The X Factor UK – 13×01/02 – Auditions

txf uk

Imagem: Arquivo Pessoal

Continua após as recomendações

IT’S TIME TO FACE THE MUSIC!

Continua após a publicidade

Finalmente galeraaa! O nosso reality musical favorito começou!!!

Com uma formatação nova na bancada – apesar de só contar com gente que já passou pelo programa, agora contamos com Simon, a linda Sharon, a flop Nicole e o mad Louis.  Esse ano não contaremos com a interessantíssima etapa da Arena Auditions, voltamos com o formato original das Room Auditions. Menos emoção? Sim, mas pelo menos sem interferência do público.

Bom, mas vamos ao que interessa? Como todos os anos, dividimos as performances entre os lacradores e os bizarros. Aproveite o espaço dos comentários para fazer suas análises sobre as performances também.

 

OS LACRADORES

 

Yes Lad – “Can’t Stop Feeling”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Y3yNLUZz0Q0[/youtube]

Carol: Já abriram o show para arrasar, e já vieram em um grupo, o que melhora o entrosamento. Simon já estava com os olhinhos brilhando para os rapazes. Super potencial ali para ser lapidado.

Edu: Essa temporada já começou com força total, e da melhor forma possível. Já gostei da boyband, eles vieram com a song choice certeira, tem jeito de serem bem talentosos. Espero que não decepcionem, pois têm potência de chegar aos live shows. Vamos aguardar.

Let: Olha, eu gostei do grupo, mas não achei essa maravilha toda, tinham alguns guris ali literalmente sobrando, e tenho certeza que o grupo vai mudar se conseguir chegar aos lives.

Lucas: Pra ser bem sincero com vocês, não consegui gostar muito do grupo e boa parte disso foi devido a song choice. Essa nova “Happy” me irrita um tanto e pra mim acabou prejudicando um pouco a audição dos garotos. Mesmo assim vou esperar pra ver a próxima performance deles.

 

Samantha Lavery – “Explosions”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=J7IgZ-7mVeQ[/youtube]

Carol: Ela tem 16 anos gente? Realmente a primeira que conquistou minha torcida, adorei, super poderosa e autêntica.

Edu: PODEROSA! Já amei, e fiquei totalmente surpreendido com seu alcance vocal. Como assim apenas 16 anos gente? Me pareceu uma artista experiente, segura de si. Será ela nossa nova Louisa Johnson? Estou com um feeling bom sobre ela.

Let: Nem 30 minutos de programa e já tenho uma das minhas favoritas da temporada. Também vi uma vibe Louisa Johnson ali, e amei que ela tem potencial para ser mais rocker que a vencedora da última temporada. Que voz, e que ótima song choice.

Lucas: Que voz linda dessa guria gente! E com apenas 16 anos? WTF! Pra mim foi nesse momento que senti a temporada realmente começando. Já quero um pouco mais da Samantha, porque a primeira impressão foi ótima!

 

Christian Burrows – “Audition”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=o_bmQyYaCyM[/youtube]

Carol: Tô seca, chorei com esse garoto que emanou simplicidade e talento, além de ter uma voz bem rústica e gostosa de ouvir nesse tipo de música que me lembrou “7 Years” do Lukas Graham. Só que eu não vejo ele competindo, pois ainda está bem tímido.

Edu: Que apresentação, que letra destruidora! Estou totalmente sem chão aqui. Christian conseguiu de forma simples e honesta tocar o coração de todos, e nos fazer pensar fundo. Foi lindo e emocionante, e o rapaz me surpreendeu, pois pensei que seria algo boring.

Let: Chorei feito uma criança. Christian é um daqueles raros artistas que conseguem te prender de um jeito único. Amei a voz, amei a postura, amei a música, amei até o comportamento mais tímido, introspectivo, com toda aquela bagagem de talento, dor e muito potencial.

Lucas: Eu fiquei irritado com o Simon mandando o garoto parar no meio da música, porque realmente estava gostando daquela voz deliciosa. Aí ele foi, começou a cantar uma original e pronto, um baita soco no estômago com essa música linda e de uma letra absurdamente tocante. Christian tem exatamente aquele estilo de voz que eu adoro e passaria fácil o dia inteiro ouvindo, então precisa nem dizer que já estou empolgado com o guri.

 

Caitlyn Vanbeck – “Piece By Piece”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=APS_7fsHj1E[/youtube]

Carol: Achei destruidor também viu, chegou pisando já na concorrência. Tomara que ela escolha bem as músicas para aproveitar esse talento dela.

Edu: POR QUE MEU DEUS DO CÉU? Estou jogado no chão! Se não bastasse a dona dessa incrível e profunda música, aka Mrs. Kelly Clarkson, ter acabado com minha estrutura emocional ao apresentar essa obra prima na temporada final de American Idol, agora vem essa maravilhosa e nos proporciona essa versão brilhante à altura da original. Nem sei mais o que dizer, só sei que estou emocionado e destruído aqui, e tive que ver mais de uma vez, pois sou desses.

Let: EITA MEU DEUS DO CÉU, O QUE FOI ISSO??? Ouso dizer que amei essa versão desse clássico da rainha absoluta dos realities musicais tanto quanto amei a versão original. Caitlyn conseguiu segurar a emoção até o fim, e isso mostrou o potencial dela como cantora, ela tem o The X Factor, ela tem tudo, linda, maravilhosa, amei e quero ver muito mais!

Lucas: Poxa gente, cantar “Piece By Piece” é querer me derrubar mesmo né? Foi exatamente o que aconteceu, porque achei a melhor audição do episódio, com aquele toque emocional que fica impossível não derramar uma lágrima aqui. Minha meta é ser menos chorão, mas desse jeito fica difícil e pra ajudar o Simon ainda vai e cita Kelly Clarkson pra ferrar com meu emocional de vez.

 

Saara Aalto – “Chandelier”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=1-JBP4VBXHY[/youtube]

Carol: Deu uma arrepiadinha no braço, ela parece uma princesinha mesmo. Que agudo potente em guria, tomara que vá longe, já imagino ela com aqueles vestidos lindos apresentando nas próximas etapas.

Edu: Só um minuto, deixa eu pegar meu queixo que caiu aqui no chão. Fiquei mega hipnotizado com Saara, meus olhos não paravam de brilhar com essa linda. Que potência vocal, confiança e presença de palco. Ela definitivamente já se tornou uma das minhas favoritas.

Let: Sério, nunca vi alguém dominar essa música com tanta facilidade, ela fez o que quis com a voz, e eu fiquei aqui, de boca aberta. Saara é maravilhosa, que sorte do programa em tê-la, e tomara que ela vá muito longe – não para a Finlândia, e sim para as finais.

Lucas: Eu aqui esperando por uma bomba, porque estava achando Saara com muito ‘mimimi’, aí ela começa cantar e dá uma boa surpreendida! Que ótima voz e que ótima audição! Ela conseguiu pegar essa música gigante e fazer um excelente trabalho.

 

James Hughes – “I’d Rather Go Blind”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=GLS5eTEeqk4[/youtube]

Carol: Ma de onde surgiu a voz dessa pessoa? Arregalei o olho aqui, pense em um potencial que não cabe naquele corpinho ali. Song choice poderosa também. Little diva, adorei James.

Edu: Meu queixo foi parar no chão de novo. Sinceramente eu pensei que James deixaria o nervosismo falar mais alto, mas ele conseguiu se controlar do primeiro ao último instante, sem contar a voz poderosa que tem. É claro que muita coisa precisa melhorar, mas é algo natural que deve ser feito de forma gradativa durante a competição.

Let: Já virei fã absoluta de James, amei ele escolher cantar essa música maravilhosa, que pouca gente conhece, mas quem conhece considera pacas. Esse aí tem potencial para chegar muito longe também!

Lucas: Olha aí outra surpresa minha gente! Também não estava esperando sair aquela baita voz desse projeto de gente e fiquei de cara aqui. E ainda acho que ele tem muito mais pra mostrar pela frente.

 

Rebekah Ryan – “Take Me To Church / Angel”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=J6vKDAi09H8[/youtube]

Carol: Odeio essa gente maravilhosa que já chega na voadora com essas histórias tristes cantando com a alma, rasgando todos os corações do Team Reality. Tem que ter uma sensibilidade gigante pra julgar esses candidatos que vem com essa bagagem para colocar para fora no palco. Parabéns equipe, parabéns Rebekah! Apesar de tudo isso que foi lindo, ela é um perfil de candidata que não vence o X Factor. E daí ela canta essa música daquele filme mais triste da vida, City of Angels (<3)… Broke my heart molher. Existem mulheres que precisam que se esfregue na cara delas o quão maravilhosas elas são.

Edu: Que evolução, gente! Rebekah veio com uma performance desconcertante e desesperada, mas os jurados deram uns toques a ela, dando-lhe uma nova chance. Eis que a candidata pegou a história de vida, a perda de seu outro filho, para nos proporcionar uma apresentação para tocar no nosso emocional, com algo profundo vindo do coração e da alma. Isso sim é um desfecho decente de episódio.

Let: Não tem como não chorar com Angel, principalmente com uma história de vida como essa. Rebekah é aquele tipo de candidato que só funciona no The X Factor, e faz tempo que essas pessoas especiais com histórias de superação não tem vez no programa – chegou a hora com Rebekah. Claro que não é a melhor voz, mas é muito potencial, e que vontade de abraçar essa linda, vocês sentiram também?

Lucas: Sabe aquele candidato que chega com uma baita história triste e te faz chorar já no começo? Aí depois você fica torcendo pra pessoa se dar bem na audição e de início acaba dando tudo errado e tu sofre junto? Então, essa foi minha relação com Rebekah. Sofri junto com a história de vida e ainda mais quando Simon interrompeu a música. FELIZMENTE ele pediu pra ela cantar outra música e tinha que ser justamente “Angel” pra acabar de vez com essa pobre alma aqui. Foi definitivamente muito melhor, sem contar que me destruiu demais porque essa música sempre faz isso. Claro que ela precisa de um bom treino e de ajuda, mas acabou fechando o episódio da melhor maneira possível!

 

OS BIZARROS

 

Richard Chen – “Somewhere Over The Rainbow

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=utazK9KHfaI[/youtube]

Carol: Ri alto, depois de chorar tanto.

Edu: Gente e essa versão “pastel de flángo” desse clássico? Apenas ri!

Let: Não entendir o que aconteceu.

Lucas: Apenas não.

 

Luis Elkes – “When I Grow Up”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=ONWtnkz6WJM[/youtube]

Carol: Ah gente, uma pessoa dessa passar parece até programa de cotas.

Edu: Minhas reações foram as mesmas de Simon, e não entendi dele ter passado.

Let: Olha, foi engraçado e ao mesmo tempo ridículo esse boicote dos outros jurados ao Simon, passando uma coisas dessas para o bootcamp.

Lucas: Não sou obrigado.

 

Honey G – “Work It”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=wa96TEXKqrw[/youtube]

Carol: Oi? Não dá, desculpa. Não consigo nem olhar de tanta vergonha.

Edu: Não sou capaz de opinar.

Let: Ok, agora eles foram longe demais com essa brincadeira.

Lucas: Sério mesmo que encerraram o episódio com uma audição dessa? Chega ser ofensivo.

 

Abiola Allicok – “Audition”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=GRhLt7jVah4[/youtube]

Carol: Não sabia se eu ria dela ou do Simon.

Edu: Ri tanto que minha barriga até doeu.

Let: O nível de bizarrice tá alto esse ano. Parabéns aos envolvidos!

Lucas: Gente, ainda sem compreender tamanha bizarrice aqui.

 

Kittipos Maspun – “Memory”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=5AJKpFMkJ7U[/youtube]

Carol: Não entendo como deixam uma pessoa ir lá pagar esse mico.

Edu: O dueto dele com Nicole foi até bonito, mas não está preparado para seguir em frente na disputa.

Let: Aposto que em todos os momentos Nicole pensava em mandar cortarem o microfone dele, para ela cantar sozinha. Conheço bem essa sonsiane.

Lucas: Que diabo foi isso? Misericórdia.

 

E vocês, o que acharam da estreia de The X Factor UK?

 

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

No comments

Add yours