The Who e as aberturas científicas da franquia CSI

the who

Continua após publicidade

The Who é uma banda britânica que surgiu em em meados de 1964, no meio daquele imenso vórtex de bandas de rock que tiveram uma maior evidência durante as décadas de 60 e 70. Porque eu estou falando essa aleatoriedade? Porque o Aberturas dessa semana vai falar das quatro aberturas épicas da franquia CSI, que tem como músicas-temas hinos da incrível e icônica The Who.

Continua após a publicidade

CSI começou a ser exibida em 2000, sendo a primeira série policial a focar seus casos pelo prisma da Ciência. Em 2002, a série ganhou seu primeiro spin-off, CSI: Miami, e o segundo, CSI: NY, nasceu em 2004. O último spin-off nasceu com 10 anos de diferença para o terceiro. CSI: Cyber estreou ano passado, bem no ano em que o cancelamento e finalização da série-mãe foi anunciada.

Continua após publicidade

 

 

Continua após publicidade

A abertura de CSI teve mudanças logo nos primeiros episódios de sua temporada. O primeiro episódio, Pilot, tinha uma abertura diferente da abertura do 17º episódio, já com Who Are You? como main song. Na segunda temporada, a identidade visual da série mudou para a que conhecemos hoje, e a abertura foi remasterizada para ficar mais audível na exibição, já que a música foi lançada em 1978. Ao longo de suas 15 temporadas, CSI modificou as aberturas com cenas mais atuais da temporada. Na terceira temporada, tivemos a adição de Eric Szmanda e Robert David Hall, mantendo a abertura intacta até a sétima temporada, quando Louise Lombard entrou no elenco regular. A partir da oitava temporada, a abertura da série sofreu diversas mutações com a entrada e saída de atores  e a remodelação da sequência até a episódio final, exibido no final de setembro.

CSI: Miami tem uma abertura bem menos sombria do que CSI. Com “Won’t Get Fooled Again”, de 1988, entoando em seus 40 segundos, vemos uma identidade visual mais colorida, contrastando com o clima ensolarado de Miami, a cidade escolhida para dar vida a primeira série derivada. Os nomes dos atores vinham em um fade de fórmulas matemáticas, e as imagens seguem a mesma linha da sua série-mãe. Na terceira temporada, com a saída do ator Rory Cochrane, a abertura foi modificada com a entrada de Jonathan Togo, e na quarta, Eva LaRue. Na oitava e nona temporadas, Omar Miller fez parte do elenco regular, e a abertura foi modificada pela última vez.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

A abertura que menos foi modificada foi a de CSI: NY. A abertura da primeira temporada teve como tema Baba O’Riley, de 1971, e manteve a gravação original da música até a quarta temporada, quando uma nova abertura foi necessária e a música foi remasterizada para a versão atual. Na segunda temporada, a atriz Vanessa Ferlito saiu do elenco, dando lugar a Anna Belknap. A mudança só foi ocorrer novamente na sétima temporada, com a saída de Melina Kanakaredes e a entrada de Sela Ward, finalizando a série com a mesma abertura e elenco.

A mais nova das séries, CSI Cyber, usou a música I Can See For Miles, de 1967, para dar vida a sua abertura. Bem diferente das demais e usando o seu enredo como base da abertura, a sequência tem a apresentação dos personagens com linhas de programação, mapas tecnológicos e encriptação de códigos. Na segunda temporada, Ted Danson somou ao elenco regular, e essa foi a segunda modificação da abertura.

Como são muitas (e eu falo no sentido original da palavra muitas) a gente criou uma playlist pra você se deliciar com as aberturas!

As quatro séries têm músicas que intimamente refletem a série, principalmente CSI Cyber, que utiliza a metáfora de “I Can See For Miles” para mostrar que eles sabem de tudo ao redor. O que não podemos negar que é The Who contribuiu 100% para a mitologia das séries serem ampliadas (e contribuiu musicalmente para muitos fãs). Aliás, se você ainda não viu CSI, ou qualquer que fosse suas derivadas, eis uma ótima chance para você conhecer uma das maiores franquias de séries da atualidade. E se gosta de The Who, bem-vindo ao clube! o/ o/