The Walking Dead – 5×09 –What Happened and What's Going On

walking-dead-review-5-9

Estourem os fogos, façam pipoca e comemorem, finalmente a espera acabou. The Walking Dead está de volta. E o que aconteceu e está acontecendo? Pois tudo será explicado nesse retorno com os oito episódios restantes da quinta temporada…ou não, talvez eles só continuem andando e vendo quem será o próximo a morrer.

Um dos maiores erros da série até agora foi ter dado um ânimo todo novo com a adição dos canibais do Terminus, e fecharem rápido demais esse arco. A série estava visceral e chocante, os canibais de Gareth eram uma ameaça ainda maior que o Governador…e de repente, acabou. A quinta temporada teve seus melhores episódios logo no início, depois foi uma oscilação sem fim.

Dito tudo isso (impressionante como só falei mal), vou deixar de ser ranzinza e discorrer sobre “What Happened and What’s Going On”. Começa em um enterro, algumas imagens aleatórias de personagens que já deixaram a série e nossos heróis em luto. Vemos Maggie muito abalada pela morte da irmã (isso deve parar com as especulações absurdas de que Beth não morreu).

Continua após a publicidade

Noah sugere que todos vão ao encontro de sua antiga comunidade, onde sua família vivia. Depois o que se segue é um falatório interminável de Tyreese na viagem, o grupo indo em direção a essa comunidade e obviamente, ao chegarem lá, não encontram uma alma viva sequer, pra desespero do rapaz, numa excelente atuação de Tyler James Williams.

Depois de Noah (por motivos óbvios), Michonne é quem mais fica abalada com a comunidade comprometida. Ela parecia realmente achar que seria seu o último refúgio e começa a dar sinais de que está perdendo a esperança. Parece que não veremos o sorriso da nossa espadachim preferida por um bom tempo. Ela sugere que eles busquem abrigo em Washington, o que Rick prontamente aceita, percebendo a amargura da amiga.

O episódio se encaminhava pra ser um dos mais parados e chatos de todas as temporadas. Nada de relevante ou novo realmente acontecia. Até que…TYREESSE É MORDIDO POR UM ZUMBI. Aí é que temos a virada e tudo começa a ficar realmente bom.

Agora todo o falatório inicial de Tyreese começa a fazer sentido, pois há um interessante debate filosófico aqui. Acompanhado de alucinações do Governador, Martin (o canibal que ele não conseguiu matar), Lizzie e Mika, e também Beth e Bob, Ty começa a questionar se as escolhas que ele fez foram as corretas até aqui. O que aconteceria se ele tivesse feito tudo diferente? Em cortes de cenas muito edificantes, e interessantes diálogos, o episódio finalmente disse a que veio, e as qualidades do roteiro de Scott Gimple e da direção de Greg Nicotero começam a florescer. O capítulo que se encaminhava pra ser um dos piores de TWD, acabou sendo um dos mais humanos e bonitos.

the-walking-dead-season-5-chad-l-colemanEm determinado momento, Lizzie e Mika seguram o braço de Tyreese. A realidade dá um duro golpe e na verdade é Rick e Glenn, que arrancam o braço mordido de Ty. Então temos a correria para salvá-lo da hemorragia, e zumbis sendo mortos em câmera lenta (sensacional). Já no carro, mais uma vez Ty começa a ter visões…ele está com Mika, Lizzie, Beth e Bob, e as questões agora são outras: Vale a pena continuar? Ele fez tudo que podia? E a resposta vem com a câmera focando nele se entregando e um ofuscante sol aparecendo pra nos avisar…que infelizmente, Tyreese está morto.

Finalmente vemos que o funeral no início do episódio na verdade era pro Tyreese. Em uma acertada escolha de direção, não é mostrado o grupo tendo que inutilizar o cérebro dele. Não precisava, nós sabemos o que acontece com quem morre de forma natural, e isso foi um merecido desfecho pra um personagem como ele, o melhor caráter de todo o grupo. Com uma pá de terra nos despedimos do homem com as características mais bondosas da turma de Rick. Mais um personagem querido nos deixa (primeiro Beth, agora o Ty), e fica a torcida para que os roteiristas passem a mirar nos certos daqui pra frente, pois Abraham e Eugene já estão fazendo hora extra.

Adeus Tyreese, sua humanidade vai fazer falta no meio de toda essa loucura. #triste

Avatar

1 comment

Add yours

Post a new comment