The X Factor UK – 12×27/28 – Final

txf uk 2

Continua após publicidade

Olá amigos!

Continua após a publicidade

A temporada de TXF UK chegou ao fim, e mesmo com vários tombos durante o caminho, essa final é bem justa e premia todos os estilos que ganham o público – afinal ter o tal the x factor nem sempre é ter a melhor voz. Enfim, vamos ao que interessa né? QUE COMECE A GRANDE FINAL DESSA TEMPORADA!

Continua após publicidade

ROUND 1

Ché Chesterman – “In The Air Tonight” | Louisa Johnson – “Fighter” | Reggie ‘N’ Bollie – “Jump”

Continua após publicidade

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=UTeeDvDwU8Q[/youtube]

Carol: Lou canta sem esforço nenhum, natural e arrasa no alcance! Che tem ainda uma falha que é a presença de palco, parece desconfortável, desajeitado. A dupla é muito carismática mas ainda assim quero que Louisa leve essa luta.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Edu: Gostei dos quatro cantando juntos. Ché e  Reggie ‘N’ Bollie mandaram hiper bem, mas LouLou veio com um dos hits mais esmagadores de Rainha Xtina, aí não deu pra mais ninguém.

Let: Primeiro eu preciso dizer que adorei esse formato de batalhas, chuparam isso lindamente de The Voice e deu super certo – porque conseguir fazer até melhor do que o original. Todos foram ótimos, mas ali mesmo já deu para perceber quem se destaca: Ché no fim foi meio fraco, ela ainda não sabe trabalhar muito bem sua voz toda falsete (ele deveria ir para o The Voice US e entrar no time de Adam), RnB foram ótimos, animaram a galera com a energia que só eles possuem e encerraram muito bem. Mas Louisa gente, LOUISAAA GENTEEE, foi lá e mostrou como se arrasa. Já começou a apresentação lacrando no desfile, e cantou com uma facilidade incrível essa música bem difícil.

Lucas: Todos foram bem, foi a melhor maneira de começar essa final. Louisa tombou né? O que era esperado, mas achei que os guris do RnB também impressionaram.

 

Ché Chesterman – “Valerie”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=KStcqkkELgk[/youtube]

Carol: A música caiu como uma luva para a entonação do Ché, primeira apresentação dele que me diverti, ele foi descontraído. Senti até uma pontinha de culpa por querer que ele saia.

Edu: Ché acertou tão cheio na semi cantando Amy Winehouse, que decidiu repetir a dose, e se deu bem. Foi divertido, alegre e totalmente despretencioso. Foi uma song choice certeira, mas pena que só agora na reta final que aquele Ché do início da competição esteja de volta. Ele estava feliz, e muito à vontade, e isso contou muito a seu favor.

Let: Como já falei por aqui, que pena que descobriram só no final o quanto a voz de Ché encaixa bem nas músicas de Amy. Vocalmente falando foi uma apresentação incrível, a voz dele estava no tom certo, e mesmo não mudando nada no arranjo não soou como karaokê, tinha identidade ali. O único problema que posso destaca mesmo foi Ché parada no palco, sem sentir a vibe mais animada da música, se mexe migo!

Lucas: Eu achei que não iria funcionar, porque me pareceu ser algo totalmente diferente do estilo do Ché, mas foi o contrário. Achei que a performance ficou maravilhosa, gostei da vibe mais animada e ele novamente não decepcionou. Ficou provado que Ché e Amy fazem uma combinação perfeita.

Reggie ‘N’ Bollie – “Spice Up Your Life / Boom Boom”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=2xve5qH-Nl8[/youtube]

Carol: Bem animados mas ainda não consigo levar a sério a dupla, somente porque não faz meu estilo de música, eles cantam bem, são nota 10 em presença de palco, levantam até defunto para dançar.

Edu: GENTE A MELHOR PERFORMANCE DELES NA COMPETIÇÃO. “Spice Up Your Life” é simplesmente uma das melhores músicas das Spice Girls, e com certeza se eles tivessem cantado apenas ela teria sido épico. Foi alto astral, mega animado, e eu cantei em alto e bom som, além de dançar aqui. BRAVO!

Let: Quando vi qual seria a música, levantei e dancei junto, foi remember demais! Não foi a melhor apresentação da dupla, mas foi bem redondinha. Eles respeitaram o clássico, acertaram nas vozes, sem falar no palco incrível – eles dominam aquilo ali como ninguém. E claro que não podemos levá-los a sério, a proposta deles é exatamente é essa, divertir.

Lucas: Eu gostei, mas confesso que pra mim eles tiveram performances melhores na temporada. Mesmo assim impossível não ficar de pé, maluco com a maneira que eles levam todo mundo a loucura.

 

Louisa Johnson – “I Believe I Can Fly”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=0X1dWktjgVo[/youtube]

Carol: Ela sempre faz essas apresentações impactantes mas prefiro quando está só ela e o microfone no palco, dominando todos com seu talento. Não foi a melhor apresentação dela.

Edu: Me levantem do chão, pelo amor de Deus. Não tenho mais estruturas para tanta destruição dessa maravilhosa. Essa apresentação foi espetacular, ela soube nivelar todas as fases da canção na medida certa, e foi de arrepiar. Assisti três vezes essa maravilha e estou todo tremendo até agora.

Let: Louisa realmente quer acabar com todos nós hein? Essa produção toda no palco é coisa de campeão da temporada, toda trabalhada. Mas preciso dizer que lá no início não curti muito, porque essa música nossa é o cúmulo da breguice, e Louisa não estava conseguindo escapar disso. Foi isso mesmo, não estava, porque na segunda parte ela tomou conta de tudo, mudou o ritmo, investiu no vozeirão e me ganhou de novo, tô no chão até agora. Tô nem aí se já tá cansando vestir ela de anjo ou de Moisés lá no topo do morro e tal, porque ela merece mesmo todo esse destaque.

Lucas: O que foi isso gente? Essa menina acaba comigo. Eu fiquei aqui, no chão com tanta perfeição. Literalmente um anjo, porque olha, perfeita demais!

ROUND 2

 

Ché Chesterman & Rod Stewart – “The First Cut Is The Deepest”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=TDo4u-EsZA8[/youtube]

Carol: Foi uma apresentação de aquecer o coraçãozinho. Música boa, mas quando Rod entrou Ché perdeu toda a majestade na dupla. Dueto bem gostoso de ouvir! As notas que Ché consegue alcançar são incríveis, mas a voz rouca do Rod é perfeita.

Edu: Eu particularmente não gostei muito dessa performance, pois parecia mais que era do Rod e que Ché era o convidado especial. Foi tudo desproporcional ali, e esperava muito mais.

Let: A eu dormi no meio dessa performance, foi bem boring – ou seja, bem a cara de Ché! Rod salvou, mas a música era parada demais, não desenvolvia nada além do meu sono, e não favoreceu Ché em nenhum momento. Tá ele cantou bem e tal, mas Ché, queremos mais migo! Se isso fosse uma batalha votaria para Rod ficar.

Lucas: Não vou falar que fiquei babando na performance, mas achei que foi um dueto bem gostoso de assistir. A música é ótima e as vozes combinaram bem.

 

Reggie ‘N’ Bollie & Fuse ODG & Craig David – “Dangerous Love / Re-Rewind”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=j5RgtfC0MUQ[/youtube]

Carol: Que vontade de levantar em sair dançando HAHAHA Me senti na abertura na copa. Essa dupla merece ir para a final gente, essa simpatia é incrível mesmo não fazendo meu estilo musical. Só para deixar registrado, eles foram melhor que os convidados.

Edu: Achei tudo uma verdadeira bagunça, muita gente no palco, muita firula. Detestei, de coração. Eu fiquei mais revoltado ainda, pelo fato de que eu esperava muito que o dueto deles tivesse sido com a Cheryl, queria vê-la se requebrando toda no palco. Que pena!

Let: Olha eu achei bem qualquer coisa, e nem foi tão animado como eles sempre fazem. A parte boa é que eles realmente foram melhores que os convidados, e é assim que deve ser né? Também fiquei chateada por Cheryl não participar, como assim sabe, e por não conhecer aquelas pessoas com eles no palco. De qualquer forma foi uma boa apresentação, mas as duas primeiras foram beeeeeem melhores.

Lucas: Só queria dizer que sou desatualizado e não faço a mínima ideia de quem seja aquelas duas pessoas que cantaram com eles, mesmo assim foi PERFEITO! Sério, me peguei dançando junto mais uma vez, o efeito que esses guris causam na minha pessoa.

 

Louisa Johnson & Rita Ora – “And I Am Telling You I’m Not Going”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=u1RQWgFwCFU[/youtube]

Carol: Foi uma lacração atrás da outra. Pareciam duas leoas brigando para ver quem era melhor, lindas, talentosas, alcançando notas que nem é possível imaginar que existem sem desafinar (ou claro eu que não percebi). Aplaudindo de pé até agora.

Edu: As duas simplesmente sambaram e humilharam, fecharam a competição só para elas. Foi uma apresentação linda, e é incrível essa sintonia entre LouLou e Rita desde o começo da competição, e o melhor de tudo foi a humildade da jurada em deixar sua pupila curtir o seu momento e não querer ser mais que seu próprio act como umas aí em finais de temporadas passados (beijo, Nicole).

Let: Eita que também tô sem fôlego depois disso. Tá que Louisa, só durante a competição, deve ter cantado essa música umas 14546749 vezes, mas foi lindo demais ver ela e Rita nesse momento divas. Nem preciso dizer nada das vozes perfeitas, incríveis e em harmonia, as duas foram ótimas, alcançaram agudos que eu nem imaginava que poderiam, e mostraram que o programa é delas sim, tchau aos outros. E foi lindo principalmente ver Rita segurar seu vozeirão para deixar Louisa brilhar, ela é maravilhosa mesmo!

Lucas: UAU! Eu nem sabia que Rita cantava desse jeito, sério. Que dueto espetacular! As duas destruíram demais, pegaram essa música gigantesca e fizeram algo maravilhoso! Foi perfeito! Chegou arrepiar.

 

TERCEIRO COLOCADO

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=oohkgu5IjZk[/youtube]

Carol: Era meio obvio que Ché iria sair, e acredito que foi a empatia do povo com a dupla que fez isso acontecer, Ché não formou esse laço com o público. Vocalmente Ché merecia mais ter ido para a final na minha opinião, ele sempre arrasa nas notas altas. Lou é caso de polícia, deveria ter ganhado o programa semanas atrás já!

Edu: Ché já devia ter saído no Top 5, em minha humilde opinião. Apesar disso, na semana passada rolou sua redenção com a maravilhosa e comovente performance de “Love Is a Losing Game”. Em minha humilde opinião, se ele não tivesse tido deslizes desnecessários durante os live shows, teria chances de ganhar sim, porque o cara é muito bom, e torço por seu sucesso fora do programa.

Let: Esse terceiro lugar aí era para ser de outro (Seann, 4TH Impact, Lauren) menos de Ché, porque ele deveria ter saído há séculos. De qualquer forma, já que ele estava ali mesmo, mereceu ficar com esse terceiro lugar. Adeus Ché!

Lucas: Achei justo Ché ter ficado com o terceiro lugar. Gostei muito da participação dele na temporada, o cara teve excelentes performances e mereceu chegar até aí. Vou torcer pra conseguir um contrato e lançar um álbum logo, estarei por aqui para ouvir, mas entre os três era até óbvio que ele ficaria com essa posição.

 

PERFORMANCES FINAIS

 

Reggie ‘N’ Bollie – “What Makes You Beautiful / Cheerleader”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Kwj3fyJSvJg[/youtube]

Carol: Eu senti falta de instrumentos durante o arranjo, parece que está faltando algo. Não preciso dizer que a presença de palco é ótima como sempre, song choice que não foi muito boa, Cheerleader fica bom só com o cantor original e talvez com os Piano Guys que não cantam.

Edu: Odeio “Cheerleader”, e por mim eles deviam ter ficado apenas no clássico dos meninos do 1D. Mesmo assim isso não tirou o brilho que a dupla tem, e eu curti mais uma vez os dois fazendo uma apresentação para ninguém botar defeito.

Let: Na real eles nem cantaram Cheerleader né, ela serviu só de base. Eles cantaram mesmo I Like To Move It e essa foi a melhor parte, arrasaram como da outra vez. O clássico de 1D ficou ótimo também e a apresentação foi bem equilibrada.

Lucas: Eu gostei e estava dançando junto MAIS UMA VEZ! A maneira com que os guris conseguem conquistar todo mundo me deixa de cara, não chega nem na metade da música e toda a plateia estava a loucura. Não é atoa que chegaram até a final.

 

Louisa Johnson – “It’s a Man’s Man’s Man’s World

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=csp2qwy0zfA[/youtube]

Carol: Ela apavorou, do jeito que eu gosto, ela, um microfone e o público hipnotizado na dela. Talvez de tão boa ela até exagere um pouco nos gritinhos, ela não precisaria, mas como é uma batalha pelo prêmio maior, bota lenha na fogueira e vambora.

Edu: Ela não cansa de lacrar? Não foi melhor que a semana passada, porque aquela apresentação acho que vai demorar anos para ser superada, mas digamos que ela aproveitou 80% da sambada passada para vir com esse tiro, porrada e bomba.

Let: E precisa falar alguma coisa gente? Ela lacrou de novo, sambou na cara das inimigas, mostrou que é a dona do mundo com sua voz destruidora. Realmente não foi melhor que semana passada, mas no nível Louisa ninguém chega!

Lucas: MARAVILHOSA! Louisa tem uma voz que te faz parar de fazer qualquer coisa e ficar colado na tela assistindo ela destruir dessa forma. Não me lembro de uma única performance ruim dela na competição e com essa música não fez diferente, pelo contrário, cantou ainda melhor que na primeira vez.

 

Roggie ‘N’ Bollie – “Forever Young”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=nabqivHM4O0[/youtube]

Carol: Ficou uma vibe Bob Marley desafinada, desajustada e não ensaiada. Bem ruim ainda mais quando temos e devemos comparar com a outra candidata.

Edu: Eu acho que essa winner song não combinou com eles, e por conta disso a performance começou muito fraca. É claro que houve evolução e a dupla melhorou muito, mas mesmo assim a song choice não casou com o propósito da dupla, apesar dos momentos finais terem sido bem emocionantes.

Let: Nossa deu até pena deles. Claro que essa música não foi feita para a dupla né? E eles ainda tentaram, deram um arranjo meio Good Vibes e tal, mas desafinaram em alguns momentos e isso era lógico que aconteceria, pelo tom ser tão baixo. Foi até emocionante, mas complicado!

Lucas: Aprendi a gostar dos guris, mas essa música não ficou nada legal pra eles. Com certeza fizeram o melhor, mas o começo já foi meio difícil de ouvir. Prefiro ficar com as performances anteriores na cabeça.

 

Louisa Johnson – “Forever Young”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=8Z9BE2Pz_VA[/youtube]

Carol: Ela brilha tanto, na roupa, na voz, na make, no cabelo, na simpatia, não tem como não gostar. E ainda arrisco dizer que ela foi simples nessa apresentação, começou bem modesta e foi crescendo, e no final, parecia que tinha cuspido a alma para fora de tão maravilhosa.

Edu: DEEM O TÍTULO LOGO PARA ESSA MARAVILHOSA PELO AMOR DE DEUS! Louisa pisou e enterrou com essa apresentação, foi o extremo do comovente, e mais uma vez senti a incrível conexão entre ela e Rita. Eu não paro de tremer e muito menos de chorar, com essa performance tão impecável que foi. É incrível a forma como ela se entrega, se doa de corpo e alma para suas músicas.

Let: Olha aí a dona da música! Tá é meio piegas essa música sim, ah mas né, foi uma apresentação linda, até agora eu tô arrepiada. Louisa é a rainha dessa temporada, já é rainha há séculos, e o mundo da música precisa sim de alguém como ela. Dá logo o prêmio gente, porque todo mundo já sabe!

Lucas: Ah gente, isso é um winner single! O que é essa mulher? Aliás, o que é essa garota que tem apenas DEZESSETE anos e consegue cantar desse jeito? O que é? Alguém me explica? To sem chão, já quero essa música, já quero um álbum! Outra tombada!

VENCEDOR

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Fpa-G4CdqFQ[/youtube]

Carol: Vamos puxar o saco porque essa loira merece. Não lembro exatamente as palavras mas lembro que quando comentei a audição dessa garota falei que era o cruzamento de Axl Rose com Emma Stone. Foi aprendendo cada vez mais com a Rita e foi crescendo visivelmente mas desde o começo já sabíamos que era uma estrela. Fiquei muito feliz tanto por ela e seu enorme talento serem reconhecidos, quanto pela Rita como mentora, que trabalho incrível essa dupla fez, acharam as músicas perfeitas para a Loulou e mandaram ver sem dó nem piedade com nosso coração sensível. Depois de ficar muito brava com a eliminação do Seann que deveria estar nessa final com Louisa, pelo menos uma dos meus preferidos conseguiu chegar em meio a tantas injustiças do programa. Mas onde o povo vota nem sempre agradam a todos. Essa temporada começou bem, deu umas tropeçadas mas conseguiu concertar no final. Parabéns a dupla em segundo lugar que vendem simpatia e disposição, não fazem meu estilo, mas espero que façam sucesso. Louisa, quero um CD seu, pra ontem baby!!!

Edu: Louisa fez uma campanha espetacular nessa temporada, e evoluindo a cada semana. Ela sempre foi determinada, sem medo de se arriscar, e sempre cantou com o coração e alma. Pode parecer clichê, mas isso conta e muitos pontos e ela se doou cada vez mais. Sem contar sua humildade, simplicidade e seu caráter, um conjunto tão perfeito, pra ninguém botar defeito. Essa foi a melhor redenção para a maravilhosa Rita Ora no mundo do reality show, após ter acabado de forma rápida e dolorosa sua campanha quase impecável em The Voice UK no início do ano, até a infeliz semifinal. Ela mostrou que é uma ótima jurada e a forma como ela investiu em Louisa principalmente foi algo único, a parceria entre elas é algo indescritível. No meio de tantas eliminações injustas e antes da hora, é claro que tinha que ser ela a grande vencedora, pois do contrário eu não admitiria nenhuma outra pessoa levando essa temporada, de coração.

Let: Tá, todo mundo já sabia que ela ganharia – eu também já sabia. Na audição ela se mostrou alguém realmente especial. Além da voz incrível, ela é cheia de humildade e não tem medo de aprender. Aliás, humildade é algo muito importante para qualquer um que ingresse nesse programa, e quem sabe por isso ache Louisa tão parecida com Fleur, a verdadeira vencedora da temporada passada. Elas são lindas, humildes, querem aprender, crescer, divar por aí, e tenho certeza que Louisa vai longe, o nomezinho dela não vai sumir tão fácil da mídia. Depois de uma temporada cheia de incoerências – por parte do público e também dos jurados, principalmente Simon – é bom ver alguém que realmente merece levar o prêmio, chega de injustiças. Ahh e não posso deixar de falar de Rita. Ela saiu de uma temporada chata no The Voice UK para arrasar no The X Factor UK, essa aqui é sua verdadeira casa. Linda, generosa, engraçada e claro, a melhor técnica dessa temporada (e podemos dizer quem sabe em ANOS NESSE PROGRAMA), ela soube levar Louisa e Lauren para o estrelato, pera que a morena não conseguiu chegar mais longe. Mas a vitória de Louisa mostra que Rita merece vida longa no programa.

Lucas: Vamos combinar que não tinha como ser diferente né? Estava com um pouco de medo do público acabar dando o título para RnB, mas Louisa foi perfeita durante toda a temporada e sair como vencedora foi mais do que justo. A guria canta muito e se dedicou como ninguém, não aceitando o fato de ser a favorita e simplesmente ficar estacionada. Ficou óbvio o quanto ela dava o máximo possível por cada performance e ainda mais claro o quanto ficou agradecida por todo o apoio que recebeu. Mesmo tendo pego um spoiler básico ontem, ainda pulei da cadeira quando anunciaram ela como vencedora! Justíssimo! Rita também merece uns créditos, porque realmente foi uma baita mentora. Tampou minha boca de um jeito que só vendo. Foi uma peça fundamental para essa vitória da Louisa!

E vocês? O que acharam da final? Justa?

Comentem!