The Walking Dead finalmente explica origem dos zumbis

The Walking Dead manteve as origens do vírus zumbi em segredo por mais de uma década. Agora, os pós-créditos de The Walking Dead World Beyond explicam como o surto começou.

The Walking Dead origem apocalipse zumbi
Continua após publicidade

Depois de evitar discutir o assunto por mais de 10 anos, The Walking Dead finalmente explicou como seu surto de zumbis começou. E a explicação não veio na série original, mas sim na derivada, World Beyond.

Continua após publicidade

Ao escrever sua série de quadrinhos de The Walking Dead, Robert Kirkman deliberadamente escolheu não revelar a origem do vírus. Dessa forma, ao longo de toda a história, ele nunca chega perto de decifrar a verdade. Então, a adaptação para a TV herdou sua filosofia e sempre evitou dar ao público qualquer explicação sobre. Na verdade, o mais próximo que The Walking Dead chegou a mencionar foi o episódio do CDC da 1ª temporada. Fato que mais tarde Kirkman lamentou por existir.

Mas os tempos estão mudando para The Walking Dead. À medida que a série principal chega ao fim na 11ª temporada, a franquia se afasta cada vez mais do material de origem de Robert Kirkman. Portanto, não apenas o enredo de Commonwealth da série principal esgotou o último grande arco dos quadrinhos, mas a adição do CRM levou a franquia The Walking Dead a um território mais elevado.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Então, passou-se a discutir uma cura e restauração da civilização. Todos esses tópicos tornaram-se mais do que apenas um sonho distante.

The Walking Dead origem apocalipse zumbi
Imagem: Divulgação.

Origem do vírus zumbi é discutido

À frente deste próximo capítulo, a sequência pós-créditos de The Walking Dead: World Beyond respondeu a pergunta que os espectadores têm feito por mais de uma década. Afinal, como o vírus zumbi aconteceu?

Continua após publicidade

A cena final de The Walking Dead: World Beyond se passa em uma instalação biomédica na França. Embora abandonado há muito tempo, um dos ex-pesquisadores do laboratório voltou na esperança de continuar seu trabalho para descobrir uma cura. Mas ela foi abordada por um sobrevivente não identificado fumando um cigarro.

Continua após publicidade

Leia também: Chefe de The Walking Dead enfurece fãs e pede desculpas

Quando a cientista declara sua intenção otimista de encerrar o apocalipse zumbi, seu agressor responde: “Acabar com isso? Você começou isso.“. Na parede, há também a mensagem um tanto sinistra, “Les Morts Sont Nés Ici”. Para quem não fala francês, isso se traduz amplamente como “Os mortos nasceram aqui”.

Continua após publicidade

A partir dessas duas pistas enormes, os fãs podem concluir apenas uma coisa. O vírus zumbi de The Walking Dead foi feito pelo homem e começou neste laboratório particular na França. De acordo com o homem fumante, a instalação abrigava várias equipes (ele menciona a equipe Violet e a equipe Primrose). Então, estas equipes trabalharam em um projeto que acabou se tornando o vírus infame de The Walking Dead.

Continua após publicidade

Como a equipe do Primrose viajou para os Estados Unidos pouco antes do surto, é possível que outros países também estejam envolvidos no estudo. Ao invés de apenas a França arcar com a culpa.

Continua após publicidade

Com isso, os fãs podem descartar as teorias anteriores de que o vírus era extraterrestre ou mesmo um fenômeno natural. No entanto, ainda não sabemos por que os franceses criaram esse patógeno autodestrutivo.

The Walking Dead origem apocalipse zumbi
Cena em que World Beyond revela origem do apocalipse. Imagem: Divulgação.

Mais detalhes da origem do apocalipse zumbi de The Walking Dead

Embora tenham sido os cientistas franceses que desenvolveram o vírus de The Walking Dead, é óbvio que os pesquisadores não tinham intenção de liberá-lo na população. Mas a sequência pós-créditos de World Beyond também indica como a infecção começou.

Leia também: Pior vilão de todos em The Walking Dead surgirá em breve

Enquanto o fumante culpa as equipes de Primrose e Violet pela criação do vírus, a cientista faz uma acusação própria, afirmando vagamente: “Quando [o surto] aconteceu… Quando você fez o que fez”

Embora haja muitas lacunas para interpretação aqui, ela poderia estar sugerindo que o homem fumante fazia parte de um grupo que, antes da primeira temporada da série, soube que o vírus estava sendo desenvolvido. E, dessa forma, atacou a instalação, apenas para liberá-lo acidentalmente. Logo, ambas as partes são culpadas.

Robert Kirkman acreditava que seria melhor para The Walking Dead manter a explicação do surto como um mistério. Por isso é interessante ver a série de TV finalmente abandonar esse princípio fundamental. Mas como a série busca se expandir além de seus parâmetros originais dos quadrinhos, torna-se impossível evitar o assunto por mais tempo.

Agora que o material em quadrinhos de Kirkman acabou, explorar a criação do vírus zumbi (e como pará-lo) é o próximo capítulo lógico que The Walking Dead vai escrever.