranho em uma só voz. E segundo que não rolou aquela emoção que essa música pede. Mas essa sou eu sendo chata e implicante, porque o Taylor é ótimo.

Eduardo: Taylor conseguiu se entregar na medida certa para essa música, e resultou numa performance simples, mas sincera. Gostei foi pouco, adorei!

Letícia: Ah eu adorei, fiquei muito emocionada. Foi uma apresentação simplesmente maravilhosa, e Taylor soube conduzir tudo muito bem.

 

Matt McAndrew – “Make It Rain”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=g53qHvTttQE[/youtube]

Carine: Matt cantando a música novíssima do Ed? É isso mesmo? Que incrível! Devo dizer que o Adam acerta muito a mão nas músicas pra ele. Tá toda semana super impecável e digno de pegar top 10 no iTunes. PS: Senhor Eduardo, como ousa chamar de fútil o maravilhoso do Adam?

Eduardo: Gente por que Matt não podia estar em outro team? Que performance incrível, ele se supera cada vez mais, e apesar de gostar do garoto, não quero que ele ganhe por conta da futilidade de Adam.

Letícia: Que apresentação maravilhosa essa do Matt, nossa. Confesso que ainda não conhecia essa música, mas com certeza a versão de Matt ficou melhor (lidem com isso haters). Amei demais e quero baixar para ouvir o resto da vida.

 

Chris Jamison – “Sugar”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=u1_9EbxXnlI[/youtube]

Carine: Ao contrário do Du, essa é uma das músicas que eu menos gosto no álbum novo, e por isso não consegui curtir tanto assim. Apesar de que os vocais do Chris estão sempre ótimos.

Eduardo: Gosto dessa música do novo álbum do Maroon 5, mas não combinou com Chris. Aí fica difícil.

Letícia: Olha gostei dessa apresentação do Chris, quem sabe ele deve seguir mesmo por esse caminho mais ~dançante~. Os vocais estavam ok, como sempre, mas só isso. Nada excepcional.

 

Damien – “I Don’t Want To Wait”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SUKStodSB5w[/youtube]

Carine: Sabe aquela minha vontade de cortar os pulsos na primeira música dele? Multiplica por 38 agora.

Eduardo: SOCORRO!

Letícia: Tá peraí, que música horrorosa é essa? Nossa que apresentação sofrível gente, cruzes.

 

Matt McAndrew – “I Still Haven’t Found What I’m Looking For”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=nxmk-z5wocg[/youtube]

Carine: Não gosto muito de U2, me julguem por isso, mas devo dizer que o Matt melhorou muito essa música chatinha.

Eduardo: Matt sendo Matt, como sempre ele foi incrível. Nem preciso dizer nada, o cara é EXCELENTE!

Letícia: Sabe quando a versão fica melhor que a original? Ta aí mais um caso. Matt arrasou e renovou essa música que é bem blé! Com ele ficou empolgante, divertida, incrível. Amei!

 

Craig Wayne Boyd – “The Old Rugged Cross”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=amxE80Zj1Ys[/youtube]

Carine: Sim, eu torci o nariz quando vi que ele ia cantar música de igreja, mas devo confessar que foi uma excelente sacada do Craig porque essas músicas vendem muito lá e o povo gosta. E não sei vocês, mas achei emocionante e lindo pra caramba. Rumo à final, Craig!

Eduardo: Torço muito para Craig, mas essa performance me deu vontade de morrer. Desculpa!

Letícia: Foi pedante? Foi. Mas lindo também. Ah me julguem mas eu amei tudo, até aquelas “nuvens” no chão. Craig é esperto e sabe conquistar sua audiência, e arrasou mais uma vez.

 

Taylor John Williams – “Blank Space”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=mi8uAWfKo0Y[/youtube]

Carine: Não faço ideia de que música é essa, mas pelo visto todos amaram porque já vi mil comentários sobre isso. Honestamente, o fato de não conhecer a música me fez achar meio sem graça a performance. Prometo escutar a versão original e reavaliar minha opinião.

Eduardo: Taylor cantando Taylor, eu curti e muito. É incrível como ele consegue adaptar as músicas para a sua própria versão e o resultado final sempre fica ótimo. Com esse novo hit da cantora não foi diferente.

Letícia: “Taylor cantando Taylor” bem inception isso hein?! Mais um esperto, cantando uma música que está em alta. E cantando muito bem, diga-se de passagem. Não foi a melhor apresentação dele, mas foi ótimo como só Taylor consegue ser.

 

Chris Jamison – “When I Was Your Man”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=KkvuKCelyj8[/youtube]

Carine: Agora sim o Chris superou sua própria blind. E eu quem diria que eu que não aguentava mais essa música iria me encantar tanto assim. Foi perfeito, me arrepiou e já troquei o Taylor pelo Chris na final dos meus sonhos.

Eduardo: ESPETACULAR!! Simplesmente a melhor performance de Chris até hoje na competição, ele mostrou querer uma vaga na final semana que vem a todo custo.

Letícia: Olha foi bom, mas não achei nada espetacular. Acho que já estou implicando com Chris, porque catei os defeitos o tempo todo, as desafinadas, os gritos sem necessidade, as horas em que ele errou o tom… Não entendo Chris também, não sei que caminho ele quer seguir, e esse é mais um dos motivos por não ser tão fã assim.

 

BOTTOM

O segundo dessa semana já começou logo de cara com o bottom, que sem muita enrolação por conta do curto tempo, revelou os três primeiros finalistas. Matt McAndrew e Chris Jamison (ambos team Adam), e Craig Wayne Boyd (team Blake) foram os sortudos.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=NFWk6gZNtLU[/youtube]

Carine: Craig e Matt já eram finalistas óbvios desde a formação do Top12. O que eu não sabia era quem ocuparia a terceira vaga. Nas últimas semanas minha torcida estava para o Taylor, mas depois dessa performance maravilhosa do Chris eu não poderia desejar outro resultado.

Eduardo: Craig e Matt era a coisa mais óbvia do mundo, mas o terceiro finalista nada mais justo que fosse Taylor. Ele é muito melhor que Chris diga-se de passagem, e ficaria um de cada team na final também. Não gostei nenhum pouco.

Letícia: Fiquei feliz em partes com esse resultado. Matt torcia há séculos, Craig merecia muito, mas Chris? Ah não né gente! Taylor seria muito mais justo. Agora é torcer para Matt levar essa, e Chris ficar com o terceiro lugar, já que isso é o máximo que ele merece.

 

WILDCARD

Chegou o momento mais aguardado dessa temporada, o wildcard. O quarto finalista da competição é ninguém menos que um dos eliminados do live shows, que nesse programa tentaram sua segunda chance.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Ak-FE9T7wqc[/youtube]

Carine: Que fiasco essa história de Wildcard! Não teve nenhuma performance digna de voltar pra final, tudo de meia boca pra ruim. Ao meu ver a menos pior foi a DaNica, mas ainda assim bem sem graça com uma música super boring. O resultado eu não queria nem comentar. Damien assassinou a música do Bruno Mars e esse povo gosta. NÃO ENTENDO!

Eduardo: Pra princípio de conversa, quem teve a ridícula ideia de trazer Jessie Pitts para tentar a Wildcard? Ela merece o prêmio vergonha alheia do Universo. Agora sobre os demais, Anita que era uma das minhas favoritas foi bem just ok, na verdade quase ninguém mereceu essa segunda chance exceto ELA… DaNica. Não foi nada surreal, mas ela foi a melhor de todos os eliminados e até agora não entendo como prefiriram Damien a ela. Povo americano burro minha gente. Uma final perfeita: Matt, Craig, DaNica e Taylor, pena que não rolou de ser assim.

Letícia: Nossa ninguém se salvou nesse Wildcard! Tantas apresentações horrorosas e esquecíveis, que nem posso dizer que foi injusto Damien passar. Afinal todos estavam no mesmo barco, ninguém se destacou. Quando a maioria deles saiu, parecia injustiça, mas depois disso percebo que muitos saíram no momento certo, e adeus!

 

E você? Gostou dos finalistas? Quem você quer que seja o grande campeão?

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

3 comments

Add yours
  1. Avatar
    Ederson Silva 11 dezembro, 2014 at 09:22 Responder

    É a final mais injusta do The Voice, Adam com seu time completo e Gwen sem nenhum candidato. Chris Jamison conseguiu o milagre de se salvar de ser eliminado na semifinal graças a uma interpretação marcante de “When I Was Your Man” de Bruno Mars e foi esperto o bastante para lançar uma música do Maroon 5 “Sugar”, carimbando assim a passagem para final e sendo um puxa saco incontestável do Adam. O Matt fez uma bela interpretação da música do Ed Sheeran “Make it Rain” com o momento mágico do programa e ele merece muitas palmas por isso. Já o clássico “I Still Haven’t Found What I’m Looking For” presente no álbum considerado uma obra prima pela crítica, “The Joshua Tree”(1987) foi brabo de se ouvir toda aquela magia criada por Bono Vox no emblemático disco transformou-se em momentos desafinados, tentativas de acertar o tom e até no final com o ato de jogar-se no chão não o redimiu da atuação que passou longe de sonhar chegar aos pés da gravação original. Esse música com aquele coral gospel foi tão influente que a Madonna utilizou os ingrediente no clássico Like a Prayer(1989).
    Craig, o único participante do time Blake, honrou a música Country e entregou uma das maiores apresentações desta temporada com a linda “Old Rugged Cross” do Alan Jackson do álbum “Precious Memories”. Foi simplesmente arrebatador, neste caso temos um exemplar que supera o original, executada com muito sentimento e conexão com aquilo a que se está interpretando. A escolha do técnico Blake com a “songchoice” Workin’ Man’s Blues revelou-se ruim, pois a música é pouco conhecida do grande público, deveria ter escolhido algo que chamasse mais atenção até porque precisa-se que a música venda no Itunes. Craig entregou uma boa performance, mas que não passou disso. A escolha do Craig superou a escolha do técnico e se não fosse a inteligência do Craig em optar por uma música country gospel, o pupilo de Blake corria riscos de não estar na final. Agora dizer música de igreja é pedante só revela preconceito, pois a música em geral tem suas raízes na música gospel. A Soul Music não existiria sem o Gospel, assim como Elvis também, a Motown…etc.
    Minha torcida vai para o Craig, afinal candidatos roubados precisam ser valorizados no programa, desde a vitória de Josh Kaufman, isso tem de ser lembrado, pois candidatos roubados foram desprezados pelos técnicos em 7 temporadas. Craig é um artista completo, um showman e merece a vitória. Matt também é ótimo, mas o rock não faz mais sucesso como antigamente, basta lembrar o “American Idol” vencedor da última temporada Caleb Johnson. O álbum dele foi um fracasso. O mercado country é mais generoso e aberto basta lembrar de Cassadee Pope, Danielle Bradberry, Raelynn e até cantores do American Idol como Carrie Underwood, Scotty Mccreery e Kellie Pickler.

  2. Avatar
    Pedro Pepplow 11 dezembro, 2014 at 10:37 Responder

    OIEEEEEEE. :3 Cheguei nessa semifinal, que felizmente, não me decepcionou ‘-‘ #QueroTaylorNoLugarDeDamienPraAgora!

    Craig Wayne Boyd / 1ª Apresentação – Eu gosto de Craig, mas foi uma apresentação realmente meio boring. Concordo com a Letícia, não gosto desses countrys mais dançantes, então foi pro lado pessoal mesmo.

    Craig Wayne Boyd / 2ª Apresentação – Minha gente, aplaudi de pé e chorei. Sem mais comentários pra não estragar a performance.

    Damien / She’s Out Of My Life – ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ ETERNOS ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ

    Damien / I Don’t Want To Wait – GZUIS. Vou me matar aqui, já volto.

    Chris Jamison / Sugar – Que sacada de mestre, não? Simplesmente amei essa apresentação. Chris pra final já!

    Chris Jamison / When I Was Your Man – QUE APRESENTAÇÃO IMPECÁVEL FOI ESSA MEU POVO? APLAUDIDO DE PÉ. MERECE UM 2º LUGAR. SEM MAIS! (Alguém repetiu umas 5 vezes os 1:44? )

    Matt McAndrew / Make It Rain – Venceu? Já venceu! Sem comentários. Team Adam esse ano veio pra crachar, mesmo essa 7ª Temporada tenha sido a pior.

    Matt McAndrew / Música muito grande que fiquei com preguiça de escrever ‘-‘ – Música boring, que fez Matt simplesmente SAMBAR E LACRAR O CU DAS INIMIGAS. Simplesmente chupem haters do Menino Matt.
    #TeamMatt

    Taylor / Falling Slowly – Chorei parte 2. Apresentação impecável, digna de uma final!

    Taylor / Blank Space – Meu deus. Indignado com essa apresentação espetacular. Porque diabos passaram o Damien zzzz e não o Taylor sambador? Cansei da vida.

    Resultados: Os esperados, e Chris mereceu 😀

    WildCard – Vergonha alheia da Jessie, que apresentação foi essa? ZOMBIEEE ZZOOOMBIE ZOOOMBIE. Hhahahaah rindo litros aqui. A única pessoa que merecia passar era Taylor, mas como esse povo dos EUA devem ter sérios problemas com reality shows, ele não passou. Choremos. (Alguém viu nos 0:15 segundos na apresentação da Jessie um cara acenando pra câmera? Mais um motivo pra apresentação fosse horrível,

  3. Avatar
    Isabelle 11 dezembro, 2014 at 13:19 Responder

    O Chris foi o destque da noite pra mim!!! Ele arrasou e mostrou pq mereceu estar na semifinal e ter passado entre os três diretos, mas ainda achava que pelo histórico o Taylor magnânimo que merecia estar lá!!!!!
    Até perdoei os 3 finalistas, mas que diacho foi essa do Demian voltando!?!?!? Tbm achei que a galera foi meio preguiçosa nesse wildcard, de verdade e gostei da Sugar que mesmo sabendo que nem tinha chances, cantou bem e eu AMEI a apresentação do Taylor, amo aquela música e amei demais mesmo com ele e ela tava bem colocada no itunes, bem mais que aquele trem sofrido do Demian e povo me vem e leva Demian!?!??! Páraaaaaa!!!!!
    Pelo menos Matt destruidor e Craig só amor estão lah reinando lindos… os dois merecem, o Matt canta mais meu estilo, mas meu coração é do Craig por todo o conjunto da obra e por não entender como ele ainda não é um artista super famoso…rsrs
    Ps: ainda arrasada com a ausência do Taylor na final…

Post a new comment