Timeless – 1×06 – The Watergate Tape

Imagem: NBC/Divulgação

Imagem: NBC/Divulgação

Ainda estou em êxtase com a experiência proporcionada por Timeless essa semana. Tivemos uma reviravolta impactante e que muda o rumo dos acontecimentos e volta a trama para um outro ângulo. Em “The Watergate Tape”, os dramas individuais dos protagonistas são expostos de maneira bem clara e vemos como cada um se vira com o seu. Verdades são ditas finalmente e, com isso, particularmente meu interesse pela série aumentou ainda mais.

Viajamos para 20/06/1972, data de início do escândalo Watergate. E para nossa surpresa (vai dizer que você imaginava uma coisa dessas?), descobrimos que o presidente Nixon estava envolvido com Rittenhouse. Como definiria Garcia Flynn: “Rittenhouse e os EUA estão tão interligados como se fosse um câncer”. Isso está mais do que comprovado, uma vez que é revelado que eles atuam desde 1778!

Porém, e ainda bem por isso, não sabemos qual é o objetivo deste grupo e, muito menos, porque fazem o que fazem. Neste contexto podemos falar de Flynn, que eu sempre achei desde o começo não um vilão, mas sim um anti-herói, no maior estilo Justiceiro. Ele teve sua família devastada pelo grupo e se abriu para Wyatt sobre o seu plano. Pode não ter admitido, mas sentimos no olhar dele que o soldado se sentiu um pouco no lugar do vilão.

Continua após a publicidade

Imagem: NBC/Divulgação

Imagem: NBC/Divulgação

A viagem para 1972 foi muito boa, o cenário e as vestimentas me lembraram muito Todo Mundo Odeia o Chris. Esse também foi um momento de grandes impasses no relacionamento do nosso trio. Wyatt perdeu a confiança em seus companheiros, e com toda razão, pois descobriu as mentiras de cada um. Lucy perdeu a confiança em Rufus e ele nela. Ou seja, um desastre total. As implicações dessa situação só saberemos no próximo episódio, já que não houve muito mais diálogo quando se reencontraram.

Temos agora muitas coisas para nos ater e não apenas uma busca inesgotável contra um viajante do tempo. Nossos olhos se voltam agora para sabermos como eles resolverão seus problemas familiares. O destaque sem dúvida alguma é a Lucy. Ela criou coragem e, pelo menos, tentou dar um passo em busca de saber mais sobre seu passado. Porém não foi tão forte quanto gostaríamos. O que conseguiu foi apenas nos entregar um final intrigante e que me gera altas expectativas para saber como continua.

De verdade, espero que Timeless seja renovada. Sei que é muito cedo para julgamentos, pois mal estamos no meio da temporada, mas nos foi provado que existe potencial para ser explorado. Seria muito chato se ela mantivesse o ritmo dos primeiros dois episódios para sempre, mas como evoluiu, e muito bem, que fique e tenha vida longa.

Tags Timeless
Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

1 comment

Add yours

Post a new comment