The Voice US – 9×07/08 – Battle Rounds

the-voice-us-9x07-08

Continua após as recomendações

Começou uma das fases mais intensas do The Voice, as battle rounds. E olha que já vamos adiantando que essa primeira semana de batalhas teve duelos de titãs, com vitórias merecidas, outras nem tanto, steal usado no momento oportuno e algumas injustiças.

Nessa temporada os músicos John Fogerty, Brad Paisley, Selena Gomez e Missy Elliot ficaram encarregados de auxiliarem, respectivamente, Adam Levine, Blake Shelton, Gwen Stefani e Pharrell Williams nessa etapa. Vamos ver o que rolou?

Continua após a publicidade

 

TEAM ADAM

 

Jordan Smith x Regina Love – “Like I Can”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=hcNvyQIzE6s[/youtube]

Alex: Adam pegou em bomba, simplesmente isso. Primeiro é que as tonalidades estão meio que invertidas, e isso já é motivo de colocar a batalha lá no pedestal. Foi uma harmonia muito linda de se ver, principalmente porque Regina era o lado feroz, enquanto Jordan mantinha a calma. Particularmente não sei quem escolheria e fico feliz pelos dois continuarem na disputa.

Carol: Arrepiada! E Adam escolheu com a cabeça, ele sabe quem tem mais chance. Regina canta maravilhosamente,  mas ela tem alguns pontos que chega a exagerar de tão boa, que precisa talvez se conter um pouco, liberar o monstro como o Jordan mas segurar um pouco o entusiasmo. Quero que ambos vão longe.

Eduardo: Gente as batalhas começaram de forma incrível, que performance minha gente. Jordan e Regina nos proporcionaram um verdadeiro duelo de titãs, como disse Pharrell, era como se estivesse em Game Of Thrones. Ambos mereciam continuar, e ainda bem que isso aconteceu, pois não estaria preparado para injustiça logo na primeira batalha. PS: quando Gwen roubou Regina para ela, pensei que a peruca da act fosse voar longe.

Lucas: Mas gente, não poderiam ter começado as blinds de outra maneira. Regina Love cantou maravilhosa, aliás, ela tem uma voz maravilhosa, mas Jordan gente, como não vencer essa depois de tudo que fez com “Chandelier” nas blinds e ainda destruir desse tanto novamente? Certeza que Jordan vai seguir na competição por muito tempo ainda.

 

Dustin Monk x James Dupre – “Fortunate Son”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=sRpZAK_tXHk[/youtube]

Alex: Não me recuperei da saída de Celeste e essa batalha foi horrível. O QUE FOI ISSO ADAM? Se regenere!

Carol: James parece meio engessado, não gostei muito não. Ficaria com Dustin!

Eduardo: Sério mesmo essa batalha? Sério mesmo que Adam escolheu James a Dustin?

Lucas: Preguiça dessa batalha gente, quase pulei.

 

Keith Semple x Manny Cabo – “Baba O’Riley”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1tndzWTHqag[/youtube]

Carol: Começou como o programa que ontem, arrebentando tudo que vê pela frente. Manny tem bastante presença, mas Keith tem a voz, que voz. Ótima escolha esse Keith! A música foi boa pra ambos, gosto disso no The Voice US, não tem sacanagem.

Eduardo: Assim como a primeira noite, a segunda também começou destruidora. Estou pasmo até agora, e queria muito os dois continuando na disputa, pois não teve o que foi mais “fraco”, ambos foram poderosos. Torcendo muito para Manny voltar em edições futuras.

Lucas: Caramba, resolveram derrubar a casa foi? Outra excelente batalha.

 

TEAM BLAKE

 

Tyler Dickerson x Zack Seabaugh – “I’m Going to Be Somebody” 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=klunlPSbtNE[/youtube]

Alex: Ainda estou procurando algo bom nessa batalha, porque não achei nada.

Carol: Foram muito políticos. Mas Zack foi melhor, Tyler cometeu uns erros de nota perceptíveis. E o tipo da voz do Zack combina mais com a proposta Blake.

Eduardo: Pode eliminar os dois? Não né, que pena. Eu no lugar do Blake teria salvo Tyler, não sei explicar.

Lucas: Desde as blinds esse Tyler não conseguiu me conquistar e sinceramente antes mesmo da battle começar fiquei aqui, torcendo muito pro Zack se dar bem. A voz do guri é boa, nada de tão espetacular, mas acho que pode crescer muito com o Blake.

 

Barrett Baber x Dustin Christensen – “Walking in Memphis”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=0Oxh2-z-YuA[/youtube]

Alex: Não achei nada demais, não superei a saída de Celeste E ADAM E GWEN QUEREM ROUBAR ESSE CARINHA E NÃO ROUBARAM CELESTE? TO INDIGNADO BRASEL!

Carol: O lance deles quererem roubar esses aí gente é o estilo country, eles sabem que quando for pro público o country é crazy. A voz do Barrett é muito boa, também escolheria ele. não foi uma batalha emocionante mas foi boa. A garra do Adam em querer ganhar com um country é inacreditável e descarada.

Eduardo: Depois da injustiça feita com Celeste e na sequência quase ter dormido na batalha anterior, essa encerrou bem a primeira noite. Independente da escolha de Blake, qualquer um dos dois mereciam, sendo que torci mais mesmo por Barrett (O QUE SÃO AQUELES FILHOS DELE?). Ainda bem que Adam e Gwen demonstraram vontade em roubar Dustin (com Celeste bancaram as sonsianes, mas não quero mais falar disso), e que ele tenha escolhido o jurado, pois os dois combinam mais juntos.

Lucas: Os dois mandaram super bem. Barrett me surpreendeu bastante nessa batle, mas eu gosto bem mais da voz do Dustin e fiquei torcendo muito pra ele vencer, mesmo notando que Blake fica babando um ovo dos grandes do Barrett. Ainda bem que rolou um “steal” porque Dustin definitivamente não merecia ir pra casa.

 

Chris Crump x Krista Hughes – “When I Get Where I Am Going”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=IohVHCYDPac[/youtube]

Carol: A voz dessa garota tem muito potencial, e o arranjo novo para a música realmente deu pra Krista um ar novo. Só acho que o Blake poderia escolher músicas mais alegres, as batalhas do time dele sempre tem essa vibe. Gosto mais da voz dela, porém Chris parece mais preparado e calmo. Batalha morna.

Eduardo: Que delícia de batalha, fiquei fascinado com os dois. Mas vamos convir que Krista é ótima, porém Chris estava mais desenvolto e seguro de si, logo mais que merecida a vitória do rapaz.

Lucas: Definitivamente minha battle preferida até aqui. Krista tem uma ótima voz, mas Chris, gente, quero um álbum inteiro só dele, tem jeito? Curti muito a maneira que ele cantou a música, com alma e vontade. Foi uma daquelas performances que dá gosto de assistir e até vontade voltar pro começo quando termina. Uma delícia!

 

TEAM GWEN

 

Ellie Lawrence x Tim Atlas – “Sweater Weather”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ReW7ABTqXMY[/youtube]

Alex: Não é que a voz do Tim seja feia…Mas ele estava parecendo um doido!! Tá, Ellie também estava meio louca, numa vibe totalmente estranha, mas mais normal que ele. E nem sei porque Pharrell roubou esse doido.

Carol: Ai Alexinho vou discordar de você, a voz dele é muito gostosa de ouvir, parece que entra no cérebro e fica vibrando assim, acalmando! E a dela também tem essa vibe, uma batalha onde foi o match perfeito de vozes. Já falei que amei a música? Eu roubaria o Tim, sinto que essa voz dele tem ouro, Pharrell também sentiu. Porém ele cometeu alguns errinhos bem leves de afinação e Ellie não errou nadinha, foi perfect.

Eduardo: Foi uma batalha gostosa de se ouvir, mas o óbvio foi mostrado desde os ensaios. Tim estava totalmente perdido, pulando feito macaco serelepe, mas no fundo nem ele sabia o que fazia. Tava na cara que Gwen escolheria Ellie, mas fiquei com vários interrogações na cabeça com Pharrell escolhendo o garoto para ele. Mas que?

Lucas: Gosto dos dois, acho uma vibe gostosa, mas particularmente já me considero apaixonado pela Ellie e aquela voz DELICIOSA! Agora Pharrell ‘roubar’ o guri pro time dele foi de longe a maior surpresa. Não esperava mesmo.

 

TEAM PHARRELL

 

Celeste Betton x Mark Hood – “Ain’t No Mountain High Enough”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=PN9NVZpZTr4[/youtube]

Alex: India e Clinton, da temporada passada, fizeram as battles terem um novo significado para mim e são ponto de referências quanto à qualidade de uma disputa. Desde então, essa é a primeira vez que sinto algo tão grande e similar como senti daquela vez. Você está presenciando dois artistas impecáveis, que têm presença de palco, vozes combinativas e respeitam um ao outro em cena. Pharrell tem parcela significativa nessa batalha pela escolha da música, que foi totalmente coerente com ambos. Mas me digam o motivo de ninguém ter roubado Celeste? Me digam algo coerente e que me faça mudar de opinião porque, no momento, é total indignação pelos coaches, principalmente Dona Gwen, que continuo amando loucamente. Não dá, não consigo superar essa perda.

Carol: Essa música é muito tocante, apesar da Missy parecer meio chapada concordo, estava tudo lá, eles fizeram tudo que poderia ser feito. Foi assim eletrizante mas achei que a protagonista foi a Celeste, ela apagou o brilho do Mark um tantico. O que Pharrell pensou? Provavelmente que Mark tenha mais chance no mercado da música! Celeste tem uma voz incrível, paixão e presença, mas temos várias divas musicais com vozes bem similares. MAS NINGUÉM ROUBAR ELA? PQP!

Eduardo: GENTE, EU ESTOU NO CHÃO ATÉ AGORA. Foi empolgante, simples e honesto. Um soube respeitar o espaço do outro, sem firulas e muito menos exageros. Concordo com Alex, essa foi a melhor performance das battles desde a disputa entre India e Clinton na temporada passada, que me fez chorar durante horas na ocasião. Tudo estava perfeito, até começar a primeira injustiça, demorou né? Como assim ninguém roubou Celeste? COMO? Eu chorei aqui com ela soltando aquela mini acapella no final. Esperei ansiosamente para que Gwen a roubasse, e o que ela fez? Ignorou lindamente. Deus está vendo isso tudo, só para vocês saberem.

Lucas: Caramba, agora entendo completamente você Alex. Também não me conformo de ninguém ter roubado Celeste pro seu time. Sério, os dois cantaram perfeitamente e essa foi de longe uma das batalhas mais empolgantes até aqui. Mark tem toda aquela presença de palco que deixa aquele diferencial, mas Celeste não fica atrás, porque a guria tem uma voz maravilhosa e com certeza não merecia ir embora tão cedo.

 

Ivonne Acero x Siahna Im – “You Keep Me Hanging On”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=tykRvID1DNk[/youtube]

Carol: Siahna é muito fofa, mas a batalha foi meio fria, imatura. Poderiam ter colocado fogo no palco com essa música, mas ficou naquela inocência. Pharrell escolheu certo, mas que BOOOM que Ivonne ganhou o Steal e foi para o time certo, com o Blake!

Eduardo: Sabe uma batalha morna e sem sal? Então para mim foi essa, chata e sonsa. Por mim as duas podiam vazar, que não fariam falta.

Lucas: Pra mim Ivonne merecia ter vencido a battle. Desde as blinds não fui muito com a cara da Siahna, sei lá. Tudo bem que dessa vez ela deu uma surpreendida legal, mostrou ter mais voz do que eu imaginava, mas também nem foi tudo isso.

 

Com essa primeira semana de batalha, já estão classificados para a fase knockouts:

Team Adam: Jordan Smith, James Dupre, Keith Semple, Dustin Christensen

Team Blake: Zack Seabaugh, Barret Baber, Chris Crump, Ivonne Acero

Team Gwen: Ellie Lawrence, Kota Wade, Jeffrey Austin, Regina Love

Team Pharrell: Mark Hood, Madi Davis, Siahna Im, Tim Atlas

 

Foram justas as escolhas dos jurados? Na próxima semana teremos os dois últimos programas dessa fase, onde cada um deles preencherão seus times para o Knockout Rounds.

Até lá!

1 comentário

Adicione o seu
  1. Avatar
    Renato Vianna 16 outubro, 2015 at 12:31 Responder

    Esses coaches tão se apegando muito as pessoas e muito pouco as vozes…

    Como assim 2 pegueis na Ivonne e nenhum peguei na Celeste?
    E como assim Celeste e Manny eliminados nas battles?

    E tbm fizeram uma battle montage e eliminaram a Sydney 🙁

    Esse concerteza vai ser o The Voice da injustiça, com 2 peguei os coaches continuam errando na maior cara de pau.

    E vcs tão sabendo que o The Voice Brasil terá só 1 peguei por técnico nas batalhas? KKKKKK… Já to imaginando os cantores que serão pegos…

Post a new comment