The Walking Dead – 8×05 -The Big Scary U

Imagem: AMC/Divulgação

Desapontado, porém não surpreso. É essa a definição para o quinto episódio de The Walking Dead, onde mais uma vez ficamos vidrados por mais de 40 minutos na TV, vendo absolutamente nada acontecer. A série estava seguindo um fluxo mais frenético, embora tudo o que tenha sido mostrado até então tenha acontecido no período de o quê? Dois dias?

Dessa vez, decidiram mostrar o que houve logo ao final do primeiro episódio. Tivemos o arco focado em Negan (Jeffrey Dean Morgan) e Gabriel (Seth Gilliam). Eles passaram boa parte do tempo apenas conversando, onde o Padre “entende” finalmente o seu propósito em estar ali: criar um confessionário no meio daquela relação. A princípio, Negan não leva a sério, mas com tanta pressão em cima dele, acaba por desabafar e lembrar de sua falecida esposa.

Continua após a publicidade

Imagem: AMC/Divulgação

Tivemos também um arco focado no lado interno do Santuário, mostrando o que de fato aconteceu com o grupo rival. Aqui vemos Dwight (Austin Amelio), Simon (Steven Ogg) e Eugene (Josh McDermitt) debatendo com outros Salvadores sobre como eles foram atacados. Eles entendem que certamente há um traidor entre eles e todos apostam em Eugene, por ter sigo um membro de Alexandria. Contudo, apenas Dwight defende o rapaz – por motivos óbvios. Como Eugene é inteligente, não demora muito para começar a juntar as peças e talvez descobrir quem é o verdadeiro duas caras ali. A grande pergunta aqui é: Não é estranho um grupo como os Salvadores, em meio à guerra já declarada, estarem tão despreparados assim para o ataque de Rick (Andrew Lincoln)?

Falando em Rick, tivemos um embate dele com Daryl (Norman Reedus), algo totalmente sem sentido. Os dois brigaram – PORRADA MESMO – por diferentes opiniões. Aí está algo que eu ainda não entendi… Contudo, um ponto muito interessante foi mostrado: Rick vê um helicóptero sobrevoando, assim como aconteceu na primeira temporada. Será apenas uma alucinação, ou talvez seja algo maior que ainda não fomos apresentados?

As conclusões do episódio foram que Negan e o Padre conseguem voltar ao Santuário, após se cobrirem de entranhas de Walkers – algo que já foi nos mostrado mais de duas vezes – e Negan toma mais uma vez o controle da situação. Rick acaba encontrando uma pessoa desconhecida, mas podemos afirmar que o grupo do Lixão está de volta. E Eugene, que ao ir atrás de Gabriel, o encontra com febre. Será que ele foi infectado?

Digo com um pesar no coração de que, por mim, este episódio nem poderia existir para a temporada. Tudo poderia ter sido resolvido em minutos – minutos esses que poderiam ter sido encaixados nos últimos 4 episódios – e todo o diálogo desnecessário. O desenvolvimento foi certo, mas no tempo errado. Sigam a história, por favor!

E você? O que achou do episódio? Fique de olho no que acontecerá semana que vem e não deixe de nos mostrar sua opinião!

https://www.youtube.com/watch?v=ygJzW3kqo6c

 

Avatar

Rodrigo Sodre

Rodrigo é um rapaz que cresceu, mas manteve todas as alegrias da infância consigo. Aos 25 anos, é formado em Jornalismo e joga videogame desde quando usava fraldas. Apaixonado por zumbis, começou a se interessar pelo gênero quando viu a primeira intro de Resident Evil 2. Hoje é fã fiel de The Walking Dead e continua jogando, lendo, vendo filmes e séries.

2 comments

Add yours
  1. Avatar
    Wellington Torres 22 novembro, 2017 at 17:38 Responder

    Deveria ter só lido a review que já estava de bom tamanho. Você tirou leite de pedra para escrever tanto… Episódio sofrível. TWD voltando a ser sono zzzZZZ

  2. Avatar
    Bruno D Rangel 27 novembro, 2017 at 16:09 Responder

    Eu detestei o fato de voltarem tudo no tempo só agora no quinto episódio.

    A única coisa que eu achei interessante foi a parte do helicóptero.

Post a new comment