This is Us – 1×04 – The Pool

04

Imagem: Arquivo Pessoal

Continua após as recomendações

É definitivo, sempre irei chorar assistindo essa série! Todo episódio acaba tendo um momento no qual me pego com os olhos cheios de lágrimas e dessa vez não foi diferente. Achei um episódio super importante, que tocou em assuntos delicados. Sendo assim, essa review será focada no racismo e preconceito quanto à obesidade (o que a série vem fazendo desde seu início).

Continua após a publicidade

Focando no racismo, entraremos no núcleo de Randall e sua família. Tivemos várias referências nesse episódio de como é difícil conviver com esse tipo de situação e sem dúvidas é ainda mais complicado para o alvo. Foi triste ver William sendo abordado por um policial num bairro de – brancos e ricos – somente pelo fato dele ser negro e estar com vestimentas mais simples. Foi cruel quando a filha de Randall estava representando a Branca de Neve na peça escolar e os outros pais começarem a rirem por conta disso… Se dermos maior atenção para essa cena, percebemos que os pais têm essa reação em dois momentos. O primeiro como mencionado é quando ela se apresenta como branca de neve e o segundo momento quando a palavra maravilhosa é direcionada para ela. Tal comportamento da a entender que é um absurdo uma criança negra estar representando a Branca de Neve e também que uma pessoa negra não pode ser maravilhosa. Essa cena sem dúvidas partiu meu coração e ainda me fez pensar que mesmo a escola sendo tão avançada e até mesmo melhor que as particulares (como Randall mencionou) os pais que estavam ali eram tomados por preconceitos. Isso tudo é muito triste e infelizmente faz parte da sociedade em que vivemos… Ponto para a série que está tratando desse   e outros assuntos de uma maneira excelente.

Já com o preconceito devido à obesidade, tivemos a infância de Kate, onde a mesma virou chacota na piscina pelo fato de não ser magra igual às outras meninas. Crianças muitas vezes têm imagem de inocência, mas a série mostrou que nem todas são assim quando as meninas mandaram um bilhete para Kate zombando de seu peso e por esse motivo ela não poderia brincar. Foi maravilhoso e emocionante o diálogo que aconteceu nesse momento entre Jack e Kate! Principalmente quando ele contou toda a história sobre sua camisa e deu para Kate falando que ela poderia ser o que quisesse. <3 Já podemo dar o prêmio de melhor pai do ano da ficção para ele?!

Outro detalhe sobre o episódio é que talvez na infância, Kevin sempre acabou recebendo menos “atenção” dos seus pais, e isso talvez seja por ele ser o filho “normal” aos olhos da sociedade, ou seja, branco, loiro e magro. Sendo assim, acaba não sendo alvo de tantos preconceitos. Isso talvez possa explicar o fato dele ser um tanto inseguro e sempre precisar do apoio da irmã. Falando em Kevin, não sei se foi muito vantajoso para ele ter conseguido a vaga no emprego somente pelo fato de apostarem que terão audiência por ele ter sido “O Babá”. Será que ele sempre será vinculado ao personagem que tanto quer esquecer?

This is Us vem sendo aquela série tratando de assuntos delicados sem forçar a barra, que nos permite vivermos e nos aceitarmos como somos.

Por um mundo sem preconceitos e com mais episódios de This is Us! \o/ Até a próxima review! 😉

Tags This Is Us
Rodrigo Chechi

Rodrigo Chechi

Pedagogo formado pela UNESP. Especializado em Educação a Distância para a Docência pela UNIARA. Mestrando em Educação pela UNESP. Apreciador de vinho, café, séries e músicas. Um coração igual de mãe, sempre cabe mais uma série! rs No Mix escreve as reviews de This is Us, Pretty Little Liars (RIP), Orphan Black (RIP).

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Bruno 25 junho, 2018 at 10:06 Responder

    Me sinto muito insensível por só ter chorado de verdade no primeiro episódio e ler a review falando que choram em todos hehe.

Post a new comment