The X Factor Brasil – 01×01/02 – Audições

txf-br
Imagem: Twitter

[spacer size = “20”]

Continua após publicidade

Começou o reality musical mais esperado de todos os tempos!!

Continua após a publicidade

Sim, nós amamos The Voice, mas The X Factor faz pular os coraçõezinhos do Team Reality.

Continua após publicidade

Na bancada Rick Bonadio, produtor musical e conhecido nosso desde os tempos de Rouge; Di Ferrero do NX Zero, Paulo Miklos dos Titãs e Alinne Rosa, que não conhecemos muito bem, mas ok. Nessa estreia tivemos performances sofríveis, e outras que nos fizeram chorar. Vamos ao que interessa, então?

 

Continua após publicidade

OS LACRADORES

 

Luan Lacerda – “Trem das Onze”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Q3BEQ4ljlb8[/youtube]

[spacer size = “20”]

Edu: Ótima maneira de estrear o X Factor Brasil. Eu sinceramente pensei que seria um joke act logo de cara, mas me enganei bonito. Achei demais essa presença de palco dele, a voz bem potente e equilibrada. Curti e quero ver os próximos passos de Luan na competição!

Let: Me surpreendi bastante, e positivamente. Amei a voz de Luan, amei a extensão vocal, amei a song choice e a nova versão que ele fez, cantando sobre sua vida. Esse candidato vai longe, fiquem de olho!

Luke: Com certeza o melhor jeito de começar uma competição. Uma grande surpresa pra todos nós, apresentando uma deliciosa canção com simpatia e humildade. Os pequenos deslizes durante a canção são insignificantes perto da maestria com que ele dominou o palco. Tá de parabéns!

Paula: Que isso, gente! Que voz mara do menino Luan! Começando com o pé direito o programa! O mineiro já me conquistou com este vozeirão, presença de palco, carisma e potência! Para mim é SIM!

 

Slow – “I Want It That Way / Story Of My Life”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=LKTX1JDr2dI[/youtube]

[spacer size = “20”]

Edu: Minha música guilty pleasure, admito. Apesar disso, a performance foi muito desconcertante, faltou equilíbrio e sintonia entre os garotos. Se tivesse rolado tais elementos, o quarteto poderia até ter surpreendido. A acapella foi melhor, mas ainda rolou algumas desafinações, portanto eles mereceram ter passado, mas precisa aperfeiçoar a técnica de cantar em grupo.

Let: Nossa gente pelamor eles mereciam é uma granada no palco, para desaparecer de vez. Desafinação dominou, faltou presença da palco (algo essencial para um grupo), e os meninos erraram horrores a letra de um clássico, mataram aula na Wizard para fazer o que? Treinar técnica vocal é que não foi!

Luke: Inegável a melhora do grupo ao cantar acapella. Quando ouvi eles cantando Backstreet Boys já imaginei que passariam por ser uma boyband, e isso impactar em um possível sucesso. Mas a segunda chance foi crucial para eles, que se bem trabalhados, podem ir longe.

Paula: Só do grupo ter escolhido Backstreet Boys já me conquistou um pouquinho. A performance não foi tão boa, mas acho que eles mereciam uma chance. A segunda música foi bem melhor que a primeira, tendo que vista que foram bem mais afinados. Espero que eles nos surpreendam positivamente!

 

Tamires – “Listen”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=jgJ6uRF0MYA[/youtube]

[spacer size = “20”]

Edu: TÔ ARREPIADO!!!! Tamires incorporou simplesmente a Beyoncé, e nos proporcionou uma performance destruidora. Estou sem estruturas aqui com minha conterrânea de ZL. Já estou muito ansioso para seus próximos passos na disputa, estou sem palavras, e não sei mais o que dizer dessa maravilhosa!

Let: Quando Tamires apareceu, achei que seria mais um flop, mas amo quando levo uma bela sambada dos candidatos. Listen não é uma música para qualquer um, e Tamires mostrou que faz parte desse seleto grupo, arrasou e tô ansiosa para ver mais!

Luke: WOOOOW! Calma aí, fia!! Como assim?? Tamires foi muito boa nessa apresentação. Claro que ela não foi perfeita, pois não é o objetivo desta fase, eles estão atrás de pedra preciosas brutas e Tamires brilhou mais que todos esta noite. Realmente uma grande surpresa.

Paula: UAU!! Tamires me surpreendeu demais! Que vozeirão! Bey brasileira rsrsrs. Mereceu os quatro SIMS, sem pensar duas vezes! Arrasou! Sua vizinha tem grandes chances de ser uma das favoritas, Edu! Já é a minha!

 

Alessandro Maia – “Cê Que Sabe”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=1CfsPF-zXaY[/youtube]

[spacer size = “20”]

Edu: Me julguem, mas gosto dessa música do falecido. Sobre a performance foi algo bem genérico, o qual estou careca de ver em apresentações no The Voice Brasil. O garoto é bom, mas é mais do mesmo.

Let: Boa voz, atual, já que é moda. É mais do mesmo, mas e daí, né? Potencial e voz ele tem.

Luke: Tá aí pra representar o sertanejo que não pode faltar, mas ainda prefiro os cantores de raiz. Enfim, tem talento, tem presença de palco, tudo que Bonadio precisa pra estourar na mídia com mais um novo sucesso do sertanejo universitário que nunca se formou…

Paula: Eu gostei bastante deste menino. Voz boa para alguém tão jovem. Desafinou em algumas partes. Mas no geral foi uma boa apresentação e achei que ele vai representar bem o sertanejo. Foi bom ver o reconhecimento dos jurados e toda a emoção dos pais. Fora que largar tudo para apostar na música não deve ter sido fácil! Vai longe, Alessandro? Tomara.

 

Rafael Oliveira – “Hero”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=xLGEY-IUqfM[/youtube]

[spacer size = “20”]

Edu: Essa é uma das maiores músicas de Mariah, e gosto muito. Morri de medo do que estava por vir, mas Rafael deu conta do recado. Rolou algumas desafinadas, mas ele promoveu um número grandioso e incrível. SIM, MEU VOTO É COM CERTEZA!

Let: Olha gente, sem medo de errar eu digo que esse é, até agora, O MELHOR CANDIDATO DO TXF ATÉ AGORA!!! Eu também não tava esperando muita coisa, mas foi um belo tapa na cara que levei!

Luke: Eu já esperava muito do rapaz quando vi o foco que deram para sua entrevista, e meus amigos, que performance excepcional. Conseguiu atingir as notas de sua forma, tornou a música perfeitamente encaixada em seu estilo. Rafael foi uma surpresa que realmente elevou o nível da competição!

Paula: Foi lindoooo! Que emocionante! É disso que eu estou falando… X Factor é esta emoção, este envolvimento. Isso que eu estava esperando desde o primeiro episódio. Com certeza ele merece um sim. Rafael tem uma voz ótima, escolheu uma música maravilhosa e teve uma performance excelente. Todos sentiram a música que ele interpretou!

 

Onix – “Escreve Aí”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=2GbKpSQ5pwk[/youtube]

[spacer size = “20”]

Edu: Me julguem, mas quase levantei pra dançar. Me julguem mais ainda, adoro essa música. Esse grupo sim merece e muito passar para a próxima fase, e curti essa vibe meio Boyz II Men deles. Já ansioso pelos próximos passos do quinteto, é sério.

Luke: Confesso que, ao saber da escolha da canção, já esperava o maior flop dessa competição. Mas quando eles começaram a cantar, eu fiquei arrepiado e envolvi com as vozes. Foram bem trabalhados, técnicos na escolha do arranjo. Tornaram a canção mais envolvente até do que a versão original. Realmente, Onix tem de tudo pra ser grande nome nessa competição!

Paula: Nossa, adorei! Achei que olhando assim não combinam, mas as vozes deram muito certo e fizeram uma versão excelente do sucesso de Luan Santana. Podem me julgar também, mas fiquei aqui estalando os dedos e cantando junto. Onix tem futuro, dentro e fora do programa!

 

OS BIZARROS

 

V Killer – “Something’s Got A Hold On Me”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=iEl6B_6FCc8[/youtube]

Edu: Pra começo de conversa, essa música é de Etta James, e Xtina regravou pra Burlesque, é bom se informar às vezes, miga. Sobre a performance, achei um verdadeiro tédio, odiei tudo do começo ao fim. Me senti no meio de uma tortura psicológica, e espero muito que ela surpreenda na próxima fase, ou pode rodar sem dó e nem piedade.

Let: Confesso que quase furei meus tímpanos de tão terrível que foi essa apresentação. Voz irritante, música que não acabava nunca. Não se canta uma diva como Etta James se tu não vai respeitá-la no palco. Pessoa que diz que quer assumir um personagem, coitada, nem personalidade própria tem. Odiei, e não foi pouco.

Luke: Como disse o Duh, já começou errado por não saber a origem da música. Realmente um desperdício na próxima fase. Não gostei da voz dela encaixando em 90% da música. Foi desafinado e irritante por muito tempo, merecia um grandioso não.

Paula: A matadora não foi bem, em minha opinião. Não gostei de sua voz e várias vezes ela desafinou. Como disse o Bonadio, foi irritante em alguns momentos. Foi bem chatinho e a única coisa legal foi o batom dela mesmo. Não acredito que ela passou.

 

Carol Sampaio – “I Put A Spell On You”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Uen-301rNAY[/youtube]

[spacer size = “20”]

Edu: Uma das músicas mais tachadas do The Voice US, “I Put A Spell On You” é uma faixa extremamente poderosa, e não é qualquer um que tem a capacidade de cantá-la com louvor. E esse não é o caso de Carol, convenhamos. Faltou um feeling, um casamento perfeito entre música e intérprete. Uma pena, mas senti apenas ranço. Espero que ela possa me surpreender mega positivamente, pois não é um talento de se jogar fora, mas pecou na song choice.

Let: Ela tem uma boa voz e também potencial, mas errou feio na song choice. Tentou arrasar com um clássico e quase me fez dormir aqui. Senti ela perdida no meio da música, insegura, e tô torcendo para que seja o nervosismo do momento.

Luke: Para alguém de 19 anos, essa menina deu um show, claro que tudo nas proporções que lhe são cabíveis. A música é um clássico de apresentações, e o timbre dela é interessante para se lapidar. Realmente temos em Carol um diamante bruto, que vai ser moldado para retirar o procurado fator x.

Paula: Esperava mais de Carol e para alguém que nunca se apresentou foi até bem. Mas para mim deixa a desejar. Ela vai ter que mostrar um crescimento muito bom durante a competição. Todos estão apostando… Olha a responsa!

 

Jéssica Passos – “Eu Preciso Dizer Que Te Amo”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=o8OyvuejhHU[/youtube]

[spacer size = “20”]

Edu: JÁ AMO JÉSSICA! Divertida e super autêntica, a candidata é uma ótima representante do Team Humanas, por mal saber a idade exata que tem, eu ri demais. Sobre a performance, meu queixo caiu aqui no chão. Ela pegou uma das músicas mais belas de Cazuza, e se entregou numa melodia surpreendente. Que voz deliciosa, ela tem uma energia tão boa, uma simplicidade e honestidade ímpares. Mesmo se ela fosse uma joke act, meu voto seria sim fácil pra Jéssica, e não entendi os quatro dando não para ela, e passando V Killer. Já começou a palhaçada!!

Let: Eu amei Jéssica, representante de humanas, divertida, descolada, amo gente que canta descalça. A sua apresentação me lembrou demais a versão que Bebel Gilberto, ainda novinha, canta essa música linda ao lado do amigo Cazuza. Assim como na versão de Bebel, Jéssica cantou naturalmente, linda, sincera. Por isso não entendi o motivo de não passarem a menina. E já odeio ridícula da Alinne Flop Rosa.  

Luke: Jéssica foi de longe a diversão da noite, e a voz dela não é de toda ruim. Foi harmônico, equilibrado, tranquilo. O problema é que Jéssica não apresenta as qualidades de um artista. O programa está atrás de um talento com representação nacional, e ela ainda permanece em seu mundinho paralelo com suas ideias alternativas. Isso não desmerece sua excelente voz, só não dá a vaga ao X Factor.

Paula: Hahahaha ri demais com a Jéssica! Pensei que iria dizer “já acabou, Jéssica?”, mas na verdade queria que ela cantasse até mais uma, viu?! Que voz suave, delicada, equilibrada. Mandou bem demais! Foi uma delícia a performance dela! Adorei a doidinha! E daí se ela está em seu mundo paralelo cantando, mas é naquele mundo que é só dela, que ela sente a música e transmite a vibe gostosa. Uma pena, jurados! Fiquei decepcionada com os nãos.

 

E vocês, o que acharam da estreia de The X Factor Brasil? Comentem.