The Voice US – 9×26/27 – Final

the-voice-9x2627

Olá turma! Chegou finalmente o momento mais aguardado, de conhecermos o grande vencedor dessa temporada de The Voice US. Depois do massacre da semana passada, Jordan Smith, Barrett Baber, Emily Ann Roberts e Jeffery Austin disputam pelo título.

Performances especiais, duetos e muita atração musical pra ninguém botar defeito, o programa encerrou seu ciclo de 2015 com força total. Vamos ver?

Continua após a publicidade

 

PERFORMANCES

 

Jordan Smith – “Climb Every Mountain”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=L29P59uoQwM[/youtube]

Carol: Afinação impecável e já começa bem esse programa, mas acho que ele pegou leve com essa música, sendo cauteloso e não querendo arriscar talvez? Mas as song choices de Jordan são muito boas para a voz dele, acho invrível.

Edu: Ele começou tão mal, que já estava começando desistir da apresentação. Só que né gente, é o Jordan, e quando menos esperei ele soltou teus poderosos falsetes, e então tudo ganhou um gás totalmente renovado. Pra variar, ele humilhou numa extremidade que me deixa besta. E o que foi aquele final que me arrepiou todo? Tive que aplaudir de pé aqui.

Lucas: Mas o cara já começou destruindo desse jeito? Como pode alcançar essas notas tão gigantes? Ótima song choice e outra excelente performance!

 

Emily Ann Roberts – “Blue Christmas”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=8QXuoDbPhCI[/youtube]

Carol: Também não arriscou nada, nadinha mesmo. Apresentação morna, onde em alguns pontos a voz chegou a ficar chata, irritante, ela persistiu em umas notas sem muito sentimento na música.

Edu: Tiraram o tempero dela outra vez, e voltou a ser apenas chuchu cozido com água. Sei que ela teve a melhor das intenções, mas foi sonolento, os arranjos não ajudaram, e achei a voz dela um pouco acima do tom desejado. Amiga, voltei a não te defender.

Lucas: Posso dizer mais uma vez que ela não merecia estar na final? Então… Sobre a performance eu bem tentei, mas nem consegui aguentar. 

 

Barrett Baber & Blake Shelton – “Rhinestone Cowboy”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=EARgxMAp_Fo[/youtube]

Carol: Mostraram para a Emi o que é cantar sentindo a música, com um bom country. Que dupla gostosa de ouvir, ritmo divertido na song choice e Barrett alcança as notas mais altas sem temer. Tem uma pontinha de mim que quer que ele ganhe.

Edu: Que performance mais deliciosa desses dois, pelo amor de Deus. Isso sim é um country de verdade e muito bem cantado, como já diz Fausto Silva, quem sabe faz ao vivo. Eles podiam lançar, sei lá, pelo menos um EP juntos, pois ainda estou extasiado com tudo que vi.

Lucas: E essa química entre os dois gente? Os ensaios já foram ótimos e cheguei até a shippar a dupla, rs. Os dois deram muito certo e Blake foi um baita mentor. O dueto ficou ótimo e ainda rolou aquele abraço no final. Como não amar?

 

Jeffery Austin – “O Holy Night”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=egRc4cjTWbk[/youtube]

Carol: Péssima song choice querido, sempre gostei das apresentações dele, mas agora chegou a desafinar em algumas notas. Achei perdido no meio da música.

Edu: Jeff começou meio perdido, talvez pela responsa de cantar um dos maiores clássicos natalinos que existe. Apesar disso, ele foi se soltando e, pra variar, não decepcionou. Realmente de todos aqui sobreviventes, ele é o que mais me surpreendeu positivamente.

Lucas: Não sou o maior fã de músicas natalinas, mas gente, Jeffery me fez ficar aqui com os olhos parados na tela. Que performance linda!

 

Jordan Smith & Adam Levine – “God Only Knows”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=M39GAh1zmwo[/youtube]

Carol: Escolheram um ritmo divertidinho, e a voz dos dois casaram perfeitamente. Deu até para imaginar aquelas cenas de natal, neve caindo, luzes, crianças felizes. Jordan tem uma afinação invejável.

Edu: Posso ser sincero? Eu não gostei dessa performance, achei bem karaokê. Fui só que senti que Jordan meio que se conteve ali em nível vocal para não ofuscar seu coach? Se foi isso, francamente achei meio desnecessário, pois Adam é um ótimo músico e sabe que o momento é de seu pupilo.

Lucas: Pode falar que não fiquei surtando com o dueto? Então, foi mais ou menos isso. Talvez seja pelo fato de não ser muito fã dessa música ou por estar esperando algo gigantesco por se tratar de Jordan. As vozes ficaram bacana juntas, mas meio que fiz uma comparação com o dueto do Adam com Matt McAndrew e acabei me decepcionando um pouco.

 

Barrett Baber – “Die a Happy Man”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=3JWwJJxAVeM[/youtube]

Carol: QUERO UM CD DELE! Apesar da música ser triste, ele foi tão enfático em cada pedaço da letra que cantou que me fez sentir a mensagem. Canta muito, com uma força que o diferencia da parceira de country Emily.

Edu: Assim como Jordan, eu não tenho mais palavras em como elogiar Barrett. Ele também é outro que não decepcionou durante sua estadia na competição e, mesmo que não vença, torço para que o rapaz se dê bem na cena country.

Lucas: Mas que performance maravilhosa de assistir gente! Definitivamente a song choice perfeita para ele. Gosto demais quando Barrett pega essas músicas mais leves, acho que valoriza bem mais a voz dele e sempre resulta em ótimas performances como essa. Muito bacana o que o Blake disse, durante toda a temporada vimos o cara entregando o máximo em suas performances e por esse motivo chegou até a final.

 

Emily Ann Roberts & Blake Shelton – “Islands in the Stream”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=R_Xd49LMDjI[/youtube]

Carol: Melhorou mil graus hein Emi?! Ritmo mais gostosinho da música, parecia pai e filha cantando, ela se soltou e foi a luta. Será que Emi entrou na briga finalmente com unhas e dentes? Estava super segura e chegou um ponto da apresentação que até animou a plateia.

Edu: Nossa bodiei legal com essa performance. Emily, aka suflê de chuchu, até que estava com os vocais bacanas. Mas sei lá, achei que durante alguns momentos que Blake se sobressaiu do que a própria garota. Se ela tivesse se destacado um pouco mais teria sido bem melhor, pois a song choice foi até que certeira.

Lucas: E não é que ficou bacana esse dueto? Definitivamente foi melhor que a primeira performance dela e dessa vez consegui assistir até o final. As vozes ficaram legais juntas. No começo parecia que ela estava bem nervosa, mas o Blake e todo esse estilo paizão fez ela ficar um pouco mais confortável no palco.

 

Jeffery Austin – “Stay”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1fWzlW05XFs[/youtube]

Carol: Melhorou aí, a escolha da música é tudo não é mesmo? Nesse arranjo ele tinha notas a cumprir que ele sabe executar muito bem, daí fica lindo, harmonioso, sentindo a letra porque está na zona de conforto dele.

Edu: Que performance maravilhosa, impecável, épica!  Foi a apresentação mais honesta de Jeff até aqui, e na hora que ele chegou no refrão da música eu me segurei aqui, de tão magnífico. Eu estou todo arrepiado até agora. Quem te viu, quem te vê hein amigão?!

Lucas: Mas gente, de longe a melhor performance dele na temporada! Que música maravilhosa e que voz é essa? Por favor, quero demais que pelo menos o segundo lugar fique pra ele. Além de claro, quero um álbum! A hora que a cortina subiu chegou arrepiar aqui, realmente achei que foi maravilhoso!

 

Barrett Baber – “Silent Night”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=VMqZwgtqpFI[/youtube]

Carol: Começou meio fraco, músicas que vão ficando suaves no final das frases é triste para o tipo de cantor como o Barrett é, ele tem que subir as notas no final das frases. Chegou a dar umas desafinadas, e algumas palavras nem dava de entender.

Edu: Gente, mas que apresentação linda essa de Barrett, o extremo do emocionante. Foi algo simples e sem firulas, somente o act e suas emoções sendo expostas.

Lucas: E nem com uma música de natal o cara decepciona. Novamente Barrett mandou bem e gostei muito do comentário do Pharrell, sobre ele tocar as pessoas com a forma que canta. O cara tem uma voz linda!

 

Jeffery Austin & Gwen Stefani – “Leather & Lace”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=0Z_N6lCi67U[/youtube]

Carol: Gostei mais dele do que da Gwen. PODEM ME MATAR! Ela tem uma voz que não me agrada. As vozes deles não casaram tanto quanto as outras duplas, mas Jeff conseguiu passar muito bem pela parte dele. Conforme a apresentação foi evoluindo, foi melhorando o entrosamento.

Edu: Foi uma ótima introdução da Gwen, mas então veio Jeffery e assumiu o controle da performance, afinal de contas o candidato é ele. O legal foi que a cantora soube respeitar o espaço de seu pupilo perfeitamente, e tudo foi uma verdadeira delícia. Deu vontade de fechar os olhos e viajar na suavidade dessa música.

Lucas: Pra mim foi o melhor dueto da noite! Os dois juntos gente, como não amar? Foi maravilhoso! Gwen estava linda e com uma voz ainda mais linda. Jeffery também cantou demais e ficou delícia essa versão que fizeram. Já quero!

 

Jordan Smith – “Mary Did You Know”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=M7Ux80jK3bI[/youtube]

Carol: Foi bem lindo, bem no tom que a voz do Jordan brilha, mesmo não parecendo uma canção de Natal, teve um toque Jordan nessa, que pode ter deixado até mais bonito. Melancólico e carregado de sentimento, gostei bastante.

Edu: Já está virando covardia, pois realmente não dá mais para elogiar Jordan. Tá, vou ser sincero que o começo da performance não me agradou tanto assim, mas de repente ele finalmente se encontrou na canção e a dedicação então foi completa.

Lucas: Jordan… Esse guri te faz fechar os olhos e ficar viajando com a música. Outra performance linda! Eu estou tipo que nem os jurados, não sei mais qual elogio usar pra esse rapaz.

 

Emily Ann Roberts – “Burning House”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=HI-qrAtyceg[/youtube]

Carol: Ela veio SIM para brigar, que apresentação linda. Suspeita por amar essa música, mas tudo na apresentação colaborou para Emily lacrar. Teve sentimento, firulas, fogo e cabelão na dose certa. Nesse momento o prêmio parece estar entre ela e Jordan.

Edu: Vou ser sincero que no começo odiei, achei bem sonolento como apenas Emily sabe proporcionar tais momentos. Só que na metade da apresentação ela surpreendeu de uma forma tão grande, senti uma evolução tão boa da parte dela, que por um momento a minha birra por ela simplesmente passou.

Lucas: Da onde saiu toda essa cabeleira? Rs. Enfim… Não é que ela deixou o melhor para o final? Foi de longe a melhor performance dela na temporada! Linda música e a voz dela também estava ótima. É algo que ela deveria ter feito nas semanas anteriores.

 

SPECIAL PERFORMANCES

 

Emily Ann Roberts & Ricky Skaggs – “Country Boy”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=lAqPSMfw2-4[/youtube]

Carol: Achei tão bonito os dois juntos, um encontro de gerações super talentoso. O ritmo foi gostoso, alegre, muito bom.

Edu: Sabe qual foi minha vontade? De levantar e sair dançando! Que música bacana, esses instrumentais espetaculares. Pirei com essa apresentação.

Lucas: Caramba, como eles conseguem tocar desse jeito? Fiquei babando aqui. Adoro violão e por isso achei tudo aquilo um máximo.

 

Jordan Smith & Usher – “Without You”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=PDLVNY3pkeU[/youtube]

Carol: Tenho um crush danado por esse Usher e quero ele de volta ao The Voice. Segundamente como disse o Edu, que dueto maravilhoso, Jordan se destacou pelo alcance de sua voz mas ainda assim. Usher foi maravilhoso.

Edu: Primeiramente, Usher você poderia voltar ao programa no lugar de Pharrell, de preferência em uma das temporadas de Xtina. Segundamente, eu adoro essa música e foi uma song choice certeira. Foi incrível a sintonia da dupla, principalmente como Jordan dominou a canção. ES-PE-TA-CU-LAR!

Lucas: Gente do céu, o que foi isso? Não poderiam ter escolhido outra pessoa pra cantar com Jordan e muito menos outra música. Que destruição! To no chão. Essa versão ficou muito boa!

 

Jeffery Austin  & Tori Kelly – “Hollow”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=NVrdbIYrOb4[/youtube]

Carol: Faltou o tempero do miojo, como não tem meios de não comparar os duetos esse foi o mais fraco. A canção não favoreceu nosso candidato.

Edu: Ruim não foi, mas teria sido espetacular se apenas Jeff tivesse cantando, mas também pode ser birra minha, já que essa indivídua não me desce. Me perdoem, mas até o momento foi o dueto mais fraco das Special Performances.

Lucas: Não vai mais parar de vir coisa boa minha gente? Outra baita performance! Outro baita dueto! Os dois foram MARAVILHOSOS!

 

Barrett Baber & Wynonna – “No One Else on Earth”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=wG_kIr7fwXw[/youtube]

Carol: Cantaram muito bem, ambos têm aquele sentimento na música, vozes únicas e a dupla emplacou um grande dueto, adorei.

Edu: E essa versão tiazona de Jessica Rabbit? Eu só sei que amei por demais esse dueto, a música foi espetacular e a dupla estava incrível. Foi algo bastante equilibrado e Barrett foi bem cavalheiro por deixar a parceira ter seus momentos também. Tudo bem dividido, e ninguém saiu em desvantagem, gosto assim.

Lucas: Caramba, que baita voz tem essa mulher! Essa eu não conhecia e fiquei babando aqui naquele vozeirão todo. Barrett também mandou super bem e o dueto ficou ótimo!

 

VENCEDOR

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=YDc4WZCRgws[/youtube]

Carol: De coração, a jornada de Barrett merecia o segundo lugar, mas nessas últimas apresentações Emi se destacou tanto que levou a melhor. Jeff não teve chances mesmo diante dos outros e já estava bem declarado que Jordan e sua voz maravilhosa levariam essa disputa. Tivemos Team Adam vs. Team Blake na grande final, o que deixou a disputa mais animada e pessoal. Muitíssimo merecido Jordan levar esse prêmio porque é só ver as apresentações do cara durante o programa, foi mito atrás de mito. Espero realmente que não suma do cenário da música, que ganhe fama, juntamente do Barrett que gostaria de ouvir na minha casa. Parabéns ao Jordan e ao Adam por não ter deixado seu pupilo se perder nas song choices e nas firulas. Essa temporada não teve grandes injustiças e já estamos coçando para a próxima.

Edu: Gente foi mais que óbvio que essa temporada seria de Jordan, pois ele já chegou humilhando desde as blind auditions, fazendo uma versão da maravilhosa “Chandelier” melhor do que a própria Sia. E o cara foi apenas evoluindo, tanto que ele não foi nenhuma vez ao bottom, em nenhum momento ele esteve ameaçado. Dos meus palpites, eu apenas errei o segundo e quarto colocados, que foram o inverso do que eu desejava. Jeffery fez uma ótima campanha e na minha opinião fez um ótimo desempenho, já que nas audições apenas Gwen virou a cadeira para ele numa apresentação bem “xoxa”, e mesmo assim ela depositou toda a sua confiança no rapaz e foi a melhor coisa que fez, pois o rapaz foi apenas evoluindo. Barrett é um caso a parte e se pudesse dividir o prêmio, nada mais justo que fosse ele o segundo vencedor. Emily foi a grande surpresa dessa final, pois desde a semana retrasada percebi que a act acordou para a vida e melhorou drasticamente em suas apresentações. Só que nesses dois últimos programas ela estava bem competitiva, com fome e sede de vitória. Quando soube que ela tinha sido vice campeã eu fiquei mega emburrado, pois sempre achei ela bem sem sal ou como sempre disse aqui, um suflê de chuchu, só que vendo essa final ficou mais que claro do merecimento dela conquistar o segundo lugar. Parabéns aos quatro!

Lucas: Não poderia ter sido mais justo. Jordan não tropeçou uma única vez e as ótimas posições no iTunes estão aí pra provar. O cara canta muito, estourou com uma performance mais espetacular que a outra, mostrando que merecia o título e dificilmente alguém tiraria de suas mãos. Claro que Adam foi de grande ajuda pra isso, porque o cara não poderia ter sido um mentor melhor e merece créditos pela vitória. Vou torcer demais pra que Jordan não fique esquecido depois do programa e claro, vou esperar ansiosamente pelo álbum de estreia.

 

Gostaram da vitória de Jordan Smith? E das demais colocações? O The Voice US encerra sua nona temporada por aqui, mas continuem atentos no Team Reality do Mix, pois ainda tem os momentos finais da versão brasileira do programa.

Nos vemos ano que vem na décima temporada da atração, que marcará dois grandes retornos. O primeiro, é claro, da cantora Christina Aguilera na bancada e o outro é de outra rainha também, mas aqui do Mix. Let Bastos estará de volta com força total.

Anotem aí na agenda de vocês, 29 de fevereiro o programa estará de volta e sempre com nossa cobertura. Até mais!

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

3 comments

Add yours
  1. Avatar
    Jordan Alves 17 dezembro, 2015 at 13:49 Responder

    Temporada MA-RA-VI-LHO-SA! Jordan absolutamente REI! Amei. Tivemos algumas decepções, mas The Voice sem decepção não é The Voice. Emily cresceu muito na competição também e acho que mereceu o 2° lugar. Jeffery foi maravilhoso também, que One Chair incrível esse! Que venha a Season X.

  2. Avatar
    Débora Assis 18 dezembro, 2015 at 16:54 Responder

    Já era bem obvio que Jordan ganharia mas não achei justo o segundo lugar, pra mim deveria ser Jeffery, Barret no lugar dele, em terceiro e a Chuchu em quarto. Porque, mesmo que ela tenha feito sei la, umas duas boas apresentações, foram só duas e fomos obrigados a aguentar ela a temporada toda!!! Jeffery arrasava em todas e Barret tb. Não concordo com o segundo lugar mas enfim, to ansiosa pra The Voice X, só não sou mt fã de Xtina como coach, acho que ela tem umas escolhas estranhas para pupilos, gente que grita demais, e esse, definitivamente, não é meu estilo.

Post a new comment